PplWare Mobile

Facebook processa empresa que vendia “Likes” na rede social Instagram


Fonte: Facebook

Autor: Micael Pires


  1. Raposao says:

    vender seus dados: ok

    vender likes: opaa aí não

  2. the oneee says:

    Existem tantos sites deste tipo, fecha 1, abrem 10 lol 🙂

  3. ZOA says:

    Ainda se continua a escrever e dar destaque acerca da empresa em declínio absoluto com práticas desprezíveis chamada Fakebook?
    O cadáver em avançada decomposição que alguns ainda teimam em ligar as maquinas…

  4. Miguel Sousa says:

    Isso é prática comum… há 2 empresas brasileiras a trabalhar com o CDS, que, em 2015, se enganaram e o FB do partido teve 140 milhões de seguidores durante 2 horas. Mesmo hoje, ainda tem mais de 30 milhões de contas que vão rodando nos apoios, uma delas ficou conhecida pelos 2 milhões de contas que apoiavam Bruno de Carvalho e que circulavam a colocar comentários de apoio, com palavreado idêntico, em vários meios de comunicação.

  5. Daniel says:

    Eu só não fecho o facebook, por causa dos connects … 🙂
    Se é que me faço entender…
    No dia do apagão … é que foi lixado … tive de recorrer às SMS … mmmmeeedddoooooo !!!

  6. Daniel says:

    Há empresas portuguesas a vender sites e em reuniões “oferecer ” este tipo de serviços.

    ainda há pouco tempo, estive numa, e por acaso a “administração”, achou uma excelente ideia…
    Não sei se me ria.. se chore …

    TI sofreeeee !!!
    🙂

  7. Kan says:

    E no instagram tem CHUVA DE SEGUIDORES kkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.