Quantcast
PplWare Mobile

Como criar um Diagrama EER com o MySQL WorkBench?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. SQL_Rookie says:

    Mesmo sendo uma explicação básica o artigo falha no extremamente simples – a definição do que é um diagrama EER.

    “…O que é um Diagrama EER?

    O modelo ER tem algumas limitações não suportando alguns conceitos semânticos necessários para modelar bases de dados mais recentes (GIS, CAD/CAM, Multimédia, etc). O modelo EER (Extended-ER ou Enhanced-ER) é uma das alternativas ao modelo ER para modelar esse tipo de bases de dados….” – quem lê isto no fim não percebe o que é um diagrama EER ou ER, isto é, se escrevem um artigo ao menos tenham o tempo e a paciência de escrever como deve de ser. Caso sintam que o leitor deveria saber o que é um diagrama ER ou EER de certeza que o saberá criar a partir desta ou de outras ferramentas, o que torna este artigo algo “inútil”. A outra hipotese é que não entendo o intuito deste artigo.

    • Kitamura says:

      Eu sei o que é um Diagrama ER, mas não usava esta ferramenta para os criar. Usava outra e depois era eu à mão que criava o script com base no diagrama. O intuito deste artigo é dar a conhecer uma nova ferramenta. Eu conheci há cerca de 1 mês, mas podia ser um dos que conhecia através deste artigo.

    • Pedro Pinto says:

      Compreendo o teu ponto de vista mas discordo por completo do que escreves. A definição está correcta e o resto que escreves acho que não deve ser comentado. Se já sabes (ou se calhar não), deixa aprender quem ainda não sabe.

    • ricardo says:

      a mim serviu… nao achava de jeito nenhum onde criar o diagrama… com o artigo eu achei

  2. Kitamura says:

    Ótimo artigo, é uma ferramenta que apenas há 1 mês comecei a utilizar mas nem sabem o tempo que me poupa agora a criar BDs para os websites que desenvolvo com MySQL. Para quem não experimentou ainda, aconselho vivamente. É por artigos como este que ainda venho aqui =).

  3. Ricardo says:

    Neste artigo eu explicaria ainda como instalar o workbench no S.O., o que é essencial. Mas compreendo que em Windows serão muito mais passos que em Linux.
    Aqui vai a minha contribuição em vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=iftMo69mDYE

    • Pedro Pinto says:

      Obrigado Ricardo. De facto em em Windows é sempre Next, next.

      • Ricardo says:

        Acho que entendeste ao contrário:
        Em Windows não é apenas next next.
        1 – Tens de pesquisar na web e eventualmente encontrar a página web do workkbench e fazer download. Só isso leva uns minutos…
        2 – Gravar no disco.
        3 – Clicar em instalar.
        e depois sim é next next.
        Enquanto em Linux executas “apt-get install mysql-workbench” e está instalado.
        Em Windows tudo demora muito mais tempo hoje em dia… além de ser assumidamente monitorizado.
        Sugiro que usem mais Gnu/Linux/BSD nos vossos artigos se querem falar de OpenSource. 😉
        E já agora aproveitem a saida do Drupal8, façam um artigo sobre o mesmo e quem sabe melhorem o site.

  4. Ricardo says:

    Existe o site da comunidade portuguesa em http://drupal-pt.org/ e mais informação em https://www.drupal.org/drupal-8.0

  5. Vinícius Peglow says:

    Olá, bom dia

    tem como criar o modelo EER através do Banco Já pronto, feito via SQL dentro do próprio WorkBench?

    Att;

  6. MARCIA ASTAFIEFF OZELIN says:

    Olá,você poderia me ajudar em uma questão que tenho dúvida. Como faço para representar uma cardinalidade opcional (0) no diagrama do Workbench?
    Grata;
    Marcia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.