Quantcast
PplWare Mobile

Hyperteminal no Ubuntu (SIM) no Vista (NÃO)

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Ganondorf says:

    Sinceramente, n percebo o ké k a Microsoft andou a fazer durante 7 anos. Um SO k é igual ao anterior, mais bonito, menos funcional e consome mais recursos…

  2. ROBERTO says:

    a isto é que vocês chamam do mundo fantastico do linux? tanta coisa para aceder ao router?!!!!!! tanta complexidade. comando pra isto comanndo para aquilo!!!!!! se nao fosse o windows, os computadores ainda so estariam ao alcance dos tecnicos de informatica…………………

  3. PEDRO says:

    O Vista só vai dominar o mercado por causa do OEM (até porque muita malta que não sabe por o XP de volta) e pelos jogos DX10 … Eu acho que deviamos protestar … o Windows Vista é quase (não é tão mau mesmo assim) o Windows ME 2.0!

  4. Ganondorf says:

    Anda bruxelas a passar multas a Intel por n ser justa com a AMD pq n torna o mercado competitivo, e deixam os da M$ passar em branco… Esses é n tornam o mercado competitivo. La na America podem fazer como kizerem mas na Europa… not fair.

  5. OMGWTF says:

    Ganondorf, diz-me outro SO comercial.
    só não usa opções grátis quem não quer.

  6. Trollitito says:

    Porque é que há sempre criticantes ao Vista? Não gostam, não usam! Eu não gosto de linux, ubuntu, etc, mas não critíco nem contesto quem usa. A simples ajuda do Windows:

    “O que aconteceu ao HyperTerminal?

    O HyperTerminal já não faz parte do Windows. Contudo, pode utilizar Telnet. É um programa simples, baseado em texto, que pode utilizar para ligar a outro computador pela Internet.

    Se anteriormente utilizava o HyperTerminal para resolver problemas com o modem, utilize as Opções de Telefone e Modem:

    Clique para abrir Opções de Telefone e Modem.”

    Questão resolvida?

  7. overruled says:

    a meu ver o Vistaa e una tebtative do gates tentar chegar ao ambiente grafico excelente e userfrendly do Mac Os X…aquilo tens aspectos que e quase uma copia integral do Mac Os X.
    ja agora, ja viram o video da press release do Mac Os X leopard? simplesmente lindo..vejam no proprio site da apple

  8. Molecula21 says:

    off topic,

    por falar em ambiente grafico aqui ficam 3 videos a comparar os ambientes graficos dos 3 principais SO’s… tirem a vossa conclusão de qual é o melhor

    http://www.sykey.net/2007/07/07/core-animation-vs-compiz-fusion-vs-windows-aero/

  9. Kan says:

    Eu não uso linux por diversos fatores, o pior fator dele se deve ao fato que até hj ninguem me explicou como em 10 comandos uma pessoa invadiu dos Eua meu pc usando o linux no meu pc tb….e com coyote firewall e n coisas. Tudo configurado mesmo.

    Outro fator é ter que usar emulador de jogos, fala serio, usar wine ou winbesta ou winmerd para ter q rodar os jogos WINDOWS com 70% mais lento que tudo ?

    O terceiro e ultimo fator e do qual julgo importante, se diz a respeito de drivers, o linux não oferece drivers suficientementes bons, e nem os fabricantes com raras exceçoes a abit e a asus, q resolveram lançar, mas apresentem problemas hediondos de estabilidade no linux, os drivers dela. O fator q odeio tb do linux, é que para acessar algo tem q digitar, executar linhas de comandos gigantes. De nada adianta-me ter um O.S q se diz gratuito, mas q tem n foruns e etc, se ele não me é funcional. Efeitos de girar, de torcer, de pegar fogo de movimentar nao me adianta em nada, eu quero é um sistema funcional, que qndo eu precise eu ligue, imprima, navegue, digite tudo sem precisar emular nada. A unica coisa q emula é PS2 no meu pc e olhe la, os jogos da capcom.

    Linux para mim, sempre séra simbolo de LInuXO.

  10. Philip says:

    Ae Molecula21, Linux com certeza!

    Aqui no Brasil a comunidade Linux anda crescendo a cada dia..
    Acho que vocês europeus deviam divulgar mais as distros Linux como o Ubuntu.

    E falando do Vista: mais que grande mer** que a M$ fez hein..

  11. Carlos says:

    @Trollito

    Deixa-os falar eles ficam felizes .
    @overruled @Molecula21
    Agora voçês comparam as potencialidade dos diversos SO´s por filmes manipulados, é que ele há filmes para todos os gostos assim como SO’s
    Abram mas é a “Vista”

    Abraços e
    Bem Haja
    Carlos

  12. Cap says:

    Fiquei fascinado pelo compiz fusion, tentei instalar, só que.. a minha placa de som e placa gráfica não são suportadas.. nvidia e soundblaster.. compro tudo do mais standard para depois me acontecer isto.. bem lá voltei pra XP.. mas sendo este o meu sistema de eleição, queria algo mais .. gosto que o sistema seja mais amigável, nao quer dizer mais mariquices no ecran, mas quer dizer que gosto de efeitos gráficos que me ajudem a trabalhar melhor. Assim, lá fui instalando o Vista em dual boot e agora quase nem vou ao XP.. gosto cada vez mais, quanto mais uso, mas gosto. Por exemplo, quando uma pasta tem 0 , 1 ou mais ficheiros, o icone mostra-os parcialmente, acho este tipo de pormenores muito util.

    Também o ubuntu no portátil, aí funciona bem, e´um IBM, deve ser por isso. Mas demoro sempre mais a encontrar os ficheiros do que no windows.. cada vez uso menos. além disso a gestão de energia também não está perfeita.. o Ubuntu é do melhor que vi em linux, mas falta ali ainda alguma coisa..
    Em relação ao machintosh nunca experimentei.

  13. Calaça says:

    Deixem-me para aki mais uns tempos com o meu XP. Vista…. Só com os olhos ….

