Quantcast
PplWare Mobile

Windows Phone quebra domínio do iPhone em 24 países

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. P.G. says:

    a maça está a ficar poder!

    • Zé Cerqueira says:

      Está no poder sim 🙂

      • raz0r24 says:

        Com certeza queria dizer podre LOL

        • Zé Cerqueira says:

          Com certeza que a boca lhe fugiu para a verdade 😀

          • says:

            O iphone mais barato custa 250/300 euros com 2 anos. O wp mais barato 100 euros.
            O Iphone é muito bom vende que nem pão e custa o dobro, só tem 1/2 modelos, o wp que mais vende é o L520 e wp tem varios modelos.
            Mesmo assim o iphone tem mais mercado.

          • Zé Cerqueira says:

            Ou seja, é muito bom a Apple conseguir esta quota no mercado apenas com meia dúzia de produtos diferentes que tem (isto falando de uma forma geral e não apenas de telemóveis). Quando por exemplo a Samsung vende telemóveis, computadores, tablets, televisões, 1001 electrodomésticos diferentes e não consegue tal quota.

          • FXX says:


            O problema é que está a perder cota de mercado…

          • says:

            Sem duvida que esta a perder cota de mercado. Eu adoro o meu L520 mas acho que a apple faz um trabalho fantastico, consegue vender um produto ao dobro do preço diz que aquilo é o melhor do mundo(e o povo acredita) e vende que nem pão.
            E toda a gente que tem um produto deles nao ve mais nada (99%)

          • Nelson says:

            “E toda a gente que tem um produto deles nao ve mais nada”

            Quem só olha para o que é bom…

            Enfim… Lumia 520 é o maior! LOL

  2. TMC says:

    é um sistema operativo muito bom e estável, só não gosto da estética dele. Antigamente os iphones eram caros mas eram basicamente os únicos smartphones bons, agora tanto android como WP têm hardware para os fazer mais competentes que o iphone. O facto do iphone ter um tamanho de ecrã pequeno também o prejudica na altura de escolher um telemovel novo.

    • AJ says:

      olha que não…se um ecrã pequeno fosse mau não havia as versões minis dos grandes tlms (S4 mini e agora o mini Xperia Z1) tenho um tlm de 5″ e acho exagerado, quando estou a ver vídeos ou a navegar na net ainda acho pequeno mas para muita coisa acho grande, tão grande que neste momento até estou a usar um velhinho sony ericsson W880i(que máquina)

      • NewJ says:

        Mas repara que esses têm as duas soluções, já quem quiser um iphone com ecrã maior, tem que esperar.. e é melhor sentado que eles estão um bocadinho lentos..

        • Nelson says:

          Soluções?

          Os “minis” android, estão pelo menos sempre uma geração atrasada… não é fácil por um CPU de última geração, num chassis tão pequeno…

          Além disso, ninguém consegue vender um telemóvel de 5″ e um igual de 4″ ao mesmo preço, é contra a natureza humana, LOL. A diferença entre fazer um grande e um pequeno é mto pouca para os fabricantes em termos de custo, logo, só iriam perder margem de lucro…

          • Nuno Vieira says:

            Nem todos os telemóveis pequenos utilizam um CPU mais fraco. O Xperia Z1S vêm exactamente com o mesmo processador que o Z1, o MSM8974, que continua a ser o topo de gama da Qualcomm.

          • Nelson says:

            A excepção que confirma a regra…

          • Nelson says:

            Fail, o Z1s não é uma versão mini, tem 5″… E foi apresentado nesta CES, nem sequer está á venda…

          • Nelson says:

            O Z1c, esse sim, é compacto, com 4.3″…. E também foi apresentado agora na CES…

            Além disso… Espessura… 9.3mm, tá aí a prova que os fabricantes de android não conseguem meter um CPU potente num telemóvel pequeno: falta de savoir faire…

    • Nelson says:

      +1

      Não há argumentos para se dizer que se prefere um ecrã mais pequeno. E telemóveis como o Moto X, demostram bem como fazer um telemóvel do tamanho do iPhone, com um ecrã maior que o de 4″.

      Porém, a qualidade do acabamento, claro que não é a mesma… nem os materiais… Olhe-se para o HTC One.

      Eu, não quero saber, uso um tablet para isso, o iPhone também tem a vantagem de ser pequeno, e se poder utilizar confortavelmente só com o polegar para a maioria das tarefas.

    • Gonçalo Oliveira says:

      Não sei se é bem assim. No meu caso pessoal só ainda não troquei o meu Android (Xperia Sola) por um Lumia devido ao tamanho do ecrã demasiado grande para o meu gosto dos modelos que não o L520. Gosto de trazer o telemóvel no bolso das calças e não o andar a exibir na mão. E não me apetece trocar o guarda roupa para calças com bolsos maiores.

