Quantcast
PplWare Mobile

Suspensa a Proibição da Venda o Galaxy Tab 10.1 na europa…

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Ricardo says:

    A maçã esta mais que podre…

  2. manu says:

    Ainda não vi o tablet da samsung ao vivo mas se é como a imagem em cima é mesmo muito semelhante ao ipad2 mas tem as suas diferenças.

    • Pedro Alves says:

      é completamente diferente, ate no tamanho…

      • PorquinhoBranco says:

        hehe, voces sao lixados! ate usaram a foto da discordia! a tal que a Appler adulterou para fazer o Samsung mais parecido com o Ipad!
        e pelos vistos ja enganaram alguem aqui! LOL

        http://www.engadget.com/2011/08/15/did-apple-alter-photos-of-the-samsung-galaxy-tab-10-1-in-its-inj/

      • Mesh says:

        Concordo, em termos de aspecto não existe semelhança. Afinal de contas basta retirar um ecrã de um portátil e temos o design de um tablet, não é propriamente revolucionário.

        A apple devia era processar nos smartphones por a interface da samsung ser cópia do ios.
        Aí sim é o único sitio onde a apple tem razão!

        Esta guerra de processos é ridícula e só prejudica os compradores.

        • Marcelo Barros says:

          Em termos de SO, a maioria de leitores MP3 tem sistemas identicos.

          Falar em SO o basico do OS y do Windows é identico “janelas”.

          Se formos por ai entravamos numa ditadura.

          Então o iOS começou por usar um grupo de ícones no menu em vez de lista, mas a nokia já tinha um sistemas que também usava ícones em vez do formato lista.

          A coisa que não podem ser patenteadas e a Apple abusa, mais parece que controla qum autoriza as patentes (parece uma ditadura).

          Quando sair o Sistema para smartphones em nuvem da Mozilla e outra empresa que já esta ai.
          O marcado da Apple vai cair ainda mais, será suficiente para esta se manter na luta?

          Cmprimentos.

    • racpxt says:

      É a imagem que a Apple usou no tribunal.
      Hoje já saíram montes de notícias a desmascarar a manipulação. O da Samsung é mais estreito e comprido, a cor é um “preto menos intenso” e se fosse uma foto autêntica conseguirias ler Samsung no rebordo perfeitamente.

      iFalsification 😉

    • João Ribeiro says:

      Todos os tablets são semelhantes todos!!!! Para quê fazer diferente uma coisa que por si só sempre foi assim!! Queres ver que todos temos de mudar para relógios quadrados porque alguém lembrou-se de os fazer redondos? Ridículo!

      Já em 1972 Alan C. Kay tinha feito um artigo na Xerox à cerca de possíveis dispositivos portáteis tipo tablet pcs, como podem ver aqui: http://www.mprove.de/diplom/gui/Kay72a.pdf
      Claro que na altura só havia teclados físicos e o teclado estava anexado ao ecrã. No entanto não deixava de ser um tablet PC.

      A apple devia era processar aquelas empresas chinesas que além de copiarem integralmente o produto até o próprio símbolo da Apple copiam, isso sim é vergonhoso, mas não dá tanto dinheiro e não tem tanta prospecção internacional o produto como é óbvio. No entanto, isso sim era o correcto a fazer, porque esses sim andam a ganhar dinheiro à custa do seu nome!!! Falo por exemplo do SoPhone que é uma cópia descarada do Iphone 4.

      • João Ribeiro says:

        Errata:

        Onde se lê “à cerca de possíveis” deve-se ler “acerca do desenvolvimento de possíveis”

      • lmx says:

        achas que a América pode contradizer a China???de onde veem o dinheiro americano???e o dinheiro português…achas que também eramos capazes de contradizer os alemães…quando são eles que metem cá o guito???da mesma forma a América ajoelha-se a China, isso é por demais evidente, e ainda não percebi porque continuam a dizer a América é a potência numero um…é a numero um militarmente e …talvez!!

        cmps

        • João Ribeiro says:

          Pois, eu sei bem que é muito difícil executar determinadas acções em termos práticos por questões político-económicas.
          A justiça infelizmente não é nem nunca vai ser igual para todos 😛 heheh e quem pensa o contrário vive nas nuvens!

          A América não se cuide não 🙂 Já há 3 meses que tinha dito que a América estava num caso muito complicado, espero que se safem para o nosso bem (não deles, porque eles têm o que merecem). A China está cada vez com um poderio militar assustador, eu acho que nem os Americanos sabem do poder que eles têm porque eles sabem esconder muito bem, temo o pior daqui a alguns anos.

  3. Srt says:

    podem ver imagens comparativas dos tablets aqui para ver as alterações que a Apple fez:

    http://static.arstechnica.net/2011/08/16/apples-flawed-evidence-4e4a89a-intro.jpg

  4. vala says:

    A ser verdade e com base nas imagens que o SRT colocou… a maça já está fora de validade…

    A Samsung veio mesmo abanar o mercado de tablets\smartphones….

    Cumps.
    Vala

  5. Rui says:

    Que tal a Samsung fazer um tablet em forma de maça ?

    Era diferente do iPad…

  6. Henrique says:

    Não me parece que as queixas da apple sobre o tab da samsung tenha a ver com a aparente semelhança entre iPad 2 e tab 10.1, mas sim entre o iPad original e o tab. Digo isto porque o tab 10.1 foi anunciado apenas dois meses depois do iPad 2, o que à partida é um intervalo de tempo insuficiente para o desenvolvimento de um dispositivo deste género… (mesmo que totalmente copiado :P)

    • vala says:

      Então mas o samsung tab tem quase metade do tamanho do ipad….

      Não percebo…

    • Jose says:

      Gostava de saber o que anuncio tem a ver com desenvolvimento, abre os olhos.

      Não se anuncia uma coisa mal se começa a desenvolver, só se anuncia depois de algum tempo de desenvolvimento para mostrar imagens, e outros.

      Por isso não uses isso como desculpa, e a prova que não é essa semelhança está nas imagens, foram adulteradas, e não existe nada semelhante.

  7. Bruno Coelho aka murder_rabbit says:

    job´s sinceramente nada a ver um com o outro

  8. Emannxx says:

    Desculpem lá, mas nota-se perfeitamente pelas imagens que o “SRT” colocou, que a imagem foi manipulada para se parecer mais com o iPad. Até o logo da Samsung foi praticamente retirado, e escureceram imenso as laterais.

    Só mesmo um juiz completamente cego é que dá razão à Apple.

    Desta vez, jogou sujo. Muito sujo, I mean, será que vejo medo da concorrência por parte da Apple, ao ponto de esta fazer o que fez?

    • Bruno Coelho aka murder_rabbit says:

      concordo alias a apple já pos a prova enganadora na net hehehehe
      http://www.gizmodo.com.br/conteudo/apple-apresenta-prova-enganosa-contra-samsung-galaxy-tab-na-alemanha/

    • João Ribeiro says:

      Mas mesmo que fosse o que está na imagem que mal é que tinha? Eu não sei se eles chegaram a patentear o design dos tablets, mas sim assim foi, é uma vergonha. Então queres ver que agora cada marca tem que lançar um monitor com tamanhos diferentes porque a outra resolveu patentear o design do seu monitor (o que incluiu portanto o tamanho)? Mas ao ponto a que isto chegou. Se eu arrancar o ecrã do meu portátil, sou logo condenado porque se parece com um IPad? Não me lixem. É que se o argumento principal desta notícia ou da própria Apple para proibir a comercialização do tablet da Samsung estivesse relacionada com a utilização imprópria de informações (espionagem industrial) para desenvolver o hardware que compõe o tablet da Samsung, sim tinha toda a razão para o fazer… Agora se utiliza como argumento principal o aspecto, epa não vale a pena entrar por ai…

      A Apple com isto só tem a perder. Uma pessoa que compra um IPad, compra principalmente porque sabe que é um produto de excelência, de uma marca que faz os seus produtos com qualidade. Sabe que é Apple e sabe que é um Ipad e compra porque tem dinheiro e porque quer um Ipad. A Apple com a propaganda que faz não precisa de se sentir ameaçada, porque o nome e o símbolo já move mundos e fundos.

      • RaCcOn says:

        Sim tens razão, e apesar de o que está a vir a comunicação social ser acerca do design acredito mais na questão hardware utilizado e em alguma característica do mesmo que tenha sido desenvolvida e patenteada pela Apple.

        Qualquer das formas, o samsung é efectivamente muito mas muito semelhante ao ipad, até no raio da ficha do cabo de dados.
        Mas nem é de estranhar, pois a Samsung é uma marca que vive a sombra de outras marcas e neste caso especifico é da Apple.

        • João Ribeiro says:

          Pois! Parece-me que a utilização desta imagem foi uma estratégia clara da máquina de propaganda da Samsung para desviar as atenções do mais importante. No entanto, se for provada a falsificação da imagem por parte da Apple, quem cometeu o grave erro foi a Apple e portanto é normal que agora pague bem caro por isso. Tal como o provérbio diz: “O feitiço virou-se contra o feiticeiro”. O problema disto tudo é que existem muitos feitiços, feiticeiros e magias por baixo das mesas que nós nem sonhamos!

          Que a verdade seja apurada e que os culpados paguem por isso (como se o mundo fosse uma utopia :D)

          • RaCcOn says:

            A questão nem é culpados ou não…
            Sinceramente não acredito que a Apple se metesse a falsificar imagens, até porque isso em tribunal pouco lhes iria valer…
            Uma imagem não é prova em tribunal…
            No caso do design, iriam ter de ser recolhidas uma amostra de cada um dos tablets para serem comparados em tribunal.

            Como referi, duvido mais que a questão tenha a ver com design, mas que tenha a ver com hardware.
            Qualquer das formas, quem diz que o Samsung não tem nada a ver com o iPad no que diz respeito a design, só pode necessitar de óculos ou não viu os mesmos dispositivos que eu vi e tive em mãos.

