PplWare Mobile

Ganhar dinheiro a programar? Conheça o TOP das linguagens de programação


Autor: Pedro Pinto


  1. ToFerreira says:

    C por causa de IOT?

  2. Blue Beast says:

    E ainda dizem mal do Java !! Ora,ora !! Hoje em dia quem estiver na área e não souber programar bem em Java,em C e em C++ mais vale atirar-se ao rio ou procurar outro emprego.Estas linguagens de programação vieram para ficar,doa a quem doer.

    • Hpr Cod says:

      Sabendo programar bem, não importa a linguagem.

    • Hpr Cod says:

      Sabendo programar bem, não importa a linguagem.

      • Blue Beast says:

        É óbvio que concordo consigo.Mas olhe que andam para aí muitos fingidos que não dão uma para a caixa,e dizem-se uns “experts” em matéria de programação.E gabam-se a torto e a direito,e depois na hora quando se vê o verdadeiro trabalho que fazem todos fazem pouco desses tolos.

        • Joaquim Alcobia says:

          ahahah indeed!
          Isso é aquela malta que diz “Eu sei programar em ….” quando usam o “em” qualquer coisa já tá mal! lol O Correcto será “Eu sei programar.”

    • Richard says:

      Para um bom programador, não importa a linguagem.

      • Mateus Pinto says:

        Isso não é verdade. Quem sabe “apenas” programar sabe apenas um pouco de várias linguagens mas no final não domina nenhuma e faz uma salgalhada. Quem sabe bem um par de linguagens consegue fazer muitíssimo mais e otimizado.

        Isso é o típico tuga: muito mas mal em vez de pouco mas bem.

        • Toni da Adega says:

          O que ele disse tem todo o sentido.
          Existe uma grande diferenca entre ser um bom programador/developer e saber linguagem(s) de programacao.
          Um bom programador trabalha bem com qualquer linguagem.

          Para “fazer muitíssimo mais e otimizado” é preciso saber programar. Optimizacao é feito com codigo de boa qualidade, boas praticas e bons algoritmos. A linguagem a utilizar é secundário.

        • Danilo says:

          Vocês exigem demais das pessoas, já não basta agora quererem que saibamos 3 línguas além do inglês daqui a pouco teremos que saber 20 línguas e saber 30 línguas de programação.
          Ah vai pastar

      • k says:

        Eh. “Bom programador” é relativo. Depende como defines “bom programador”.

        Programar, de uma forma grossa, é feito em duas partes, a algoritmia/pseudocodigo/o que o teu professor lhe quiser chamar e a linguagem em si. A parte da algoritmia é a parte independente da linguagem e é onde defines antes de olhar sequer pro computador, o que o teu programa vai ter que fazer. A partir daí já sabes o que queres que o teu programa faça e o resto é (em grande parte) sintaxe e treino.

        Portanto, podes por um gajo que é bom a escrever algoritmia e depois tem que bater o código numa linguagem a que ele não está habituado e ele vai demorar um bocado a estar a vontade para escrever um programa. É um bom programador?

        Ou chamas bom programador a um gajo que a parte do raciocínio/algoritmo não é a melhor mas bate código a uma velocidade enorme sem grandes erros porque está habituado à linguagem?

        Ou só chamas bom programador a um gajo que desenvolva algoritmos correctos de primeira e esteja habituado à linguagem que tem que usar? E se agora o puseres a escrever código numa linguagem a que não está habituado e vai perder 5x mais tempo para escrever o mesmo código? Passou a ser mau?

        É mais complicado do que “para um bom programador não importa a linguagem”.

    • Toni da Adega says:

      Trabalho na área faz 20 anos, com exceção da Uni, nunca utilizei nenhuma dessas linguagens.
      Mesmo ganhando relativamente bem será que devo procurar outro emprego?

      • Jonas says:

        LOL, ora aí está uma grande verdade, os comentários anteriores é como outros que se vêm por aqui “se eu uso é porque é bom e os outros não prestam” …enfim

    • Webson says:

      Bom dia.
      Quero aprender Java, minha cultura é vb6. Tentei começar mas tive muitas dificuldades sozinho. Tem um software que possa me indicar para programar em Java?

