Quantcast
PplWare Mobile

Tráfego de dados móveis chegará aos 292 Exabytes, em 2019

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. halnaweb says:

    Impressionante!

  2. Rebelde says:

    No título não era para ter 2019?

  3. Não Não says:

    Eu estou satisfeito com o meu tarifário, 9.75€ por mês (2.25€ por semana), com 1GB de net (chega e sobra sempre) e comunicações de borla para praticamente todos os meus contactos.

    Agora se tivesse mais, era bom para ouvir streaming no carro… Eheh

  4. z says:

    E no entanto, a Vodafone continua presa ao passado com os preços e limites de m**** que dão aos clientes…

    Já estava na altura de alguém criar um pacote ilimitado a um preço moderadamente acessível 😉

    • Não Não says:

      Yorn w study, com comunicações à pala para extraganza, red e extreme, preços decentes para os outros, sms todas de borla, e 1GB, tudo por 2.25€ por semana…

      É assim tão mau?

      Pacotes ilimitados, não esperes por menos de 50€ por mês…

      • Marco says:

        Eu acho mau até. Também eu era vodafone até mudar para WTF.

        7.50€ por mês e tenho sms/mms e chamadas grátis para todas as redes (500 minutos por mês) e tenho 500Mb de internet por mês, sendo que existem aplicações que não usam tráfego (apps de comunicação do género Whatsapp e afins). Para mim, chega e sobra.

        Para quem for mais exigente, há outros tarifários (que pertencem ao mesmo) que com 10€ por mês inclui mais mb de net mensal, etc.

        Desde que tenho este tarifário, não gastei cêntimo algum excepto no tarifário em si, é basicamente “tudo grátis”.

        • Zero Zero Sete says:

          Depende da zona onde moras…

          Isso é tudo muito bonito, mas na minha zona, toda a gente é 91. Há alguns que são 92/96, mas a maioria é 91, e eles fazem comunicações ilimitadas.

          • Marco says:

            97% dos meus contactos são 91, mas tal como a vodafone, eles estão a ficar parados no tempo.

            Além disso, não são eles que me pagam o que gasto no telemóvel, portanto, decidi mudar e fiquei muito satisfeito.

          • Zero Zero Sete says:

            Pois é…

            Mas eu não vejo razão para mudar também… a concorrência não faz nada que me faça levar, além disso, sou >25 anos, e não me apetece andar a falsificar BI’s, e essas tretas…

      • int3 says:

        7.88€/mês tenho 500 minutos por mês para TODAS as redes inclusive REDE FIXA (2). MMS conta como 1 minuto. Tenho SMS ilimitadas também e tenho se não estou em erro 500MB por mês dos quais estes 500MB não são debitados para as aplicações como: Skype, Vibber, Snapchat, Facebook messenger, Black Berry messenger e Face time. Eu faço mesmo muitos Mbs com print screens e fotos e mando para a minha namorada em vez por MMS para não gastar os 500, por facebook que é de borla. Mesmo assim 500 MMS/minutos é muito. Eu que faço até faço algumas chamadas por dia ao fim do mês sobra 400/350 Minutos.
        Isto é NOS WTF meus amigos. Por não falar que me oferenceram-me 50€ no cartão na troca de carregar 7.5€ (42.5€ que na realidade deram-me). eu não vou carregar o telemovel durante 5 ou 6 meses…

        • Não Não says:

          Ainda assim, prefiro o meu tarifário.

          Até porque todos os meus contactos são vodafone e não querem mudar.

          Tenho 1GB, não me interessa pagar ou não os IM, as aplicações IM gastam pouco…

      • z says:

        Eu por exemplo, sempre usei Vodafone e aderei a um tarifario Red, pior escolha da minha vida como um utilizador assiduo de Internet. Tenho 1GB que praticamente queimo com o Spotify instantaneamente…

        A vodafone tem um aditivo em que te dá sensivelmente 3 ou 5GB para o Spotify por 25€ mes, que é practicamente nada para Streaming…

  5. Joiao says:

    Não se preocupem, no que depender das MEO’s, NOS’s e VODAFONE’s deste mundo, tal nunca se tornará realidade… pelo menos com os limites de tráfego rídiculos/ vergonhosos… desde 100 MB nos tarifários para smartphones. e que na maioria dos casos não ultrapassam os 15 GB nos tarifários mais dispendiosos, quando menos que 60 GB não é realista para uma utilização a sério da Internet hoje em dia quanto mais no futuro!

