PplWare Mobile

Windows 95 está disponível para Linux, Mac e… Windows


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Amândio Reis says:

    Olá,

    Penso haver ali um pequenito lapso no paragrafo : “Em 2016 mostrámos aqui como poderiam rodar o Windows 95 utilizando um simples browser. Recentemente, o Windows 95 foi transformado numa simples app ( Electron app) que pode ser executada no Windows, Mac e até dentro do próprio Windows 10.”

    Tendo em conta o título seria “ser executada no LINUX, Mac e até dentro do próprio Windows 10.” ?

    Continuação de bom trabalho.

    Cumps.

  2. KodiakShadows says:

    Queimei muito as pestanas neste sistema operativo

  3. MadMax says:

    Chegava a ser desesperante instalar uma simples placa de som, e uma lpt ou com, cruz credo.

  4. Asdrubal says:

    Quando passar os 25 anos de lançamento do Windows 95, têm que marcar aqui um artigo para recordar. 😉

  5. Horacio says:

    O melhor SÓ ainda hoje uso o Windows 98 e xp que são os meus favoritos e sem telemetrias. Fazem tudo o que preciso

    • Horacio says:

      Para quem diz que e inseguro tenho 0 vírus e problemas, só apanha malware quem n sabe usar o pc e instalas programas piratas

      • Mateus says:

        Windows 98 e XP? Deves usar aplicações e hardware da idade da pedra… é o mesmo que dizer que andas com um citroen AX em vez de um C4 porque tens medo de telemetria…

  6. João says:

    Por acaso tenho um Citroen AX 1994, não o desfaço dele porque é embraiagem barata(90€) e carro prático na cidade de Lisboa e voltinhas pequenas. Agora o Audi A4, 2001, para viagens longas, + seguro para família, AC, embraiagem é que é cara (680€, bi massa). Resumo: cada SO teve o seu tempo e fim(obscelescencia programada), falta de drivers (como impressoras, câmaras, etc) para SO antigos. Carros velhos, até sair alguma lei que proíba, ainda temos vantagens neles. :-). Ai que logo vou narrar saudades do Win95. Bom artigo, obrigado.

  7. Carlos Pereira says:

    Uso windows XP no meu desktop e funciona muito bem! Uso office da microsoft 2007 que chega para o meu uso e adobe acrobat, tenho pineacle studio para edicao de video e corre os jogos todos que o meu filho gosta. 0 virus e super rapido! So nao aconselho xp a quem tem SSD.

  8. Altino says:

    correr um SO obsoleto num SO inútil….

  9. Jose Lapao says:

    Ao pessoal que pensa em hardware obsoleto trabalho numa empresa onde a CNC (maquina de controle numerico) que faz maravilhas e controla 4 eixos interpolados usa o windos 3.11 só para terem uma ideia. Quem entende do assunto o PLC dela controla os 4 eixos mexendo-os por vezes 3m simultâneo podendo fresar, cortar e tornear. Usando para isso um Pentium MMX@266Mhz, só para verem que não são necessários I7 octacores e gigas e gigas de RAM e teras de espaço em disco para por uma máquina a funcionar e digo-vos sempre que ha um problema mecânico (e dá muitos problemas mecânicos devido ao uso intensivo) os chefes entram em parafuso pois as CNC fazam cerca de 60% do trabalho da fábrica. Coriosamente só deu um problema de hardware em 18 anos de trabalho. O disco pifou, como tinha-mos um clone do disco colocamos outro disco e já esta, novamente a funcionar.

    • NS says:

      Conheço pelo menos três casos iguais, mas neste caso na industria do mobiliário.

      Em alguns casos, “em equipa que ganha não se mexe”, mas só em alguns

      • JOSE LAPAO says:

        Sim é verdade, mas a CNC que falei usa hardware, “quase” open source devido à idade dela, uma outra que usa Linux como S.O. é tão fechada em termos de hardware, que por uma avaria de um drive – peça eletrónica que controla os eixos – não um drive de software, quase que se teve de trocar toda a eletrónica, pois essas peças apesar de ser uma maquina relativamente recente, deixaram de se fabricar, sendo difícil encontrar outras mesmo recondicionada. Ai está aquela “equipa” está com problemas, e estamos seriamente a “mexer” nela, pois usando toda a estrutura podemos criar nova eletrónica, com peças mais open source e mais fáceis de encontrar a mais longo prazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.