PplWare Mobile

Tim Cook vai doar toda a sua fortuna de 735 milhões de euros


Marisa Pinto

Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

47 Respostas

  1. kekes says:

    Espero que o Bill Gates ponha um processo a Tim Cook por uso indevido de patente.
    Amanhã vai sair a noticia que Tim Cook inventou a filantropia por orden deixadas por Steve Jobs.

    XD

  2. Diogo says:

    Tem dinheiro a mais e achou justo começar de novo.

  3. PSL says:

    Então que invista em instituições de confiança…

    Porque a maioria das instituições que andam por aí, é para pagarem os seus ordenados, e não fazerem nada…

    Então umas que andam a pedir ás portas dos supermercados…

    • Fernando Saraiva says:

      Sejamos justos nessa abordagem… vejamos que quando se pede é porque se precisa. Mas sinceramente, aqui no Porto, há já pessoas que após o seu trabalho nem criam associações. Apenas vão em voluntariado, retiram de um pouco do seu ordenado,e pagam por elas mesmas os donativos e refeições a quem necessita. Mas a verdade é que Associações estão precisando. Ou se subsidiam com os sócios (por isso são associações) só que às vezes então parte-se, concerteza, alguns par ao peditório.

      Sinceramente, se sócio destas Associações, tomara por vezes ser rico para não ser preciso haver sensibilização a novos sócios ou peditórios. Será que alguém gosta de pedir? Naturalmente se eu fosse sócio de alguma destas associações não gostaria de pedir.

      Convido qualquer um a lêr os estatudos nas Associações. Naturalmente cada um de nós pode fazer parte de uma Associação e fazer a justiça que achar que deve ser feita. Convido, para começar, cada um a fazer download dos Estatudos para Associações, clubes e coletividades e lêr o Artigo 7, assim como outros, pois a nossa ação é importante, se Deus quiser.

  4. FB says:

    Provavelmente mais um ricaço que descobriu que o dinheiro já não lhe trás felicidade, e então vai busca-la à satisfação de ajudar quem mais precisa.
    De qualquer forma, ninguém leva o dinheiro prá cova.

  5. Panhonhas says:

    Se ele não souber a quem dar o dinheiro, eu aceito!

  6. João says:

    Acho piada a estes comentário “Eu aceito” , “So queria “X” dinheiro”, “Senão souber a quem dar, eu aceito”. Estas pessoas não se movem por dinheiro, nem tem o dinheiro que tem por pura ganância. Simplesmente são apaixonados pelo que fazem, e fazem-no bem. Dai terem dinheiro. Não digo que não o quisessem, mas não é o factor que os faz continuarem a trabalhar.
    E por isto que o País não anda para a frente. Hoje em dia, as pessoas so pensam em arranjar dinheiro facilitado, sem trabalhar, sem esforço, sem nada… Depois querem salários bons sem antes terem estudado, ou sem antes terem trabalhado no duro. O que não vos diferencia de muitos políticos. A diferença consiste, em que eles, conseguem dinheiro sem fazer nada bem feito 🙂
    É so um desabafo. Se tem um objetivo na vida. LUTEM POR ELE! E não tentem ir por atalhos.
    Fica a dica!

  7. Benchmark do iPhone 6 says:

    A lista da Forbes dos 50 maiores líderes mundiais:

    1° Tim Cook
    2° Mario Draghi
    3° Presidente da Chins
    4° O Papa

    http://fortune.com/worlds-greatest-leaders/

  8. André Alves says:

    Acho que faz muitíssimo bem muitos deviam seguir o seu exemplo

  9. Jonny says:

    Incrível… São pessoas assim que fazem história. Parabéns Tim Cook, um grande homem que muito me surpreendeu ao longo dos tempos. Faz pensar, e inspirar. Na semana em que um piloto matou 150 pessoas num avião, são notícias destas que ainda me fazem acreditar que a humanidade tem futuro. Abraço para todos aqui no pplware. 🙂

  10. PR says:

    Doa a Portugal por favor…

  11. Pobre says:

    Preciso do email do Tim para lhe enviar o meu NIB.