    • Jonas Fabricio Kozamekinas says:

      É pq Java GRATUITO E por QUE fazem muita merda EM JAVA. C# É BEM MAIS FÁCIL MAS SUPORTE MS É CARO.

    • Pedro Sousa says:

      Sou programador de visual basic .net e pagam-me 55€-70€ à hora…

      Esqueçam lá os tops e arranjem emprego a programar para quem tem como necessidade os vossos conhecimentos na linguagem que dominam que o resto são cantigas…

      • Fábio says:

        Que empresa é que paga isso? Esses valores estão muito acima dos valores do mercado, isso dá para ai uns 10k/mês.

        • Pedro Sousa says:

          Check Point ST entre outras.
          Basta não trabalhar para um aglomerado de fazer dinheiro a explorar quem trabalha e trabalhares por conta própria!

          E só dá 10k por mês se a ganância de ganhar muito dinheiro te impedir de aproveitar a vida..

          Podes fazer como eu, que só trabalho meio ano e o resto é viver!

    • Dudugz says:

      Querido, essas não são as únicas linguagens do mundo, existe Python, existe JavaScript, TypeScript(está se popularizando entre os programadores), Lua(mesmo que meio parada por conta das versões novas nunca serem compatíveis com módulos antigos), etc…

    • joao c says:

      tens 12 anos? é que C é de 1972, ou seja já veio para ficar há muito…
      Java, devo ter pertencido às primeiras turmas a ser leccionado esta linguagem a nível mundial e nunca me impressionou. Só um parolo que não sabe mais do que o que aprendeu na universidade é que pensa bem de Java. Existem linguagens muito mas muito superiores a Java. É claro que quem nao sabe mais vai sempre defender o seu peixe…

  3. Wagner Soares de OLiveira says:

    So considerando que se trata de popularidade, não aplicabilidade, afinal de contas cada linguagem tem seus pontos fortes e tem seu devido espaço em necessidades específicas.

  4. VFS says:

    Já lá vão 3 1 ano na faculdade de computação que estou a tentar aprender o C mas não estou a conseguir devido as suas complexidade!
    Embora tem colegas que já pegaram com facilidade.
    Alguém pode me indicar o melhor método de aprender C?

  5. VFS says:

    Correção *1 ano.

  6. João M. says:

    Um bom “ABAPer” também ganha muito bem (principalmente freelancer); a linguagem é que já é mais especifica, isto é, só a aprende quem trabalhar com sistemas SAP.

  7. Smart says:

    Boa sorte para quem acha que Java, C , C++, Python, Visual Basic .NET os vai ajudar a ganhar bem em Portugal. Podem até ser recrutados porque sabem programar mas para entrar como senior developer o melhor é já levar uns anos de C#, javascript, Typescript. Pelos menos as empresas que conheço, todas recrutam esses programadores. Também recrutam dos outros mas em menor quantidade. Nota: Java, C, e outros que tais é para cenas da universidade, não é tanto para ambiente empresarial.

    • John says:

      Estás enganado 😀
      Posso-te dizer que em duas empresas em que trabalhei de dimensão bastante elevada (com serviços usados por todos os portugueses diariamente) usavam bastante C para criar SDKs. Java também era bastante usado em algumas APIs.

    • Pedro Sousa says:

      Programo vb.net a 50 paus à hora no conforto da minha cadeira, no nosso belo Portugal.
      Quando encontrar um emprego a pagar o mesmo noutra linguagem mudo na hora…
      O sr. Smart tem alguma recomendação?

  8. Subjectivo says:

    Isso é muito subjectivo. Eu programo em Cobol e PL/SQL, apenas tenho cinco anos de experiência em ambas e tenho um vencimento muito superior aos meus colegas de equipa que trabalham em Java e .NET. Ou seja, há pequenos nichos com mais procura que oferta que acabam por ser excelentes apostas. É tudo o que questão de estar atento e evoluir.

    • Toni da Adega says:

      Cobol é das areas em que mais se ganha, por principalmente por 2 factores.
      1 – Normalmente é utilizado em areas de negocio em que existe muito $$$$
      2 – Por ser uma linguagem que pouco utilizam.

