PplWare Mobile

Bodhi Linux 2.0.0 Alpha – Um SO Linux minimalista


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Gomes says:

    Muito boa distro para hardware antigo e não só, já a utilizei pois gosto bastante do E17 por ser super leve, costumizável e por estar não ter uma versão estável desde que saiu o E16 já lá vão uns aninhos.
    Instalei num celeron 850Mhz 256Ram a versão 1 e funciona que é uma maravilha, está versão tenho que a experimentar para ver as novidades.
    A prova que esta distro é leve é a versão que foi iniciada pelo developer do Bodhi para o nokia N900 mas acho que não viu a versão final chegar ao dispositivo

  2. -_-' says:

    Isto não é minimalismo.
    ArchLinux é.

    • Alexandre Amaral says:

      Só a instalação, é do mais minimalista que pode haver!

      • onthewheels says:

        LOL…Bem dito…

        agr falando a serio e um pouco offtopic, tenho saudades do gnome antigo, fiquei “obrigado” a passar para xfce, ja que a Canonical decidiu inventar e fazer aquela coisa chamada unity, e gnome tb n conseguiam estar quetos com o gnome 3…

        Em relação ao Arch, acho que depende do nivel do utilizador. para iniciantes e melhor nao…agr para utilizadores avançados…nada como tentar instalar com virtualbox, e ver no que da…

        em relação ao bodhi linux, nunca usei…mas pelos screenshots parece.me engraçado

        Abraços

        Onthewheels

        • Alexandre Amaral says:

          Sinceramente nem acho que o unity tão mau como as pessoas pintam, acho que o mundo Linux precisa de inovar (e não andar atrás do outros) e foi isso que a canonical fez. Agora, se foi para melhor ou para pior, isso cada um faz a sua avaliação…eu pessoalmente gosto, mas tenho a perfeita noção que aquele ambiente gráfico para monitores mais pequenos deve ser algo atrofiante.

          No entanto o linux no geral continua a construir o seu reino pelo telhado (apesar de ter uma base sólida obviamente) continua a esquecer-se o que fica entre as telhas e o pavimento. Estamos a ver crescer novos ambientes gráficos, estamos a ter cada vez mais uma maior estabilidade e melhores aplicações no entanto tudo isto vai para o galheiro quando existem problemas tão básicos (ex: o meu monitor não é reconhecido por qualquer sistema operativo, devido ao cabo que não transmite a EDID, a diferença e que o Windows permite forçar a resolução enquanto o Ubuntu por exemplo tenho andar com truques para meter aquilo a funcionar) a serem resolvidos. Infelizmente para usar-mos Linux ou tem-se a sorte de o hardware ser todo compatível, ou é um problema de todo o tamanho para o meter a funcionar nos mínimos dos mínimos.

          • Serva says:

            Bom dia e em Windows , não tens de instalar todas as drives inclusive do chip da motherboard , o Linux de facto tem esse problema e tem outro que é bastante chato que são a detecção de múltiplos monitores , vamos esperar pela fornalha de novos kernels , pelo que li são bastante ambiciosos e virão resolver alguns dos problemas conhecidos com portáteis que têm 2 placas gráficas o Linux está sempre a evoluir e eu que o diga .

            Cumprimentos

            Serva

          • Pedro says:

            Sinceramente, adoro o Unity no Ubuntu 12.04 (mas não nas versões anteriores). Para o meu netbook é o melhor OS pois aproveita o máximo de espaço no meu monitor. Não o trocaria por outro OS.

          • Dr.Estranho says:

            100% de acordo. estou agarrado ao windows 7 porque a minha grafica GMA500 não é suportada.

        • Serva says:

          É de facto uma distribuição que se vem distinguindo de outras chamadas de light , só que o Bodhi apesar de ser muito parco no consumo de recursos é uma distro fantástica , eu a que gostei mais foi a 1.20 , embora na instalação existissem alguns bugs no que respeita a parametrização , estas novas versões já têm esse problema corrigido , o engraçado nesta distro é que só consegues ter uma verdadeira experiência do seu valor se a instalares no HDD , que me recorde é das poucas distros em que esta situação acontece .

          Excelente distro para pcs que só aguentam Windows 98 .

          Cumprimentos

          Serva

          • Alexandre Amaral says:

            A diferença Serva é que ao instalares as ditas drivers no Windows tens a certeza que as coisas ficam a funcionar como deviam. Agora pegando no Linux no geral, instalares drivers (oficiais ou não) no sistema não é sinonimo que as coisas fiquem a funcionar. Muitas das vezes tens andar com esquemas manhosos que em 90 % dos casos não compensam.
            Mas se reparares nem falei em drivers, tu e que foste buscar esse assunto…mesmo assim sem sentido nenhum visto que o Windows por definição já detecta bastante hardware por si só(existe excepções claro) coisa que o Ubuntu por exemplo também o faz muito bem quando as coisas estão para lá viradas.
            A comunidade Linux no geral farta-se de mandar areia para os olhos das outras pessoas (e até a eles próprios), pintando situações que em muitas das vezes não são a realidade. Esquecem-se por ventura é que quanto mais depressa reconhecerem o problema, mais depressa encontra-se a solução para o mesmo

            Em relação aos Kernels, bem amigo já ando nisto hã algum tempo, e ando constantemente a ouvir essas historias…mas espero bem que resolvam estes e outros problemas só ficamos a ganhar com isso.

        • Hélder Pinheiro says:

          usa o gnome3 classic…

  3. diogo says:

    já agora, slackware, de tão minimalista se torna complicado xD

  4. darktux says:

    Pessoalmente não gosto muito do E17, mas nada relacionado com as funcionalidades. Na ‘onda’ dos WM minimalistas prefiro o openbox.

    Para quem já tem alguma experiencia em Linux e quiser dar o salto para o Arch, pode sempre ‘sartar’ primeiro para o Archbang. Tem a base do Arch e usa o Openbox como WM. Actualmente é o que tenho instalado em várias máquinas.

  5. António says:

    Foi a opção que tomei. Como ainda não tenho “unhas” para o Arch optei pelo Archbang, distro que reside no meu portátil de parcos recursos com muita satisfação, depois de ter passado pelo Bodhi.

  6. Toine says:

    Instalei o Bodhi e gostei bastante, principalemente pela rapidez. Mas tenho um problema, nao consigo ligar a rede wireless. Normalmente as distros tem uma aplicaçao chamada Additional Drives que instala as drives da rede wireless e da grafica, mas no Bodhi nao encontrei. alguem me pode ajudar?

  7. Renato says:

    Nâo gosto muito de remasters.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.