PplWare Mobile

Bancos estão a aumentar os juros! Mas tenha atenção…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. David Guerreiro says:

    Esse do Santander, acaba por ser 1%. São 2% TANB, mas como o depósito só dura 6 meses, é metade. É bom para enganar os incautos.

  2. eu says:

    Não sei porque ainda perdem tempo a meter dinheiro no banco. Certificados de Aforro dão muito mais juros e sem chatices. A banca se quer ver o meu dinheiro tem de oferecer mais que os CA.

  3. Repara says:

    Certificados de aforro:
    IGCP: A taxa de juro bruta para novas subscrições e capitalizações de Certificados de Aforro, Série E, em fevereiro de 2023 foi fixada em 3,403%.

    Os bancos começaram a dar qualquer coisita depois do pessoal transferir depósitos e aplicações para certificados de aforro. Desde 2021 que praticamente não oferecem juros com capital garantido. Em 2022 as aplicações poupança reforma sem capital garantido tiveram rendibilidade negativa (o dinheiro diminuiu).
    Uma boa armadilha os planos poupança reforma quando se quer desmobilizá-los e foram declarados para efeitos do IRS, diminuindo o imposto. Para os desmobilizar, exceto em certos casos, paga-se o valor desse imposto acrescido de 10%.

    • Repara says:

      Já agora, como se transfere dinheiro da conta à ordem num banco para a conta dos CTT (supondo que querem subscrever os certificados de aforro num balcão dos CTT) sem pagar comissão – se a verba a transferir for maior que o limite do cartão MB.
      A agência dos CTT dá-vos o IBAN para a transferência (cada agência tem um número, é preciso ir lá pedi-lo).
      Em vez de ir à agência bancária para fazer a transferência (paga comissão) peçam para aumentar o limite do cartão MB e façam a transferência num MB (não paga comissão). Guardem o talão porque é preciso apresentá-lo no balcão dos CTT.
      Depois convém baixar outra vez o limite, por segurança.

      • Hélder Lemos says:

        Os Certificados de aforro tem ainda vantagem de vencer juros 3 em 3 meses e a capitalização automática dos juros vencidos. É possível o resgate logo após os primeiros 3 meses, e aquando o resgaste apenas se perde o juros desde a data que venceu juros pela última vez.
        A primeira vez que se faz a subscrição tem que ser num balcão dos CTT (não confundir com Banco CTT, nada tem a ver com o Banco), mas depois tem-se acesso ao Aforronet, onde se faz a gestão e inclusive novas subscrições e resgates.
        Penso que forma de pagamento pode ser diretamente no TPA do balcão ou Pagamento de Serviços/Compras em qualquer Multibanco/Netbanco.

        • Repara says:

          Sim, os balcões dos CTT têm TPA para fazer o pagamento dos certificados de aforro – até ao limite de débito diário que está fixado para o cartão (e até 99.000€). O que escrevi sobre as transferência é quando o valor excede o limite diário do cartão. Pagamento de serviços/Compras, não sei.

  4. NoName says:

    2% esta malta tem uma piada do caraças, espero que a malta os mande passear e coloque o dinheiro nos certificados de aforro, pode ser que aprendam a deixar de gozar com as pessoas.

  5. Bruno says:

    Podem enviar link da CGD com esse de 2,1% procurei tudo e não encontrei. Obrigado

  6. João Cartaxo says:

    Banca a tapar o sol com a peneira

  7. Js says:

    Enfim são todos uns enganadores?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.