PplWare Mobile

Morreu Dennis Ritchie, 1941 – 2011: Pai do C e do Unix


Autor: Pedro Pinto


  1. João Ribeiro says:

    int main()
    {
    printf(“%s\n”, “Que a sua alma descanse em paz.”);

    return 0;
    }

  2. Manuel Pimenta says:

    Este senhor, infinitamente mais importante para o mundo da tecnologia do que foi Steve Jobs, não terá certamente um décimo das manifestações de pesar que o homem da maçã. Quando não se está na moda é assim.

    • Pedro Pinto says:

      Tanto Steve Jobs como Dennis Ritchie deu o seu contributo para que hoje tivéssemos uma vida mais fácil. O Steve Jobs foi sem dúvida mais sensacionalista no entanto penso que no futuro ambos serão recordados como grandes génios do nosso século.

    • Maneu says:

      Não são as manifestações que ficam são as obras!

    • rndm says:

      Hater gonna hate.

    • lourenço says:

      Opah, Sinceramente que não percebo…, não percebo mesmo!..

      até com isto, tem que haver competição???….,

    • Valdemari says:

      O steve jobs foi muito venerado porque milhões e milhões de pessoas usam, hoje em dia, produtos Apple, ou produtos inspirados nos produtos da apple (ui já estou a adivinhar a azia). Este senhor é com certeza, mais importante que o steve jobs no que toca á história da informática, mas só quem o tem a obrigação de o conhecer são os programadores, e não o publico em geral. 99% dos utilizadores da apple (ou 99% da população mundial), não sabe o que é o C, e dai, a diferença de atenção. Mas claro, a tal referencia á “moda” só revela a azia de hater que há em ti…

      • @lmx says:

        Hummm…
        não concordo que 99% dos utilizadores seja do que for não saibam o que é a linguagem C!!!
        Esta presente em todos os lados, basta pensar que até na treta de um microondas, se usou um compilador em C para fazer os programas…está em todo o lado, e é mesmo em todo o lado!!
        E é uma linguagem linda, depois de aprende C, a seguir aprendi c++(já conhecia htm,css,javascript, java), mas…nenhuma outra linguagem me cativou mais…a simplicidade como as coisas são feitas é brutal…
        a tempos realizei um servidor em C, depois fiz um cliente em java…meu deus…se fosse hoje tinha usado C+glade ou coisa que o valha!!!É que C é uma linguagem fantástica, e o verdadeiro livro da linguagem também deste senhor, http://www.amazon.com/Programming-Language-2nd-Brian-Kernighan/dp/0131103628 , e pequeno e simples de ler!!
        A linguagem em si é pequena mas permite imensos truques, existem muitas funções que dá para optimizar em uma só linha…é fantástico e rápida como tudo!!!
        Em suma não acredito que 99% não saiba o que é a linguagem C e a importancia que tem hoje em dia, em tudo e passando também pelos SO’s hpUX,UNIx’s,M$,Apple,Linux…o que deve usar menos deve ser o Solaris, por razões obvias!!

        cmps

        • Ryan says:

          A nossa sociedade actual so esta preparada para valorizar o que se ve com os olhos. Dao valor ao mediatismo e ao que e bonito. Dou o exemplo de milhoes de programas em todo o mundo onde vao por pessoas a cantar e verdade seja dita nem metade deles vale aquilo para que os valorizam. O que vale aqui? O aspecto visual. E disso que vivemos hoje – da imagem. Pouco importa o conteudo. E por isso que muita musica hoje nem vale nada. O mesmo acontece com a informatica. Senhores como estes que eu venero nao pelo mediatismo mas pelo uso e inspiracao que me tem dado desde que ando ligado ao mundo Linux. Estes anonimos (ou quase) mudaram mais do que alguem que pega nos conceitos todos e da-lhes um bom aspecto visual.
          Estes senhores inventores do Unix e outros que pela curiosidade de trazer algo novo fazendo-o anonimamente mudam a historia de produtos. Obviamente que este senhor nao faz parte da cultura popular do dia-a-dia. Ele nao vendeu computadores nem leitores de mp3. Por certo e para quem e geek este e um senhor a venerar e a recordar. A cultura holywoodesca dos outros sera lembrada em tudo mas o pouco conteudo e a falta de profundidade de milhoes leva a determinadas loucuras de imagem. Deixem-nos ir. Deixem-nos viver. Nos que gostamos de informatica e nao de apenas de imagem recordaremos estes e outros pelo que nos deram como trabalho e nao pelo look and feel dos aparelhos.