    • PorquinhoBranco says:

      ou um juiz que tem accoes da Apple! 😀

  9. racpxt says:

    Já agora o sr. Jobs que pergunte ao sr. Juiz qual a pena para o grave crime de distorção de provas…

    http://www.techdigest.tv/2011/08/did_apple_fake.html

    • MZX says:

      Nada, simplesmente ficará em pune.

      • Hélder Ferreira says:

        Não precisamente.
        Se for realmente provado de que as provas apresentadas são falsas, e que houve manipulação na imagem, isso é crime e punível por lei.

        A Apple pode ser acusada de fraude, manipulação de provas, entre outras coisas que poderá ser acusada.

        Agora, podem é levar uma pena pequena, como uma multa de 10 mil dólares, 100 mil dólares (o que é isto para os lucros da Apple?), o que realmente era merecido era ser proibido durante meio ano a venda de produtos Apple na Europa, isto deveria chegar para o Jobs acalmar os cavalos.

  10. leo says:

    Ó malta, sigam o meu raciocínio …

    Eu olho para a Apple e tudo o que se passa hoje ao seu redor e vejo a guerra que a Microsoft empreendeu há alguns anos atrás contra “o fantasma” do linux, na qual até o nome Lindows chegaram a processar, ou o serviço Samba que diziam violar uma das suas patentes, entre outras coisas…

    (A única diferença aqui é que a Apple tem o mérito de criar, enquanto a Microsoft tinha o “mérito” de copiar e lucrar com isso…)

    … enfim, o linux não só não desapareceu como me parece até que cresceu e continua a crescer em adeptos e serviços que dele dependem, ou seja, tornou-se mais forte!!

    Será isso que vai acontecer com a Samsung, ou por outro lado, irá a Apple ficar com má imagem no final desta “guerra” perante aqueles que hoje a defendem com unhas e dentes?

    A ver vamos…

    • Scheldon says:

      1- mesmo nos piores anos a M$ nunca de deseu tão baixo ou usou de métodos tão absurdos.

      2- Oque a apple criou? Depois é claro da corrupção em massa?

      • leo says:

        Amigo,
        sem querer tomar partido de ninguém, …

        Dá uma olhada nisto…

        Pirates of Silicon Valley
        http://www.imdb.com/title/tt0168122/

        Vale a pena!

        • Jose says:

          Menos, muito menos, isso é um filme, se quiser faço um filme, e mudo os factos todos.

          A Apple não é nenhuma inocente quer queiras, quer não. A Microsoft copiou? Gostava de saber quem não copia neste mercado. Abre os olhos.

          Agora o que Apple fez, é o que se chama jogar sujo, e isso sim poucas o fazem. E não me venhas falar em Microsoft, quem dera a Apple estar neste momento nos pés da Microsoft, com isto a Apple só alimenta mais haters.

          • Luis Sousa says:

            Pois claro, faz lá o filme e adultera os factos e veremos se as partes mencionadas no filme não te caiem em cima. Sim é um filme, mas não anda muito longe da verdade, pois o que as várias empresas foram criando/copiando ficou na história de outras empresas/pessoas e media.

      • RaCcOn says:

        Criou várias coisas que tu utilizas hoje em dia, que te são essenciais e que tu não sabes sequer quem as fez…
        Um exemplo é os tipos de letra no sistema operativo…
        Outro exemplo são os apoios de pulso nos portáteis…
        Mais?

  11. Vítor M. says:

    Heheh… eu confesso que logo pela manhã quando li nalguns sites alemães esta notícia… fiquei admirado como uma imagem vale mais do que as especificações técnicas, do que as provas patenteadas e uma foto que pode ser sempre interpretada conforme o enquadramento das sombras, da precisão e distancia da focagem e tal… quantas vezes já ouvimos falar que em tribunal uma imagem tem um valor pouco relevante?

    Outra questão é o batalhão de advogados da Apple, pagos a peso de ouro fazerem uma trapalhada dessas 😀 vocês acreditam nisso? 😀

    Há sim uma pressão da Samsung que interpôs recursos com base em argumentação certamente bem fundamentada, onde haverá alguma característica que recorra às dimensões ou comparações mais técnicas… agora ai e tal a imagem está esticada para parecer do mesmo tamanho que o iPad… e o juiz: ai é, então como afinal não são do mesmo tamanho acaba-se já aqui as comparações… 😀 acreditam mesmo mesmo nisso? 😀

    Mas ok, vamos deixar o tempo avançar, pois se fosse de facto algo muito “amarfanhado” até na Alemanha era levantada a sanção… não vos parece?

    Os haters atiram-se logo à maça 😀 com unhas e dentes… por isso é que a marca muito gadget vende 😉

    Força aí, digam mal à brava… mas depois lá estão na fila a pagar o iPod, o iPad, e agora no início das aulas… o MacBook 😉

    • a friend☺ says:

      Ninguém sabe ao certo se foi manipulado ou não, nem mesmo a Samsung se prenuncia quanto a isso.

      Mas..sendo verdade e provado, como se o “aspect ratio” fizesse muita diferença nas restantes evidências.

      Claro que os haters usarão esse argumento para mandar abaixo a Apple, isso é mais que obvio… é o loop constante que nunca terminará.

      Mas, sem Apple.. tem Samsungs Tablets haviam. Alias, havia sim… os “iSlate” com Windows! Aquele que tentou aparecer antes do iPad e já ninguém sabe do paradeiro. 😉

      • Mesh says:

        “Mas..sendo verdade e provado, como se o “aspect ratio” fizesse muita diferença nas restantes evidências.”

        Oh sim porque a falsificação de provas quando feita pela Apple é justificada e perfeitamente legal.
        É por causa das asneiras que dizem como estas que perdem completamente a razão em tudo o que dizem.

      • João Ribeiro says:

        “Ninguém sabe ao certo se foi manipulado ou não, nem mesmo a Samsung se prenuncia quanto a isso.”

        lol, nota-se de longe que foi manipulada a imagem, agora por quem é que é preciso ter mais cuidado porque apesar de tudo indicar que foi pela Apple eu não sou ingénuo neste mundo 😛 (mas não quero entrar em teorias da conspiração, até agora todos os factos apontam que foi a Apple)

        “Mas..sendo verdade e provado, como se o “aspect ratio” fizesse muita diferença nas restantes evidências.”

        O problema é que foi a própria Apple a usar isso, o aspecto! E por isso é que aqui isto está a ser discutido.

        “Mas, sem Apple.. tem Samsungs Tablets haviam. Alias, havia sim… os “iSlate” com Windows! Aquele que tentou aparecer antes do iPad e já ninguém sabe do paradeiro.”

        Toda a razão do mundo.

    • AO says:

      Macbook?! isso come-se?!!? ahahaha, antes usar o Ubuntu que Mac!!

    • Hélder Ferreira says:

      De mim de certeza que não verão um cêntimo xD
      Não tenho dinheiro para alimentar o luxo de preços da Apple. 😉

      • Emannxx says:

        Já somos dois. Eu não dou tanto dinheiro por um computador medíocre, com o SO com o qual eu não consigo ter o mesmo desempenho, quando por muito menos consigo ter uma máquina bem superior, com um SO que nunca me deixou mal.

        • Vítor M. says:

          Não sabes do que falas, nota-se facilmente. Eu não é por um nunca te ter deixado mal que um outro será mediocre, eu diria que é o desconhecido que te deixa inseguro.

          Embora os restantes SO’s sejam muito bons, o Mac OS X não é de certeza mediocre, só quem desconhece e desdenha pode dizer uma coisa destas.

          Máquinas mediocres? Querias tu conseguir comparar para avaliar 😀 (teres tipo os topos de gama lado a lado), eu que trabalho com grandes equipamentos afirmo-te que dificilmente consegues uma máquina como o meu MacBook PRO I7 de 2011 pelo preço que o comprei.

          Mas lá está, quem desdenha quer comprar 😉

          Não se deve dizer mal do que se desconhece caro amigo 😀

          • Mesh says:

            Não concordo em tudo com o Emannxx, especialmente no que ele diz sobre o desempenho isso é igual tendo o win vantagem nos jogos devido ao Directx.

            Mas usando os teus argumentos podes desdenhar do Linux, mas não sejas assim… estar a desdenhar da Microsoft que tem 90% do mercado… 🙂
            (pronto agora 89% do mercado, se considerares o ios também)

            E para comparares com o teu – http://www.dell.com/us/p/xps-l702x/fs

            Adiciona o melhor processador, 16Gb de memória e o disco SSD de 512Gb e ainda ficas abaixo dos 2500€ 😉

            Se quiseres as características do teu fica por 1400-1600€, sempre poupas dinheiro! 😉

          • kekes says:

            Não sei o preço que pagaste mas para o consumidor comum dá para comprar dois equivalentes…

          • zhor says:

            MacBook PRO I7

            core i7
            4GB ram 1333MHz
            Radeon HD 6750M

            É isso?

            Não dava mais que 700€

            Deste menos que isso?

            Mas a apple até tem PC’s desktop de topo mesmo, só que esses custam acima de 3000€, e compra-se equivalente pouco acima de 1000€.

          • Vítor M. says:

            E o resto?

            Vocês têm umas piadas giras 😀 Não davas porque não sabes avaliar a máquina, se soubesses verias que tem tecnologia de topo e que vale mais de 2 mil euros. Mas isso vai para além do que possas dizer, não tens, não sabes, dá um exemplo de uma máquina que possa ombrear com a minha sff?

            Agora respeito a tua “opinião”… parca, pois não tens um, não conheces o desempenho, a qualidade dos material, a qualidade do ecrã, toda uma estrutura optimizada, unibody em aluminio… enfim, é um comentário sem qualquer base de conhecimento este teu.

            Eu respeito-o.. mas é vazio.

