PplWare Mobile

Infográfico: Conheça o Estado do Linux


Autor: Marisa Pinto


  1. Hugo says:

    Para mim é o melhor 🙂

  2. Francisco says:

    Concordo, no entanto, penso que perde em termos de drivers para placas gráficas.
    Mas aí já é responsabilidade dos fabricantes.

    • Jorge Rodrigues says:

      a Nvidea já começa a melhorar essa situação 🙂

    • cf says:

      Nvidia consegue quase o dobro da performance em linux! é incrivel..
      E sem duvida que linux é o melhor SO, arch linux em especifico 😛 convem que é o utilizador tenha alguns conhecimentos dele, para poder tirar mais partido do sistema.

    • CMatomic says:

      com a Nvidia nunca tive problemas ,e já jogo com a Nvidia desde 2009 com jogos nativos para linux , pois exitem é uma questão de se procurar , e alguns ate comerciais , como o meu jogo preferido o ETqw como podem ver neste vídeo ,
      https://www.youtube.com/watch?v=s4Z08QdpE1E

      e agora com steam vai ser mais fácil encontrar todos os jogos num sitio para quem novato no linux .

      mas é não novidade ,

      pois exite sytes e programas que já fazem os mesmo que steam
      mas a diferença é que steam poderá trazer alguns jogos da moda para linux
      aqui fica alguns sites onde poderá encontrar jogos nativos para linux
      http://lin-app.com/

      deaura é semelhante ao steam
      http://www.desura.com/

    • Bruno V. says:

      Eu falo por experiência própria.
      Nos tempos do Return to Castle Wolfenstein: Enemy Territory (RTCW:ET para os amigos), eu tinha um pc faquito. Creio que era um AMD Athlon 2.1Ghz, e uma Geforce TI 4200 com uns fantásticos 512 MB RAM.

      Na altura em que o RTCW:ET saiu, quase não o conseguia jogar. Nos momentos de maior confusão (que num jogo daqueles é constante), tinha uns belos 8 FPS. Isto num Windows XP totalmente actualizado.

      Uma vez que havia versão do jogo para Linux, e já tinha um dual boot com uma versão Mandrake (aka Mandriva) já com os drivers da NVidia instalados, decidi experimentar pensado que não iria notar grandes diferenças.
      Para meu espanto, com a mesma configuração do jogo que usava no windows conseguia em Linux uns muitos estáveis 30 FPS!!! Já podia jogar à vontade, e ainda consegui puxar um pouco mais pelos gráficos sem notas quebras de performance.

      • Glink says:

        o mesmo aqui mas com o HoN no windows7 o jogo corria muito lento, no ubuntu era bastante mas rapido, no entanto o meu pc não é grande coisa por isso não estranho muitas coisas…

        deixo o exemplo eu não uso o windows e se quisesse o meu pc não me deixaria usar hardware manhoso insys…

  3. Alexandre Alves says:

    Para mim é simples:
    Server: Solaris
    Development: Linux
    Gaming: Windows

    🙂

    • StormRider says:

      Isso esta’ a mudar…estou a usar o cliente NATIVO para Linux da Steam 😀

      • Alexandre Alves says:

        Como alguém referiu num comentário anterior, os drivers estão a melhorar mas infelizmente não tenho NVIDIA 🙂

        Vamos ver também se as produtoras de jogos estão dispostas a fazer um cliente nativo para linux. Não vou comentar o steam porque não sei que jogos estão disponíveis sem como é que os mesmo correm. Terei que ler um bocado sobre isso! 🙂

        • Glink says:

          fácil os da Valve podes esperar nativos, os com Unity(motor 3d) também uma vez que a Unity(motor 3d) esteve a trabalhar juntamente com a Valve neste processo.

          a EA tem mostrado interesse, ainda so lançou browsergames no USC,mas já é um passo, e teve sucesso nesse passo, agora é deixar o mercado rolar, pk a partir daqui a evolução/revolução do mercado vão ditar as regras…

        • AlexAlex says:

          Parece que a AMD também tem um driver experimental para lançar, desenvolvido junto com a Valve. Resta esperar…

  4. kekes says:

    Eu uso para certas tarefas frequentemente, um excelente OS. Mas para certas coisas basicas do dia a dia por vezes é frustante pois necesita de mais cuidados que a concorrencia.

    • lmx says:

      necessita de mais cuidado??
      os meus é precisamente o contraio…
      necessitam de menos cuidados, mas quando necessitam, tenho que lhes dar atenção…

      cmps

  5. xoxota says:

    Ai isto é que é o estudo?? Tá bem..parece daqueles estudos feitos por portugueses. Ora se possem pastar tb.