  3. Wellberg says:

    A compra da Nokia pela Microsoft foi a melhor coisa que poderia ter acontecido para uma gigante que entrou na luta pelo segmento mobile demasiado tarde e atrasou-se. Contudo, se há empresa que tem poder para chegar ao topo, começando praticamente do zero, é de facto a Microsoft e ter o seu sistema a correr em hardware que sempre foi o melhor, como é o da Nokia, é meio caminho andado. Eu até acho que na parceria Nokia-Microsoft, o elo mais fraco é mesmo o Windows, pois a qualidade dos smartphones é extraordinária, mas se contarmos com as apps proprietárias que dão muito jeito e com as cada vez mais abundantes apps na loja do Windows, a maturação gradual de um sistema que se espera convergente, além da capacidade de fabricar modelos equilibrados para as mesmas fatias de mercado em que o Android domina, não tenho dúvidas algumas que o Windows Phone será dentro de pouco tempo o líder. A Apple continuará a ter o símbolo de qualidade suprema na sua maçã e manterá a legião de seguidores leais, mas quanto ao Android, sinceramente prevejo uma grande fatia de utilizadores a mudar-se para o Windows Phone.

    • MigM says:

      Essa análise parece-me boa no geral, apenas tem uma falha no final. O Android continua a crescer, o WP continua a crescer… no entanto, a Apple desce em praticamente todos os mercados! 😉
      A Apple ainda há 1 ano dominava nos States, hoje em dia já está bem atrás do Android.
      A Apple dominava nos tablets, hoje a Samsung ultrapassou-a pela direita sem pedir licença. A qualidade da Apple já não é o que era basta ler os artigos de opinião dos assumidos fans do NY Times, do The Verge, etc., etc.
      A Apple claramente que já não é o que era e só não vê quem tem uma maça demasiado perto da vista e não o deixa ver o panorama geral.

    • Gerardo says:

      Só se a Microsoft tornasse o WP aberto para fazermos o que quiséssemos com eles. A grande força do Android é que podemos fazer PROJETOS com ele: máquinas de vending, POS, Robos, Smart TV… o limite é a nosso imaginação. É o SO dos CPUs móveis. Assim como o Linux o é para os CPU’s de Desktop/server.

      O grande poder do Androi é esse, é ser um Sistema Operativo na verdadeira ascensão da palavra. O iOS e o WP são o firmware que alguns dispositivos correm, apenas isso.

      Se a Microsoft fizer isso acredito que possa existir a possibilidade de ultrapassar o Android. Se não, esquece.
      Quem quer fazer coisas diferentes, neste momento só tem um SO.

      A Apple não o vai fazer, já sabemos qual é a sua estratégia, vai estar sempre condenada a ser utilizada por uma minoria. Só que este tipo de coisa sofre do efeito de “tribo”, ter muita gente a usar a plataforma faz com que mais gente ainda a use (é exponencial), ter pouca gente a usar, faz com que cada vez menos gente use. Uma rede social é o exemplo máximo deste “problema”, pode ser a melhor do mundo, mas se ninguém usar, ninguém vai usar 😀

    • Paulo Santos says:

      Mudar de android para windows phone, o que teriamos a ganhar com isso?

  4. Nelson says:

    “Christopher Flores, Director de comunicação da Microsoft, veio agora “reclamar” o domínio do Windows Phone em 24 países, que anteriormente tinham como número um o iPhone da Apple.”

    Onde?

    Ele disse que o WP está a vender mais que o iPhone em 24 mercados (mas não quer dizer quais).

    Mas nesses mercados, o iPhone não liderava, nem são dominados pelo WP.

    Bom para eles, e para os consumidores, inclusive para os consumidores Apple…

  5. gonpin says:

    Quais são os países?

    • Figueiras says:

      abaixo a lista onde o Windows Phone vendeu mais que o Iphone no Q3/2013
      Chile
      Colômbia
      República Checa
      Egito
      Equador
      Finlândia
      Grécia
      Hungria
      Índia
      Itália
      Quênia
      Kuweit
      Malásia
      México
      Nigéria
      Paquistão
      Peru
      Polônia
      Arábia Saudita
      África do Sul
      Tailândia
      Ucrânia
      Emirados Árabes Unidos
      Vietnã
      Agora a lista de países em que o SO móvel da Microsoft ocupa o segundo lugar na cota de mercado.
      Índia
      México
      Itália
      Chile
      Tailândia
      Vietnã
      Malásia
      Polônia
      África do Sul
      Ucrânia
      Hungria
      Finlândia
      República Checa
      Grécia

  6. soundsyt says:

    bem dito….