          • Mesh says:

            @Vitor M.

            Dá asneira não ver o link como deve ser!

            “qualidade do ecrã”
            É ligeiramente superior no Mac.

            “uma estrutura optimizada, unibody em aluminio…”
            O Dell tem uma estrutura semelhante

            “enfim, é um comentário sem qualquer base de conhecimento este teu.”
            Já tive e não gostei do conteúdo além do SO!

            “Eu respeito-o.. mas é vazio.”
            Ridículo!

          • Vítor M. says:

            Sim é ridículo o que dizes, pois não sabes o que estás a dizer, repara no melhor ecrã disponível nessa máquina, foi o que escolhi para o meu… a Dell 😀 (O Dell tem uma estrutura semelhante) Semelhante? Ui isso é tão vago e tão distante… hahaha a Dell???? Estás a gozar 😀

            Enfim, não sabem mesmo o que estão a dizer… mas pronto…

          • c says:

            Em minha opinião apenas acho que estás a defender o que compraste por orgulho. Como todos os que aqui estão. Just saying.

          • Vítor M. says:

            Mesh compara lá as máquinas sff, estás a falar num Dell homem, uma máquina inferior…

            Mas mesmo assim uma máquina parecida, mas inferior, sem muita tecnologia que o meu tem, como Thunderbolt… etc… a máquina em dólares ficava por 1390 dólares. Com uma estrutura horrível, basta olhar para o design e para o volume do mesmo, com uma fiabilidade Dell, que não goza das melhores reputações… achas que se compara?

            Achas mesmo que é uma máquina que lado a lado com uma MacBook PRO alguém iria olhar para ela?

            heheh 😀 aposto que ninguém olharia para ela 😀

          • Mesh says:

            XD

            Que comentário infeliz!

            A estrutura é praticamente semelhante… horrível?
            que triste..:)

            A fiabilidade Dell está logo atrás da Apple com apenas uma percentagem mínima de diferença.

            Queres fiabilidade – tens melhor na Sony, Asus e uma outra marca que não me lembro agora.
            A Apple está no 4º lugar. 😉

          • Stranka says:

            Olá fanboys. Só para começar experimenta trabalhar em dual screen e ter que ir da aplicação da direita para o “rico” menu apple do lado esquerdo, é de facto muito prático, já para não falar no recentemente extinto mighty mouse que hera um brilharete de ergonomia muito melhor que por exemplo o meu logitech mx revolution, já para não falar de quão prático é fazer cmd+c comparativamente com ctrl+c, ou ainda ir para o inicio da linha, seleccionar mais que uma palavra etc etc etc. Achas que devo continuar é que ainda não acabei posso continuar por exemplo nas chavetas que são muito práticas (hironia) de se fazer ainda por cima muito necessárias em objective C (que é a principal linguagem de programação para mac). Vou parar por aqui pois não quero que atires o teu “topo” de gama MacBook PRO I7 pela janela fora. Só para saberes tenho um iMac 24″ com snow leopard e um pc com linux/barra windows e… …os computadores são muito mais que imagem e video. Já agora tambem vi o “Pirates of Silicon Valley” e se bem me lembro a MAC copiou da XEROX, mas será que estou enganado…

        • Vítor M. says:

          kekes dá lá dois exemplos… vá despacha lá a tua opinião…. ………..boring…. :S

          • Percebes pouco e compraste mal. O que gastaste tem a Alienware melhor e de boa marca. No interior do pc (sim pc porque leva intel) tens tecnologia da Foxconn. Sabes quantos rebalings fez a empresa onde trabalho nessas máquinas para a própria Apple? n^2. Comprar isso ao SonyVaio é um crime. Mas tu é que sabes porque tens um laptop achas que é de topo. De topo foi o que tu pagaste, na nem imaginas a margem de lucro de um Apple 🙂

          • Vítor M. says:

            😀 Segue antes este! não brinques comigo 😀

            Estamos a falar de máquinas a sério e não te “trambolhos”… vocês lêem o que escrevem?

            Depois… lá está falas sem saber, eu também tenho um Sony VAIO e sei bem o que vale a Sony, vale muito no meu entender, mas se tivesses arranjado uma máquina à altura na Sony para ombrear com o meu Mac terias deixado e o que fizeste?

            Falaste numa aberração, mostra mesmo o teu conhecimento sobre o assunto.

            Olha bem a comparação 😀 só podes estar mesmo a brincar ou nem sabes do que se trata….

          • Luís Santos says:

            Bem, oh Vítor… isto afecta-te mesmo 😛

            Mas ninguém te pode censurar por seres – aliás, como todos nós – humano. Um gajo defende sempre a sua dama 😉

            Mas se querem máquinas a sério, arranjem um ThinkPad hehe

          • Vítor M. says:

            Luís Santos 😀 não afecta nada, apenas estamos a trocar ideias e eu não deixo de achar uma certa piada a quem compara o incomparável.

            Mas à parte disso.. respeito a vontade e a opinião de cada um… apenas é importante quando comparamos saber o que está em cima da mesa.

          • Luís Santos says:

            Vítor perfeitamente, essa dou de barato: há comparações e comparações. Mas falando de portáteis e da qualidade dos mesmos vs. o preço e tudo o mais, até que ponto é que é legítimo falar do aspecto deles, como tu fizeste? Para além de não ser importante nestas comparações, é absolutamente subjectivo. Olha novamente o exemplo dos ThinkPads: uns caixotes pretos sem jeito nenhum. E, pessoalmente, sempre os achei lindos 😉 Além de serem máquinas de topo em todos os aspectos.

          • lmx says:

            lá de topo são…mesmo muito bons é certo, mas caros como tudo, mete la um thinkpad com specs no maximo e vais ver…
            O preço final sai-te mais caro que sei la o quê…

          • Eduardo Garcia says:

            LOL… tenho um semelhante ao “Tianhe-1” não vai dizer que o teu macbook é mais potente ainda..?? kkk 😀

          • Eduardo Garcia says:

            Antes que me apedrejes até a morte.. o comentário acima foi uma brincadeira… 😀

          • Luís Santos says:

            lmx nada como ires ao site deles e fazer umas configurações.

            Para este efeito, não metas tudo do melhor. Usa antes as specs do Mac do Vítor como referência, pois era essa a comparação que se estava a fazer.

          • Luís Santos says:

            O que é certo (apesar de ser “off-topic”) é que se tem falado muito de vários portáteis e se tem gabado muito este e aquele, mas ainda ninguém disse objectivamente (muito menos justificou) porque é que um é melhor que outro.

            P.S. – os portáteis não são para se olhar para eles, ok? 😉 Se o Van Gogh pintasse um quadro na tampa dum Dell passava a ser o melhor? :LMAO j/k

    • Sérgio Ferreira says:

      Por acaso ainda ontem vi na net esses rumores, tenho sérias dúvidas que advogados/engenheiros da Apple tenham feito essa trapalhada de manipular imagens.

      Hoje tive oportunidade de estar na Fnac do Colombo e ver ao vivo o equipamento.

      Honestamente não me parece uma cópia descarada
      Tem semelhanças mas honestamente é o mesmo que dizer que uma máquina de lavar da LG tem o mesmo design que uma da Boch.
      Desculpem-me mas parece birrinha….

      Razões sim tem a Apple ao dizer que em termos de software o Galaxy S é idêntico ao IPhone (mas de forma “rasca”) aí sim teem razão.

      Peço que me esclareçam, todo o processo foi apenas relativo ao design do equipamento ou houve também motivos a nível de software?

      Um aparte, no que a Tablet´s diz respeito continuo a preferir o IPad2 (do pouco que testei/vi nas lojas), pessoalmente num tablet não gostei muito da interface além de se notar algum “arrastamento” entre os ecrãs (possivelmente devido á toneladas de widgets que tinha).

    • Srt says:

      denial is strong in this one

      Os técnicos da Sony também são bem pagos e fizeram a borrada que fizeram. Eu diria que o salário nem sempre é proporcional à qualidade do serviço prestado. Especialmente num ambiente em que se usa a filosofia de pedir desculpa em vez de pedir permissão.

      • Vítor M. says:

        Também é verdade, mas num acto destes… não será uma imagem que irá fazer descambar uma acção que deve custar milhões à Apple, não achas?

        • Pedro Coelho says:

          Bem, para começar a Apple não apresentou uma acção judicial, mas sim uma injunção com base no design. Há na União Europeia uma forma juridica chamada Community Design.
          E o que é um Community Design? É o seguinte – Fazes um projecto e através de um simples desenho (mesmo daqueles reles) ou uma foto (mesmo com baixa resolução) submetes para validação, e é sempre validado. Mesmo que já existam desenhos ou fotos semelhantes. Ninguém comprova nada, se já há desenhos iguais ou semelhantes, nada, são aprovados e pronto. O caso só se torna relevante se alguém contestar um concorrente com base nesses desenhos ou fotos. Como é este caso. Agora o tribunal terá que ir verificar se o desenho da Apple é único, em primeiro lugar, em segundo se a empresa terá direito a essa contestação (pode se tratar de um desenho demasiado genérico, que parece ser o caso aqui). E só depois de tudo analisado será proferida sentença. Nesse entretanto o concorrente atingido (a Samsung) será impedida de comercializar o seu produto base da contestação e perde milhões, sem falar em imagem, porque a maior parte do ppl não sabe exactamente o que se passa, que é o que parece que acontece à maior parte das pessoas daqui. Ou seja, tudo aponta para que a Apple não irá ganhar esta injunção (penso que nem era o que pretendia), mas fez grandes danos à carteira e à imagem da Samsung.
          Já agora, a Apple é a empresa que mais Community Design tem, cerca de 3000, alguns dos desenhos que estive a ver são cópias de telemóveis dos anos 90, será que a Apple vai querer processar a Nokia e a Sony Ericsson por causa desses desenhos? É que foram submetidos nos últimos 2 anos.
          Já agora a Google não tem nenhum Community Design, e mesmo a Microsoft tem uma dúzia deles apenas. Mesmo aqui ninguém bate a Apple.

