Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft vai acabar com Photosynth e outras aplicações móveis

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. MarioM says:

    Afinal a Microsoft mandou 2 Tiros nos pés e agora descobriu que não anda.
    Tanta pressa em acabar com a Nokia, os gajos não percebiam disto,Microsoft é que estava a dar, afinal nem uma nem outra.

    • Hugo (também) says:

      Descontinuar meia dúzia de apps não representa o fim de uma jornada. Ainda hoje se falou de 6 Lumias na pipeline, Windows 10 para telemóveis em desenvolvimento e o aperfeiçoamento do continuum para Windows Mobile. Isto é somente um reestruturamento e uma focagem no que verdadeiramente interessa.

    • NewJ says:

      E devias ler os artigos antes de comentar, porque estes títulos são mesmo rasteiras para o pessoal a seguir se esperar nos comentários.

    • Zaark says:

      E o que é que isso tem a ver com o tema da notícia?

    • João says:

      Sempre foi assim, a maioria das empresas que a Microsoft compra, não faz nada delas. Se não fosse o Office e o Windows, a Microsoft, não durava 1 ano.

      • q cromo says:

        lol… como se a Microsoft fosse só Office e Windows. Vê-se mesmo que não sabes do que falas…

      • JMCXL says:

        O tei conhecimento do mundo Microsoft é um bocado limitado…
        Já ouviste falar em Microsft SQL, SharePoint, Dynamics CRM e tantas outras aplicações lucrativas do mundo empresarial…?

        Perdeste uma boa oportunidade para estar “calado”

  2. Dumitru says:

    Ha que cortar em algo…mas esta “treta” de apps para tudo é um pouco disto, pois para ter um app tem que se ter actualizações para esse tal app senão fica desatualizado tal como o app do pplware, portanto ficam todos com minimi de nao haver apps para aquilo ou aquilo mas o app nao faz mais do que o website, se o app ter alguma coisa a ver com algum tipo de site tipo o pplware

  3. Hugo (também) says:

    Isto acontece com todas as empresas. Temos exemplos na Google com o Google Reader, Google Latitude, ou a Apple com Apple Cards app e por aí fora. Por norma este tipo de situações dão origem a uma app nova mais consolidada pela mesma empresa. Algo como app Microsoft Health embutir o ‘Saúde e bem estar’.

  4. irlm says:

    Perdendo Heart e Fitness o que sobra ao utilizador? Fitbit, runstatic, edomondo…. , ou seja concorrência.

  5. luis rocha says:

    Acho muito bem, já que vão sair muito brevemente um novíssimo update Windows Mobile 10…..

  6. Ricardo Santos says:

    Que façam pelo menos a integração da funcionalidade do Photosynth no Lumia Camera. É que não existe alternativa, apesar de o Photosynth não ter sido atualizado nunca mais, sempre dava para fazer umas brincadeiras.

  7. tekMan says:

    As apps de saúde e viagens na prática eram só agregadoras de notícias.
    Já a PhotoSynth é pena retirarem da loja, porque foi a melhor app de panoramas que experimentei. Mas como era gratuita e não promovia nenhum serviço da MS, provavelmente não havia interesse económico em mantê-la.

  8. Paulo says:

    E agora no Windows 10 mobile foi-se o city lens.

  9. Paulo says:

    O que é facto é que se foi. Por acaso ainda fiquei com o here Drive mas qualquer dia,na próxima build w10 desaparece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.