        • Sérgio says:

          desculpa lá mas a minha mãe quando está a aquecer algo no micro-ondas, pensa “Ah! isto foi programado em C”! Desculpa mas isso é completamente idiota.
          Eu não diria 99%. Eu diria 99.999% das pessoas

    • Scheldon says:

      Verdade Manuel, o homem é inclinado a não valorizar aqueles que verdadeiramente fazem algo pelo todo. Só podemos lamentar.

    • L. Mata says:

      Er… foram ambos importantes e uma perca enorme para o mundo da informática. Cada um à sua maneira. Isto ha com cada cromo.

    • Manuel Pimenta says:

      Expensives, claramente não me perceberam: eu não disse, em momento algum! que o Steve Jobs não foi importante, nem tão pouco que não merecia uma mensagem pessoal do Obama (wtf???); o que disse foi que este senhor que, NO MEU ENTENDER, foi manifestamente mais importante para o mundo da informática, não terá direito a… olhem não terá direito a que por exemplo apareçam 20 sujeitos com tochas e ancinhos a defender uma honra que nem sequer foi atacada! 😀

      Dudes, chillax! Eu estava a tecer uma pequena crítica à volatilidade da adoração humana, só isso! Não era competição, não era crítica ao Esteves Trabalhos, muito menos sou um hater lol

      Ai ai… GG

    • scheldon says:

      Ritchie não precisou subornar juízes, ou pagar para reescreverem a historia em seu favor, os homens de verdade não precisão disso.

      “Ah lua mentirosa, brilha e tenta ocupar todo o céu, mas nunca pode ser vista alem da terra pois brilha roubando a luz do sol. As estrelas que parecem tao pequeninas não precisão desse truque e nem tem limitações, pois brilham com seu próprio poder.“

  3. Maneu says:

    R.I.P Dennis Ritchie. Grande Senhor que ajudou a evolução dos Sistemas Operativos, linguagens de programação, aplicações. Contribuiu com grandes feitos para o mundo, muitos deles de gratuitos.
    Muito Obrigado!

  4. david santiago says:

    este homem e grande!

  5. José Fonseca says:

    Outra grande perda 🙁

  6. ajbadboy says:

    Estão a morrer os “pais” do computador e das tecnologias actuais…Bill Gates põe-te a pau…lol

  7. Vitor Santos says:

    Se não fosse este senhor, ainda estaríamos a usar Assembly para toda a programação diária.. Claro que não estaríamos tão frente, se isso acontecesse..

    RIP Dennis Richie. 🙁

    • YourPaysafe says:

      ja havia fortran, cobol, etc.. por isso não ias programar em assembly 😛

      Não querendo tirar créditos ao senhor, claro, ele merece tanto como o Mr. Steve.

      • @lmx says:

        E assembly não, mas numa treta qualquer estaríamos de certeza!!!
        É que depois de C…
        não é ao acaso que é usado nos kernels dos SO’s e ainda não foi substituído mais de 40 anos depois e há-de continuar de pedra e cal se calhar por mais 15 anos pelo menos, pelo menos acredito que sim!!!
        hoje teriamos computadores tipo a 25 anos atrás??É dificil prever algo que não aconteceu, mas como seria a nossa net???existiria, seria da mesma forma?haveria servidores http??ssh,ftp, telnet??haveria bios nos computadores??haveria leitores de mp3e 4 e …sei la mais o quê?
        seria tudo diferente isso é certo, não sabemos se melhor, se pior…mas uma coisa é quase certa, se não houvesse ninguém(assim como não houve) que o substituísse a coisa estaria bastante negra comparativamente!!

        cmps

  8. pmsm1100 says:

    Dennis Ritchie, o todo poderoso.
    Descanse em paz.

