DoudouLinux – Linux para crianças a partir dos 2 anos


Destaques PPLWARE

21 Respostas

  1. At says:

    Interessante posto o facto ser inevitável privar a tecnologia aos mais novos. É incrível a destreza com que mexem nos PCs! Vou testar.

  2. Pedro Ribeiro says:

    E não são umas crianças quaisquer. São bilingues! 😉

  3. At says:

    Neste caso linuzinhos 😛

  4. Trimegisto says:

    O contacto com o software open source e com o freeware deveria fazer parte dos curricula do ensino básico e secundário, não sei bem em que disciplina, talvez até mesmo numa focada só mesmo em orientação para as novas tecnologias com especial enfâse nas vantagens da utilização do freeware.

    A esmagadora maioria dos utilizadores que continuam a piratear aplicações com cracks, key generators, patches, etc, não faz ideia dos riscos que corre nem da quantidade de software livre e de qualidade que existe.

    A realidade é que, para um utilizador doméstico, não há qualquer justificação para a utilização de software ilegal, tudo pode ser feito com aplicações open source estáveis, fiáveis e de boa qualidade.

    É mesmo uma questão de educação e o governo deveria dar o exemplo a todos os níveis, fomentando a formação nesta área e, essencialmente, utilizando este tipo de software nos organismos públicos.

    • helder says:

      Subscrevo na íntegra!

    • João says:

      Ora eu, que geralmente não comento muito por aqui, venho só confirmar, assinar e subscrever totalmente esta posição. Sou totalmente a favor do open source, e só lamento que a quantidade de pirataria que existe contribua para que a qualidade dos programas, tanto os pagos como os livres, seja inferior ao que podia ser.

      • jony says:

        Eu só deixei de piratear devido a “apaixonar-me” por linux e pelo open-source, não sou grande fã do windows só o uso quando apetece me jogar um pouco porque isto raramente acontece de resto sempre ligado no linux. Em relação a esta iniciativa é de apoiar e nao venham dizer mal do linux, não é todos os anos que sai um software com estes parâmetros.

    • cfernandes says:

      o governo já aprovou uma proposta, “quase na generalidade” para a adopção de software open-source, faltando neste momento contornar alguns pormenores.

      pesquisem esop

    • Amadorjp says:

      Sim, faz parte também da nossa qualidade de pais educar os nossos filhos para não piratearem nem usarem programas pirateados, pois neste momento temos várias soluções freeware e open source para praticamente tudo. Aliás, o utilizador comum, tem tudo o que precisa freeware ou opensource já disponível.

    • Rafael Pires says:

      Ao menos ja tem sistema open-source nos computadores escolares, pelo menos nas novas maquinas da minha escola, todos tem linux a fazer dualboot com o windows =)

  5. João says:

    Eu também gosto de software livre.
    Mas antes de se falar em computadores as crianças devem no mínimo saber ler, escrever , interpretar o que lêem e saber fazer contas.
    É um erro dar um computador a uma criança com menos de 10 anos, ainda mais se este tiver internet. Nessa idade ainda desconhecem muitos do perigos online.
    As crianças devem primeiro desenvolver-se a brincar com brinquedos e com outras crianças, não num computador, ainda que só joguem jogos inocentes.
    Existe uma idade para dar cada passo e muitos pais querem que as crianças não sejam crianças.
    Agora não falando só de computadores. Nós gostamos que os nossos filhos sejam pessoas extraordinárias, mas acreditem que a melhor infância que lhes podemos dar é uma infância “standard”, de uma simples criança, pobre ou rica.
    Exijam que os vossos filhos sejam extraordinários na preparação para a fase adulta. Aí sim eles podem e devem ser melhores que os outros, é nessa fase que podem ser úteis à sociedade.
    Alguém aqui concorda comigo??

    • Trimegisto says:

      Concordo consigo João mas não nos podemos abster da realidade social em que vivemos, por mais que esta nos desagrade.

      Dou-lhe um exemplo: sempre achei que o meu filho só iria ter telemóvel quando de facto lhe fosse útil, agora ele é deixado no colégio e recolhido por isso nunca está propriamente incontactável. Ele tem agora 12 anos e, embore me custe a admitir, tive que lhe comprar um telemóvel já há 2 ou 3 anos porque era o único da turma que não tinha!!!

      Sentia-se marginalizado e eu tive que ceder à pressão social exercida sobre a criança. É verdade, as crianças que vivem em ambientes metropolitanos são pressionados para a tecnologia a um ritmo assustador.

      Concordo consigo João e a solução é fácil; passa pelos pais deixarem de ver reality shows imbecis e darem a devida atenção aos filhos o pouco tempo que estão à noite com eles!

  6. Nobitazzz says:

    Boas,

    O meu filho agradece ao PPLWARE com este comentário “Estou muito feliz com estes jogos, papá!”
    Quando vi este software, não fiquei muito convencido, depois experimentei e fiquei convencido. O meu filho que nunca tinha usado o rato, passados 5 minutos ja andava a pintar e a arrastar peças de puzzle!
    Muito obrigado PPLWARE!

  7. Miguel Nascimento says:

    Deve-me estar a escapar alguma coisa. Baixei a imagem e não consegui instalar o programa (mesmo usando o Alcohol 52%. OO que me poderá estar a falhar??? Alguém que já instalou pode-me ajudar???

  8. Amadorjp says:

    O meu filho tem um computador só dele… e tem 4 anos. Ali coloquei cópias dos DVD’s dele, coloquei músicas dele, jogos educativos e aplicações portable (assim sempre que modificar algo, é só repor a cópia que tenho). Criei uma conta limitada, activei o controlo parental da Norton e desactivei o acesso a quaisquer configurações do Windows. Ele adora e já conhece todos os cantos.
    Agora estou a preparar-me para por este Linux e mostra-lhe o que há além do Windows.
    Há que frizar que o computador do meu filho já tem: Firefox e google chrome como browsers, Open Office como Office, Panda Cloud como Anti-Virus, Songbird como leitor de música, 7Zip como descompactador… ou seja, já está no rumo do Open SOurce!

  9. Ricardo Trindade says:

    A minha filha costumava usar Windows 7 com 2 anos, mas ao fazer os 3, achei que seria melhor migrar para um Red Hat ES. Actualmente, com 5 anos, é ela a administradora de sistemas do colégio!

    Caindo na real, a tecnologia é muito boa mas deve ser usada, nos mais novos, como um bombom, ou seja, muito raramente para não fazer mal. Pessoalmente, já testei algumas distribuições Linux para crianças < 5 anos, e não me pareceram aliciantes. Faz falta mais material didáctico para essas idades. Costumo usar os muitos jogos deste site – http://boowakwala.uptoten.com/kids/boowakwala-games.html – pois têm uma grande oferta e são cativantes. Mais do que proporcionar um SO para os sub-5, é mais importante disponibilizar bons conteúdos. Quando entram na escola, a conversa já é outra.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.