  14. Tyurias says:

    concordo com o PEDRO, muita gente não sabe mesmo komo voltar ao XP e eu era um deles.
    mas inda n percebi bem kal é o problema.
    à uns dia ajudei um kolega meu a escolher as componente de um PC e aconselhei-o a comprar com um vista k depois instalava-se o XP e kd o vista for mais estavel, k voltaria a instalar o vista e ele assim fez, o problema foi voltar XP mas depois de algumas leituras la consegui.
    mas axo k é mesmo pelos motivos que o PEDRO anunciou que o vista vai vingar.

    fikem bem
    hasta

  15. Nada a ver com o tema.. mas.. pra que aquele cartão SIM da TIM? que tipo de router é esse?

  16. Molecula21 says:

    @Carlos

    dos 3 filmes que estão no link só não posso comprovar o do MacOS. tenho o compiz-fusion e ja experimentei o Vista e posso garantir que as potencialidades do fusion neste tipo de “mariquices” gráficas (para as quais eu n ligo muito) são bem mais elevadas que o vista. agora esse tipo de septicismo é que não fica bem a ng.
    uso xp e fedora e gosto de ambos. não sou “anti-windows” enm “anti-linux” e axo que essa formula resulta. aproveito o melhor de cada SO.

    fica bem

  17. Carlos says:

    @Molecula 21
    Eu uso um So também para trabalhar não só pelas mariquices gráficas isso para mim é o menos .Só não percebo porquê é que a maior parte das pessoas falam sem conhecimento de causa o Vista é um SO robusto, fiável,rápido e seguro, com poucos bugs ( Até o Vitor já colocou aqui um post a explicar isso) e fica a anos luz do XP em tudo . Por isso não me leves a mal porque eu trabalho actualmente com ambos e sinto bem a diferença . Também gosto do Mac OX Tiger mas tem os célebres problemas de compatibilidade inerentes a todos os SO’s que não sejam Microsoft, por isso é que para mim só existe WIN.

    Bem Haja
    Carlos

  18. phoenux says:

    @ROBERTO: Não, não precisas de tantas coisas para aceder ao router… O comandos que o Pedro colocou são apenas os passos completos para a instalação e configuração do minicom que podem ser necessário ou não. No meu caso por exemplo, bastou instalar o minicom e ficou imediatamente a funcionar com as definições default. Quanto à instalação, basta um comando que também terias de o fazer em windows xp caso não tivesses o hyperterminal instalado de raíz.

    @Trollitito: Aceito o facto de não gostares de linux – ninguém é obrigado a gostar do que quer que seja. No entanto é importante referir que o hyperterminal não é a mesma coisa que o telnet… Que eu saiba tu com o telnet não podes aceder a um router utilizando a porta COM. O telnet funciona na camada aplicacional acima do tcp/ip, ou seja, utiliza a porta RJ45 e o endereço de ip (e a porta do telnet) e não a porta COM que tu precisas para configurar de raíz, por exemplo, os routers da cisco. A utilização de telnet é desaconselhada porque é um protocolo de comunicação em formato de texto não encriptado, e que pode ser lido por qualquer sniffer que esteja na rede (o que é perigoso quando estamos a definir palavras passe de acesso a routers). É preferível utilizar um protocolo de comunicação mais seguro como o ssh que o Windows Vista também não suporta nativamente (que eu saiba) ao contrário de o linux.

    @Kan: Não consegui perceber se estavas a utilizar linux ou windows quando o teu computador foi “assaltado” (mas suponho que seja windows, pois não reconheço o nome da firewall que referiste para linux). Se assim é, digo-te que é normal que o windows possa ser invadido utilizando máquinas linux. Aliás, os hackers e crackers utilizam muitas vezes o linux para penetrarem em máquinas windows ou em redes. Isto prende-se com o facto de o linux ser um sistema que funciona a mais baixo nível do que o Windows (sendo por isso mais técnico e mais complicado de gerir para um utilizador comum), permitindo por exemplo a alteração de pacotes de dados no sentido de explorar falhas em alguns aplicativos de rede. É preciso referir que existem milhares de máquinas windows na net (chamados de zombies) que estão sobre o poder de alguns crackers sem o conhecimento dos utilizadores. Geralmente a gestão destas máquinas é feita a partir de máquinas linux pois para além de fornecer as ferramentas necessárias para este tipo de ataques, é também um sistema mais robusto que não permite a intrusão reversa.
    Ainda que existam alguns jogos bastante bons para linux (essencialmente jogos para lans), tens razão quando referes que existem alguns bons jogos para windows que não existem em linux. Isto não é uma falha no linux, pois é considerado uma excelente plataforma para desenvolvimento de jogos (pois tem imensos motores disponíveis), mas sim das empresas que desenvolvem os jogos, por não quererem investir recursos na produção deste software para este ambiente. A culpa é destas empresas, mas eu não as censuro: é complicado obter retorno financeiro desse investimento no linux, pelo seu modelo de funcionamento aberto. No entanto ficou provado com alguns jogos, como por exemplo o Unreal Tournament, que a produção de jogos para os dois sistemas é possível e, pessoalmente, achei o desempenho gráfico deste jogo no linux bastante superior.
    Quanto às drivers, tenho verificado que a situação tem mudado bastante nestes últimos meses: cada vez mais existem mais e melhores drivers para linux, a maior parte delas já integradas na maioria das distribuições, permitindo um suporte nativo extremamente razoável para o hardware mais comum. De qualquer forma estão a ser desenvolvido projectos que vão permtir que um sistema linux encontre automaticamente drivers para um novo dispositivo que não seja suportado nativamente pelo sistema na Internet num repositório comum.

    @Carlos: Deixa-me só dizer-te que os vídeos que estão lá sobre o linux não são manipulados (ao contrário daqueles vídeos fantásticos do longhorn da Microsoft que apareceram à uns anos quando Windows Vista estava a ser desenvolvido – aquilo é que era um sistema operativo…). O pessoal do linux não necessita de manipular vídeos primeiro, porque a comunidade de utilizadores linux não aceita ser enganada, segundo, porque num modelo de código aberto, se dizem que dado código faz algo que no final não faz, o programador pede credibilidade, e terceiro, porque o linux não ganharia nada com isso. Em todo caso, posso garantir-te que tenho todos aqueles efeitos (e mais uns poucos) do video linux do link que o molecula21 colocou, actualmente no meu portátil. Podes dizer também que estes efeitos não interessam, e que não melhoram a produtividade, mas posso dizer-te que, por experiência pessoal, ajudam bastante. Se me perguntares em que é uma janela que ao se mover parece gelatina contribui para a minha produtividade, desafio-te a utilizares durante uma semana estes e outros plugins do compiz-fusion, e após este período voltar para o windows… Garanto-te que ficarás surpreendido.

