Quantcast
PplWare Mobile

Experimente o novo Ubuntu 10.10 Maverick Meerkat

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. filipe says:

    boa distro, tenho uma duvida já a algum tempo que não uso o virtualbox, ainda é necessário instalar as quest adittions para usar o 3d e compiz no virtualbox?
    obrigado

  2. Pedro A. says:

    Já ando com vontade de testar o Ubuntu à já algum tempo. Talvez seja desta… Mas vão-me fazer falta algumas aplicações que uso actualmente em windows, nomeadamente o MSAccess.

    • Pedro Pinto says:

      @Pedro A.
      Mas desta forma tu não perdes acesso a nada. Mantém o Windows e apenas experimenta o Ubuntu. O Ubuntu funcionará assim dentro do Windows como se de uma aplicação se tratasse.

      Alguma dúvida estamos cá para ajudar

    • Rui Santos says:

      Pelo que já li, penso que com o Wine, consegues instalar o MSAccess, mas nao tenho a certeza.

      Podem confirmar?

    • João Dias says:

      Eu não tenho 100% de certeza, mas penso que o “Base de Dados” do Open Office suporta completamente ficheiros do Microsoft Access. Pelo menos eu já tive que ir buscar ficheiros do Access para os trabalhar no Ubuntu e ele importou sem problemas. O ficheiro tinha cerca de 2Mb.

      Além da máquina virtual, podes instalar o Ubuntu através do Wubi (meter o CD do Ubuntu/montar o CD a rodar no Windows) e instalar como se fosse um jogo ou uma aplicação. Depois, ao iniciares o PC já lá vais ter a opção do Ubuntu sem teres que particionar.

  3. Jorge Désirat says:

    Sempre fui apologista de que para se testar um SO e todas as suas capacidades esse SO deve ser instalado nativo…

    Nunca perdi nada e sempre 2 e por vezes 3 SO’s no pc.

    Deixem de ser “meninas” e instalem de raiz que o windows fica seguro e vêm realmente as potencialidades do linux neste caso a distro ubuntu

    • Pedro Pinto says:

      eh eh eh. Concordo…mas pronto, para quem ainda tiver receio tem aí uma boa solução

      • jorge désirat says:

        Aí é que está, com tanto tuturial na net não percebo como ainda há gente com medo de o fazer…

        O pessoal do linux ate criou o wubi para essa gente…

        O wubi instala tudo automaticamente e ainda podem remover o linux quando quiserem através do adicionar/remover programas…

        Querem mais fácil?

  4. João Dias says:

    Há um aspecto no Ubuntu que eu continuo a não gostar, mas eu sou eu, e não trabalho para a Canonical.

    Deviam eliminar as duas barras quando começamos a utilizar o sistema operativo. Eu, e todas as pessoas que conheço acabam por remover uma delas. Ou metem a barra em baixo, ou em cima, e eliminam a outra.

    Ocupa demasiado espaço no monitor (a não ser que se tenha um ecrã de 30000 polegadas) e não aumenta a produtividade, porque temos a barra de sistema em cima e a das aplicações em baixo. Tenho que andar para cima e para baixo, parece que estou a jogar pong 🙂

    Para isso há a possibilidade de instalar uma dock, que é 1000x mais útil que duas barras.

    Digo eu, que não sou expert em usabilidade.

    • Glink says:

      Acho que isso é uma questão de habito…

      no Ubuntu habituei-me a trabalhar com aquilo assim, no inicio andava sempre a mexer e a por e a tirar barras e temas, acabei por ficar com aquilo como vem de origem 😛

      • João Dias says:

        Para mim acaba por não ser um hábito, porque já ando nestas coisas do mundo Linux desde 2001 (desde que saiu um CD do Mandriva na PC Guia)e nunca me habituei ao raio das duas barras.

        Eu acho que, ao se dar ênfase às barras, se está a retirar importância ao que realmente importa – o conteúdo do que estamos a trabalhar.

        Duas barras parece-me demais.

        Mas, hey, continuo a achar o Ubuntu o meu sistema operativo de eleição.

      • jpng81 says:

        Quem não gosta muda, não é uma coisa do outro mundo. É como a barra do windows há que nao goste dela em baixo e a mude para cima, assim não quer dizer que vão mudar o sistema operativo so porque gostas de ter uma barra apenas. As duas fazem sentido, agora a alteração é ao gosto do freguês 😀 😀 😀

        • João Dias says:

          Não concordo contigo, desculpa.
          O meu argumento é o mesmo:
          “Ao se dar ênfase às barras, se está a retirar importância ao que realmente importa – o conteúdo do que estamos a trabalhar.”