  7. Bruno Rocha says:

    Em tablet já me teria mudado do Android para o Windows Phone se fosse mais competitivos e diversicada a oferta, o único que me agradaria era o ASUS T100 mas já deixou de ser produzido mas se a resposta agora apresentada for mesmo na casa dos 599$ = 599€ até penso em investir um pouco mais porque é uma máquina!

  8. NewJ says:

    O que me causa espanto é as aplicações para iphone, essas em quantidade estão à frente anos, os tais que o wp está atrasado, e mesmo com a cuota de mercado a baixar, continuam a sair aplicações sempre em 1o para o iphone.. É isso que me faz confusão..

    • MigM says:

      Isso não tem nada a ver com a quota de mercado ou vendas. Trata-se de quem paga mais. 🙂

    • ev says:

      Investimento espera-se retorno, neste momento WP ainda não é prioridades para a maior parte das software house. Seja como for a maior parte das apps mais populares existem nos 3 ecosistemas. Aliado a isso tem havido incentivos por parte da Microsoft no desenvolvimento de apps com qualidade.

    • Nelson says:

      Porque é que te faz confusão?

      Em 2013, a App Store para iOS vendeu $10 biliões em App’s. Ou seja, o mesmo que em média, cada utilizador android (alegadamente 1 bilião) gastar $10 em Apps.

      Além disso, é hoje muito atrativo ser um programador iOS e ganhar experiência nessa plataforma. Por várias razões.

      • Profect says:

        Existem pessoas que podem gastar dinheiro em app’s..
        Existem pessoas que não se interessam por essas coisas..
        E existem pessoas que gostam de coisas grátis..

        E informa-te melhor no que é atrativo para programadores.. neste momento no geral, o mercado de programação está a ir para o Windows Phone..

        o VS2013 está fantástico..

        • Nelson says:

          É, e existem pessoas que compraram os aparelhos não para rotear e meter ROMS e themes, mas para trabalhar com eles…

          Até parece que estão a ir de iOS para WP…

          O Xcode é fantástico. O VS2013 também… já para android… coitados…

          • Profect says:

            Coitado de ti.. já trabalhaste com o Eclipse ou com o mais recente Android Studio?? informa-te antes de dizeres m**da

          • Nelson says:

            O android studio é uma anedota comparar com o vs ou com o Xcode.

            O eclipse é bom porque permite trabalhar com muitos ambientes, mas não tem nada a ver com o Xcode, nem há ferramentas para android como há para iOS no Xcode, nem em sonhos, além disso a documentação da Apple e da msft, não tem nada a ver com a do android, que é uma nulidade, basicamente…

            Além disso, basta, no mesmo computador lançar um emulador android e um emulador ios, e ver logo qual é o feito pela Apple… e o que é feito pelos rejeitados da Google, lol…

          • Profect says:

            Na minha opinião nenhum se pode comparar ao Visual Studio.. nenhum..

            1 – o eclipse é bom por trabalhar em muitos ambientes e o android studio não trabalha? pesquisas-te mal..

            2 – que ferramentas é que precisas no android studio e não tens que precisas no xcode? mas que sejam relevantes..

            3 – Documentação por parte da google não te falta.. e tens melhor sendo android open-source.. documentação é coisa que nem Apple nem Microsoft te pode oferecer em comparação com esta.

            4 – queres falar do espectáculo do xcode que já vai na versão 5!! e nem uma simples lista das propriedades sabem ordenar???? quando são aplicações pequenas nem notas.. quando são projectos complexos.. tas tu a procura do que queres, tipo este exemplo:

            http://media.tumblr.com/75b7a84b208694814979fb04bc2c2048/tumblr_inline_mpjgbjEJBp1qz4rgp.png

            continuando.. existe uma coisa que é o spell check.. e tu dizes que o queres activo(para te facilitar a vida) até aqui tudo bem.. o problema é que tens que ativar sempre que precisas!!
            e fica a questão se eu digo que o quero activo porque é que sempre que tenho que escrever tenho que activar a opção??

            eu felizmente usei poucas vezes o xCode.. e uma coisa te digo.. ainda bem que não voltei a precisar.. estava farto de mensagens tipo esta:

            http://25.media.tumblr.com/tumblr_ltmykfj7Y01r0yl8oo1_500.png

            e respondendo ao que disseste em relação aos emuladores.. apenas te vou dizer que me estou a cagar se o emulador é rosa, redondo ou com estrelas amarelas.. o que me interessa do emulador é testar a aplicação e não ficar a pastar a olhar para beleza do mesmo..