  12. Alex says:

    “lhets get dose hukers ma uncle idn’t use”

  13. gdfgd says:

    é de louvar se realmente ele fizer isso

    obviamente dizer que é toda a fortuna deve ser um exagero, com certeza fica com uns milhoes para ele á mesma.

    em todo o caso pessoas com essa quantidade absurda de dinheiro nao deviam existir na minha opiniao.

  14. António Coutinho says:

    Não lhe custou a ganhar. Se tivesse que trabalhar no duro, não teria tanto dinheiro nem daria o que tem, pois saberia o quanto lhe custou ter o que tem. Assim, ainda vai passar por benemérito depois de ter sido um açambarcador e um oportunista. É este o Mundo que todos nós deixamos aos nossos filhos e netos. Será que temos vergonha de tudo isto?

    • Marisa Pinto says:

      Essas ilações são um pouco ofensivas e erradas. Não podes concluir que se a pessoa não tem bo mesmo trabalho que tu, ela não se esforce tanto oub mais que tu 🙂

    • Fernando Saraiva says:

      Felizmente há pessoas que “têm pouco dinheiro, trabalham no duro e dão o que têm”.

      Há que tire uma parte do seu para ajudar outros, muitos desconhecidos, como é o caso de voluntários e alguns que trabalham como associações ou ações do género pois acreditam na necessidade de cuidar das causas humanas.

      E depois há ainda as que trabalham no duro(porque para ter este património, foi preciso trabalhar no duro, seja com auto-formação seja com trabalho empresarial, claramente). E têm muito dinheiro e dão o que tem e ficam sem parte dele, como é o caso desta pessoa.

      Podería gastar em Porshes, Ferraris, mansões, diamantes, hoteis, ostentação entre outras coisas.

  15. k says:

    Este tipo de figuras publicas costumam ter sempre uma equipa dedicada à imagem pública deles. Má fama pode influenciar muita coisa e é trabalho deles garantir que ninguém perde dinheiro com isso.
    Há muitos casos de pessoas com muito dinheiro fazerem doações como forma de apagar má fama e começarem a ser vistos pelo público com outros olhos. É uma jogada publicitária e uma forma muito fácil e rápida de o fazer, geralmente sem qualquer tipo de impacto na vida da pessoa em questão – o dinheiro não lhes faz falta e fazer uma doação é algo que é executado rapidamente sem mais investimento.

    Podes fazer praticamente o que tu quiseres de mau na tua vida que se amealhares milhões e fizeres sérias doações para instituições humanitárias (ou criares as tuas próprias tipo Bill G.) o mundo esquece o passado e passa a ver-te com bons olhos ao fim de algum tempo. É essencialmente comprar boa reputação. Há quem lhe chame suborno público porque é basicamente pagar para esquecer.

    Não estou a afirmar que é o caso deste senhor, não conheço a vida dele mas sempre que vejo uma noticia deste género, a primeira coisa em que penso é que é jogada para apagar má reputação.

  16. eu says:

    Ele até pode doar todo o dinheiro que tem.
    Depois quando chegar ao fim do mês, fica rico novamente 😉

  17. John says:

    Marketing no seu melhor.
    Depois de todo o dinheiro explorado em produção na China vamos lá dar dinheiro de volta.
    Logic!

  18. Joana Rita says:

    O meu quando morrer vai todo para a Apple, de preferencia para processos de derrubar o android

  19. Mikes says:

    Mas já faz doações ou isto só conversa para os jornais?
    De valor é fazer antes de falar. Vir dizer que vai fazer não passa de basofias.

  20. Thiago Silva says:

    Eu com apenas 1 mil já resolveria muita coisa na minha vida.

    Sim, 1 mil, não 1 milhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.