    @Cap: É muito estranho a tua placa gráfica não funcionar com o compiz-fusion… Eu tenho uma nvidia e foi super fácil a instalação. Se utilizares ubuntu, penso que são 4 cliques para teres isso a funcionar (incluindo o do botão “Iniciar”)

    Desculpem o comentário longo… Um abraço

  19. balsagoth says:

    Eh pah qts vos custou os “Windows”? E uma distro de linux?
    Ora ouvi qq coisa ai sobre seguranca! Quantos anti’s usas pah? anti-virus, anti-spyware, anti-adware, ati-etc bla bla bla! Oh utilizadores do mundo Unix, para que servem os poucos anti-virus que têm? Ora digam la! Para scanear maquinas windows!
    @Roberto quem nao sabe nao mexe! Isto é como andar de fiat e saber pilotar um F1. Quem pode aprende e evolui, quem nao quer que fique a andar de fiat! Agora que nao mande filetes, sobre aquilo que nunca usou, porque quem anda de F1 ja passou por um fiat e sabe melhor do que fala!
    @phoenux, quanto te pagam para ensinares isso tudo ai ao “pobo”? Mas tenho uma coisa a apontar: eu uso OpenBox porque aumenta a produtividade a meu ver, e alguns desses efeitos atrasam e nao servem para nada, sendo que outros ajudam e muito para quem usa apenas um monitor.

  20. phoenux says:

    @balsagoth: lol… não me pagam nada pah. Este pessoal gasta o dinheiro todo com a Microsoft e depois não tem como pagar :p
    Tens razão quando dizes que alguns efeitos não têm valor do ponto de vista da produtividades… Mas como disseste e muito bem, outros há que até dão o seu jeito. Quais?!? Isso depende do utilizador, do que ele sabe e do que precisa fazer.
    Um abraço

  21. Carlos says:

    @phoenux
    No teu ultimo comentario 21 dissés-te tudo e passo a citar – Mas como disseste e muito bem, outros há que até dão o seu jeito. Quais?!? Isso depende do utilizador, do que ele sabe e do que precisa fazer.
    Pois isso é uma das grandes questões a maioria dos utilizadores precisa de um SO rapido, amigável, compativel, e acabado, para poder trabalhar e não tem tempo para brincar ou jogar em SO´s para “experts ou nerds” em informática .

    Abraço e
    Bem Haja
    Carlos

  22. phoenux says:

    @Carlos: Olha Carlos eu não quero entrar em conflitos contigo mesmo porque és um gajo que tem uma opinião muito própria em tudo aquilo que diz respeito ao Linux. Sei que não gostas do sistema, mas acredito que isso é porque desconhecimento do que o linux permite fazer ou simplesmente porque para ti possivelmente não precisas de mais. Eu respeito a tua opinião, mas penso que não tens experiência suficiente em Linux para dizeres que este não é um sistema rápido, amigável e compatível.
    De facto, e a título de exemplo, o meu sistema linux consegue bater em velocidade qualquer windows que esteja instalado numa máquina com requisitos idênticos.
    Relativamente à “amigabilidade”, o linux é tão amigável quanto o utilizador quiser… Isto depende das suas escolhas: pode ser um ambiente simples e com as funcionalidades básicas, ou um sistema completo com tudo e mais alguma coisa.
    Relativamente à compatibilidade bem posso-te dizer que o Linux é um sistema bastante compatível. Aliás o Linux fala mais protocolos que outro sistema qualquer, sendo capaz de, virtualmente, comunicar com qualquer equipamento. Claro que não é a isto que tu te estás a referir quando falas de compatibilidade… Tu estás a falar de compatibilidade com o Windows. Pois bem, ficas a saber que ela existe no que é possível… O que (ainda) não funciona deve-se ao facto de a Microsoft guardar a sete chaves tudo aquilo que diz respeito aos seus sistemas, apenas disponível para quem pode pagar royalities. Grande parte do que está feito relativamente a interoperabilidade foi feito recorrendo a engenharia reversa. Claro que parece-me que tu és daqueles que não se importa minimamente com estas questões, desde que o teu sistema continue a funcionar. No entanto para outros (como eu) isto pode ser a diferença entre a minha empresa gastar mil ou cem mil euros num projecto.
    Sobre o acabado, tenho a dizer que o linux é de facto um sistema que não está completo, não porque lhe faltem funcionalidades comparativamente a outros sistemas, mas porque está em constante desenvolvimento e como tal nunca poderá estar concluído. Aliás, quando isso acontecer o linux terá morrido (o que não creio que acontecerá nos próximos tempos).
    Por último queria só dizer que que o linux não é um sistema com que se brinque ou se jogue (para isso temos o Windows). No entanto ‘linux é de facto um sistema para experts ou nerds, tal como é para os professores, para os espanhóis, para as empresas, para europa… No fundo o que quero dizer é que o Linux é para todos os que o quiserem e o souberem apreciar… É como um bom vinho ou o sexo pela manhã… (desculpem, por mais que goste de linux, o sexo continua a ser melhor :p )

    Um abraço

  23. Malamen says:

    Basta instalar o HyperTerminal que se encontra aqui: http://www.hilgraeve.com/htpe/download.html

    Quando há uma vontade há uma maneira. Quando não há a mínima vontade de fazer as coisas acontecerem, quando a vontade é apenas criticar nem com a ajuda de todos os santos se vai lá.

    Enfim…

  24. Malamen says:

    Preferem ir logo ao mais complicado. Qual demoraria menos tempo?

    Fazer uma busca por “HyperTerminal in Vista”, instalá-lo e pronto, ou fazer a busca para o Ubuntu e seguir todos aqueles passos.

    Criticam por não ter o HyperTerminal no Vista mas tem o Telnet… só requer mais um pouco de “unhas” para lhe mexer… mas não se queixam por também não vir instalado no Ubuntu.

    Então digam-me… o que ficou o usuário final a ganhar com isto? NADA.

    Mas como é “moda” criticar o Vista, vê-se isto em todo o lado.

  25. Malamen says:

    Ou seja… até o título do tópico é mentiroso…

    Assim não vamos a lado nenhum.