            Para mim, como disse em cima nenhuma das 3(eclipse,as e xcode) chega ao patamar do Visual Studio.. todas elas têm falhas..

          • Nelson says:

            Opá, ó Profect, não inventes, ok…

            Apple’s is Xcode, which is, by and large, a joy to work with. It’s slick, fast, powerful, helpful without being intrusive, and it keeps getting better at papering over both the unheimlich compilation machinery beneath its glossy exterior, and the complex and paranoid certificate/profile machinery which Apple imposes on developers to retain its titanium-fisted control over iOS apps and devices. The debugger works seamlessly, and the simulator is fast and responsive.

            But Android? Oh, Android. The current state-of-the-art IDE is Eclipse, customized with Android plugins, and it is embarrassingly bad. Slow, clunky, counterintuitive when not outright baffling, poorly laid out, needlessly complex, it’s just a mess. Its debugger is so clumsy that I find myself doing log-file debugging most of the time, whereas the XCode debugger is my iOS go-to bug-hunt tool. And the less said about the Android emulator, which takes minutes to launch and then half the time fails to connect to the Android Debug Bridge, the better.

            Fonte: http://techcrunch.com/2013/11/16/the-state-of-the-art/

            Tu nem sequer tens o Xcode, tens de ir á net buscar screenshots… enfim… goza…

    • mario says:

      Isso está a mudar.
      As empresas que desenvolvem essas aplicações estão a começar a dar prioridades a outras plataformas, visto terem um mercado mais alargado.

    • Gerardo says:

      Como diz o meu avô “deixa-os pousar” 😀

      Por agora é normal. Mas olha que a minha prima comprou um Lumia a semana passada e teve de comprar o Angry Birds. Eu fiz um olhar estupefacto! Sou Android 😀

  9. António says:

    Convém é dizer que a MS está a conquistar mercado em países com um nível de vida muito pior que o nosso e com dispositivos de entrada de gama.
    Quando isto acontecer no ocidente aí sim a MS terá ganho a batalha, até lá só pode assustar a malta o Firefox OS (se é que me entendem).

    • Pedro says:

      Ah deves estar a referi-te à Italia e à Filandia por exemplo. Onde se ganha muito menos que em Portugal. Mas só mesmo no teu mundo.
      Deixem de ser Fanboy’s

      • Nelson says:

        Finlândia é conhecida por uma marca de telemóveis, acho que se chama Nokia…

        • Sérgio says:

          Ya, e a Itália, Republica Checa, Emirados Árabes,… também… E também são países onde o ordenado médio é inferior a Portugal.

          • Nelson says:

            República checa? O ordenado mínimo é de 290€ e o salário médio segunda uma pesquisa rápida é de 600 e tal euros…

            Emiratos… 200€

            O único país de destaque… Itália… onde a Apple local se andou a portar mal… ok…

          • Sérgio says:

            @Nelson
            Falei ordenado médio não mínimo. Vê o ordenado médio dos Emirados Arabes…

            Tens que refinar melhor essa tua pesquisa rápida… Ordenado médio na Republica Checa 712€, em Portugal 777€. Mas se queres ir por ai, faz uma nova pesquisa rápida, para veres a percentagem de pessoas a viver abaixo do nível de pobreza em Portugal e na Republica Checa. Até te facilito a vida, pode ir directo ao Eurostat.

            Já agora França e Alemanha (países pobres) a % de vendas do WP está apenas a 1% do iOS

          • Nelson says:

            E o que é que achas que seria normal num país com o ordenado médio é um iphone?

          • Sergio says:

            Em Portugal também o é. E ainda assim iPhone vende mais que WP. Para não falar que a % de pessoas a viver abaixo do nivel de pobreza é quase o dobro.

  10. Diogo says:

    E’ normal que sim. A Apple nao pretende vender telemoveis a 100Eur, como fazem as restantes marcas. Estas estatisticas teem muito que se lhe diga, pois vender telemoveis nao significa vender euros, dolares ou libras…

  11. Darktux says:

    Eu gosto é de diversidade/escolha e bons produtos. Assim, que venha um excelente WP, um excelente Android, um excelente Apple, um excelente qqcoisa… que eu depois escolho.

    Quanto ao “declinio” da Apple recordo-me de há uns bons anos ouvir/ler umas declarações do Steve Jobs na altura em que a Microsoft estava no auge.

    Não me recordo das palavras exactas mas era o essencial era o seguinte: O Steve Jobs defendia que as empresas tecnológicas entravam em declinio quando quem “mandava” nas empresas eram os tipos das “Vendas” (por oposição aos engenheiros). Eram dados como exemplos a IBM e a própria Apple no período em que o Steve Jobs esteve fora da Apple.