  9. GILSON MENDES says:

    Engraçado o PHP e JavaScript dominam a web mas aparece lá abaixo até mesmo no desevolvimento mobile os mesmo são utilizados. Mesmo assim o java está lá acima de todos n acredito nisso.

  10. CaptianObvious says:

    Tudo bem, mas nada como seguir a necessidade do mercado. Conheço quem esteja a ganhar muito bem, a trabalhar menos de 35h semanais a programar em…VBA, Excel. Seja como for, gostei de ver esta lista porque mostra exactamente que C/C++ estão para durar.

  11. Emerson Bastos says:

    Interessante ver o cenário em Portugal com grande foco no bom e eterno C/C++, aqui no Brasil linguagens como Java e C# são muito procuradas com aumento significativo no Python. Mesmo as multinacionais por onde passei mantém procuras nessas linguagens principalmente.

  12. Laura says:

    Ganhar dinheiro a programar essa pergunta tá correta ?

  13. Zé das Couves de Bruxelas says:

    Titulo do artigo: “Ganhar dinheiro a programar? Conheça o TOP das linguagens de programação”
    Sendo assim, onde está Outsystems. Cmon… metem este titulo e falam nas linguagens mais populares, onde há mais recursos e mais concorrência entre recursos e mais margem de negociação do lado das empresas.
    Sou DEV Outsystems há menos de 2 anos, já fiz duas certificações, uma delas Mobile. Salário liquido: 1700€.
    Podem até dizer que OS não é uma linguagem, pq gera código .NET, anyway, a verdade é esta, conheço gente a ganhar menos a programar PHP há 10 anos…. As consultoras brigam por recursos DEV e mais ainda por OS, graças a deus… A nível financeiro, foi das melhores apostas que fiz… E apesar de não aparecer na lista sei que é das mais bem pagas neste momento em PT, portanto, não recomendo. Só vai sendo assim enquanto formos poucos. E a todos os q preferem bater código, keep it that way! 😉

  14. Jardel o goleador says:

    Curioso é ver o livro do Luís Damas traduzido para Portugues da america do sul. Como é possivel traduzir um livro que é escrito no único Portugues que existe ? Será que no final de cada frase colocam “graças a deus né” ?

    • Goleador Jardelinho says:

      ó Jardel, chama ao Português de Portugal o que tu quiseres, mas no Brasil falam de forma diferente, e daí? se 90% das pessoas no Brasil interpretar e perceber melhor em Português do Brasil, qual é q é o problema? xiça

    • Robson says:

      Amigo, existem mais pessoas falando o Português do Brasil, que o de Portugal.

  15. José Anilto says:

    Para quem não tem uma perspectiva a curto prazo de conseguir um emprego em programação, recomendo aprender a programar a partir de bom e velho C, que abre caminho para as linguagens baseadas em seus paradigmas, e que sempre estão no topo da lista de procura (c++, Java. C#, e outras). É interessante aprender paradigmas de programação e saber utilizá-los em linguagens específicas. Para quem está a procura de colocação a curto prazo, o que vale é a demanda específica. Aí aprenda a linguagem que as empresas que você tem em vista utilizam. Aqui no Brasil sugeri a um colega desesperado por um emprego a aprender ADVPL, pois as empresas que ele morava utilizavam sistemas baseados nesta linguagem. Conseguiu o que queria.

  16. Nilson says:

    Nada disso existe inúmeras aplicações que rodam em Java. Quer queira quer não.
    Java é Java mais um bom programador não faz distinção de linguagem e sim, tira proveito da quilo que tem de melhor da linguagem.

  17. Joca says:

    Estou aprendendo VBA para Excel e estou achando extremamente dificil

  18. Dudugz says:

    Quero não obrigado,eu programo pq acho divertido, quer dinheiro? Levanta a bunda da cadeira, para de ser vagabundo e vai em busca de um emprego que vai ajudar a sociedade

  19. Az8teiro says:

    Acho giro que nesse gráfico todas as linguagem estão a decrescer.. Enquanto python a crescer..

    Embora em valores absolutos obviamente devido ao que já existia ainda há tecnologias/linguagens “obsoletas” no topo… Opinião pessoal, Java? Quem é que nunca teve stresses com java e versões e afins?

  20. Steven Silva says:

    Estou à espera que entrem os “programadores” de HTML na batalha xD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.