          Fica bem
          Pedro Coelho

        • Srt says:

          não seria a primeira vez…

    • s-k says:

      Todas as empresas envolvidas nesta “guerra” estão apenas a defender os seus interesses, o que acho normal e perfeitamente legítimo. Cada uma destas empresas tem a sua “penca” de patentes, para atacar ou para se defender. Mas uma coisa não podes negar. Há empresas que “fazem jogo sujo” para defender os seus interesses.
      Não faço a mínima ideia qual o motivo da proibição continuar na Alemanha, porque não sou jurista e nem conheço os pormenores do processo nem as patentes em causa.
      Mas de uma coisa tenho certeza. Se foi essa a imagem que a Apple utilizou no processo, então foi um golpe muito baixo. E um grande tiro no pé. Até custa a crer que alguém na Apple teve a triste ideia de alterar as imagens. Provavelmente alguém vai perder o emprego.
      Como já disse não conheço os pormenores, a Apple até pode ter razão. Mas essa imagem arrasa a credibilidade da empresa.
      https://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2011/08/samsung_apple.jpg

      E incentivar uma “flame war” não vai contribuir em nada para este site que tenho muito em consideração.

      Cumprimentos

      • Vítor M. says:

        Tens toda a razão, menos no termo, eu não diria sujo, pois são movimentações claras do mercado, tal como são as compras e vendas de produtos, o registo e compra de patentes também o é.

        Agora, vê aqui

        Acham mesmo que é essa imagem que vai decidir seja o que for? Acreditam lá nisso?

        Em relação à hipotética flame war… bom, se as pessoas souberem argumentar, saem destas discussões argumentos e dados importantíssimos, muitas informações anexas recheiam e ajudam à uma compreensão alargada do assunto. Com alguns links que já vi já fiquei a saber mais.

        Depois é obvio que há muita gente que atira e fala para a bitaitada… mas não censuramos, deixamos as pessoas expressarem a sua opinião.

        • s-k says:

          Eu não acho que só a imagem vai decidir quem tem razão. Como eu disse a Apple até pode ter razão. Mas se teve um infeliz dentro da empresa que se lembrou de alterar a imagem, isso pode prejudicar a empresa. Porque parece coisa de aldrabões.
          Também é preciso apurar se de facto a Apple usou a tal imagem manipulada. Ou se é algum jornal alemão que está se aproveitando para fazer propaganda.
          Em relação ao termo “jogo sujo” infelizmente existem empresas (plural) que jogam sujo mesmo. Talvez eu não tenha sido claro no meu comentário.

        • afrsa says:

          ” mas não censuramos, deixamos as pessoas expressarem a sua opinião.”

          Sendo esse o caso gostava de saber porque o meu comentário ao Serva foi censurado? Que coisa de tão má tinha o meu comentário? Lê-se aqui por baixo ” Morte à Apple”… porque o meu comentário não foi publicado e comentários desse teor foram?

          Será este comentário também censurado?

          • Vítor M. says:

            Não sei do que falas, alias não é a primeira vez que tu dizes essas coisas e não existe nada.

            Se cumprires as regras, alias o teu comment apareceu, não haverá razão para não teres os teus comments publicados.. claro, tens é de clicar no botão “Submeter comentário”… como é óbvio!!!

        • zhor says:

          “Segundo a empresa, o tribunal alemão não tem poder para empresa-mãe Samsung Korea impor uma proibição em outros países do que a própria Alemanha. O argumento: os tribunais alemães não pode decidir se uma empresa comercial coreano na Itália, por exemplo, pode flutuar.”

          Foi o que verifiquei há pouco.

    • Luís Santos says:

      Vítor eu percebo perfeitamente que um gajo seja fervoroso na defesa da sua dama, até porque todos nós temos preferências e gostos e isso tudo.
      Mas será que fica bem a uma pessoa (ou, se calhar por força do preconceito, pior ainda a quem gere aqui o “estaminé” ;)) esse tipo de arrogância nos comentários que fazes?
      É que se, por um lado, parece que até tens alguns argumentos e justificas bem os teus gostos, por outro lado esse tipo de atitude pode transparecer como sendo alguém a quem faltam os argumentos e começa a “incendiar a palhota” na hora da aflição 😉

      Nem Apple nem Samsung são perfeitas, nem nenhuma delas produz produtos perfeitos. O que, felizmente, existe são pessoas com a sua identidade e individualidade que dão valor a diferentes coisas e a quem agradam umas coisas e repulsam outras.

      Peace! 🙂

      • Vítor M. says:

        Luís Santos, quando não se consegue argumentar, ataca-se com argumentos do tipo “gajo seja fervoroso na defesa da sua dama”, “pior ainda a quem gere aqui o “estaminé” e “esse tipo de arrogância nos comentários que fazes?”… ir por esse caminho é dizer que afinal não temos como contrapor. Não tem nada de arrogante, o ler a “emoção” de quem escreve é da responsabilidade o receptor 😀 eu não sou nem agressivo nem arrogante, apenas sou assertivo.

        Quando se ataca a pessoa em vez da argumentação,,, está explicado”

        Concordo contigo e sei que nenhuma é perfeita, mas actualmente discute-se quem é menos imperfeito.

        Se não querem entender dessa forma, se não querem que as pessoas, mesmo as que estão deste lado tenha opinião… muito mal vai capacidade de discussão 😉

        Eu tenho as minhas preferências e não as escondo, não defendo nada de forma intransigente, tudo tem prós e contras… muita gente é que só consegue ver os contras.

        Mas sim estou contigo… Peace! 😉

        • Luís Santos says:

          Caro Vítor,

          longe do que disseste, o que eu escrevi não foi nenhum ataque. Foi uma leitura do mesmo tipo que tu tens feito, e uma espressão nos mesmos moldes. Mas é curioso ver a tua reacção quando “provas do teu remédio”, por assim dizer (e, novamente, sem ofensas) 😉

          Mas uma coisa é ter-se opinião e deixar que os outros tenham as suas, outras é tentar impor uma opinião, que não passa disso, como se de uma verdade absoluta e incontestável se tratasse.

          Responder a uma pessoa que argumenta correctamente com “não sabes do que falas” e usar frases como esta:

          “Força aí, digam mal à brava… mas depois lá estão na fila a pagar o iPod, o iPad, e agora no início das aulas… o MacBook ”

          são accções tuas que contradizem o que acabaste de dizer 😛

          Não só é arrogante – e até pretensioso – como exclui automaticamente e irrevogavelmente a hipótese de respeitares o que os outros dizem.

          Aceita isto como uma sugestão ou crítica construtiva, para ti ou para o blog em geral e a imagem que ele passa cá para fora, ou aceita como uma opinião minha – quer a respeites ou não – ou até como um ataque, se assim o entenderes.

          No fundo, o que será a verdade? A intenção como que eu escrevi estas palavras, ou a forma como as interpretas? 😉

          Abraço

        • Luís Santos says:

          Ah, e é melhor ires ver o significado de “assertivo” no dicionário.

          Eu leio muito do que escreves e reparo que na maioria das circunstâncias realmente és assertivo. Menos quando se fala de Apple 😉

          Mas, como eu disse, defender a nossa dama tem destas coisas, e tem que se dar o desconto. A todos 🙂

  12. pfbc says:

    iDestino, iDestino..

  13. leo says:

    Não tenho nada contra a maçã!
    Simplesmente acho que o caminho do monopólio ou o do abafar a concorrência nunca foi nem é bom pra ninguém …

    • Hélder Ferreira says:

      Eu também não tenho nada contra a Apple ou contra os produtos da Apple, acho simplesmente ridículo este papel que a Apple está a desempenhar só para conseguir mercado.

      Isto já não se pode dizer que é um simples monopólio, isto já é um monopólio doentio, a Apple anda constantemente nisto.

      Como disse no meu comentário, a Apple deveria levar uma partida daquelas tão grandes que pensaria 2 e 3 vezes antes de pensar fazer coisas deste género.

      • Vítor M. says:

        Mas não achas que a Apple, como a Kodak ou a Nokia, tem de defender o que é seu?

        É que a Apple quando usurpou os direitos de terceiros… pagou, logo tem de exigir que os restantes também paguem, não te parece?

        • Hélder Ferreira says:

          Usando provas forjadas, não.

          A Apple entrou em caminhos muito perigosos, o que a Apple está a tentar fazer é um monopólio doentio.

          Tanto a Samsung, como a Apple, a Nokia, Kodak, etc, têm os seus direitos.

          Agora imaginemos a Kodak entrar em problemas, como a Apple entra com outras empresas, só porque por exemplo a Sony lançou uma máquina fotográfica tão potente como a da Kodak, e porque tem cantos redondos, e porque tem acabamentos em alumínio.

          Neste caso da Apple, os verdadeiros factos e direitos da Samsung foram usurpados por uma imagem muito má manipulada pela Apple.

          O que realmente não intendi é como a imagem da Apple teve mais valor que as características do equipamento da Samsung.

          A Apple não fez isto por questões de usurpação de direitos ou coisas parecidas, simplesmente o fez porque este tablet iria causar muitos terramotos para o lado da Apple e ela iria perder algum mercado.

          Esta birra entre a Apple e a Samsung já vem a durar uns bons tempos.

          No meu ver, até por questões legais, a Apple deveria pagar um grande multão pelo que fez.

          É como por exemplo eu pegar numa mulher nua, cortar-lhe a cabeça e colocar uma cabeça de uma pessoa famosa e publicar isto na internet. A vitima poderia e deveria processar-me pelo que fiz, uma vez que aquelas imagens denegriram a imagem da pessoa.

          Aqui é a mesma coisa, o que a Apple fez com a Samsung.

