Quantcast
PplWare Mobile

AUTOvoucher: Governo já “deu” quase 23 milhões de euros

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Black Russian says:

    23 milhões de euros , uaaauuuuuu !!!! Que mãos largas !!!

    Continuar a extorsão fiscal !!!

    Vergonha !!!!!

  2. says:

    descontassem 5centimos para toda a gente e sem tretas é que era

  3. JS says:

    Deu?
    Nos é que lhes carregamos os cofres de €
    Eles não dão nada
    Os preços dos combustiveis são quase iguais para todos os paises da UE
    O que pagamos á mais é imposto

  4. Pe@ce says:

    Ainda hoje fui encher o depósito… Tive de olhar 2x para confirmar que tinha levado o carro em vez do camião…

  5. R says:

    Pelo menos o autor do artigo escreveu “deu”.
    Mas o mais correcto seria “devolveu”.

  6. pedro says:

    deu no máximo 5 euros por mês a cada cidadão aderente …. que fartura !!!!

  7. Jonny says:

    A mim os Xuxalista não deram nada cambada de ignorantes o povo portugues…

    • André Silva says:

      Se eles dessem 500€ de combustível por mês ias reclamar na mesma por isso…

      • Toni says:

        O governo não dá nada a ninguém mas será que não percebes isso? Quem produz valor acrescentado são as pessoas, o governo só existe pork as pessoas trabalham e pagam impostos. Dar 500€ de combustível para k? Para aumentar a dívida astronomica que o estado têm? 130% do PIB é pouco?

  8. Jo says:

    É o mesmo que um ladrão roubar-te a carteira, mas dá-te 5 euros para apanhares o comboio.

  9. Black Russian says:

    Duas palavras para descrever os preços dos combustíveis:

    EXTORSÃO FISCAL!!!!

  10. AlexS says:

    Assim cresce a burocracia e a economia politica.

    Já produzir está quieto.

  11. Joaquim Santos says:

    É porque nao fizeste nada, quem nao se mexe….

  12. Sergio says:

    Vamos lá ver uma coisa. Se é pouco ou não, todo o mundo sabe a resposta. 5€/mês é irrisório, mas não deixam de ser 5€. Se “mos querem devolver”, eu aceito.
    Agora, que os combustíveis, aliás, TUDO está extremamente caro, disso não tenhamos dúvidas. É o combustível que por sua vez agrava os alimentos e continua.
    Tudo o que são especulações (seja de chips, de ameaças de invasões ou guerras, falta de água, etc …), serve de desculpa para aumentar.
    Agora se o governo podia fazer mais !?!? Aqui está a dúvida. Imaginando que retirava 10/15 cents por litro (e nós ficávamos todos contentes) mas depois ia carregar num outro sítio. O problema de fundo, é que o país vive numa ilusão. Ilusão de que vivemos como os países abastados, mas, na realidade estamos cada vez mais parecidos com um país de 3º mundo. Se a culpa é desde governo ou do anterior, não. A culpa é de todos os governos que temos tido que nunca nos governaram. Governaram-se e esqueceram-se de quem os colocou lá, mas a culpa é também de todos nós, que continuamos a assobiar para o lado enquanto estamos entretidos com novelas e futebol.

    • Luís says:

      Tal e qual…
      Sem nada a acrescentar!

    • mlopes says:

      estarias certo mas esqueceste um pormenor: não é preciso “carregar” em lado algum para descer os impostos sobre os combustíveis.
      ao contrário do que se vende às massas desde há muitas décadas, portugal nunca foi um país com problemas dinheiro.
      o que portugal tem é desde há quase 50 anos um problema gravíssimo de má gestão dos dinheiros públicos que têm sempre o mesmo destino, alimentar a cada vez maior fortuna e boa vida de um grupo reduzido, face à população total, de indivíduos e famílias. famílias essas que para além do mais têm um acesso privilegiado ao legislador e que ainda por cima não contribuem com a parte dos impostos que lhes caberia pagar. sobre isto pesquisem no youtube “josé azevedo pereira” e vejam a entrevista de 15 minutos. há uma versão de 5 minutos mas é “curta”).
      de notar que josé azevedo pereira não é um influencer ou outro tipo qualquer de inúteis que pululam no youtube. josé azevedo pereira foi diretor geral dos impostos e, por isso mesmo, sabe muitíssimo bem do que fala. e não falou tudo…

      • UnhuZpt says:

        Voce acabou de mostrar que nao sabe NADA da historia de Portugal nem do assunto em discussao. Uma vergonha.

      • André Silva says:

        @mlopes, não vale a pena bater nessa tecla.
        Se fosse para ir protestar contra a saída do bruno de carvalho do big brother tudo ia… mas como é os combustiveis ninguém quer saber.
        É preferivel ficar a dizer ah a culpa é dos “xuxialismos”… é típico do tuga meter a culpa mas depois faz ZERO para mudar alguma coisa.
        Se fosse PSD era IGUAL, chega IGUAL! Alguma vez iam baixar impostos estando a mamaar.

  13. Realista says:

    Governo retirou menos 23 Milhões…

  14. Anonimous says:

    Governo de VOUCHERS….. estavamos melhores na Anarquia.

  15. Tito Portugal says:

    Governo já “deu” quase 23 milhões de euros??? Ainda bem que existe o IVAucher senão estávamos todos lixados……É mesmo para rir.

  16. Tonheco says:

    Passoas Coelho deu muito mais que este governo, pois com o barril de Brent a 109 $ em 2014 o diesel estava a 1,40 euros e a gasolina a 1,60 euros.
    O Costa em 2022 com barril a 94$ vende o diesel a1,75 euros e a gasolina a 1,88 euros.

    Pensem apenas nas notícias e revoltas na altura do Passos e agora. A comunicação social está completamente comprada pelo PS. País de terceiro mundo.

  17. Carolina Costa says:

    errado, o estado não deu, apenas não recebeu 23 milhoes. e mesmo assim os imposto sao altos até porque só sao 5 cents no maximo de 5€.

  18. UnhuZpt says:

    Ler estes comentarios percebe-se claramente que o nosso sistema educativo esta mesmo mal.

  19. Pedro Alegria says:

    Substituir “deu” por “roubou menos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.