    No final “apontava” baterias para a Miscrosoft/Balmer como estando dominada pelos tipos das vendas, logo seria uma questão de tempo até ao declínio. Parece-me que estava certo, tanto que o Balmer vai sair.

    No entanto, parece-me que a Apple actual também corre o sério risco (se é que não está já) de ser dominada pelos tipos das vendas e também ser ultrapassada.

    • D. Afonso I says:

      Claro, vão para lá os senhores que só conseguem ver os milhões de lucro. A sorte deles é os fans que são fiéis à marca. Porque se não fosse isso, estavam mal. Eu tenho um equipamento IOS o qual uso diariamente e desde que fiz o update para IOS 7 que estou arependido por o ter feito. Agora estou agarrado a um sistema INSTÁVEL(é o que eu acho) sem poder voltar para o IOS 6 de que tanto gostei.

    • Rochita says:

      Concordo plenamente, ambas as marcas focam-se em lucros e mais lucros… a apple já não é o que era e o windows parece estar a forçar tudo um pouco. A apple têm que libertar-se um pouco do legado que Steve Jobs deixou, já é passado. Deviam inovar como supostamente faziam antigamente, todos os produtos que estão a sair não deixam de ser uma versão atualizada sendo inexistente qualquer tipo de novidade. Os macbooks vão continuar iguais sendo que o que é novo não é implantado pela apple mas sim pela intel e nvidia… fizeram um novo iphone mas que devia ser bem mais barato visto o 5c a meu ver ser muito melhor e mais bonito… mas em tudo têm sido assim…, ultimamente do windows tenho gostado pelo menos nos riscos que está a tomar, a compra da nokia, os surface e o windows 8 que é um sistema que é bom mas que está completamente aberto a muita evolução… metem nojo no tema da xbox, mostrando quão chupistas estas empresas conseguem ser…

  12. Bruno Santos says:

    And so it begins. 😛

  13. Adérito Fonseca says:

    Boa noite.
    Estou surpreendido com isto.
    Isto deve-se mais a ser Windows ou mais por ser Nokia? (Qual das duas marcas atrai mais os compradores?)

  14. Luís says:

    Tenho um iphone antigo o 3GS, e um Nokia lumia 625. Na minha opinião o wp está a crescer muito! Mas tem muito que trabalhar para ter um sistema operativo como o IOS! O iphone em software, e mesmo ardware, está muito bem estruturado! O que é de lamentar é os tlm iphone serem quase o triplo do preço no nosso país, em comparação com os EU! E também alem dos preços exorbitantes, a assistência não é praticamente nehuma? Agora na minha opinião, já mais a Apple dará um passo a trás no que diz respeito a inovação…

  15. Gaius Baltar says:

    Eu não tenho procuração da Apple para defendê-la, mas acho curioso esse tipo de anúncio. É como dizer: “A Fiat vende mais que a Mercedes em 24 países”. e daí? São perfis de consumidor diferentes. Esse crescimento deve-se ser feito em grande parte às custas dos Android entrada de gama, BlackBerry ou Symbian. Basta ter um pouco de bom senso para ver que o WP só tem dois ou três aparelhos que são realmente concorrentes dos iPhones. A maioria desse crescimento veio de vendas do 520, um excelente aparelho na sua classe, que tirou mercado a muitos equipamentos Android equivalentes. Mas obviamente que toda notícia que seja minimamente negativa para a Apple é um chamariz de comentários. São lançados smartwatches da Sony, Samsung, whatever. Ninguém liga. Adicione Apple e temos polêmica/consumismo/sucesso/vaticínio-de-falência-iminente! 😀

  16. liph says:

    bye bye Apple

  17. Nuno Santos says:

    Só diz mal da Apple quem não tem mais de 100 € para comprar um smartphone. Infelizmente são muitos!

    • Edgar says:

      Comprei um Android de 400€ e não comprava iphone nem que custasse 5€. Já tive os dois só me falta experimentar WP

    • Gaius Baltar says:

      Não digo que seja assim, mas conheço muita gente informada e “hard-user” que prefere iPhone ao S4 ou Lumia 1020. Seja por gosto, costume ou facilidade de uso, não são apenas as “iSheeps” (que existem, são insuportáveis e dão má fama aos usuários de iPhone) que utilizam os smartphones da Maçã. Mas já cansa esse tipo de discussão. Cada um compre o que melhor lhe servir e não rotule os que preferem outros equipamentos de “pobres”, “ovelhas”, etc.

      • Nelson says:

        Como é que alguém há-de ser iSheep porque compra sempre produtos Apple?

        É a plataforma escolhida, comprar um Apple iPhone, Apple iPad, Apple iMac, etc… é como comprar um portátil, que pode ser de diversas marcas, mas sempre um Windows!