          Pedro, tens de admitir que a Apple tem entrado em caminhos muitos perigosos, e um dia pode-lhe acontecer exactamente a mesma coisa que ela está a fazer às outras marcas.

  14. Hélder Ferreira says:

    O acho que o mais estúpido disto tudo foi o juiz xD
    Como pode ser possível o juiz aceitar como prova em suporte de imagem sabendo que as mesmas podem ser facilmente adulteradas?

    Se fosse-mos nós a apresentar uma fotografia como prova, o juiz ou juíza não aceitava até que fosse provado a autenticidade da mesma.

    A Samsung deveria processar o juiz por não ter executado o protocolo normal de autenticidade da foto ou imagem, igualmente processar a Apple por a mesma ter apresentado provas falsas, quer dizer, o próprio juiz deveria multar a Apple ou mesmo proibir a venda do iPhone 5 por alegações falsas e apresentação de provas manipuladas.

    Enquanto a Apple não for devidamente punida, punição essa que servisse de exemplo para outras empresas da mesma área, ela irá continuar a fazer o mesmo de sempre.

    A Apple já mostrou N vezes a sua verdadeira cara.
    A Apple sabia muito bem que o lançamento deste tablet da Samsung iria causar terramotos para o lado da Apple e iria roubar algum, se não muito até, mercado à Apple.

    Na minha opinião, as pessoas deveriam pregar uma grande partida à Apple, não comprando iPhone’s, iPad’s ou outros serviços da Apple durante algum tempo e que fossem comprar da concorrência, a Apple numa próxima vez iria pensar 2 e 3 vezes antes de fazer alguma coisa deste tipo.

  15. eutech says:

    daqui algum tempo vai se criar tablets e smartphones todos tortos e design feios para a apple não fazer queixa que o certo gadget é igual aos seus produtos. no comments

  16. Serva says:

    Boa tarde ,

    Há várias coisas que não percebo , toda a gente sabe que a Samsung até já fez telemóveis que descaradamente em termos de aspecto são uma cópia do Iphone , este tablet é de facto diferente do Ipad 2 basta irmos a Fnac e vermos com os nossos próprios olhos , em tudo até nos materiais de acabamento exterior ,então porquê agora esta acção em tribunal , será pelo sucesso do Samsung Galaxy 2 que já vendeu quase 5 milhões de unidades ????…. será que a Aple quer acabar mesmo com a Samsung ?, depois o tribunal Alemão que é o responsável pela aprovação das patentes no espaço Europeu liberta as vendas em toda a Europa mas continua a restringir na Alemanha , Humm… estranho no mínimo , vamos ter de aguardar noticias mais concretas sobre este tema , não estou muito convencido desta noticia .

    A ser verdade esta manipulação de imagem isto seria gravíssimo para a credibilidade da Apple , espero que eles não tenham mesmo feito isso .

    Agora de facto a Apple ficou mais fraca até porque a própria Samsung está a tentar impedir a importação para os Estados Unidos da América da próxima geração de Iphnes e Ipads por ” alegada ” usurpação de patentes da Samsung , ou seja isto é uma telenovela que nunca mais acaba , existem movimentações como nunca vamos na compra de grandes empresas com o intuito final de ficar com as patentes estando pouco claro o que se fará as partes fabris e com tudo isto de facto ninguém ganha e muito menos a Apple .

    Quero desde já vos dizer que tenho o tablet 1 o de 7” da Samsung e as parecenças como Ipad 1 são nulas em TUDO acomeçr pelo tamanho comandos exteriores etc , etc …. , não sei se alguns componentes de hardware serão partilhados , suponho mesmo que sim é normal quase em todos os dispositivos existirem partes que são comuns e daí a guerra das patentes , agora digo-vos eu estou satisfeito com o tablet o Android é fantástico só que a Samsung não dá suporte a upgrades como seria a sua obrigação para quem comprou os seus produtos , era por aqui que a Apple poderia fazer a diferença e não por estas guerras parvas que só vão ainda mais revoltar as pessoas .

    Aceitem os meus cumprimentos

    Serva

  17. Serva says:

    Errata

    Aonde está escrito vamos , deveria ler-se como nunca ”VIMOS ”

    as minhas desculpas

    Serva

  18. Jose says:

    E depois a Apple é a melhor e a boa da fita 😀 Ya Right, não abram os olhos.

    Morte a Apple! \O/

  19. K says:

    Eu gostava de saber onde andam aquelas pessoas todas que postaram aqui a favor da apple como se eles terem razão fosse um dado adquirido. Por acaso, eu tinha la levantado a questão de qual seria a opinião de toda a gente caso isto acontecesse.

    A apple tem bons productos principalmente em qualidade de construção. excessivamente caros em minha opinião, mas bons, embora o conceito de caro seja relativo. eu entendo ganância, mas era desnecessário, se tens um produto bom, ele próprio vai tratar de si. Também entendo a ideia de querer proteger ideias originais de serem usadas por terceiros, mas fazer isto e dar para o torto só estraga imagem imo. Mas um dia destes eles dedicam se a instituições de beneficência para melhorar a imagem e fica resolvido, como o bill gates fez. Bah eles deviam era dedicar se a melhorar o que tem em vez destas palhaçadas.

  20. aver says:

    Vocês desculpem lá.
    Pessoalmente não são favorável às patentes (é mais copyright) “look and feel”.
    Penso que a decisão final será favorável à Samsung.
    Agora … não encontro a confirmação da notícia do post em lado nenhum.

    A “via” do post especula. As fotos do post e citadas em comentários são “fake”. Divirtam-se.

    • aver says:

      …Pessoalmente não sou ..

    • Vítor M. says:

      Sim isto é especulação claro que sim 😀 mas está a fazer furor no mundo do contra 😀

      • Ryan says:

        faz furor porque ha pessoas que tem olhos abertos e que nao vem so um lado da questao. Esta a fazr furor porque a arrogancia dos americanos bateu no ridiculo. ainda esta semana com alguns amigos que ate nem sao por ai alem entusiastas da tecnologia que diziam que a Apple chegou ao cumulo de tentar anular a concorrencia com queixinhas de meninos.
        Eu por acaso a tinha visto este tablet fora de Portugal quando ele saiu e a escassos metros ha uma loja da Apple. Por acaso quase nem conseguia distinguir um do outro 🙂
        A Apple tem de se habituar a conviver com estas coisas. Eles copiam outros tambem uses tu e outros os argumentos que desejares.

        • Vítor M. says:

          Homem, isso é obvio, mas porque razão achas tu que a Apple, mais os seus parceiros, compraram portefólios de patentes?

          Obviamente é para poderem desenvolver os seus produtos sem teres de pagar royalties…. mas então os outros podem usurpar essas patentes?

          Claro que não, então não viram o que aconteceu à Apple quando “pisou os calos” à Kodak?

          Ahh pois, pagou e não bufou… ou melhor, bufou e não foi pouco, como no caso com a Nokia… então achas tu (não achas de certeza) que iriam deixar os restantes player usar sem pagar?

          É obvio que não e digo-te, a seguir será a Microsoft e outras entidades a colocar outras empresas em xeque, ao abrigo dos milhões gastos em patentes da Nortel 😉

          Mas então a Google não se está a preparar para o embate?

          Claro que está e exige milhões actualmente a outras empresas para utilizarem patentes suas… como é obvio.

          Isso é ver só um lado da questão?

          Eu acho que isto é ser clarividente na apreciação da situação, meu caro.

    • aver says:

      O post do site holandês que originalmente publicou as fotos (tradução do holandês para inglês através do Google). Inicialmente não conseguia encontrar a fonte.

      LINK

      O post em que especula sobre a suspensão.

      LINK

      Dia 25 de Agosto há mais.

  21. Valente says:

    Eu não gosto da Apple e quanto a tablet já estou servido. Mas se estivesse para comprar agora, mesmo tendo alguma simpatia pela Samsung, não sei se compraria este modelo da discórdia. Se calhar não. Tudo isto afecta uma pessoa.

    Entretanto cá vou brincando com o meu Galaxy Tab 7″ agora promovido a 2.3.3 Gingerbread… está lindo (perdeu a garantia mas isso é outra história).

  22. Paulo Rodrigues says:

    Boas a todos,
    esta questão serve para os fanboys vociferarem que é um ataque vil à maçã, assim como os haters terem mais um argumento para odiarem um sistema que até agora me parece fiável e estável.
    De cada vez que existe um post sobre um produto Apple, é triste ver os comentários com ambos os lados a acusarem-se mutuamente de estupidez, ignorância e facciosismo. Avaliem as coisas tal qual elas são, e sem misturarem as coisas.

    Neste caso em particular, acreditam que um juiz tenha decidido o que quer que fosse com base numa fotografia?
    Acreditam que os advogados da Samsung acatariam no momento uma decisão fundamentada numa foto adulterada? E não diziam nada cá para fora?
    Não sejamos todos ingénuos, é óbvio que os lobbys estão a funcionar, e a recorrer a todas as armas, pois trata-se de um negócio milionário, e em tempos de crise…

    Portanto não tiremos conclusões precipitadas, sem que se saibam mais pormenores.

    • Vítor M. says:

      Completamente. A Samsung é uma poderosa empresa e não seria um detalhe desta ordem que seria o defraude de toda uma mega acção, sim, pois o que está em causa é uma acção que tem em jogo milhões de dólares em equipamentos suspensos. A Apple e a Samsung não são sempre lobos nem sempre cordeiros. Mas para satisfazer a ansiedade, mesmo as dos grandes sites internacionais, um rastilho de água deste genero, ajuda a prolongar o sonho.

      Que vença a verdade… doa a quem doer.

      • Carlos Sousa says:

        A samsung é grande, mas muito grande. A maioria conhece a samsung pelos seus produtos electronicos mas esta empresa ate petroleiros fabrica.

        http://en.wikipedia.org/wiki/Samsung

        • Vítor M. says:

          Sim isso é verdade, mas o meio que a populariza… sabemos qual é verdade?

