PplWare Mobile

Novo site do Serviço Nacional de Saúde 24 já permite avaliar sintomas


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. fc says:

    Hipocondríacos deste mundo festejam.

  2. Marco says:

    Falta melhorar o site de marcação de consultas que é lento, dá constantes mensagens de erro e tem um design que parece algo saído dos anos 90. A a app para smartphones que é mais recente para além de vários bugs nem sequer possui a funcionalidade que seria mais importante e básica que é a de ver que medicamentos já foram levantados. Pergunto-me a quem é entregue a responsabilidade de desenvolver e manter estes sistemas, porque claramente não primam pela competência.

    • Devsys says:

      Marco, poderia melhorar tanto, tendo em conta a dimensão do país, daria para fazer muito mais com toda a informação médica gerada ao ano. Mas infelizmente do que conheci do serviço nacional de saúde, em termos de tratamento de informação, é uma vergonha, até dá arrepios o amadorismo.
      Quer um exemplo da coisa mais básica? Um médico num centro de saúde, se quiser ter acesso aos dados de toda a sua lista de pacientes (ou de todo o centro de saúde) no sentido de até poder estudar a população local, é impossível.
      Se o quiser, o técnico informático que está responsável por aquele centro de saúde vai dizer que não dá, que não é possível. E isto é ainda mais ridículo quando todos os dados estão guardados numa base de dados. Portanto, já está a ver, para qualquer estudo da população local já é um pincel fazer seja o que for, agora imagine a nível nacional.
      Para ter ideia, o médico se precisar mesmo, tem de ir imprimir todas as fichas dos seus pacientes, levar para casa e á mão andar a compilar dados.
      Ao que chega a incompetência no serviço nacional de saúde, isto em relação á parte administrativa claro, porque em termos de prestação de serviço, ou seja, os profissionais se saúde, para mim, estamos até muito bem em relação a tantos países até na Europa.

  3. Joao Ptt says:

    Será possível efectuar vídeo-consultas pela aplicação?
    Talvez até usar os dados dos diversos aparelhos que medem pulsação e por aí em diante para ter informação mais especializada que possa ajudar no diagnóstico, pelo menos de quem os utilizar ou tiver.
    Acho que já vi anúncios (de seguradoras?) a falar desta funcionalidade (vídeo-conferência), mas neste caso adicionar-se-ia ainda os dados dos aparelhos de medição diverso. Para ter apenas uma ideia se é algo imediatamente preocupante ou não e qual a melhor maneira de agir.

    • Devsys says:

      Sabes que os filmes e séries que vês são ficção não sabes?!

    • Devsys says:

      Sabes que os filmes e séries que vês são ficção não sabes?!

      • Joao Ptt says:

        O que é que impede tecnologicamente tal?
        A MGEN já faz videoconferências por médicos à pessoa segurada ( https://www.mgen.pt/CG_2018.pdf página 4, capítulo I, artigo 1, alínea d).
        O estado poderia acrescentar a tal funcionalidade de partilhar os dados de aparelhos de medição de saúde como monitores de pulsação, balanças e outros às fontes de informação a poderem ser utilizadas pelo médico caso a pessoa a ser consultada tivesse tais aparelhos e quisesse partilhar de forma voluntária e explícita tal. Para ajudar a fazer um diagnóstico mais preciso.

  4. Carlos Rodrigues says:

    Muita afluência às urgências do hospital – vá antes ao Centro de Saúde
    Muita gente no Centro de Saúse – telefone para o 808 24 24 24
    Muita afluência ao 808 24 24 24 – use o site SNS24
    A seguir…
    Muita afluência ao site – vamos aonde????
    Claro. Ao cemitério.

    • Caramelo voador says:

      A pensar assim, mais vale dar um tiro nos cornos e acabar com o sofrimento… Assim dá lugar a outra pessoa que queira usar um dos serviços que mencionou… Gente ignorante….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.