  6. xoxota says:

    Acho o estudo completamente amador! Parecem aqueles dados estatísticos que existiam quando o linux começou a surgir.

  7. JP (djlinux) says:

    O que pensam destes dado(s)? Será, realmente, que Linux é o melhor SO do Mundo?

    Os dados são muito úteis, menos o Top Distribuições que é baseado no DistroWatch, ou seja, não conta para nada. De resto percebe-se que Linux cada vez esta a ganhar mais terreno, o Android chegou tímido mas já é o mais usado e acredito que ainda não mostrou tudo…

    Para mim Linux já é o melhor SO a muitos anos, mas sei que não é perfeito e que ainda não é “para todos” ( isto do ser para todos tem muito que se lhe diga)… Mas para lá caminha.

  8. Wilkins says:

    Eu considero que neste momento, gostos estéticos à parte, o Windows 8 é o melhor sistema operativo para uso pessoal.

    Dito isto, não quer dizer que o Linux não seja superior em muitos aspectos, porque de facto é, a sua versatilidade faz com que seja o líder em supercomputadores, servidores e o seu kernel esteja adaptado aos mais diversos aparelhos, para quem tem conhecimentos mais avançados, pode criar um desktop à sua medida e tão adaptado quanto possível às configurações do seu PC, só não concordo na parte da segurança, acho que qualquer SO pode ser igualmente vulnerável a ameaças e que o Windows simplesmente tem sido o mais explorado por ser o mais utilizado, mas concordo que o Linux desde sempre teve por omissão um sistema de permissões que impede a proliferação fácil de vírus e o trabalho da comunidade e o código aberto é uma filosofia que contribui para aumentar a vigilância.

    Mas fazendo um balanço geral, há uma certa praticidade e conveniência no Windows que é adequada para qualquer utilizador básico e que se vai destacar ainda mais quando com as versões mobile e integração de plataformas. Além disso, o Windows 8 trouxe uma série de melhorias que fazem com que já não seja o sistema lento, inseguro e a precisar de muita manutenção de outrora, contudo talvez para uma boa parcela de pessoas, tanto Linux como Windows serviria, se ambos tivessem o mesmo software disponível e o mesmo suporte para jogos. O esforço inicial que tem de ser dispendido para mudar de ecossistema, o MSOffice, jogos e software proprietário pouco suportado em Linux acabam por ser factores decisivos para o Windows justificar a compra de uma licença. Isto poderia ser contrariado se o incentivo ao uso de Linux fosse dado nas escolas e as pessoas tivessem familiaridade com o Linux desde cedo.

    De qualquer forma, se ainda há por aí pessoas presas ao Windows XP e Vista, recomendo vivamente experimentar um Linux Mint que sentirão com certeza um grande aumento de performance e de produtividade no PC.

    • Miguel Dias says:

      Isso da segurança em linux tem muito que se lhe diga. No ubuntu por exemplo, quando efectua as actualizações de segurança, normalmente pede a password para instalar os devidos pacotes. Ora, já me aconteceu, numa instalação limpa, sem qualquer comando sudo prévio, ele pura e simplesmente fazer as actualizações sem pedir a password. Quem me garante a mim que não pode também instalar um vírus (sim, eles existem para linux), sem solicitar qualquer intervenção do utilizador? Cada um acredita no que quer.

      • StormRider says:

        Isso aconteceu porque pouco antes tinhas de certeza usado sudo para outra coisa qualquer….

        Quando se faz sudo e’ aberta uma janela temporal para emitir varios comandos com sudo sem precisar de repetir ad nausea a password.

      • Glink says:

        sim os virus para linux existem, mas vai la conta-los, e depois vai contar os do windows, ah pois…

        mais continuo a ver o argumento de que o windows tem mais virus devido à quota de mercado,esse argumento é uma falácia, se olharem para o mercado de servidores, onde normalmente são armazenados os dados que os cyber criminosos gostariam de lhes por as mãos, e vê-se que é dominado por linux. ora por essa lógica estes deveriam ser muito mais atacados e existiriam muitos mais virus para linux…

        é assim que eu vejo as coisas…

    • Scheldon says:

      Discordo em partes, primeiro que hoje o ubuntu e o mint estão muito mais fáceis de se interagir, mais até que o windowns, mesmo o 8 trazendo melhorias consideráveis de usabilidade (e alguns retrocessos tambem) é inegável que o unity esta pelo menos 20 anos a frete no que confere desing.
      A questão da segurança tambem e discutível uma vez que o kernel Linux trata os processos de forma ordenada e dando menos tempo para códigos maliciosos.