  26. Pedro Pinto says:

    @Malamen,

    Tens razão no que dizes!!! Há sempre um ou outro programa que nos resolve a questão..Mas aproveitando a onda gostaria de perguntar o seguinte:

    O que é que o Vista oferece de novo, comparando com o XP por exemplo? O que tem o Vista de tão especial?

  27. phoenux says:

    @Malamen: Bem, como já disse acima o hyperterminal não tem as mesmas funcionalidades do telnet.
    Segundo: o minicom na sua integração com a shell do linux é muito mais potente do que qualquer hyperterminal.
    Terceiro: para instalar o minicom basta ir ao Synaptics do ubuntu, pesquisar por minicom, clicar na checkbox correspondente e clicar instalar (a meu ver mais simples do que procurar no google, ir a sites de terceiros buscar uma aplicação de origem duvidosa que devia à partida ser fornecida pela própria microsoft).
    Quarto: o telnet (ou programa compatível) não instalado no linux por omissão em algumas distribuições porque como referi acima, este utiliza um protocolo baseado em texto que é considerado por muitos (menos pela microsoft) inseguro; O linux prefere utilizar ssh muito mais seguro e com muitas mais potencialidades.
    Quinto: eu não critico a microsoft por não instalar o hyterminal de raíz no seu sistema; critico é que este tenha sido retirado dos componentes do windows dificultando assim a sua instalação para o utilizador que assim não ficou mesmo a ganhar nada. Eu sei que o mercado a Microsoft é o utilizador final, mas assim esta empresa empurra os administradores de sistemas para o linux (o que a meu ver não é necessariamente mau).
    Sexto: Penso que as criticas ao Windows Vista não são uma moda mas sim um aviso claro dos utilizadores que estão indignados pelo modo de funcionamento de um sistema operativo que nunca cumpriu as suas promessas. Pessoalmente eu critico o windows vista por ser um sistema pior do que o seu antecessor: as drivers funcionam pior do que no linux (podem existir mas têm imensos problemas); é muito mais lento em alguns processos como na cópia de ficheiros (as protecções de drm embutidas no sistema e grandes quantidades de metadados não ajudam), jogos (a diferença entre jogar a 1680×1050 com a qualidade máxima no XP e a 800×600 com a qualidade média no vista) e algumas aplicações (como, por exemplo, o “tão bom” Internet Explorer); O sistema tem falhas, tal como o Windows XP quando saiu tinha (muitas delas corrigidas pelo famoso SP2), mas algumas destas falhas nunca serão corrigidas nesta versão do Windows.

    Pessoalmente percebo a indignação dos utilizadores e a sua luta por defender um sistema que não é tão bom (eu não disse bonito) como o seu antecessor. Mas criticar o modo como as coisas funcionam no Linux, porque no Windows funcionam de maneira diferente, não é solução. Aliás, o Windows (nomeadamente o Vista) tem herdado muitas coisas coisas que funcionam de forma muito idêntica no Linux (e não me refiro aos bugs)…

  28. Malamen says:

    Mas eu não estou a defender nada. Nem a criticar o modo como funciona o Linux. Isso (criticar o modo de funcionamento do SO) ficou a cargo do autor do tópico.

    Apenas não acho correcto o facto de estarem sempre a dizer que o Vista isto, o Vista aquilo… é apenas um sistema operativo.

    Quem não gosta, não usa. Não sou grande fã dos sistemas linux e nem por isso aproveito cada falha para falar mal dele. Detesto o Mac OSX, sou obrigado a trabalhar com ele, mas em casa, nem vê-lo. E também não ando por aí a dizer mal dele.

    O cerne desta questão é exactamente o título do tópico… Quando o Pedro Pinto diz “Hyperterminal no Ubuntu (sim) no Vista (não)” é mentira… não tem nem num nem noutro.

    E pode-se arranjar para um como prara outro.

    Quanto às diferenças entre o Vista e o XP, só usando um e outro se podem verificar as diferenças. Também não se podem comparar os sistemas sem hardware em que se possam comparar.

    O Vista exige um hardware mais recente, mais robusto. É verdade… mas com uma máquina dessas dá bem para comparar as diferenças. Não só a nível gráfico, como a nível de operações internas.

    Depois, como em tudo o resto, fica ao critério de cada um.

    Não se pode é vir dizer coisas que não são verdade apenas para tentar enaltecer um SO em detrimento de outro.

    Este é um Blog de informação e não de defensores de Linux ou Windows ou MAC. Certo?

  29. phoenux says:

    @Malamen: Claro que este é um blogue de informação e não de defensores de sistemas operativos… Cada qual tem os seus gostos e necessidades e utiliza o seus sistemas em função disso. Pessoalmente e profissionalmente utilizo linux porque me dá tudo aquilo que eu preciso. No entanto respeito os utilizadores dos outros sistemas mesmo porque eu também já os utilizei. Não digo que um dia não volte para o Windows se este sistema melhorar muito e me der tudo aquilo que o linux me dá.
    Bom, relativamente ao hardware posso-te dizer que as máquinas em que testei eram máquinas bastante razoáveis e recentes. Para teres uma ideia, uma delas (um portátil) vinha com o Windows Vista Ultimate de raíz tal é a qualidade dos componentes que compõem o hardware da máquina. Mas comparativamente ao XP (sistema que tenho instalado para jogar alguns depois de longas noitadas de programação), o Windows Vista é muito mais lento a efectuar tarefas simples. Reconheço que a Asus não disponibiliza sempre as versões mais recentes de drivers, mas mesmo assim, é chato ter tantos problemas com um sistema novo.

    Quanto às críticas, eu percebo as do autor do artigo, tal como percebo as tuas. Eu ás vezes sou um bocado ríspido na defesa do linux, porque creio que muitas das críticas são feitas por pessoas que não conhecem verdadeiramente o sistema (brincar uns minutos com um live cd não é conhecer o sistema). Desculpa se te confundi como um destes utilizadores.

    Um abraço

  30. Pedro Pinto says:

    @Malamen

    Já vi que és um homem ligado a um só mundo e que não conhece (ou nunca experimentas-te) o outro. Todos sabemos que a nível de SO’s o windows são considerados “Topo de Gama”, para os amantes dos Unixes o caso muda de figura.