        Ou comprar um telemóvel, e ser sempre android… pode mudar de fabricante, mas se for sempre android, não é tão carneirinho como os chamados iSheep?

  18. João Gonçalves says:

    É uma boa noticia… agora o que me faz confusão é ver aqui comentários que mudam conforme a noticia… enfim!

    E já agora, para os menos atentos, a Microsoft nunca esteve, NEM ESTÁ, em declínio… basta o facto de o Bill Gates voltar a ser o homem mais rico do mundo a custa da valorização da Microsoft.

    • Serginho M says:

      Nem mais! O fanatismo não os deixa enxergar para além do nariz… 🙂

    • Profect says:

      O Bill Gates se não me engano continua a ganhar muito mas muito com a Microsoft..

    • Darktux says:

      Declinio é diferente de falência. Ninguém disse que a MS estava a caminho da falência.
      Declinio = perda de importância, perda de “peso” enquanto player no mercado
      Por exemplo, a IBM entrou em declinio com a surgimento da era dos PC e da MS. Mais uma vez, declínio, não Falência.

      O declínio é obvio e reconhecido por todos os analistas, basta ver o crescimento da Google e da Apple nos últimos anos. A MS falhou/entrou tarde nos mercados da publicidade online (dominado pela Google) e dos dispositivos móveis (dominado pela Apple e pela Google).

      Podes também analisar pela perspectiva dos resultados da MS. Os resultados da MS são divididos assim:

      – Business Division (50%): É essencialmente o Office. Lucros estáveis. É uma área onde a MS ainda mantém um grade domínio. No entanto, as ferramentas online (tipo google docs e outros) podem vir a fazer “estragos” nesta área.

      – Windows Division (30%): lucros em declinio há vários anos, segue a tendência de declinio dos desktops/laptops (mais uma vez declinio e não extinção)

      – Server and Tools (25%): Em crescimento, mas não esquecer o dominio do Linux nos servidores, pelo que não tem espaço para crescimento significativo no médio prazo

      – Entertainment and Devices Division: Xbox e afins. Irrelevante no lucros globais. Dá para as despesas e pouco mais

      – Online Services Division: Bings e companhia. Prejuizos sem fim à vista.

      Concluíndo:
      – Office, que gera metados dos lucos da MS, face à sua posição de domínio não tem espaço para crescer e enfrenta algumas ameaças

      – Windows, lucros em declinio acompanhando o declinio do desktop

      – Server, sem grande margem para crescer

      – Sem lucros nos segmentos online e entertainment

      Parece-me que o declinio (não é a falência) é obvio. Terá o novo CEO capacidade para “reinventar” a MS e dar a volta a esta situação ? Não sei, a minha bola de cristal está muito enevoada.

      • Nelson says:

        O Google docs, de certeza absoluta que não faz estragos no office…

        As ferramentas empresárias, só uma parte é o office, a ms tem muito software para grandes empresas.

  19. João says:

    É realmente fácil destronar a Apple da liderança do mercado dos Smartphones…

    Deixo então aqui os meus argumentos:
    1. A Apple vende os seus smartphones por preços estupidamente altos e fabrica-os a preços estupidamente baixos.

    2. O efeito novidade e o efeito Moda perderam como dizer… o efeito

    3. O novo IOS tem problemas o que alimenta a teoria de que a Apple sem o Steve Jobs nunca mais será a mesma.

    No entanto e apesar dos bons resultados da Microsoft no mercado de smartphones, será muito dificil destronar o Android e o mais natural é a Apple continuar a cair, pois o Iphone 5 foi apenas um iphone mais comprido e com melhor processador que o Iphone 4s e que o Iphone 5s e o Iphone 5c são apenas um bocadinho mais e um bocadinho menos a nivel de HW que o Iphone 5 – mas sempre com o mesmo tamanho – torna-se então evidente a falta de ideias pós lados da terra das maçãs (terão bicho?)

  20. Luís says:

    É com cada comparação? Está mais do que visto que muitos dos comentadores, nunca tiveram um iphone! Pois eu já tive android, mas vendi logo. tenho WP e um iphone, e de facto o WP está muito evoluido e no bom caminho! Mas dizer mal da Apple? Calma com o andor! A Microsoft, está anos luz da Apple no que diz respeito a smartphones.

  21. P says:

    Que países e que volume de vendas? Será que o Liechtenstein e Botswana estão incluíincluísdo? E será que aumentou de 500 aparelhos vendidos para 1250? Não brinquem por favor. Façam noticias com factos e não pub.