  9. Paulo says:

    “A casa 2/3 meses uma nova versão é disponibilizada aos utilizadores.”

    pequeno erro acho eu.. casa?

  10. Anselmo says:

    Não percebo algumas pessoas.

    Este é um artigo sobre o estado do Linux (ponto). Não se trata de ver se é melhor que Win ou se é pior, se uma distro é melhor ou pior, basicamente é um ponto da situação do Linux no mundo e não face à sua concorrência!

  11. Nilton says:

    ok pode não ter nada a ver com o assunto, secalhar até tem, só me queria expressar, acho muito estúpido (desculpem lá a expressão) que as empresas não adoptem Linux como OS nos seus equipamentos, ok tudo bem existem áreas que é necessário um determinado software que só existe em Windows, tudo bem, mas por exemplo, vejamos o caso das camaras municipais, autarquias, etc… a grande maioria dos equipamentos informáticos são utilizados para Offices (Word, Access, Excell, etc…), agora que estamos em tempos de “crise” (entre aspas porque é só para alguns) não era mau pensado o “Estado” adoptar uma distro Linux como main OS em certos departamentos, deste modo poupando alguns €€€.
    Ainda há pouco tempo um conhecido meu que trabalha na CML disse-me que a CML ia (já deve ter feito por esta altura) efectuar upgrades de XP para o Windows 7, imagino o balurdio que foi gasto em licenças, quando que se adoptassem uma distro Linux evitavam gastos desnecessários….

    eu estou a dizer isto, mas não tenho conhecimento de software a nível da contabilidade por exemplo, entre outras áreas que não me vêem há cabeça…

    Sou utilizador do Linux Mint 12 LXDE, já utilizei outras distros, fedora, ubunto, puppy, entre outros, e digo muito sinceramente que estes OS estão impecáveis, especialmente quando se é para se utilizar somente Offices

    cumprimentos

  12. James Bond says:

    “O que pensam destes dados? Será, realmente, que Linux é o melhor SO do Mundo?”

    Se é o melhor SO do Mundo, não sei… Mas que, seguramente, é melhor que o Windows, disso eu não tenho dúvida nenhuma!
    Nem que seja só pelo facto do Linux ser OPEN SOURCE, FREE, e não sei mais quê… 🙂

  13. Nilton says:

    em relação a se é o melhor do mundo, bem a meu ver cada OS tem o seu toque especial, outro grande problema é em termos de softwares, pois muitos dos software especializados (se é que me entendem) não existem para Linux, ou se existem não têm certificação no mundo empresarial, mas sem dúvida que é um óptimo sistema operativo

  14. HP says:

    Linux Desktop: +usuários => melhores drivers => +programas AAA => melhores interfaces => melhores SDK => melhor suporte.

    A meu ver há um grande potencial para o linux crescer nos desktops(desktops/laptops…casa/trabalho), mas este objetivo apenas poderá ser alcançado sobre 2 primeiras condições:

    1ª Um benevolente ditador: Linux Fundation + membros aliados de todas as grandes empresas tecnológicas (o Linux não pode concorrer contra si próprio);
    2ª Publicidade: Computadores com Linux à venda nas lojas físicas com qualidade e boa representatividade.

    O que acham?

    • lmx says:

      pois, mas…

      A linux foudantion ja não é o que era…este ano foram eles(M$) o gold member da LinuxCon Europe, em Espanha…pois é, eles querem um lugar lá!!!
      Existem muitos tentáculos…

      cmps

  15. lmx says:

    Hummm…
    Aqui ha gato!!!
    Faltam no mapa, EUA, Brazil, Espanha, França, finlandia, entre outros…
    mas a verdade é que não se consegue ter uma estatistica exacta, como no caso do windows e mac, pois pertencem apenas a uma empresa e é facil saber quantas maquinas foram vendidas com windows.
    Aqui teria que se ir fabricante a afabricante perguntar quantas maquinas venderam…isso é impossivel…existem fabricantes que não se conhecem…

    Da Canonical por exemplo sabemos estas estatísticas :

    In 2 years Ubuntu has been pre-installed on $7.5 billion worth of hardware.

    Ubuntu will account for roughly 9% of all global PC shipments by 2014.

    mas não se conhecem publicamente mais dados, é muito difícil, enquanto não se souber quantas maquinas foram vendidas com linux.

    cmps

  16. CMatomic says:

    Este artigo esta excelente , parabéns aquém o elaborou

  17. Tiago Ribeiro says:

    Serei o único a achar curioso o 2º classificado ser o mageia?