    Agora a questão é a seguinte: para mim, um topo de gama não pode ter este tipo de incompatibilidades. Andei com o Vista durante 1 mês, e pelo que vi e usei, não gostei. Acho que o trunfo da Microsoft foi o Office 2007. Não sou um defensor de A ou de B, mas pelo que tenho lido, o Vista ficou um bocado além das expectativas.

    Quando se vê uma máquina topo de gama a arrastar-se com o Vista, o que mais se pode dizer? Instalem um autocad ou um 3D studio max e digam-me a performance.

    Relativamente ao título só quero dizer o seguinte: quando instalei o hyperterminal no ubuntu não tive de andar à procura de software (não de informação), mandei executar um comando e tá feito, no vista parece-me que tiveste de arranjar um programa compatível com windows Vista.

    Para finalizar devo dizer que este tipo de comentários são bastante úteis neste espaço, comentem, digam mal, dêem ideias, soluções… é para isto que este espaço serve.

    Malamen, atenção que eu ja te dei razão !!! Tu interpretas-te o título da maneira que eu queria 🙂

    Cumps a todos e boas férias

  31. Malamen says:

    É correcto isso que escreveste. E, como tu próprio disseste, é um sistema novo.

    Faz-me lembrar quando saiu o XP, toda a gente dizia o mesmo. Eu próprio demorei até resolver optar por ele.

    Quanto ao Vista, gostei dele desde o início. As dificuldades que me apareceram até agora, felizmente, tenho conseguido ultrapassá-las.

    Já usei o Ubuntu também. E gosto muito da sua simplicidade. Mas peca por falta de compatibilidade. Esse é, para mim, o grande contra dos SO Linux.

    Por exemplo, eu uso muito o Photoshop e o Illustrator. Tu até podes dizer que o Linux tem o Guimp e outros, ou que posso usar esses softwares com a ajuda do WINE. Mas também deves saber que não é a mesma coisa e que uma comparação nem sequer é possível.

    De resto, tudo numa boa.

    Um abraço.

  32. Malamen says:

    @Pedro Pinto,

    O teu primeiro parágrafo do teu último post está completamente errado. Não sou um homem ligado a um só mundo, muito pelo contrário.

    Já tive instalado Windows (actualmente), Ubuntu (muito tempo), Mac OSX (queria testar num Intel) e até o Solaris tive instalado.

    Quanto à máquina, depende do que consideras um topo de gama. Na minha, não se arrasta nem um bocadinho.

    Mas não é isso que está em causa.

    Um abraço.

  33. Pedro Pinto says:

    @Malamen

    Estamos em sintonia. Isso é que é importante.
    A questão da incompatibilidade do ubuntu, penso que está suavemente a desaparecer.
    Relativamente ao exemplo do photoshop e illustrator, é isso que tu referes, todos podem fazer o mesmo mas uns fazem melhor que outros.

    Já agora lançava-te um desafio, não queres escrever um POST sobre o Vista? Aspectos positivos, negativos, o que te fascina no SO, o que mudavas, algo pessoal. Acho que temos falta de um artigo de opinião deste tipo: Eu tenho windows XP e quero mudar para Windows Vista, o que vou ganhar com isto? Tenho uma máquina que aguenta? Ouvi dizer que o Vista não presta, acham que essas pessoas me estão a enganar (eh eh eh ) ? Acham que está na altura certa de mudar para o Vista ou deixo-o amadurecer mais um bocado?

    Algo deste tipo

    Cumps e tudo na boa

    Pedro Pinto

  34. Pedro Pinto says:

    @Malamen

    Já sei que tens um topíssimo de gama !!! e que não és um homem de um só mundo!!!

  35. Malamen says:

    @Pedro Pinto

    “Já sei que tens um topíssimo de gama !!! e que não és um homem de um só mundo!!!”

    Enfim…

  36. Pedro Pinto says:

    @Malamen

    Então? aceitas o desafio ou não?

  37. Nao sei says:

    Vcs sao uns desocupados msm!
    Vaum trabalhar!

  38. Nao tenho denovo says:

    Acho q esse cara q escreveu esse post eh um complexado, tudo que vejo no pplware eh contra o Windows, sera q ele foi reprovado em algum teste de admissao da MS ou sera q ele eh revoltado por nao ter ficado rico com a gama de opcoes q a tecnologia nos trouxe. Que coisa feita essa tal de inveja!

    Faz oq o Pedro Pinto do post 34 propos, isso sim eh escrever com responsabilidade e carater.

    Felicidades…

  39. Quiroch@ says:

    Desisti a meio da leitura tanto o comentário sem sentido e com desconhecimento de causa. Assim deixo tb a minha opinião.
    Fui utilizador de windows desde 1996, e há 2 anos exclusivamente de linux. Já testei muitas versãoes (longe de dizer todas – só as principais) e tem basicamente 3 versões de varios desenvolvimento: Debian (o + conhecido – ubuntu), Red Hat ( – fedora) e Gentoo , talvez ainda o famigerado Suse (onde ele foi parar)

    O que quero dizer com isto, é: actualmente considerom-me um utilizador intermédio (algo experimentado) e uso Gentoo – é construido de raiz à medidad da minha máquina e só faz o que eu mando e nada de extra.

    O linux percorreu um longo caminho e é bastante user-friendly, não estupidificante (embora seja esso o caminho a tomar se quiser captar + utilizadores – bom exemplo é o os GUI’s) – esses mesmos que permitem ter instalações muito mais simples que em window$: querem + simples q abrir um programa, escrever o que querem e tudo se intala automaticamente?

    Acho graça, é quem defende o window$, que usa versões piratas de tudo e mais alguma coisa e acham que sabem algo de window$… Porque quem paga as SO/aplicações chora bem o $$ q deu, devido a tudo que falha.
    Só o pequeno exemplo de qd o windows$ resolve não arrancar e nem água vai nem vem, chega-me para enjoar. Pode ser verdade que as aplicações de Linux podem ficarf um pouco aquém do que poderiam ser se fossem pagas (sim, grande parte delas são feitas ou em universidades ou por programadores que ainda tem algo a demonstrar) e não tem os financiamentos gigantes das macro-empresas, que por sua vez faz com que as aplicações tem de ser bem pagos.