  22. David says:

    Boas tardes,
    Como utilizador de todas as plataformas, exceptuando o recente WP8, onde o ultimo Windows utilizado veio enato com o Lumia 800!
    Todos os sistemas têm os seus problemas e as suas potencialidades!
    Verdade é que TODOS criticam a Apple por lançar Iphones com poucas modificações! Mas esquecem-se que a Apple com 1 e recentemente 2 modelos tinham uma cota de mercado enorme, ao invés das restantes marcas que tinham N equipamentos. Claro que com o passar do tempo N equipamentos com valores mais competitivos rouba utilizadores das diferentes marcas/Sistemas.
    Criticam-se também diferenças entre 4, 4s, 5, 5s e 5c, mas esquecem-se dos Samsung Galaxy, e restantes modelos, dos HTC ONE e afins, dos Sony e afins, etc etc etc…é divicil para a Apple que tem apenas 1 ou 2 modelos, e que passado um ano tem um valor de mercado muitíssimo mais alto que um S3 ou mm S3! Porquê??????

    Sejam parciais, e verifiquem realmente as restantes marcas! é claro que A apple poderia investir mais? Sim. Podia ter os preços mais baixos? podia. Mas as restantes marcas fazem o mesmo, têm assistência técnica que é uma vergonha, não vos substituem os equipamentos quando vão a reparar, é a qualidade de construção de um equipamento etc etc, etc…Essa situação está a inverter-se nos WP, pois a Microsoft com a Nokia está com uma melhor assistência e com um fabricante que na sua construção prima pela qualidade, contudo na Assistência não funciona da mesma forma! Eu que o diga pelas N reparações que tive com Nokias e por colegas que tiveram N problemas com reparações!!!

    Nao sou pussiodor de um iPhone, mas hoje pensaria duas vezes!

    É verdade que no Android há uma maior liberdade! mas para o comum dos mortais, ele quer estabilidade, funcionalidade, rapidez e pouco mais…

    Em cima comentam que dá para “máquinas de vending, POS, Robos, Smart TV”, ya fixe? qual a quantidade de pessoas que usam os seus equipamentos para isto? Smart tv? uma pessoa passa o dia com o equipamento na mao, em casa quero é o telenovela longe…no trabalho? é necessário? se tiver um android melhor para o Patrão, mas se não, o patrão que disponibilize um equipamento para as funções que pretende, até pq o equipamento é pessoal e misturar pessoal com trabalho não é lá mto boa ideia, digo eu!

    Tenho um familiar, funcionário de uma empresa de Seguros, e para que ele tenha acesso ao sistema da companhia, assina um acordo que a Empresa pode ter acesso a tudo o que tem no equipamento para que possam assegurar que não há fugas de informação e afins…(Iphone e foi ele que comprou!)

    Compara-se Iphones com Nokias Lumia 520, Compara-se android de gama baixa com Iphones. depois compara-se equipamentos que apenas têm um processador rápido, que custa o mesmo que um iphone, e sem qualidade de construção com um iphone…enfim.

    Ninguém é perfeito, mas pensem duas vezes antes de abrir a boca, ou de colocar os dedos no teclado!!!

    Ou Experimentem antes de criticarem…

    • Nelson says:

      Só uma coisa, nenhum smartphone tem processador mais rápido que o iphone… Têm mais mhz e cores, mas é só para a pub, porque o do iphone é de um core desenvolvido pela própria Apple, e os resultados estão aí, em singela core é mais rápido que um s4 pro, que é quad, e em dual core, mais rápido que o sd800 (melhor da concorrência), e muito mais rápido que o 8 core da samsung que não tem 4G…

      Mas é claro, isso não interessa para nada…

      • David says:

        Penso que poucos pensam, pelo menos para já, que a velocidade é mais importante do que o restante! O SoC desenvolvido pela Apple com um CPU ARM dual-core que é de 1.3GHz muitas vezes é comparado ao restante, e nisso verificamos que a bateria do iPhone que tanta gente reclama é de 1560 mAh onde do Note 3 é de 3200mAh e mesmo assumo Iphone 5s dura um dia e o note com igual uso dura pouco mais de 1 dia!
        Claro que o note não tem o Sistema optimizado, claro que tem mais hardware, claro que têm N desculpas como o cera e tal, mas a verdade é que se utilizarmos tudo, a bateria durará 1 dia…se têm dúvidas, usem um android e liguem tudo, desde dados, wifi e restantes sensores…e dêem uso, o mm uso que dariam a um iPhone…

        @Nelson, quando comparares, compara valores concretos, nomeadamente o Iphone Dual-core 1.3 GHz Swift (ARM v7-based) e o Note 3 Quad-core 2.3 GHz Krait 400. Agora será que a diferença compensa…

        No Android, apenas precisavam que o sistema fosse optimizado, e corrigido N bugs, e exigir que as marcas que usam o Android e lhes espetem com uma skin, tivessem tb regras a cumprir…pois a Skin da Samsung é pesadíssima, e se a Samsung que já está a preparar a nova interface para o S5 e que segundo rumores irai lançar com 4 GB RAM imaginem o qual pesadito será…

        Há tanto por onde começar…é caro o iPhone? Sim é! é um Firmware ou um sistema??? Isso depende do que necessitam para trabalhar…cada um diz o que quer…a verdade é que o iOS e o WP são mto mais estáveis que o Android!!!

