PplWare Mobile

Como descarregar e converter música do Spotify para MP3


Entusiasta do software, tudo começou com uma programação de Basic no Spectrum 128K do irmão mais velho! Desde aí, nunca mais parei!

Destaques PPLWARE

  1. Beatriz Gosta says:

    ISto deve ser bastante ilegal lol

    • Mário Sousa says:

      Para uso particular, sem fins lucrativos ou comerciais?

      • Tiago says:

        Qualquer download de musica (não isenta de direitos) onde não se pague os direitos ao artista deixa de ser ilegal se for para “uso particular, sem fins lucrativos” ? Desconhecia.

        Vejamos um artigo de um blog nada contraditório

        https://pplware.sapo.pt/internet/sites-descarregar-musicas-sem-direitos-de-autor/

        • Mário Sousa says:

          hmmm, gostas de artigos? tens tempo para ler? temos cá tantos para malta como tu…ora dá aqui uma vista de olhos:

          https://pplware.sapo.pt/informacao/ministerio-publico-permite-copia-de-musicas-e-filmes-na-internet/

          • pedro says:

            heheheheeh

          • Tiago says:

            Portanto, isso é a legislação em PT (ja bastante antiga, por sinal – nem me dei ao trabalho para verificar se está ou nao revogada) mas se eu for um leitor do vosso blog em espanha, frança, ou outro pais qqr q não PT estou a ser enganado pois (pode) ser só legal em PT, mesmo assim tenho muitas duvidas q o seja, tendo em conta todo o panorama atual, art.13 e afins.

          • Mário Sousa says:

            Tiago, levantar suspeitas infundadas é a coisa mais fácil do mundo. Olha o Brexit e o caos em que se tornou.

            Queres argumentar trazes armas de peso e fundamentas.

            Entende, se for possível, que estou a dar uma dica para uma determinada função. Se a usas para outros meios é uma questão que me ultrapassa. Além do mais se o próprio Spotify disponibiliza o modo offline no smartphone, não tem muito sentido que não faça no PC pelo que pode ser interpretado como uma alternativa enquando eles não disponibilizam a função.

            Mas logo a seguir, se quiseres ir mais longe, chega outra questão: a do armazenamento. A pasta do spotify que tenho aqui está a ocupar uns módicos 800 megas com ficheiros temporários das músicas que vou escutando ao longo do dia. Agora pergunto: quem autorizou o Spotify a usar o MEU ESPAÇO em disco? Se é um serviço premium de stream porque não faz a leitura toda a partir do online? Porque é que eu não recebo por ter o meu espaço ocupado com conteúdo que dizes que viola os direitos do spotify?

            Percebes porque é que considero este artigo como uma dica e não a partir do prisma que estás a colocar?

      • Paulo Martins says:

        Acho que em todos eles vai contra as condições de serviço do Spotify, se é legal tenho sérias dúvidas que seja.
        Converter as músicas do Spotify não é o mesmo que fazer um backup de um CD que compraste, porque a mensalidade do Spotify dá-te acesso às músicas não as músicas em si, logo se nunca és o dono de uma música do Spotify não me parece que tenhas o direito de fazer o backup das mesmas.

        • Mário Sousa says:

          Paulo, vamos então ser mais minuciosos, já que esse parece ser um problema com as «condições de serviço do Spotify» ao invés de ser considerado como uma dica e vamos dar um exemplo com maior importância, pelo menos na minha opinião, vamos?

          Na Constituição Portuguesa, última revsião de 1976, no artigo 74, sobre o ensino temos:

          1. Todos têm direito ao ensino com garantia do direito à igualdade de oportunidades de acesso e êxito escolar.
          2. Na realização da política de ensino incumbe ao Estado:
          a) Assegurar o ensino básico universal, obrigatório e gratuito;
          b) Criar um sistema público e desenvolver o sistema geral de educação
          pré-escolar;
          c) Garantir a educação permanente e eliminar o analfabetismo;
          d) Garantir a todos os cidadãos, segundo as suas capacidades, o acesso aos
          graus mais elevados do ensino, da investigação científica e da criação
          artística;
          e) Estabelecer progressivamente a gratuitidade de todos os graus de ensino;
          f) Inserir as escolas nas comunidades que servem e estabelecer a interligação do ensino e das atividades económicas, sociais e culturais;
          g) Promover e apoiar o acesso dos cidadãos portadores de deficiência ao
          ensino e apoiar o ensino especial, quando necessário;
          h) Proteger e valorizar a língua gestual portuguesa, enquanto expressão
          cultural e instrumento de acesso à educação e da igualdade de oportunidades;
          i) Assegurar aos filhos dos emigrantes o ensino da língua portuguesa e o
          acesso à cultura portuguesa;
          j) Assegurar aos filhos dos imigrantes apoio adequado para efetivação do
          direito ao ensino.

          Sabes quantas destas alineas se cumprem? Poucas ou nenhumas…isso já me parece mais preocupante.

