PplWare Mobile

Descobertas 3300 apps Android para crianças que as espiam


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

22 Respostas

  1. censo says:

    Quando o foco são as crianças, os pais é que são os responsáveis.

    • Jorge Carvalho says:

      Existe uma lei que impede a recolha de dados de menores de 13 anos.
      Até o Facebook diz nos seus termos que menores de 13 anos não podem usar o serviço ( criar conta)

      Abc

      • censo says:

        Podem haver 300 mil leis, mas a primeira linha de defesa é sempre a (ir)responsabilidade dos pais.

        • R says:

          ha coisas que os pais podem controlar, outras que nao.
          imagina que tens um filho de 11 anos. como tens a certeza que o acesso do teu filho esta seguro? ele pode usar computadores/ tablets dentro e fora de casa, em casa de amigos, nas escolas, cafes… tem de haver educacao e bom senso, mas tambem normas e regras e defesa dos proprios SOs.

  2. pedro says:

    Nada de novo infelizmente…
    E dar autorização implica que tudo esteja clarinho…
    Que dados são recolhidos, para que e a quem sai entregues e tudo isto em linguagem que se entenda… Ninguém é obrigado a saber inglês ou russo ou o que for…
    Como um miudo nao pode dar autorização e teria de ser um adulto, vem aí uma bronca.

  3. Pedro F. says:

    Há dias deram ao meu irmão um smartphone Vodafone. Prenda por ter boas notas e pelos 14 anos. Raios partam o Android, o moço já se anda a queixar que lhe aparece publicidade e com música sempre que tem Wi-Fi na escola ou em casa. Porcaria de sistema que permite ter apps da loja da Google cheias de lixo.

    Agora não sai sem ter de formatar o raio do telefone.

  4. Andre l says:

    Isto de acesso indevido a dados sensíveis nao é nada novo…. era só algo a espera de acontecer. O mundo na internet pode ser mto bonito, ideologicamente, na pratica é um antro.

  5. Helder says:

    Deixa-me ver se tenho uma dessas mais de 3 mil apps…

    Não, não tenho, porque não tenho Android.

  6. César Oliveira says:

    Eu defendo que essas aplicações sejam eliminadas da Play Store e os criadores dessas mesmas apps sejam presos.

  7. Tudawali says:

    er camadas de proteção maior e garantir que estas estavam resguardadas e protegidas. A verdade é que na maior parte dos casos esta situação não acontece e até existem situações em que são

  8. Joao says:

    Enquanto a Google não implementar uma política de reviews da Play Store isto vai continuar a acontecer. Entra tudo sem restrição, depois se alguém se queixar então vão lá ver o que se passa… se ninguém se queixar, fica lá as eternum.

    • Bruno says:

      Concordo contigo. Acho que também deve passar por um conjunto mais restrito da granularidade das permissões pedidas pelos programadores, pois muitas vezes não são claras o suficiente. Na minha opinião, a Google necessitaria de melhorar o SDK e adicionar um conjunto específico de restrições de segurança para aplicações para crianças, e que isso ficasse visível na PlayStore, tendo em vista a grande quantidade de crianças que utilizam Android.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.