Quantcast
PplWare Mobile

Papa Francisco deixa o WhatsApp e muda para o Telegram

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Toderici says:

    Relegiao e tal..mas ca para mim esse papa mudou para quem pagou mais!

  2. lmx says:

    “Para quem procura um serviço de mensagens seguro, o Telegram é sem duvida o serviço de referência. O Telegram é uma serviço de mensagens focada na segurança, versatilidade e na rapidez.”

    Humm.. BBM continua a ser mais seguro e com mais funcionalidades 😛

    • Andr8 says:

      Se confiares na BB.

      Para isso, o iMessage é mais seguro, e com mais funcionalidades que o BBM.

      • lmx says:

        Não ha messenger mais seguro que o BBM, e já o é ha decadas, ainda nem havia o conceito dos smartphones..

        Se pesquisares um pouco vais ver que existem países que até baniram a BB de operar nos mesmos, porque não conseguem obter o conteudo do BBM e como tal é uma óptima aplicação para golpes de estado..

        em exemplo?
        http://www.fastcompany.com/1721708/egypt-shuts-tech-tries-shut-protesters

        Agora prefiro confira numa empresa canadiana que numa americana, mais, prefiro confiar numa empresa que a sua subsistencia depende directamente das dezenas de empresas de segurança qoe operam para a mesma, do que numa empresa que faz “artigos de arte” …

  3. PapaMisto says:

    No início a Igreja considerava a internet um pecado, agora com este Papa é uma dádiva de Deus!
    Enfim…

  4. Ruivix says:

    É um bocado difícil quando os “amigos” continuam a preferir ou o Skype ou o Facebook para conversarem uns com os outros. Por muito bom que o Telegram seja raramene alguém muda de serviço de mensagens, de qualquer forma é sempre bom conhecer alternativas…

    • Gerardo says:

      Não é assim tão raro. Quando tudo mudou para o facebook lá se foram o Hi5 e o Orkut. Quando tudo se mudou para o Gmail lá se foram uma quantidade de pequenos provedores de mail. Em Portugal usava muito o Viber. Agora que passei por outros países fui “obrigado” a usar o whatsapp. Estas mudanças são difíceis mas podem acontecer. Basta que por um motivo qualquer ganhe fama, e de um momento para o outro balda-se tudo para o Telegrama 😀

  5. Alexandre Rodrigues Vianna says:

    Pelo que andei lendo em outras fontes, na verdade, o Papa TAMBÉM enviará mensagens pelo Telegram. Isso não significa dizer que ele deixará de enviar mensagens pelo outro Whatsapp (com o perdão da palavra). O mundo ainda não está devidamente preparado e esclarecido para o que seria uma atitude muito sensata. Por enquanto, o que prevalece é que o Papa precisa estar onde o povo está.

  6. NT says:

    Bem porreiro o Papa estar aberto a novas ideias, neste caso a internet.
    Agora os miúdos em vez de irem para a catequese e à missa ao domingo instalam o telegram e ‘ouvem’ o Seremão do Papa.
    @lmx
    A partir do momento em que ligas o computador acabou a segurança… :/ Podes meter o pc mais seguro mas nada é 100% seguro.

    • lmx says:

      pois é bem verdade,
      Ainda ha pouco soubemos que o Facebook, injecta cookies nos pc’s da malta, mesmo dos que não usam facebook, mas acedem a sites que teem como possibilidade login via conta facebook, e roubam informação sobre á vitima..e como facebook haverá centenas de sites destes…
      até a maioria dos browsers devem colaborar neste assalto a nossa privacidade..

  7. Joaquim says:

    Signal >telegram >WhatsApp

    Agora convencer a lista de contactos a mudar é que é missão impossível.

  8. Vitor da Silva says:

    Que tal o pplware criar um canal pro telegram?

  9. g0tH1c.X says:

    E que tal o pessoal começar a escrever e enviar cartas? É tão low-tech que aposto que ninguém já repara nelas…:P

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.