          É uma grande empresa e que nos últimos anos deu um salto enorme… porque será? 😉

          • Luís Santos says:

            Porque é boa?
            Já era uma referência dentro das marcas generalistas quando fazia monitores CRC. Passou para as TV’s LCD e foi o que foi. Agora isto com smartphones e tablets. Espanta alguém? Eu acho que não.

            A Ferrari não foi a primeira empresa a fazer carros, e olha agora para ela.

            O que impede uma “newcomer” como a Samsung num determinado nicho de mercado de chegar lá e evidenciar-se? É que também muito se pode dizer dos meios que popularizaram a Apple, e não falo só dos segredinhos e das patentes 😉

          • Luís Santos says:

            Não era, obviamente, CRC mas antes CRT

          • Vítor M. says:

            Luís Santos, sim é boa, mas a Samsung popularizou-se como dizes nos LCDs, CRTs mas também nos electrodomésticos de grande consumo.

            Embora que, pelo meio, teve alguns problemas com a Sharp, Nokia etc…

            Sharp alleges that Samsung has infringed on at least three LCD technology patents. The technologies Sharp alleges Samsung is copying are enhancements to LCD that help it achieve greater brightness, faster response times and better viewing angles by “…regulating and stabilizing the alignment of the LCD molecules.”

            Mas sempre foi nesse mercado que esteve na vanguarda, hoje já não é esse o mercado que “sustenta” a Samsung e isso é notório sabemos que foi importante a parceria com a Apple e o grande boom dos seus smartphones, até então pouco valorizados e com um mercado mais oriental.

  23. Off-Topic:
    Já saiu o 10.7.1

  24. aver says:

    Off Topic

    A Apple vale hoje mais do dobro do Google. Desculpem lá mas isto tem que ser assinalado.
    À cotação de fecho a Apple valia 352,74 mil milhões de dólares e o Google 174,04 mil milhões.
    (Uma vez que tem que pagar um prémio elevado pelas acções da Motorola Mobile, é natural que as acções do Google tenham alguma descida. Não quer dizer que tenha sido um mau negócio).

    Voltando ao tópico e seguindo o link, encontram mais uma guerra de patentes: HTC processa Apple (Reuters). Isto nunca mais acaba.
    http://www.google.com/finance?q=NASDAQ%3AAAPL

    • roliveira says:

      “A Apple vale hoje mais do dobro do Google. Desculpem lá mas isto tem que ser assinalado.
      À cotação de fecho a Apple valia 352,74 mil milhões de dólares e o Google 174,04 mil milhões.”

      E que é que isto interessa para o post em questão?

      Tás sempre a referir isso nos posts e sinceramente ógica da batata ò Aver, ainda mais vindo de ti que até tens comentarios bastante inteligentes. Não tem nada a ver com o tópico e comentários destes só incitam guerrilhas de fanboys.

      “keep it on topic” 😉

      • aver says:

        Acho que não devia ser assinalado o primeiro dia em que a Apple vale o dobro do Google ?

        Até há uma ano e meio o Google valia mais que a Apple e há muita gente que pensa que assim continua. É que o dobro é o dobro, não é um bocadinho. Um estagnou e o outro partiu para os píncaros.

        Também assinalei na semana passada o dia (único) em que a Apple foi a empresa mais valiosa do mundo. Uma tecnológica à frente de uma petrolífera.

        As guerrilhas fanboys disto ou daquilo não me interessam.

    • Poeta says:

      A Google é mais útil a mais gente que a Apple alguma vez será.
      Para usares internet, qual é o motor de pesquisas mais usado? Que email o pessoal tem? Calendários na web? Grupos de Trabalho? Edição de documentos online? Etc, etc… O valor comercial pouco importa, mas a google toca em mais gente do que a Apple alguma vez tocará… Isto é um facto…

      • Vítor M. says:

        Tens noção do que estás a dizer?

        Atenta que a Apple nasceu em 1974, 25 anos antes da Google 😀 sabes o que isso quer dizer no ambito do servir?

        Compreendo que as pessoas só olhem para o presente, mas quando a Google apareceu, já existiam motores de pesquisa, já existiam browsers, já existiam Macs que foram utilizados pelos fundadores da Google para desenvolverem o que têm hoje. Chegou ao pontos de quererem o Steve Jobs como seu CEO… depois não conseguindo, obviamente, o pretendido, pois a Google compra muita coisa, mas não compra tudo 😉 contratou Eric Schmidt, diretor executivo da Novell.

        Leiam sff, a cultura informática faz-se do conhecimento da história. 😀 abraço.

        • Luís Santos says:

          Acho que a “prosa” do Poeta foi em tudo correcta (até rimei).

          Repara: o Google é tão usado que já existe em alguns dicionários o verbo “Googlar”. Onde anda o verbo “Macar” ou “Applear”? 😉

          As pessoas que usam a Net (esses milhões todos) usam, na esmagadora maioria, o Google. Ora, apesar da comparação entre universos tão distintos de produtos e serviços, acho que é claro para todos que mais pessoas usam a marca Google do que as que usam a marca Apple.
          Aliás, devem existir mais utilizadores da marca Microsoft, Intel e, se calhar, até AMD, do que utilizadores da marca Apple.
          E as pessoas que usam Apple sabem de tal forma que são uma minoria que se gabam disso (pelo menos gabavam até ao advento do iPhone hehe).

          • Vítor M. says:

            Ó.. ok sabes bem que não é isso que está em causa, sabes bem que se for por marca a marca Apple vale o dobro da marca Google, isto já que falas em popularidade das marcas 😉

            Quanto ao universo de utilizadores… bom em termos efectivos claro, poderás ter razão mas quanto ao valor que cada um vale para a marca, está na cara quem tem mais clientes e utilizadores a aumentar o potencial da marca.

            O ponto de vista é sempre o do valorizar a marca e nesse sentido, não há dúvidas.

            Quanto ao número de utilizadores… os anos de história contam 😉

            Já que falas… a net para muita gente é o E de Internet Explorer 😉 e é muito mais que o teu argumento, garanto-te hehehe

            Quanto à minoria… porra, o iOS é o sistema operativo de dispositivos móveis mais usado no mundo… tens lido o que se escreve desde há uns anos para cá? 😀

        • Luís Santos says:

          Ora bolas, Vítor 😛

          Não estávamos a falar em valor financeiro, estamos a falar em números na forma mais simples: quantidade.
          E tens, como é sobejamente sabido, mais pessoas a “mexer” em Google do que a “mexer” em Mac (falo de produtos e serviços indistintamente).
          Até pessoas sem computador e telemóvel usam Google (no trabalho, ou algo do estilo).
          E sim, o browser da Microsoft tem a vantagem de ser, por assim dizer, “a norma” nos ambientes profissionais. Eu próprio estou condicionado a ele aqui no trabalho 😉
          Ainda assim não te esqueças que, no Explorer, no Mozilla, no Safari ou onde quer que seja, quem vai à net vai eventualmente parar ao Google. Portanto tens muito mais pessoas a usar o Google do que a usar o IE (porque ainda vêm os do Firefox, etc…).

          Globalmente (e na óptica do apreço do utilizador pela marca) acho que é comummente aceite que a Google granjeia mais fãs do que a Apple. Pelo mesmo motivo que já referi. A Google engloba uma franja muito maior de users. Sejam quantos for os anos de história, estamos a falar do presente. Os que já morreram não contam 😛

          E sim, sabes bem que tenho lido (e discutido) a temática dos OS’s de sistemas móveis. E por isso deves saber que o OS mais comercializado é diferente do aparelho mais comercializado. O iOS tem representação apenas nos produtos Apple ao passo que o Android da Google tem que se dividir por “n” marcas.
          Mas o Android (juntando todas essas marcas) é o que vai liderando e roubando pontos, tal como a Apple, aos antigos líderes (Nokia com o Symbian).

          Tudo junto, a marca Google granjeia mais “seguidores”, por assim dizer. Se cobrasse pelos produtos o que cobra a Apple, também seria a melhor representada em termos financeiros.

          Mas… não estávamos a falar da Apple e da Samsung? 😉

    • João Ribeiro says:

      Obrigado pela informação aver. Esse tipo de comentários são sempre bem vindos.

  25. tiago cunha says:

    bem….ninguem ainda viu este tablet a ser comercializado na FNAC? ou não é o mesmo?
    Cumps

    Tiago

  26. Sérgio Ferreira says:

    Ok, do pouco que “investiguei” o que realmente aconteceu foi isto:
    http://www.androidpolice.com/2011/08/16/injunction-banning-sale-of-galaxy-tab-10-1-in-eu-temporarily-lifted-due-to-jurisdictional-concerns/

    Não a história da imagem que me parecia estranha…

    Por sua vez… temos agora a HTC a processar a Apple (uff isto não acaba…)
    http://www.androidpolice.com/2011/08/16/htc-sues-apple-for-you-guessed-it-patent-infringement/

    Estes melros todos em vez de inovarem e criam uma bateria que aguente um bom par de dias e não 1/2 dias como o meu Galaxy S andam aqui com “brigas” de crianças…

    Isto já enjoa…

  27. unknown says:

    tanto comentário xD

    isto anda mau mesmo… pk só na alemanha? tenho que ler os comentários? xD

  28. serva says:

    Boa noite ,

    Então segunda a noticia postada no Link acima a audiência é só a 28 de Agosto na Alemanha e chega-se a conclusão que estre tribunal na Alemanha mais concretamente em Sttugart não tem poderes para impedir a venda de equipamentos no resto da Europa ???? ….. mais uma noticia duvidosa , de facto este tribunal é arbitral e trata das questões das patentes do espaço Europeu excepto na Holanda , cada vez mais confuso tudo isto , as fontes não serão as melhores , vamos ter de esperar mais uns dias até termos alguma noticia mais concreta .