  9. IceCube says:

    E agora !?!?!??! Vamos programar em Basi, #, ++, Java Srip, Pasal, obol, lipper…

  10. SVitorino says:

    Que descanse em paz!

  11. Mais uma grande mente que nos abandonou…
    Como já disseram, o Tio Bill que se ponha a pau…

    Muito triste mesmo…

    • @lmx says:

      o tio Bill ao pé deste senhor é um gato pingado!!!
      Estamos a falar quase do Pai da informática, e estamos mesmo a falar do Pais da informática “Moderna” também,e do homem que deixa marca, em áreas que vão desde o simples sistema Operativo, até aos satélites, e que passa por muitas outras coisas. medicina, área dos bancos, etc,etc, tudo…
      Se se pensar bem, este Senhor conseguiu com que seu trabalho desde cedo e estamos a falar de ha mais de 40 anos!!!
      Por favor não comparem este Senhor a nenhum homem de Negócios famoso…!!
      http://en.wikipedia.org/wiki/Dennis_Ritchie

      cmps

  12. João Dias says:

    Embora não tão “popular” como o Steve Jobs, claro, foi ele e o Ken Thompson que deram o primeiro passo para toda a tecnologia que temos hoje. Explicando melhor:

    Final dos anos 60, início dos anos 70. O homem vai à Lua, e é o maior feito da história. Na estação do cabo Canaveral estavam dos melhores e maiores computadores da altura. Eram coisas monstruosas, que ocupavam edifícios. Tinham um bilionésimo da capacidade de um simples relógio de hoje, e não haviam propriamente Sistemas Operativos para máquinas. Cada fabricante tinha os seus próprios computadores, e cada um desses computadores tinha o seu sistema operativo feito “à lá mano” e não havia um modelo que se conseguisse meter em várias máquinas. O Unix foi o primeiro a colmatar verdadeiramente isso. E nem foi com um mainframe, foi com de uma empresa que estava a ir à falência.

    Permitiu que se pudesse pensar no sistema operativo como um produto que, quando compilado, pudesse ser aplicado em várias máquinas com os mesmos requisitos. Acho que foi um passo realmente gigantesco.

    Isso levou ao aparecimento de várias empresas que se basearam no UNIX para construir os seus primeiros modelos de SO’s. Também levou ao aparecimento dos primeiros monitores a cores, até porque já haviam protótipos, mas foi a necessidade de dar ao sistema da Apple a capacidade de distinguir e reproduzir várias cores, levou a que as coisas se multiplicassem. Pelo menos eu assim o entendo.

    Depois, o Unix possibilitou também o aparecimento do Movimento GNU (do famoso e barbudo Richard Stallman) e do Software Livre e mais tarde do Linux. Isto permitiu também o aparecimento dos servidores Apache que hoje ocupam cerca de 90% do share mundial de servidores, mais coisa menos coisa. É gigantesco.

    Sem o Unix não teríamos sequer hoje o iOS, o Android, Windows, Mac OS, Linux, Ubuntu ou qualquer tipo de sistema operativo igual para vários dispositivos.

    E o mais fantástico nisto tudo é que, mesmo passados 40 anos da primeira versão do UNIX, ainda hoje o kernel de muito sistema operativo assenta ou é baseado nos primeiros esboços. Isto sim, é revolução, é génese, é um marco na humanidade.

    Ah, e o C. Sem o C não teríamos o PHP, na qual assenta o WordPress, que é o backoffice aqui do pplware, julgo eu. E também não existiriam iPhones, porque a linguagem na qual assentam as Apps é o Objective-C, derivado do C. Também não existiriam telemóveis Android, porque o Java deriva do C++, acho eu.

