Quantcast
PplWare Mobile

SimCity atinge milestone de 1 milhão de unidades vendidas

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Paulo Silva


  1. Tiago says:

    Foram 40eur deitados ao lixo. Desinstalei o jogo este fim-de-semana.

    Com muita pena minha, autentico flop em todos os sentidos.

    E após este jogo, nunca mais comprarei jogos da EA ou na Origin.

  2. jorge santos says:

    Eu até iria comprar o jogo quando fosse lançado para Mac (em Junho) mas dado que é preciso ter uma ligação permanente à Internet vou ter de esquecer esta compra.

    Mas tenho pena porque gosto muito do Simcity…

  3. Fred says:

    Conexão a internet obrigatória para um jogo single player é no mínimo ridículo. Se formos a ver o que acontece aos jogos da EA Games, os servidores são desligados quando o jogo atinge uma determinada idade e já é pouco utilizado. Como FIFA e por aí fora. Ou seja provavelmente quem comprou hoje SimCity daqui há uns anos não vai poder jogar a não ser que eles lançam um patch.

  4. David says:

    Ter que estar ligado à net para jogar não me parece grande entrave. Num futuro muito próximo acredito que irá ser assim para todos os jogos.

    • Fred says:

      E vais ser fim para algumas empresas, já que quem compra um jogo single player até pode não ter internet, vai se perdendo muitas compras com isso.

  5. Rafael Cardoso says:

    Estes valores de vendas disto pelas pessoas ligadas à empresa que criou o jogo têm muito que se lhe diga.
    Óbvio que ele não vinha cá para fora dizer que as vendas tinham sido más, digo eu que não percebo nada de estratégia de marketing.
    Duvido que esse jogo ou até o mesmo o FM13 que também vieram dizer o mesmo tenha realmente tido esse sucesso.
    Eu até gosto bastante de ambos, não vou é dar 50€ por um jogo, muito menos quando eles vêm cheio de bugs ou depois é preciso gastar mais dinheiro com packs e extras essenciais.

    • Fred says:

      Concordo, e também acho que FM13 foi um falhanço completo, se formos a ver a quantidade de bugs que o jogo tinha e mesmo depois de lançarem vários patch continua com erros. Dar 50€ por jogo com erros, mais vale esperar quando eles acabam de lançar todos os patch e comprar com desconto. Em relação a Sim City não sei, mas FM sempre foi uma desgraça, mas este ano foi o pior.

  6. Thiago says:

    Mesmo que corrijam os bugs e os problemas do servidor, o jogo em si é fraco, é sem graça e claustrofóbico.

  7. JJ says:

    Eu comprei o jogo, uma semana depois de ele ter saído, acabei por não ser atingido com os grandes problemas de servidor. Apesar de por vezes ocorrerem falhas, nada de dramático.

    Não acho que seja um flop, como muitos dizem. Acredito que poderia ter mais coisas (algumas delas que vinham em outras versões), mas também acredito que gradualmente eles vão aumentar mais coisas. Se os extras vão ser a pagar ou não, não consigo dar uma previsão, mas julgo que tudo dependera do numero de jogadores que vão continuar a jogar o jogo.

    Por exemplo, apesar de não ter grande relevância para o jogo, foi lanço um extra para carros eléctricos da NISSA, ou seja patrocínio de uma marca. Se futuros extras se basearem em patrocínios não será preciso os jogadores pagarem por eles. Veremos.

    Em relação em estar sempre on-line, sinceramente não vejo grande problema…

  8. Tiago Santos says:

    Já experimentei anteriores versões do jogo, mas nunca entendi o verdadeiro objetivo do mesmo. Construir uma cidade gigante e depois experimentar umas catástrofes naturais e voltar a construir?! Gostos são gostos e este jogo não me fascina. Cumps

  9. Sérgio V. V. says:

    Eu também o comprei logo na segunda ou terceira semana na esperança de que a critica negativa fosse exagero, mas não é.
    Numa qualquer outra companhia isto seria uma versão Beta ou uma RC, na melhor das hipóteses. Eles quiseram lançar o jogo como estava para não o adiar mais, mas lançaram-no ainda verde. Agora andam a lançar patches à pressa para ver se calam a malta e até ofereceram um jogo extra e tudo.
    Assim, atingir 1M de jogos vendidos deve surpreender até mesmo a EA.
    À parte dos bugs o jogo até é engraçado. No entanto, cansa rápido, passamos o tempo a criar cidades novas para não o encostar por tempo indeterminado.

    • JJ says:

      Não diria que canse rápido… a menos que já se tenha feito tudo o que se pode fazer. Mas nisso, sempre foi assim em todas as versões do SimCity… chega-se a um ponto que não há muito mais a fazer.

      A questão é se a Maxis consegue dentro de 2/3 meses, lançar algum extra (que compense) de forma a que essa possível monotonia normal neste tipo de jogos seja ultrapassada.

      Isto é como o The Sims, por muitas voltas que se dê, chega a um ponto que tudo é fácil, e resume-se a reconstruir a casa, passar por novas profissões, inventar novas aventuras, e pouco mais. Nada que para um bom jogador, não seja de certa forma fácil.

    • Fred says:

      Todos os jogo da EA são lançados assim infelizmente. Quem já experimentou o novo NFS Most Wanted sabe de que estou a falar. Aquilo nem é beta, parece alpha.

  10. Hugo Costa says:

    Não pude deixar de reparar no uso da palavra “milestone” no título do artigo. Desculpem a minha fraqueza mas não havia necessidade…

  11. Tiago says:

    Em relação ao DLC gratuito da Nissan demonstra a absurdidade e falta de qualidade do produto, basta fazer uma associação simples:

    Nos grandes filmes/séries (aqueles mesmo de culto não me refiro a 007’s onde és entupido com publicidade a Sony’s e afins) existe publicidade a produtos?

    Nas telenovelas e séries rascas? É publicidade à descarada.

    O jogo, vamos ser sinceros: é uma valente m****. Enxo uma cidade em meia duzia de horas e não me apetece voltar lá…para construir coisas novas tenho que destruir as antigas. Eu gosto de ter cidades grandes para poder ter bairros de casas, outros de prédios…mas aqui, como é tão pequeno o mapa és obrigado a eventualmente enxer tudo de arranha ceus…eu podia tar aqui forever a dizer os pequenos pormenores absolutamente irritantes no jogo…mas já perdi demasiado tempo a jogar aquela porcaria…

    • JJ says:

      Aqui podes ter uma cidade para bairro de casas… outra para arranha céus… tudo depende do que realmente queres para o futuro da cidade. É uma forma de gestão diferente.

  12. ze says:

    E já experimentaram o Cities XL?
    Ando com vontade de o comprar.

  13. keops says:

    O facto de os jogos da EA parecerem versão beta não é defeito, é feitio. Lançam o jogo incompleto e depois cobram mais uns €€€ para fazer download de DLCs que deviam fazer parte do jogo desde o ínicio.

    EA e Origin, nunca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.