    Eu também partilho a opinião que esta injunção feita num tribunal Europeu de patentes não pode ter como único argumento os fotografias , isso seria demasiado mau e pelo que conheço dos Alemães não deveria ter muito eco , a ver vamos daqui uns dias os desenvolvimentos .

    Uma única coisa estas supostas noticias têm de bom , provar que estamos a falar de designs bem diferentes dentro das limitações de um dispositivo deste tipo .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  29. aver says:

    Só não percebo é uma coisa. O juiz (ou juízes), uma vez que ouviu os advogados das duas partes, não podia simplemente dizer: “Tragam-me cá os dois (iPad e Galaxy Tab) para comparar ?”

    Se o Galaxy Tab já estava distribuído e ia ser posto à venda no próprio dia ou no dia seguinte manda o elementar bom senso fazer isso. Há alguma confirmação de que não foi feito ? É que a história passa logo para a fotografia.

    Um tipo, dum site holandês consulta o porcesso, a páginas tantas encontra uma foto do Galaxy Tab com ícones de app e põe a hipótese de ser erro ou manipulação de prova, por causa do aspect ratio (claro que para os haters, quando pegaram na notícia, foi logo manipulação dos desqualificados da Apple).

    Mas não havia mais fotos ? Era só essa e chegou para o juíz decidir ? Os “trouxas” dos advogados da Samsung, assim que o juiz lhes disse “Comparando estas duas fotos o “look and feel” do iPad e do Galaxy Tab são iguais” não lhe disseram “Para sentir o “feel” tem que mexer nos dois. Está aqui um Galaxy Tab que como vê é mais magrinho e dá-lhe um “feel” diferente”.

    Desculpem lá mas esta história anda mal contada. Da suspensão também.

    • Vítor M. says:

      Por norma e graças a um serviço de excelência da agência representante da Samsung em Portugal, recebemos on real time, os press releases com as últimas informações relativas à Samsung. Foi o caso da informação que colocamos no update no post que publicamos sobre a suspensão da venda dos tablets da Samsung.

      Até agora nada chegou o que prova que nada saiu ainda oficial, o que num caso deste era logo veiculado.

      Assim, até prova em contrário…

    • Pedro Coelho says:

      Aqui na UE temos uma forma juridica chamada Community Design que é uma injunção com base num desenho ou foto e os tribunais são obrigados a aceitar como válido todas as pretenções a esse desenho ou foto e só mais tarde, se alguém contestar, é que será averiguado.
      É o que a Apple fez. E é o que a Samsung está a pagar.

      Fica bem
      Pedro Coelho

      • aver says:

        E os “trouxas” dos advogados da Samsung nada ?!
        Não conseguiram apresentar fotos diferentes ?!
        Ou na tal injunção nem se houve a outra parte ?!
        Um tribunal decide sem ouvir as duas partes ?!

        A minha experiência com pessoal do direito é “Eles é que tratam disso. A nós parece-nos lógico que fosse assim, mas eles é que sabem se é assim ou não – e muitas vezes a lei diz o contrário do que nos parece lógico”.

        Então o que me parece lógico é chegar a um juiz com uma foto do mobiliário que está em exposição e mostrar, pelas fotos, que é igual ao que eu desenhei e tenho o copyright, e pedir que seja suspensa a sua venda, temporariamente. Se ninguém contestar, a suspensão torna-se definitiva Claro que não posso trazer a mobília para mostrar ao juiz.

        Agora dois tablets ! Só vejo uma possibilide “Tragam cá os tablets para eu ver”. Mas isto é a lógica.

        (Daqui a uns tempos estamos todos especialistas em patentes e copyright. Nunca se falou tanto disto).

        • Pedro Coelho says:

          Boas

          Eu estive a ler um artigo de um jornalista Americano que foi investigar o que era um Community Design, pois ele, tal como eu, tinha a sensação que na UE o rehisto de patentes era mais restrito que nos EUA, e esse Community Design, torna possivel registrar seja o que for, mesmo que temporáriamente, mas obriga a utilização de métodos legais que complicam e atrasam o desenvolvimento e comercialização. Não consigo encontrar agora o tal artigo, penso que foi na Ars Technica ou na OSnews que o referiam e remetiam para o blog do jornal que investigou isso, mas aparentemente é assim tão simples.
          De qualquer forma, os técnicos, os programadores e designers individuais, independentes, freelancers e pequenas empresas já vieram afirmar que essa guerra de patentes está a matar o desenvolvimento tecnológico, pois a maior parte desse desenvolvimento é efectuado por alunos de cursos de engenharia nas faculdades de todo o mundo e depois aproveitado pelas grandes empresas – vê o caso do multi-touch da Apple que foi inventado por três estudantes japoneses que depois foram integrados na Apple. No entanto essa guerra de patentes já chegou às faculdades americanas e já há restrições ao uso de alguma tecnologia, pois têm receio que possam ser acusados de má utilização ou utilização sem licença.

          Cumprimentos,
          Pedro Coelho

  30. Marcelo Barros says:

    A Apple tem muita qualidade nos produtos e em termos de look&fell do melhor.
    Se não fosse esta politica da Apple comprava mesmo um portátil Apple, talvez o Air pela sua portabilidade.
    Mas não suporte este tipo de empresas, que mais parece que querem criar uma ditadura, a volta dos mercados onde actuam.
    Concordo que devam proteger os seus eventos, mas a Apple abusa das patentes e não sei como o consegue. Quando estudei direito aprendi que algumas coisas não eram possíveis de patentear, mas Apple la consegue.

  31. Goncalou says:

    Boas!
    Sou apenas um mero curioso sobre estas coisas e acho a coisa um bocado estranha.
    1º Parece-me, e sim apenas isso, que um tribunal Alemão não poderá decretar o que quer que seja em relação aos outros países. Em Portugal os Juízes de Tribunais Superiores não “mandam” nos Juízes de primeira instância será que uma providencia cautelar na Alemã tem efeitos em Portugal?
    2º Por muito que me falem em especificações neste momento compro por exemplo um Dell i5 com placa gráfica xpto mas posso optar por um Samsung (já que falamos desta marca) também i5 com placa gráfica xpto. Não me venham dizer que os portáteis não são todos, ou quase todos, esteticamente parecidos, então o monitor se compararmos dois com o mesmo tamanho de ecrã …
    Porque para tablets tem que ser diferente?
    3º Continuando, por muito que me digam que a Aple é boa, e eu não digo que não, para o comum dos estudantes o que este precisa num computador será internet e uma suite de office (atendendo a que nas escola só temos Windows até posso dizer mais necessitam do Office 2007 ou superior).
    Para terminar que já me alonguei, esta frase “Força aí, digam mal à brava… mas depois lá estão na fila a pagar o iPod, o iPad, e agora no início das aulas… o MacBook” foi forte demais, pelo menos na minha modesta opinião.
    Para acabar tenho a dizer que não tenho nada da Apple, não porque não goste (no outro dia um colega mostrou-me um iPhone e adorei as funcionalidades do brinquedo) mas penso que nunca calhou (ou não tenho coragem de gastar tanto dinheiro 🙂 .
    Gostaria que me explicassem “como se fosse muito burro” a minha pergunta do meu ponto 2.

    • Hélder Ferreira says:

      Por acaso tenho um portátil Asus cujo é parecido a um Pavilion da HP.
      Já o tenho à um ano, e não houve problemas de ter parecenças com o “look and feel” do Pavilion.

    • Poeta says:

      Idiotices da Apple que os fanboys aparam como se um deus decreta e logo é dogma, parece que não têm o mínimo de espírito crítico.
      Alguém comentou sobre os iSlates, penso que a HP chegou a lançar um, e o design, admirem-se, era parecido com o actual iPad, um pouco mais pesado e grosso por causa da tecnologia da altura. E depois os fanboys acusam os outros de copiar. LOOL. A Apple pouco criou, limitou-se por vezes a aperfeiçoar, fazer marketing, outras vezes a criar mercado e aproveitar o melhor momento para vender (nisso a Apple é boa).
      Os computadores já existiam, os telemóveis também, os leitores de mp3 também, os Tablets PC também já existiam.

      • Vítor M. says:

        Eiii que falta de cultura tecnológica meu Deus 😀

        Vai ler a história, deixo-te aqui um post que será importante para que nunca mais digas estas coisas (ficam mal ao serem ditas assim 😉 )

        http://liquidpubs.com/blog/2010/11/08/apple-their-tablet-computer-history/

        Abraço…

        • jorge says:

          Se fores por ai, de certeza que o “tablet” que os meus pais usavam na primaria, foram copiados depois por toda esta geração de tablets..
          processo em cima da empresa Lousas e Lousas, SA, lol

          http://blogdoiphone.com/wp-content/uploads/2009/12/islate1.jpg

          Mas fora brincadeira, antes de comentares a cultura dos outros, que tal pesquisares?

          http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_tablet_computers#Before_1950

          já em 1942: “1942: U.S. Patent on touchscreen for handwriting input.[7][8]”

          e por exemplo: http://en.wikipedia.org/wiki/Dynabook

          entre dezenas e dezenas de modelos, configurações, etc.. claro que cada um adaptado a tecnologia da altura..

          agora, para mim o primeiro a surgir, nestes tempos modernos dos tablet, foi o da HP, o slate.. só não pegou devido ao Marketing Apple e efeito do iPhone.. mas por sinal, ate penso que com uma configuração bem pior que o Slate..

          e desconfio que eles vão evoluir para specs bem mais parecidas com os netbook/notebook pois para ja são limitados em hardware, apenas telemoveis grandes.. Pensoq ue com nova geração Atom e da AMD, e baseados no SO emc ondições, Windows 8/Linux, ai sim.. temos maquinas funcionais..