    • Paulo Ferreira says:

      Também fiquei curioso quando li num site da especialidade a mesma estatística e, a titulo de curiosidade, instalei-o. Fiquei agradavelmente surpreendido ao ponto de chegar a ponderar fazer a migração do Ubuntu para o Mageia.

    • Paulo Ferreira says:

      “O que pensam destes dado? Será, realmente, que Linux é o melhor SO do Mundo?”

      Apesar de ser um fervoroso adepto do mundo Linux, afirmo claramente: Não, não é o melhor sistema operativo do mundo, mas é o sistema operativo que melhor se adapta às minhas necessidades, sejam estas profissionais, pessoais ou mesmo “filosóficas”.
      Já experimentei praticamente todos os sistemas operativos “mainstream” tais como Ms Windows (all flavours), BSD’s (FreeBSD e OpenBSD), Unix’s (AIX, Solaris), BeOS, OSX, Linux (mais de 12 distros) etc, e até hoje encontrei imensos pontos fortes e pontos fracos em cada um deles. Mesmo dentro do mundo Linux temos distros muito especificas para determinadas áreas. É esta multiplicidade de escolha e uma comunidade (ou várias) onde facilmente vejo as minhas questões serem respondidas que me fizeram optar pelo Linux e até hoje, quase 14 anos depois do primeiro contacto com o linux (SuSE Linux 6.0), não me arrependo da minha escolha.

    • JP (djlinux) says:

      Olá Tiago Ribeiro.

      Este “Top” foi feito pelo DistroWatch, o DistroWatch funciona pelas visitas que recebe pelo Google. Por isso não te fies muito por este “Top”, DistroWatch é bom para se conhecer novas Distribuições ( e novos lançamentos) e alguns lançamentos de novas versões de software, nada mais.

      Abrc

  18. Paulo says:

    No outro dia quis instalar um programa em Linux e tiver de andar no Google à procura da maneira de instalar. O mesmo programa para Windows foi mais fácil, bastou fazer duplo click no executável. Conclusão: só quando for fácil de usar, o Linux terá hipótese de concorrer com o Windows. A questão de qual é o melhor sistema operativo nem sequer interessa.

    • Glink says:

      Deves mesmo ter tentado ubuntu software center(ou outro qualquer, visto que a moda pegou, o ultimo a adoptar isto foi mesmo a MS no W8)

      se não estiver ai o site do programa normalmente disponibiliza um .deb ou .rpm e na pior das hipóteses disponibiliza umas linhas de copy paste na consola que resolve a situação….

      vai desinformar as pessoas para outro sitio se faz favor…

  19. zekaao says:

    Gostei do artigo, e soube que a Steam esta no caminho de começar a empenhar-se mais no suporte de Linux, quando o Steam começar em força tudo vai atrás, penso que com o caminho dos videojogos terá cada x mais utilizadores, só ainda não mudei porque a blizzard Baniu players que utilizavam OS de linux com o jogo D3. penso que o caminho é mudar para Linux visto o win 8 ser muito diferent

  20. rand says:

    “O que pensam destes dado? Será, realmente, que Linux é o melhor SO do Mundo?” Uma pergunta complicada pois tem que se considerar muita coisa, mas a minha resposta é em certas áreas sim.

  21. sakura says:

    Para mim…
    1 windows 8
    2 em usb archlinux com # pacman -S lxde
    No que respeita a segurança …. O pacman é igual a M$, update e só deus sabe o que la vem dentro e tudo o que é upload , navegar na net basta o bom senso para a maioria dos vírus.
    3 microsoft azure (not S.O.) enquanto for free.

  22. sakura says:

    Ok, o minino para archlinux , testa, claro que há mais maneiras de o fazer…. Mas na vm se errar …. Não há crise hehe.
    windows xp
    download .iso “archlinux-2012.11.01-dual”
    format pen
    oracle vm 4.2.0 /* virtual m. */
    #usb em baixo ligar pen and 1 nat deve estar ligado a net!!!