    Agora quando acusam o linux de maus drivers (começa logo mal, pois driver foi uma invenção windows e a tendencia destes…não era a abordagem linux, mas simplifiquemos…. mas voltando), deem-se ao trabalho de lerem foruns OFICIAIS, wiki’s e howtos e vêm que tudo é configuravél: podem é não ter GUI’s pra tudo…

    ah pois, usar linux (em poweruser) requer pensar, ler e quem sabe copiar linhas de código… se isso dá trabalho, e não podem ficar com tudo o que uma distro traz de origem que será tudo q um home-user ou office-user requer….tem razão, voltem as vi$ta$…
    E já agora, que dizer dos já vários países q usam sistemas centrais em Linux?
    Deus nos Portugal disso, ou o Bill(=conta???) Gates pode não cá voltar…

  40. Nao tenho denovo says:

    Quiroch@ eh + um complexado! So quero te dizer q a grande massa q necessitea de um SO ou melhor q sustenta um SO, escolhe oq for + intuitivo, ja q a grande massa nao tem tempo ou ate mesmo o interesse q tu tens em se aprofundar em um SO, oq eles querem msmo eh resolver o problema da maneira mais pratica possivel e nao tendo q recorrer ao Sao Google para fazer consultas sobre linhas de comandos ou ficar lancando perguntas em foruns pra uma mera quantidade de desocupados e invejosos, q alias sao a minoria na construcao de um SO Open por falta de capacidade, coisa q nao admitem ter.

    Felicita…

  41. phoenux says:

    @Pedro Pinto: “Ouvi dizer que o Vista não presta, acham que essas pessoas me estão a enganar???”…. LOL… Muito bom mesmo.

    @Quiroch@: faço minhas as tuas palavras… Ah, e parabéns pela escolha da distribuição que utilizas. Também utilizo Gentoo tanto na minha máquina de desenvolvimento, como no meu portátil (só não utilizo nos servidores de produção, porque o meu colega não se sente à vontade com o Gentoo – prefere o fedora), e acho que esta é uma distribuição que nos dá uma visão diferente do modo como as coisas funcionam.Acho que se algumas pessoas vissem o resultado de um comando emerge nesta distribuição, se calhar pensariam de outra forma. Para além do choque inicial de ver milhares de linhas, resultado de dezenas de comandos a serem executados com centenas de parâmetros com base nas nossas definições de optimização, talvez conseguissem perceber a magia que está por detrás de uma distribuição linux, onde tudo interliga e as aplicações se completam.

    Um abraço

  42. phoenux says:

    @Nao tenho denovo:
    Se as grandes massas quisessem um SO mais intituivo, acredito que para além do Linux, o Mac é um sistema muito mais intuitivo do que o Windows;
    Quem utiliza linux (e sabe o que está a fazer) perde muito menos tempo a resolver um problema comum no linux do que um utilizador windows “das grandes massas” se não tiver conhecimento (pede a um desses utilizadores para instalar uma driver com um ficheiro de configuração .inf para veres o resultado).
    Se soubesses que grande parte dos “desocupados e invejosos” sabem mais sobre sistemas do que tu algum dia vais saber, se calhar respeitavas um pouco mais o trabalho deles. Além disso a minoria de que falas, tem mais programadores do que o dinheiro da microsoft conseguiria algum dia comprar.
    Acho que espantoso como é que tu conseguiste dizer bem e mail do Pedro Pinto (autor do artigo) no mesmo comentário. Pessoalmente, acho que é melhor que continues a trabalhar nos sistemas das grandes massas, e que nunca tenhas de utilizar linux, porque isso iria aumentar a tua inteligência.
    Torna-se importante referir que eu fui convidado para trabalhar com a Microsoft pelo que a falha nos testes de adminissão não tem nada a ver com o meu comentário.

  43. Nao tenho denovo says:

    Diria eu caro phoenux q a MS apossou-se da mente desses pobres usuarios e durante todos esses anos obrigou-nos ( tb estou na lista claro! ) ao martirio de usar seu SO ( de pessima qualidade como vcs dizem! ) durante todo esse tempo! Em resumo, pq sera q o Mac como vc citou ou ate mesmo o Ruinux nao conseguem dominar o mercado? A anos q escuto/leio q o Ruinux esta tomando mercado da MS, blá, blá blá e a MS continua a crescer, pq será?
    E por falar em Mac, q e o bam, bam, bam da intuicao e q tb tem base UNIX, pq vcs nao criticam o preco praticado pela Mac q eh um absurso, pq ja q ele eh tao bom, eu tb quero ter um mais meu $$ eh limitado. Além doq tem poucos softs compativeis!

    E pra finalizar e vc nao ficar triste comigo, afinal isso aqui eh um papo tecnico nao uma briga, te digo q tb uso Ruinux, mas para coisas simples, nao posso me dar o luxo de confiar minha base de dados ( q significa $$ ) a um SO em q todos metem o dedo!

  44. Nao tenho denovo says:

    Ah, havia esquecido! E qto a minha inteligencia, creio eu q seja bem desenvolvida, ja q nunca tive os problemas q vcs sempre relatam com o Windows! Nao sei oq falta em vcs, penso q nao seja inteligencia e sim algo parecido com humildade pra reconhecer um fracasso ou coisa do genero.

    Um forte abraco, amigo Xiita!

  45. Tinoni says:

    @ROBERTO
    é triste ser ignorante… eu quando não sei sobre uma coisa não falo… mas deixa estar deve-te doer muito a cabeçinha quando pensas não é? lol

    @Malamen
    gostei muito das vantagens que deste do vista em relação ao XP (nenhuma)

    sejam inteligentes e usem o SO que vos traz mais vantagens, e antes de comentarem sobre uma coisa experimentem primeiro 😉

  46. Nao tenho denovo says:

    Mr. Tinoni,

    A prova eh tao pavorosa da inveja q vcs tem da MS q se o Mac fosse o mais vendido tenho certeza q tb seria alvo das mesmas criticas bobas q vcs insistem em lancar sobre o tio Bill. Soh sei d uma coisa, qto mais vcs falam, mais ele se fortalece e o mais ironico eh q 99% dos softs divulgado nesta paginazinha sao para Windows! Deve ser chato mesmo! Tanta distribuicao ruinux por ai e toda semana vejo vcs vangloriando outra diferente e esquecendo as q ficaram! E o Windows lah, sempre no topo!