          Duas barras é espaço perdido a mais. Perde-se imenso espaço com a barra, o workflow é diferente…

          Claro que quem quiser mudar, muda. Quem não quiser, não muda.
          Eu cá acho que devia ser uma opção meter duas, não uma opção meter apenas uma.

          Este pode ser um argumento válido para quem experimenta o Ubuntu pela primeira vez. Duas barras. Estão habituados a uma no Windows/Mac (eu sou daqueles que mete a barra em cima), e, de repente, há duas. Até descobrirem como retirar uma delas e adicionar coisas à outra ainda vai demorar um pouco. Cada um tem direito à sua opinião, eu apenas estou a falar pela experiência que tenho na utilização do Linux.

  5. Ryan says:

    O Ubuntu está a acusar alguns problemas da sua popularidade. Acho que tornou-se uma espécie de Microsoft. Ah repos que uso e que não foram actualizadas com a nova versão. Há um certo trabalho de casa a fazer porque isto de lançar só por publicidade nunca sai bem. Estou desapontado com esta versão porque quanto a mim há repos que deveriam estar synchronizadas e isto não acontece. Talvez seja altura de pensar em algo menos comercial.

    • João Dias says:

      Quais os repositórios que necessitas? Se calhar eles existem, mas mudaram de nome.

      P.S: Essa é uma das vantagens da LTS – repositórios continuados.

      • Ryan says:

        Epa acho que tens razao. Eu deveria ter-me mantido com o 10.04 LTS. Mas isto e a primeira vez que me acontece porque antes nunca tive este problema.
        Sao varias repos que preciso. Uma delas e o compiz que ja nem sequer funciona. Nao gosto de ver o portatil com mariquices mas ha coisas que ate gosto de usar.

  6. guru says:

    e um manual para usar o vmwareserver2 no ubuntu

  7. Vítor I says:

    Reservei 256 MB para o Ubuntu (com um XP de 512 MB) e não é que me consegui “safar”?!

  8. murder_rabbit says:

    Só uma questao alguem me consegue explicar como instalar o virtual box num pc com o windows 7?

  9. Shogun says:

    Eis, já tinha feito isto no dia que saiu o Ubuntu (ontem) mas tenho estado com um problema, não consigo colocar uma resolucao superior a 800×600, sabem como resolver isto?

    Tip:

    Ja instalei as guest additions do virtual box

  10. Jack says:

    Para mim acho que o UBUNTU não deveria ser instalado numa maquina virtual.O contrario talvez…, mas é só a minha opinião.
    Nesta ultima versão do UBUNTU para mim a maior novidade é a videochamada com o Empathy ao que penso ainda ninguém referiu isso, pelo menos nestes posts…

  11. cool-man says:

    Shogun faz isto

    sudo apt-get update
    sudo apt-get install build-essential linux-headers-$(uname -r)
    sudo apt-get install virtualbox-ose-guest-x11

  12. SergioS says:

    Boas, decidi hoje experimentar pela primeira vez o Ubuntu. A verdade é que, achei o SO fantástico. Só tenho um pequeno problema: O disco do Win está particionado em C: e D:, e através do Wubi, instalei no D: (onde tem mais espaço). O problema é que, quando corro o Ubuntu, não consigo aceder as pastas, que estão no root da partição D: , É lá que estão as minhas musicas e vídeos. A ideia com que fiquei era que, devia ter instalado em C:, que exceptuando os ficheiros e jogos Win, não tem lá nada que me faça falta, para o Ubuntu.

  13. Ricmen says:

    Bom post este…
    Está muito bem explicado, parabens pelo trabalho.

  14. avoc03 says:

    tou a ter problemas com o rato, por vezes o botao esq. deixa de funcionar, já na instalação tava com problemas, voltei a fazer tudo de novo, por várias vezes (quando criava as partições), até finalmente conseguir fazer a instalação, tava a instalar o programas do ubuntu software center, e lá fiquei outra vez com os botões do rato sem funcionar, desta vez já foram os 2 que deixaram de funcionar… já tentei fazer update, e ainda nada… gostava de saber se alguem ta com o mesmo problema… enquanto nao resolver isto, nao instalo a versao de x64 no portatil!!!

  15. delaorden says:

    Bom, eu talvez por não ser craque em Linux, não percebo problemas nenhum. Sempre me maravilho com este SO. Que trabalho nobre que essas pessoas ao redor do mundo fazem ein ? Um SO de graça e de alta performance. Obrigado a eles. Estou postando aqui direto do LIVE CD. Ou seja, como vocês dizem, é muito porreiro. Saudações a todos, Vitor e Cia

    Até 🙂

  16. Gonçalo says:

    boas pessoal! tenho uma duvida. eu ja tenho o ubuntu instalado no meu pc, e possivel fazer uma actualizaçao ao existente sem ter de instalar tudo de origem??

    Cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.