    # cfdisk /dev/sdb */so uma–> sda1 Boot Primary Linux /*
    # mkfs.ext4 /dev/sdb1
    # mount /dev/sdb1 /mnt
    # pacstrap -i /mnt base base-devel

    15 min….. para download ……

    # genfstab -U -p /mnt >> /mnt/etc/fstab
    # arch-chroot /mnt
    sh-4.2#
    # mkinitcpio -p linux
    nano /etc/mkinitcpio.conf
    (não pode ter erros)

    deve ficar assim
    HOOKS=”base udev usb autodetect ……..” */ del autodetect e add usb o resto fica igual /*
    # mkinitcpio -p linux
    # passwd

    */ boot loder /*

    # pacman -S syslinux
    # syslinux-install_update -iam
    # nano /boot/syslinux/syslinux.cfg
    */LABEL arch

    APPEND root=/dev/sda3 ro
    mudar sda3 —> sdb1 nos 2 sitios .exitit
    /*

    #exit

    #reboot
    is all
    reboot pc.

    the fast
    ## Portugal
    #Server = http://ftp.rnl.ist.utl.pt/pub/archlinux/$repo/os/$arch

    if fail windows–>oracel vm–>.iso

    # mount /dev/sdb1 /mnt
    # arch-chroot /mnt
    */acabe de configura o systema Xorg..driver.etc ao seu gosto i like
    #pacman -S xfce4 /*

    fonte e creditos:
    https://wiki.archlinux.org/index.php/Beginners%27_Guide

  23. Francisco Nobre says:

    Prezados

    Sou “velho” e já lido com a Informática a mais de 40 anos. Comecei nos computadores de 2ª geração (transistorizados), com a “gigantesca” memória de 2K (2048 bytes), utilizando “cartões perfurados” como entrada de dados e fitas magnéticas como meio de armazenamento de dados (ainda não existiam os “discos magnéticos”).
    Nesta minha longa jornada, sempre trabalhei com “main-frames” e seus S.O. proprietários.
    Em meados dos anos 1980 surgiram os PC (IBM, claro) que considerei inicialmente como “brinquedos” – ledo engano!
    Assim, na minha modesta visão sobre o assunto, há que separar a utilização empresarial (com suas “aplicações” especificamente desenvolvidas para apoiar as atividades da empresa) da utilização “doméstica” (aquela do usuário comum cujo interesse são os “games”, música, vídeos, fotografia, redes sociais, etc).
    A maior parte do mundo corporativo (até onde conheço, claro) já utiliza o UNIX (eventualmente sua versão LINUX) a muito tempo, enquanto que, na sua grande maioria, o “usuário doméstico” utiliza o Windows. Os “acordos” da M$ com os fabricantes de PC levaram a esse quadro. Decorrente da facilidade de aprendizado na utilização do Windows, as próprias organizações também adotaram essa plataforma para seus empregados (o “Word” de casa é o mesmo do trabalho).
    Porém isso está mudando! Já a algum tempo as novas distribuições de Linux, com suas “interfaces” gráficas maravilhosas, deixam muito claro que é tão fácil utilizar o Linux quanto o Windows e as organizações estão muito atentas a isso! Nestes tempos de crise os custos são preocupação constante e a área de TI de muitas organizações já começa a migrar para projetos “open source” (não é em vão que a M$ está cobrando muito menos pela atualização para o Windows 8).
    Agora o que observo é o caminho inverso: as empresas estão abandonando o Windows em favor do Linux, o que tem levado muitos “usuários domésticos” a mudar seu S.O.
    Além disso, já não é mais “exclusividade” da M$ os acordos com a industria para vender PCs com Windows instalado. Muitos fabricantes (em particular as “marcas alternativas”) já estão vindo com Linux instalado e, por isso, oferecem equipamentos a preços menores.
    Claro que o “mundo” Linux é muito grande e bastante versátil – quantos “ambientes gráficos” existem? quantas distribuições? quantas facilidades para adequar o Linux ao seu gosto pessoal?
    O usuário doméstico não espera essas facilidades do Windows, daí seu enorme receio em utilizar o Linux.
    Essa me parece a maior barreira a vencer!
    Inegavelmente o Linux é muito mais estável, rápido, seguro que o Windows. O Linux tem “interfaces gráficas” sem comparação com o ambiente Windows, além das grandes facilidades que existem para a configuração do ambiente de trabalho.
    No meu entender, uma distribuição que incorpora tudo o que a maioria dos usuários domésticos utilizam, como tem feito o Ubuntu, é a chave para a mudança. Assim será cada vez maior o número de usuários dispostos a abandonar o Windows. Padronização e simplicidade são fundamentais para atingir o usuário doméstico. Claro que ainda vão continuar existindo milhares de aplicações especificamente desenvolvidas para o Windows (particularmente por serem pagas), mas as alternativas “open source” tornam o Linux irresistível!

    Cordiais saudações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.