    Asnos!

  47. phoenux says:

    @Nao tenho denovo: Caro amigo Xiita, sinceramente não tenho inveja alguma da microsoft nem dos softwares que esta produz. A microsoft tem bons softwares, é um facto, mas com imensos defeitos resultado de tentarem agradar a uma planoplia de utilizadores com diferentes niveis de conhecimentos (esquecendo-se, por vezes, dos utilizadores que gostam de controlar o modo como o seu sistema operativo funciona – ou pelo menos que gostam que funcione :p ). Eu não condeno a microsoft por esta postura, pois é aqui, nos utilizadores comuns, que está o lucro deles. Condeno sim, os utilizadores do seu sistema operativo, que dizem que este sistema não tem problemas, e que todas as criticas são fruto de uma inveja colectiva por parte dos utilizadores dos outros sistemas operativos. Por mais que eu goste do linux, jamais diria que o meu sistema operativo não tem defeitos. É evidente que tem defeitos, muitos deles comuns com o windows, mas pessoalmente, para mim e contabilizando tudo, o linux é o melhor. É uma opinião pessoal, e como tal não deve ser criticada com adjectivos impróprios; deve ser respeitada tal como eu respeito as opiniões de outras pessoas (sim, mesmo que sejam diferentes da minha) – posso não concordar, mas respeito.

    Quanto ao facto do Windows estar no topo, isto é algo que não me faz a mínima impressão pois o meu sistema operativo também não precisa de estar no topo para ser um bom sistema para mim.

    Quanto ao facto de “utilizares” linux, dou-te os meus parabéns, mas não creio que possas generalizar as tuas más experiências para os restantes utilizadores que utilizam linux e que sabem realmente o que fazem (leia-se compreendem a filosofia do linux e como devem fazer as coisas funcionar neste sistema).

    Da mesma forma que posso criticar o Windows ou o Linux, também posso criticar o Mac, embora neste último caso não seja com experiência efectiva na utilização do sistema. No entanto, pelas opiniões de quem realmente utiliza, ouvi dizer que é um bom sistema, extremamente rápido e funcional. No entanto para mim é um sistema que não me satisfaz, pois limita as minhas escolhas por ser um sistema extremamente comercial. Mas aqui, mais uma vez, é uma questão de gostos.

    Quanto ao facto de, segundo os teus cálculos, 99% dos softwares divulgados nesta página serem para windows, é algo sobre o qual não posso falar muito pois creio que essa é uma decisão dos Vítor e dos seus colaboradores. O que te posso dizer é que neste momento, para a minha distribuição linux e no repositório por omissão tenho treze mil pacotes (leia-se aplicações ou bibliotecas) disponiveis para instalação. Para mim não preciso de mais.

    Quanto ao facto da microsoft obrigar os utilizadores a utilizarem os seus produtos, se conhecesses realmente a empresa que defendes e os acordos que esta faz com diversas empresas e entidades antes de dares uma opinião sobre o assunto – refiro-me contractos coorperativos e protocolos com entidades. Tens razão quando dizes que o mercado da microsoft está a crescer… é um facto, tal como é um facto quando se diz que o mercado do linux está a crescer, tal como o mercado mac… e todos têm razão. Todos têm razão porque nunca se venderam tantos computadores como agora, muitos deles com windows pré-instalado… No entanto muitos utilizadores um pouco mais inteligentes estão a optar por outras alternativas que não sejam microsoft. Mas estes mercados continuarão a crescer, e enquanto a microsoft continuar a encomendar estudos “independentes”, a microsoft estará sempre a crescer mais do que as outras.

    E pronto, fico-me por aqui. Não irei comentar mais comentários (perdoem-me o pleonasmo), até que surja algum argumento realmente válido e que faça algum sentido. Um abraço a todos.

  48. Tinoni says:

    @Nao tenho denovo

    amigo, os sistemas operativos que eu uso são preferencialmente windows xp e mac os x, porque são os que melhor satisfazem as minhas necessidades, portanto mac os x pra trabalhar e windows pra jogar. Por isso acho que não se trata de inveja pela MS, já que uso o produto deles, agora não posso é andar tapadinho e dizer que o sistema deles é o melhor, porque não o é. Agora quanto a MS acho que tem excelentes produtos como o Office 2007 que está simplesmente brutal e acho que não existe nada ao mesmo nivel, agora windows xp -> fraquinho, windows vista -> não usei ainda, mas pelo que já vi (porque tenho vários colegas que o usam e por isso também já “mexi” nele) não traz nada de novo em relação ao XP apenas o facto de ser mais “bonitinho” e comer mais recursos.

    Pra mim o melhor sistema operativo é o mac os x porque é bastante user friendly (até mais que o windows na minha opinião) e tem fiabilidade de um sistema unix…

    Como eu disse usem o que acharem melhor.. mas não tenham palas… 😉

  49. Nao tenho denovo says:

    Enfim a humildade reina nesta casa!
    Recolho-me a minha insignificancia e paro por aqui tb, chega de bla, bla bla!
    Meu voto vai para o phoenux!
    Espero q possamos discutir sobre outros assuntos qualquer dia desses. Abraco a todos e q realmente seja feita a nossa necessidade!

    Valeu!

  50. @ll_tech says:

    Olá amigos.
    Eu uma de minhas pesquisas pela internet acabei chegando a esse site, e acredito que nada é por acaso.
    Primeiramente gostaria de dizer a todos: sejam felizes e aproveitem ao MÁXIMO o sistema operacional de vocês!!! 🙂
    Gostaria de relatar algumas experiências vividas por mim, tanto no mundo Windows quanto no mundo Linux (esse bem mais recente).
    Usei o Windows por muito tempo na minha juventude, antes de adotar a informática e a eletrônica como profissão.
    Na época em que era usuário comum era tudo mais fácil no Windows, pois a minha vida se resumia a jogar e utilizar a internet, mas quando passei a ser usuário avançado precisei perder algumas noites de sono, assim como perco no Linux hoje, mas não me arrependo de um dia sequer desses, pois meus conhecimentos aumentaram muito, e aumentam a cada dia (principalmente depois que passei a utilizar somente o Linux :))
    Resumindo:
    – Quando mudei o meu sistema do Win98 para WinXP o meu scanner que funcionava super bem passou a não funcionar e acabei tendo que fazer um “quebra-galho” para fazê-lo funcionar no XP, e que foi definitivamente enterrado com a chegada do Vista;
    – O meu joystick digital que usava no Win98 se tornou incompatível com o WinXP, acho que mudaram algumas coisas de propósito para obrigarem os usuários a atualizarem o hardware, assim com escandalosamente fizeram com o Vista;
    – Recentemente recebi a doação de um microcomputador com problemas (diga-ser vírus+XP), e de forma alguma consegui fazê-lo funcionar satisfatoriamente (o sistema ficava muito lento e travando muito e os testes de hardware estavam todos ok (HD, MB, memória, VGA, fonte, etc), sendo que a configuração do computador deveria rodar o XP normalmente com SP3 e tudo mais (PIII 750MHz, 384MB de RAM, HD 40GB 5400rpm, gravador de CD, etc).
    Resolvi instalar Linux nele para ver no que daria, sendo que o Ubuntu dava erros na hora de instalar e ficava extremamente lento, já com uma distribuição Debian-like (Kurumin 7.0r3) a instalação foi tranquila e o sistema está extremamente rápido e estável, rodando os seguintes programas:

    *No-IP para transforma IP em um nome, estilo “nome.no-ip.com”;
    *Free NX Server (programa para acesso remoto estilo VNC, porém suporta criptografia e o server só está disponível para Linux);
    *ClamAV antivirus;
    *TightVNC, com tunel ssh para melhor segurança (infelizmente o Windows não nos permite fazer isso,,,hehe);
    *Inkscape para gráficos vetorias;
    *Gimp para imagens;
    *Quanta Plus, Bluefish e Screem para edição PHP+MySQL e html (faço muito coisa manualmente para ter certeza que fique como eu quero);
    *Blender e QCAD para projetos 3D e CAD;
    *BROffice (OpenOffice) 3.0 como aplicativos estilo “M$ Office”;
    *KMyMoney para gerenciamento financeiro, estilo M$ Money;
    *Oregano para construção e teste de circuitos eletrônicos;
    *aMSN(com suporte a mensagens de voz e webcam) e Skype para internet;
    *XMMS para tocar músicas;
    *Kafeíne para assistir videos e VCDs;
    *K3b para gravação de CDs;
    *Audacity para edição não profissional de áudio (mas para mim serve muito bem);
    *VMWare Player para máquinas virtuais e muitos outros mais…

    Como podem ver o Linux está muito bem sortido de programas, agora talvez o problema não seja no sistema mas na interface entre o teclado e a cadeira…:)
    Realmente o Linux não me deixa fazer nada mastigado como no Windows, mas quanto mais difícil uma coisa se torna mais eu aprendo sobre o funcionamento sistema, e quando mais aprendo mais quero aprender.
    Só não instalei o Linux definitivamente em meu laptop devido a um programa em Windows que uso e que não possui substituto no Linux, porém isso está para ser mudado se funcionar no Wine ou no CrossOver…:)
    Aproveitem os seus sistemas ao máximo, mas não deixem de conhecê-lo a fundo.
    Não basta saber usar, tem que saber o que faz e o que acontece quando você aperta um botão qualquer…
    Nesse ponto sou muito grato ao Linux, porque não me serve somente em informática, mas também no dia-a-dia, pois analiso as situações por todos os ângulos possíveis, e não somente de uma maneira.
    Em poucas palavras:
    “Sejam melhores, faça o seu melhor e ajude os outros a serem melhores também”.
    Abraços a todos,

    All_tech

  51. phoenux says:

    @All_tech: compreendo-te perfeitamente… Eu já estou a utilizar Linux como sistema operativo base à alguns anos, e cada vez fico mais satisfeito com a decisão que tomei. No inicio foi complicado, essencialmente porque erradamente partia do principio que o Linux devia ser igual ao Windows, sistema com o qual comecei os meus dias na informática. Com o passar do tempo que o Linux tem filosofias e ideias muito próprias, que não estão certas nem erradas, mas que se justificam em determinados contextos de utilização. Hoje conheço e respeito o Linux como ele é (nas suas mais variadas formas – vulgo, distribuições), e estou muito contente com o que aprendi. O Linux mostrou-me que posso ser mais produtivo, que posso fazer mais e melhor com o meu computador, e que o mundo não termina na vista que tenho a partir de uma janela, mas que este é infinito ou apenas limitado pela imaginação dos utilizadores deste sistema.

    Respeito quem utiliza Windows, mas admito que hoje não conseguiria utilizar este sistema como o utilizei à alguns anos. Para mim, agora, o meu sistema é Linux, e prevejo que assim continue por muitos anos.

    Queria deixar-te uma sugestão para a aplicação que te prende ao Windows, e que já foi falada diversas vezes aqui no Pplware: o VirtualBox é uma excelente ferramenta de virtualização e que te permite utilizar uma instalação completa do Windows dentro do Linux. A minha experiência diz que o Windows (pelo menos o XP) é mais rápido dentro da máquina virtual, do que fora dela (principalmente se a tua máquina já tiver múltiplos núcleos de processamento). O “arranque” faz-se em pouquíssimos segundos (entre 3 e 5), para máquinas em pausa, e funciona mesmo muito bem. O Wine tem melhorado bastante (principalmente com as contribuições dos engenheiros da Google), mas se quiseres uma solução estável, o VirtualBox poderá ser um solução. Existem outros sistemas de virtualização, mas gratuitos e mais vocacionados para desktop, o virtualbox é excelente, e com as alterações que estão a ser feitas, em breve será possível jogar jogos com aceleração gráfica a partir de máquinas virtuais no Linux (excelentes notícias para os gamers que queiram migrar).

    Boa sorte e bem vindo ao Linux 😀

  52. @ll_tech says:

    phoenux

    Grato pela pronta resposta.
    Realmente, em Linux não é o sistema que diz como as coisas precisam ser feitas, e sim você que diz ao sistema como fazer…:D
    Quanto ao VirtualBox, vou testar sua sugestão, pois ter que criar VMs padronizadas pra rodar no VMWare Player é complicado…
    Eu até usava o Xen no meu notebook antigo, pois tinha VT, agora nesse pc mais fraquinho não tem jeito, quer dizer, pra Linux sempre tem um jeito…:D
    Abcs,

    All_Tech

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.