        • Nelson says:

          Esse CPU é do iphone 5, o do iphone 5s é cyclone e é do ISA ARMv8.

          O android, já tem o sistema optimizado, simplesmente tem uma coisa que não pode escapar: as aplicações correm em máquinas virtuais.

          A desculpa das soins é só uma, o touchwizz não corre por cima do android, o touchwizz substitui certas partes do android, não é como eram aquelas skins manhosas que haviam para Windows 9x. A samasung pega no projeto open source, e faz o seu projecto classe source, compatível com o open source.

          Quanto se é um firmware ou um sistema operativo? Corre de um sistema de ficheiros, certo? Permite expansibilidade de software (instalar aplicações), certo? Então é um sistema operativo, não um firmware!

    • Pedro says:

      Tenho um WP da HTC já tive problemas foi para a garantia, substituíram a placa central do aparelho como continuou a apresentar os mesmos problemas substituíram por um novo sem colocarem qualquer tipo de problema.

      Portanto nem sempre é verdade que as “outras marcas” tem uma assistência má.

      Falo da minha experiência…

      • David says:

        Eu tive N problemas com a Samsung!
        Recentemente adquiri um MacBook Pro directamente a Apple, e por azar passados 16 dias surge uma linha de lixeis queimados no ecrã! reclamei, enviaram-me um MacBook novo, e apôs receber o novo enviei devolvi o velho! tudo em menos de 15 dias!
        A Samsung, nao substitui o equipamento, apenas repara! Eu que tenho o Note 3 desde outubro de 2013, e em Dezembro morreu! demorou 15 dias para a reparação! Substituição da Board!
        Iphone nunca tive um problema, aquando do iPhone 4S, contudo apenas troquei para ter um ecra superior, pois facilita-me um pouco e assim evito andar com dois equipamentos! contudo se continuar com problemas irei regressar para iOS ou quem sabe dar uma nova oportunidade ao WP!!!

  23. RF says:

    É normal que o iPhone esteja a perder cota de mercado.. pedem entre 400 a 700 Eur por um? Por muito bom que sejam, e são, é um preço demasiado elevado! Os tlm com Wp8 tanto custam 150 com 600 Eur no entanto um Nokia 520 dos mais baratos já é bem bom para o preço que custa, e a meu ver bem melhores que os Android do mesmo preço. Outro facto é o target precisamente para estes preços 100-300 Eur.. os Android são no geral pretos ou brancos, os Nokia têm milhentas cores que agrada aos jovens e em especial às Sras!

    • Nelson says:

      Não interessa muito para a apple vender telemóveis mais baratos, porque é preferível para eles vender modelos mais antigos em desconto, ou deixar o mercado de usados fluir.

      E geralmente, quem compra telemóveis de 200-300€, raramente não acaba por passado um ano, comprar um topo de gama.

  24. Zefra says:

    Pessoal deixem-se la de porrada. Penso que neste momento é mais do que normal o iPhone ter perdido um pouco de mercado. Há outras alternativas que são boas.

    • Nelson says:

      O iphone não perdeu vendas.

      Sequem perdeu mercado foram os feature phones, tipo Nokia asha, por pouco mais, compra-se um wp ou android baratos…

  25. zegato says:

    Não comprava um iphone, ipad, icaca, nem que custasse 10€.
    O meu Nokia 500 já tem 2 anos e até nos mapas é melhor que qualquer icaca.
    Já para não falar em foto e video.
    Venham os Lumias a seguir, nomeadamente os tablets.

    Feliz 2014 a todas as maçãs, raposas e kitkats!!

  26. Nelson says:

    http://www.gartner.com/newsroom/id/2647517

    Cá está…

    Desta companhia, já ouvi falar… Gartner…

    Os dados não batem NADA com o que se vê aí… mas quando chegarem as alturas dos SEC fillings, a gente vê…

  27. Tótó says:

    Parecem putos “O meu fabricante de telemóvel é melhor que o teu”.
    Como se isso fosse importante, preocupem-se mas é em ser felizes e pinocar muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.