          Pagar um serviço premium e não poder escutar, em casa ou num lugar ermo sem acesso à Internet é simplesmente parvo. Poder levar as músicas favoritas que pretendemos escutar, para uso particular, sem fins comerciais, sem empréstimos ou afins parece ligeiramente mais aceitável.

          Não sou jurista, é certo, mas sou um ser humano com pensamento próprio.

          • Filipe says:

            Mário, o que tem o ensino a ver com o download ilegal de músicas protegidas por DRM? Falaste em “argumentar” mas além de não conseguires colocar “os pontos nos is”, agora estás a desconversar e a fugir ao assunto.

            Descarregar uma música do spotify seja em que formato for, para uso pessoal, animal ou qualquer que seja, sem ser pela própria aplicação é contra os seus termos, e é ilegal, pois as músicas que lá estão, além dos direitos do spotify pela sua reprodução, estão também protegidas pelos direitos do artista/artistas.

            Além da forte defesa dada aos indefensaveis produtos da maça roída e suas políticas, agora defende-se a pirataria também? Há qualquer coisa que não bate certo com este blog hoje em dia.

          • Mário Sousa says:

            Filipe, antes de tudo há que perceber que este post é uma dica de um software, criado por uma casa de software, com bastante tempo no mercado e que se faz cobrar pelo mesmo por uma determinada função.

            Esta casa de software não é exclusiva e existem MUITAS mais, entre elas uma casa de software bem conhecida alemã.

            Fica a pergunta, se fosse assim tão ilegal, como sagazmente muita gente veio para aqui defender, não teria já a própria e grandiosa Spotify tomado ação?

            A minha comparação tem a ver com o facto, importante, de existirem coisas muito mais importantes do que as preocupações que aqui se colocam que, na verdade, não sabemos até que ponto pode ou não ser correcta. Na minha opinião não o é, mas tu e outros não se coíbem de lhe aplicar rótulos mesmo que não seja, ao invés de serem precavidos.

            Insisto: trata-se de uma dica, não a queres usar passas à frente. Recomendo inclusivamente o artigo que foi publicado a seguir ao meu sobre o ONEPlus 7 (https://bit.ly/2YN2aXt) – é um artigo fantástico escrito pelo colega Rui Bacelar a quem aproveito desde já para enviar um grande abraço.

            E não, ninguém defende a pirataria e até prova em contrário, este programa, de uso pessoal, não o está a fazer. Está sim, a dar uma oportunidade de poder escutar em modo offline tal como a própria aplicação o faz.

            Aproveito e recoloco a questão que coloquei mais acima e que, tão expedita gente, até agora ninguém respondeu: A pasta do spotify que tenho aqui está a ocupar uns módicos 800 megas com ficheiros temporários das músicas que vou escutando ao longo do dia. Agora pergunto: quem autorizou o Spotify a usar o MEU ESPAÇO em disco? Se é um serviço premium de stream porque não faz a leitura toda a partir do online? Porque é que eu não recebo por ter o meu espaço ocupado com conteúdo que dizes que viola os direitos do spotify? Também está nos termos usufruir do meu espaço quando se paga por um serviço de stream?

          • Marcio Sousa says:

            Estou de acordo, muito bem.

          • Miguel says:

            Mas o Spotfify permite o download para ouvir em offline….

      • maxim says:

        como é que é legal sacar músicas das quais não és dono?

        • Mário Sousa says:

          maxim, sabias que ao comprar um CD ou vinil o conteúdo também não é teu mesmo tendo pago por isso? mas tens direito a fazer quantas cópias quiseres e a escutar as músicas nos mais diversos tipos de leitores que pretendas, certo? Sempre e quando seja para uso privado, sem fim de lucro ou distribuição.

          Na verdade, levando à letra o que dizes, nunca somos de nenhuma música, vídeo ou obra protegida por direitos de autor.

          • Kaiser says:

            +1

            Dá lhe Mário! É só pessoal santinho aqui. Ilegal é usar os audios para fins comercias, publicidades, cafés, etc.
            Deixem-se de falsos moralismos, toda a gente faz isto, sejamos honestos, não fosse esta “pirataria” e nem metade dos artista que gosto teria conhecimento.

            Com esta “pirataria” eles ganham mais dinheiro comigo do que se fosse comprar os cds (editoras!) senão repara:

            + Seguidores nas redes sociais, mais rentabilização
            + Aumento de merch oficial
            + Aumento de pessoas em concertos

            Ainda acham que a “pirataria” é uma coisa má?! Poupem-me e sobretudo.. poupem-se.

            Obrigado Mário pelo artigo.

      • jon says:

        Deixem de ser mesquinhos ou também usam esse excesso de zelo em tudo o que fazem? Coitada da vossa mulher.

  2. Carlos says:

    Sidify Music Converter Free.
    Dos que experimentei é o melhor de todos.
    Experimentem.

  3. Tiago Ferreira says:

    ATENÇÃO Pplware, deixo aqui a indicação de que quem tem o Spotify instalado pelo Loja Microsoft, o que atualmente já começa a ser mais regular (o que também é o meu caso), esta solução não é de todo eficaz. Quando instalei esta aplicação, a mesma assim que iniciou notificou-me de que eu não tenho o Spotify instalado, e na realidade tenho, só que pelos vistos existe aqui uma certa incompatibilidade entre a instalação nativa a partir do executável de instalação do Spotify e a app Spotify instalada a partir da Loja da Microsoft.