    Portanto, embora desconhecido, este senhor e o Ken Thompson foram responsáveis pelo verdadeiro primeiro “big bang” da história no que diz respeito a computadores e tecnologia. Já haviam máquinas, é verdade, e até já se programava, como se diz, e muito bem, ali em cima.

    Mas acho que este senhor merece que conheçamos a sua história e o seu legado.

    Desculpem ter escrito tanto, eu entusiasmo-me e ainda por cima parte do meu relatório do projecto do final de curso andou à volta deste tema (fiz uma distro Linux), nunca mais paro de escrever. 🙂

  13. Ryan says:

    Se não fosse alguém como ele que inventa (e não que faz marketing) este velho computador com Ubuntu poderia estar ainda na idade da pedra. Estes sim são inovadores. Mas este é daqueles que cria um e o seu lugar não está nas páginas sensacionalistas do Marketing mas nos livros de história. Ele será recordado ao de leve mas este trouxe algo realmente de novo. Este sim te lugar junto de um Edison, Eintein, Bell e outros que pegaram em alguma coisa apareceram com algo de novo

  14. Carlos Miguel [CM] says:

    rip. pena os grandes homens acabarem sempre

    edit: pensei que havia muita gente a dar rip também a este senhor. mas enganei-me. este como é linux deve ter poucos rip

    • @lmx says:

      Boas…
      De não esquecer que a obra deste Senhor fala por ele, tudo o que temos nos dias de hoje assenta na sua obra!!!
      Quer seja M$,Apple, linux, unix,BSD…tudo!!e não é so a nivel de sistemas operativos!!!os softwares servidores…cgi’s,ssh,ftp,epá, nem sei é tudo!!!
      Este homem foi muito mais Galardoado que muitos outros…!!!
      Penso que deveria ter recebido um prémio Nobel, mas também acho que ele nunca concorreu ao mesmo, por isso era impossível ganha-lo, embora tenha ganho uma coisa equivalente da informática! Mas mesmo assim…Acho que a academia Sueca e os amigos deste falharam…deveriam te-lo proposto!!!
      Sabes que há pessoas que homenageiam outras pessoas porque é moda e há outros que homenageiam porque reconhecem o valor das pessoas…este senhor não pertencia ao mundo rodeado pelos Media, ele fazia parte de um grupo de indivíduos notáveis a nível de capacidade intelectual, e normalmente estas pessoas procuram superar-se a si mesmo a cada dia, e não procuram a fama das televisões!!!
      A este nível falamos de uma sociedade fechada de indivíduos, onde o poder intelectual é o expoente máximo, e não é qualquer um que entrará nas varias reuniões que eles fazem, nem que seja riquíssimo, isto …”É outra fruta!!”.

      RIP Dennis,
      Condolências a Família e Amigos

  15. Vítor M. says:

    Grande senhor… mais um génio que o mundo da tecnologia perdeu. A obra fica e o legado será a sua história para as gerações vindoiras.

  16. Henrique Rocha says:

    Grande mesmo.

  17. Paulo Nitro says:

    De destacar a principal diferença entre os dois… Um fez o que fez para obter lucros, o outro para obter um mundo tecnologico livre e de fácil acesso a qualquer um.
    Tirem as vossas conclusões.

  18. serva says:

    Grande perda esta para toda a humanidade , a prova mais que evidente da validade e versatilidade da linguagem ”C ”é a sua longevidade e num mundo que anda cada vez mais rápido .

    De facto homens com este valor na altura de partirem têm normalmente homenagens muito parcas e só lhe são reconhecidos os seus méritos muitos anos depois da sua ausência .

    Que descanse em paz .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  19. Que sua alma descanse em paz ? NÃO, que volte depressa, isso sim.

    Cumprimentos
    César Oliveira

  20. Flin says:

    Os meus sinceros e respeitosos cumprimentos, para este homem que tanto contribuiu para o mundo informático. Verto nestas palavras o meu respeito pela grandeza e impacto do seu trabalho.
    Paz a sua alma, as minhas condolências à sua família.

    Flin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.