Quantcast
PplWare Mobile

Aceder a partições do Linux a partir do Windows

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Boa. Este vai dar jeito.

    Obrigado.

  2. Jakim says:

    Isto também funciona com EXT4?

  3. Daniel says:

    fantastico, obrigado pela dica:)

  4. João Dias says:

    Tenho a mesma questão que o Jakim.
    Funciona com ext4?
    É que o meu sistema de ficheiros está em ext4.

  5. Hawk says:

    Sensacional, fica até mais bonito que usar o http://www.chrysocome.net/explore2fs, pois a unidade fica como um disco local.
    Grande dica.

  6. EacHTimE says:

    Ext3 já vai dar para aceder ao meu disco externo 🙂

    Mas o que me dava mesmo mesmo jeito era se desse para ext4 🙁

  7. curioso says:

    Brinquedos,

    Estes programas são apenas uns brinquedos, pois apenas suportam o ext2, o ext3 ainda conseguem ler como se fosse ext2, mas ext4, ui… nem lhes tocam.

    Ora, o ext4 já foi adoptado como o sistema de ficheiros por defeito pelas grandes distros de sistemas Linux.

    Logo, não suporta ext4, não vale a pena.

  8. Neortic says:

    Tenho instalado o ubuntu com o wubi, é possivel aceder ás mesmas com este programa?
    Existe algum software para tal caso este não dê?

  9. FuhFuh MacMoragh says:

    é pena nao dar com ext4 :S

    ainda por cima com o ubuntu ai a porta com sistema ext4 pre-definido

  10. JGomes says:

    pena ainda não suportar ext4

    solução para documentos partilhados: dropbox

  11. Nuno José says:

    Pois andamos todos no mesmo, ainda n fizeram nenhum programa para a ext4

  12. leitorassiduo says:

    Muito bom.. e só de pensar eu ainda usava o velhinho explore2fs 😀

    Thanks, vou passar a usar este, parece-me bem melhor.

  13. Pedro Lamas says:

    Isto parece-me muito interessante! 🙂

    Eu que pouco ou nada percebo de Linux e suas partições pergunto: e o Ext2IFS (http://www.fs-driver.org/), faz o mesmo? Há alguma vantagem entre um e outro?

  14. Pedro Pinto says:

    Is there a Windows or Macintosh driver for Ext4?

    No. Unlike Ext3 which merely extended the Ext2 on-disk format with journalling support, Ext4 is more of a fundamental change and drivers for other operating systems capable of reading the ext2/ext3 format have not been upgraded to recognize the new Ext4 format yet. If you want this ability, stick to the older ext3/ext2 format and do not upgrade to Ext4 yet or use Ext4 but with the no extents tune2fs option.

  15. João Sousa Faria says:

    O Windows 7 vai ter que ter essa ligação, senão perde o comboio, em relação às ligações que os sistemas operativos deverão ter entre si.

  16. escriba666 says:

    já tentei usar não funcionou
    apresentou drivers mas não abriu os mesmos

  17. Nuno says:

    NÃO FUNCIONA !
    A mim o meu disco (não partição mas sim DISCO completo) do Linux
    aparece no windows como “Ext3 – 190MB” e outra partição “RAW”
    quando tento montar a primeira de facto fico com alguns ficheiros linux … e 190mb… a outra diz que não consegue ligar “UUID 0”
    enfim …
    Windows é windows… mais vale estar ligado em linux e transferir ficheiros para o sistema operativo secundario… o xp

  18. Andre says:

    Suponho que seja igual ao ext2ifs, como tal, o inode tem de ser 128 bytes, coisa que no ext4 é > 128 assim como na criação pré-definida em distros recentes… Portanto é necessário criar/formatar partição de raiz com inode 128bytes
    [quote]Inodes that are larger than 128 bytes are not supported.[/quote]

    ou seja, mkfs.ext3 -I 128

  19. Carlos says:

    E quanto ao ReiserFS, ninguém ainda se aventurou?
    Parece aquela antiga história de estarmos no Linux e querer aceder (com leitura e escrita) a partições NTFS.
    Bem que seria bom já podermos fazer o que fosse (pra lá e pra cá) em ambas os tipos de sistemas de arquivos.

  20. rafael victor says:

    Ola,
    tenho dois sistema operacional instalado no meu Pc
    o XP e um Linux.
    eu queria tirar o linux sem formatar a maquina.
    com essa ferramenta tem como???

  21. Jack says:

    Continuo sem conseguir aceder aos ficheiros do Ubuntu através do Windows

    Sabem porquê?

    Tchan,tchan,tchan…..channnnnnn

    NÃO USO WINDOWS

  22. Eloy says:

    Ja agora, para quem quiser por o arranque com Windows + Ubuntu, fica aqui um link que explica como 😉
    http://apcmag.com/how_to_dualboot_vista_with_linux_linux_is_already_installed.htm?page=5

    E com a ajuda desta aplicação, melhor ainda 😉
    Abraço[]

  23. lid says:

    Sou iniciante do Linux e tudo tem me impressionado muito.

    Só pra confirmar, isso aí instala no Linux né e não no windows ok, estou certo?

  24. carlos says:

    grande dica pplware.

    abraço

  25. nix says:

    ja usei o ext2fsd em varias versoes do windows e sem problemas, mas no 7 nao aconselho mesmo, teima em dar blue screen, actualmente so consegui com o fs-driver (www.fs-driver.org) e na instalação tem ke se mudar o modo de compatibilidade para o vista senao nao vai funcionar, e mesmo assim ele nunca vai funcionar no arranque, tem-se que correr o programa cada vez ke fazes login no windows e atribuir a letra a partiçao que se vai usar.
    Só funciona em sistemas de ficheiros ext2/3 , por enquanto ext4 eh pra esquecer

  26. Domingos says:

    Muito bem! Grande ajuda. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.