    • Mário Sousa says:

      Tiago na aplicação fora da loja do Spotify, oficial, funcionou a 100%. Veremos se a malta da TunesKit faz a atualização para que funcione com a app da loja.

      • Tiago Ferreira says:

        Eu compreendo, mas eu estou a optar (desde que disponível), apenas apps dentro da loja da Microsoft, até porque as atualizações são feitas de forma automática e sem a intervenção do utilizador.

  4. mc says:

    A API do Spotify dá acesso direto á música após a desencriptação. Não são os softs que quebram a mesma. Qualquer “recorder” tem acesso. Aliás a API permite muita coisa tipo acesso direto a tracks playlists etc através de outros programas. Duvido é que quem não tenha conta premium grave em formato premium. Como sabem 320K pode ser um upscale de 128k e logo baixa qualidade.

  5. ®!∆ø says:

    ao tempo que isto já existe, nada de novo!

  6. Nuno Santos says:

    Parece que descobriram o bacalhau demolhado. Basta fazer o donwload do flv através do IDM e depois extrair o áudio.

  7. Fulano says:

    Mas… O Spotify permite já de si fazer download e ouvir offline no Android, iOS, Windows, OSX e Linux…

  8. Realista says:

    Tem que se pagar para usar este programa…
    Ora bolas, agora tenho que arranjar um crack para fazer o download das músicas do spotify.

  9. Cláudio Fernandes says:

    Revolucionários de internet.
    Uma revolução silenciosa e sem efeitos.

  10. Renato Gomes says:

    Obrigado pela dica, já está a trabalhar 😉

  11. DdD says:

    deixem de ser coninhas

    está aqui uma boa ferramenta. o uso que lhe dão é com vocês seus pussys

  12. Fernando Manuel Almeida says:

    Passei pelo mesmo problema à uns tempos e após muito lixo testado o Spotispy salvou me.
    Extramamente simples também.

    Não posso falar do programa por vós analisado uma vez que não me recordo de o ter testado, mas aqui fica uma alternativa bem válida.

  13. TSSRK says:

    Alguem tem o patch para este programa?

  14. Bruno says:

    A lei da cópia privada está cá pra isso! Todo o download para uso privado já está compensado pela lei da cópia privada!

  15. zeze says:

    Caros amigos,

    Lamento desiludi-los, mas infelizmente NAO ha maneira de fazer download de musicas sportify.
    O que esses programas fazem nao é mais que um recording da musica em mp3.

    Aproveito para dizer à pplware mais uma vez que estou desiludido connnvosco.
    Informem-se primeiro, para evitar desinformar os vossos leitores 🙂

    • Mário Sousa says:

      zeze, então vamos ver se percebi: chegas aqui, largas uma bomba dessas, não justificas nem apresentas factos e vais embora? parece um bocado rabuscado, não?

      Mas, para não te desiludir, uma vez que temos de fazer tudo pelos nossos estimados leitores e utilizadores, falo na primeira pessoa e na minha experiência: se fosse como referes então o tempo de conversão seria o tempo da música em si mais a conversão para MP3 ou qualquer outro formato, isto é, assumindo que uma música tem em média 3 minutos e pouco juntamente com o tempo de conversão estariamos a falar de aprox 3:30m…

      Posso assegurar, com toda a confiança, que os tempos de conversão, em alta qualidade foram bem inferiores ao tempo das músicas que testei. Claro que deve depender da máquina de cada um, mas lamento informar que não é assim que funciona no caso específico desta aplicação.

      No entanto, o método que referes existe sim. Testei uma aplicação, de uma casa de software alemã, e bem conhecida, que usa esse método. A verdade é que ao usar esse método o processo nem sempre foi bem sucedido.

      Espero assim ter sido útil e ter conseguido converter essa desilusão num leitor assíduo, como mereces. 😉

  16. Marco says:

    Funciona apenas com os subscritores Premium do Spotify ou com contas Basic? Obrigado pelo artigo Mário já me debati com esse problema quando usei o mês Premium do Spotify e quis passar as músicas do Spotify para a pen USB do carro para ouvir, e 0 nada de jeito e nem consegui passar nada.

  17. Ricardo Pereira says:

    Sim, apenas funciona com o spotfy Premium.

  18. Miski says:

    existe o alavsoft tambem e licenças na net nao falta pra este menino e dá com uma conta free dá pra baixar tudo e com boa qualidade

  19. Pedro says:

    Obrigado Mário pela partilha.
    Reparei que algumas pessoas estão a colocar em causa a legalidade desta conversão, gerando alguns tópicos mais acessos. Sinceramente? estamos a levantar celeumas sobre uma dica que convínhamos nos dá jeito a todos! Mas alguns resolvem vir para aqui colocar problemas onde ninguém quer problemas.

    Boas dicas como esta é para se manter e preservar o silêncio 🙂 ssshhhhhhh

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.