    Infelizmente a Internet é a nova “vaca” que as operadoras querem expremer bastante bem! Tal como o fizeram com as chamas locais/ regionais/ nacionais/ internacionais… agora até oferecem tempo de chamadas incluído nas mensalidades, quando antes era mensalidade mais taxa de ativação e por minuto e fracções e tal… a seguir foram os sms’s bem cobrados, e depois lá começaram a incluir Y mensagens na mensalidade e agora já é (quase ou mesmo) ilimitado na maioria dos pacotes com mensalidades dentro da rede.

    Veremos se com a Internet se vai passar o mesmo, e passam a incluir tráfego a sério, ou mesmo ilimitado daqui a uns anos… ou se é para continuar a expremer até surgirem alternativas tipo redes wireless nos postes de eletricidade pelo país todo, prestado por uma qualquer outra empresa que ofereça ilimitado por um preço mais acessível… enfim existem muitas formas de eliminar as operadoras atuais do jogo e obrigá-las a de repente já poderem oferecer ilimitado quando antes era impensável…

    • Zero Zero Sete says:

      A Internet móvel é para isso… não foi desenhada para substituir a internet fixa.

      Fica muito mais caro para as operadoras fornecer internet por LTE do que por fibra, a tecnologia não é como fibra, que se houverem mais clientes, lança-se mais um cabo, a tecnologia passa pelas ondas hertzianas, e isso exige licenças caras, e infra-estrutura cara. Quer pagar?

      Se você está à espera que “dêem” 60GB… bem pode ficar à espera… olhe o que acontece nos USA, onde várias operadoras oferecem tráfego ilimitado, e depois as pessoas queixam-se que “a net é lenta” e que afinal “há limites”, como em Portugal…

      • Joao says:

        Fico à espera que uma empresa comece a plantar acesso wi-fi em todos os postes de iluminação, como andam a fazer algures num país qualquer… e depois quero ver se os operadores mantêm estes planos ridículos… de repente já vão conseguir oferecer 100 GB por exemplo, ou mesmo ilimitado… com eventuais restrições se tiver muita gente pendurada na mesma “antena” (que é o que faz algum sentido)… é tudo uma questão de haver concorrência a sério, e eles têm de se adaptar, como de resto têm feito sempre!

        Já li alguém explicar (nos EUA) que os limites nada têm haver com a capacidade da rede! Somente com o lucro €€ $$$ £££

        Se fosse com a capacidade então implementavam medidas restritivas não no volume de tráfego, mas na velocidade a que podem aceder ao mesmo nas “antenas” que estivessem a sofrer de congestão naquele momento. Mas tal tecnologia na maioria dos casos não está implementada, nem os operadores estão interessados nisso, porque querem é faturar… não é servir bem os clientes e deixá-los felizes… o ideal (para os operadores) é pagarem cada MB extra ao peso da Antimatéria (+/- $62.5 triliões/grama).

        • Não Não says:

          http://arstechnica.com/information-technology/2014/07/verizon-wireless-to-slow-down-users-with-unlimited-4g-lte-plans/

          Ninguém dá nada a ninguém…

          Concordo que os planos PT têm já um preço aceitavel, sobretudo moche, wtf e yorn w (apesar de limitarem a menores de 25 e a estudantes).

          Compare com planos do UK, ou US, a ver se é assim como diz…

          Já há muito internet Wi-Fi grátis, em qualquer café tem, FON, Shoppings e auto-carros… Mas não é a mesma coisa, nem parecido…

          • Prof. says:

            Para nao falar que andamos a distribuir o mac address do nosso dispositivo por esse mundo fora…

          • Joao says:

            Também não davam chamadas locais, regionais, nacionais, entre a mesma rede, entre redes diferentes, nem sms’s… e já se viu que agora dão… por isso não me admirava que quando surgir concorrência a sério, como referi que de repente já possam dar valores utilizáveis mesmo… tipo 100 GB ou mesmo ilimitado.
            Todas essas empresas como a Verizon e todas as outras estão a fazer isso não é por causa da saturação da rede, mas sim para faturar mais! Se fosse pela saturação estavam a acrescentar novas fibras óticas e equipamentos com mais capacidade! Na pior das hipoteses limitavam a velocidade nas “antenas” que tivessem saturadas de gente naquele momento!
            Bem sei que essas empresas repetem até à exaustão a mesma desculpa da congestão e de limitação de espectro, mas é treta, é mesmo quererem faturar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.