          PS: para ja, ainda ia mais depressa para um netbook, dos novos, fininhos.. ou então sim, para entreter um pouco, e tivesse €€ para gastar, um tablet.. (ah, tenho um tablet chinoco, lol, de 7″, 50€ para ter uma ideia do uso que lhe daria, em vez de estourar 500€ num de marca, e olhem que ate se porta muito bem e faz quase o mesmo (navegação, IM, 3G com adaptador, wifi, muitos programas, ibook, ate office, etc..), menos jogos pesados, e ate ja levou Android 2.3, lol)

          abraço

          • João Ribeiro says:

            Eu já coloquei o paper do Alan C. Kay (DynaBook) no meu comentário lá em cima 😛 Atenção que a Apple copiou muitas coisas da Xerox. A Xerox foi de longe das empresas antigas uma das mais inovadoras.

            Lembro que entre 87-89 uns gajos da Apple foram visitar a Xerox e passado algum tempo dessa visita a Apple lança a sua GUI que tinha traços muito parecidos com os produtos que investigadores da Xerox estavam a desenvolver.
            Podem ver aqui : http://www.nytimes.com/1989/12/15/business/company-news-xerox-sues-apple-computer-over-macintosh-copyright.html?scp=3&sq=apple+xerox&st=nyt

            O poder compra tudo… Muitas invenções aparecem na universidade e depois são aplicadas/roubadas por quem tem muito dinheiro, ou seja, as empresas. Antes que respondam a contrapor – claro que as empresas também têm os seus centros de investigação ninguém disse o contrário :P, mas também é sabido que quem tem poder tem poder e pode comprar tudo mesmo que não tenha feito nada para isso, é a vida!

          • João Ribeiro says:

            Foi mesmo o Steve Jobs que foi visitar o laboratório do centro de pesquisas da Xerox, denominado Xerox Parc

            😀

          • João Ribeiro says:

            REPAREM BEM NISTO :
            “Alguns anos mais tarde, o sistema é apresentado a Steve Jobs, que viera visitar o laboratório. Jobs fez os engenheiros da Apple melhorarem o conceito, e eles acabaram projetando um modelo duas vezes mais barato que o Star, batizado Lisa. Depois, em 1984, os engenheiros da Apple dividem os custos pela metade mais uma vez e apresentam o Macintosh, que vem salvar o prestígio da Apple do fracasso comercial do Apple III.”

            “Xerox não ousa atacar a Apple na justiça por violação de propriedade intelectual, o que não impede a Apple de atacar a Digital Research na justiça, que realizara uma cópia idêntica da interface para o PC: Digital Research é obrigada pela justiça e degradar sua interface até torná-la inutilizável. Alguns anos mais tarde, a Apple faria um processo similar contra a Microsoft pelo Windows 3.0 e, principalmente, Windows 3.1, mas a opinião dos juízes sobre a propriedade das ideias de interface (e não do código que a implementa) mudou consideravelmante, e a Apple não ganharia a causa.”

            Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Xerox

            Quem é que é arrogante quem é ? 😀 Ai se a Xerox fosse a Apple 😀

        • Vítor M. says:

          jorge desculpa lá, mas isso conheço eu, mas nem estamos a falar disso, pois o que apresentaste, os concept… atenção que apenas são concept até leonardo da vinci os tinha. 😉 Uma jogada para desviar as atenções não jorge?

          Vamos ser honestos na forma de argumentar. O que te mostrei foram produtos finais e não “desenhos”.

          Concordo que a HP esteve na liderança, mas não chegou à meta, e não foi por culpa do iPad como dizes, são razões estranhas essas que apresentas 😉

          Eu pesquiso meu caro… e olha que não apresentaste nada, há outras coisas bem mais interessantes nesse capitulo dos concepts, vai procurar que vais gostar 😉

          • Poeta says:

            Pega lá a história dos Tablets: http://www.maximumtech.com/complete-history-tablet-technology-42-swipes#slide-22

            Em imagens… Algumas são conceitos, imagina no Star Trek de 1960 já mostrava o conceito de Tablets…

          • Vítor M. says:

            Poeta lá está, não argumentas com fundamentos. Estamos a falar de realidade, de mercado feito, de produtos utilizados… não em concepts e desenhos… para isso deixei-te e digo-te que para os teus exemplos vale o mesmo que Leonardo Da Vinci. São desenhos!

            Podes recorrer aos desenhos animados que faziam as balas contornarem os prédios… era desenhos animados, a realidade hoje existe mas tem outra preponderância 😉 não confundas os desenhos com a realidade 😀

          • Luís Santos says:

            O Poeta e o jorge disseram, e bem, que a Apple não inventou nada. A verdade é que a ideia que está na base do que actualmente conhecemos como “tablet” não foi da Apple. Conceitos, protótipos ou produtos finais, a ideia já existia quando a Apple lhe pegou. Não fujamos aos temas centrais com recurso à semântica 🙂

            Já agora, se pegarem na história da Xerox e seguirem até uma empresa chamada GRiD (com i pequeno como forma de agradecer à Intel pelo “empurrão”), vão ver que foram eles a comercializar o primeiro computador portátil do tipo “tablet”, a correr MS-DOS. Isto em 1989.

            O Apple Newton foi o primeiro produto do género a ser comercializado pela Apple mas, do protótipo ao produto final, acabou por se tornar um PDA. Isto em 1993 (em 91 iniciou-se o desenvolvimento).

            Entretanto ainda apareceram a IBM, a Fujitsu, etc…

          • Vítor M. says:

            Luís Santos, levas um LIKE… por mais esta tentativa de desvirtuar o sentido da conversa (convém?) 😉
            Agora estás dizer inverdades, depois contradizes-te… é uma confusão que fazes para explicar que… afinal a Apple não inventou nada… mais não seja inventou o que hoje é mais usado no mundo da computação, os tipos de letra 😉

            Mas há tanta coisa inventada pela Apple… aa e o Newton… pois ok… dás uma no cravo outra na ferradura.

            Xiça que já cansa ler-te 😉

          • Luís Santos says:

            Ai cansa ler-me? E dizes tu que és “assertivo” haha 😛

            Onde é que eu desvirtuei a conversa? Está mais do que “virtuada”, argumentada e consubstanciada. Voltámos à falta de argumentos? Também cansa um bocadinho 😉

            Repara que eu comecei com “O Poeta e o jorge disseram, e bem…”.
            Portanto, no seguimento da conversa deles, corroborando-a.

            Quem desvirtuou foste tu quando vieste falar de conceitos e produtos inacabados vs. produtos finais.

            Ora, por A + B se mostra que a Apple chegou a um mercado embrionário mas, ainda assim, existente, e adoptou as formas vigentes de outras ideias e conceitos que foram materializados antes da sua chegada. Ou, por outras palavras, usou as mesmas ideias.

            Não é isso que a própria Apple acusa agora a Samsung de fazer?

            Hmm… vê lá bem 😉

            Mas manda lá vir essa contra-argumentação que eu estou ansioso por dados “virtuosos” hehe

            Abraço

          • Luís Santos says:

            Só para me leres mais um pouco 😉

            Acusas de dizer “inverdades”?
            Aponta-as, sff.

            Chamemos-lhe desafio 😉

          • Vítor M. says:

            Outra vez?

            Eu comentei, dei-te exemplos, vários, estas andar à volta da mesa, sem nada o que mostrar de novo, não sabes mais nada ao ponto de teres de ir corroborar os argumentos dos outros e queres que aceite um desafio vazio?

            😀 primeiro lê, vai estudar um pouco da história que suporta toda esta discussão, alinha-te de novo e depois volta.

            A Apple é precursora em tantas inovações… deixo-te para ires vendo, alguns produtos onde poderás encontrar algumas dessas tecnologias:

            LINK

            Começo pelo principio pois vejo que desconheces o que realmente está em causa. Mas atenta, isso não são concepts, alguns fracassaram mas muitos são a base da computação actual.

            UPDATE:

            Mas para não teres pé a mais argumentação vazia, deixo-te alguns artigos, iniciais, para te instrires sobre o assunto:

            LINK

            E mais… ainda hoje não foi provada a acusação que a Xerox fez à Apple 😉 mesmo que queiras muito.

            Mas há mais… se estudares e tiveres argumentação que valha a pena, eu volto.

            Estás desorientado caro amigo 😉

            Como diz o Serva… aceita os meus cumprimentos.

          • Luís Santos says:

            Ui, Vítor…

            Tanta coisa e não disseste nada de novo? 🙂

            Lê lá bem os factos devidamente documentados que eu transpus para aqui (não inventei nada) e deixa lá o orgulho de parte que te fica mal.

            Olha que eu sei bem do que falo: sou Sportinguista lol

            Essa desculpa do desafio vazio é claramente para fugir à resposta, porque independentemente do que eu disse, o desafio está lá e faz sentido por si só: se eu disse “inverdades”, aponta-as 😉

            Os vários exemplos que deste, já eu (e outros antes de mim) os refutaram. Eu não corroborei ninguém por falta de argumentos, eu juntei-me ao côro deles por por estarmos “do mesmo lado”: de quem se informa e argumenta com bases sólidas, e não com euforias emotivas 😉

            Se te achas tão assertivo devias começar a respeitar mais, se não a opinião dos outros, pelo menos os outros em geral. Porque falar como se se fosse dono da verdade e ninguém com um ponto de vista divergente poder ter razão não só é muito pouco assertivo, como algo ditatorial, tens que convir 🙂

            Lá está… uma opinião e, se me permites a ousadia, uma sugestão, apenas 😉

            Para que saibas, dou-te toda a razão quando dizer que a Apple foi percussora (e inovadora, original e ousada) em muitas coisas. Mas, para a discussão que aqui grassa, esse não é o caso.

            Eu “estudei”, como tu dizes, e estou a par da história e dos factos. Enunciei-os e coloquei-os aqui (não os tirei do fundo da minha cabeça desvairada :P).

            Portanto, quanto à argumentação que valha a pena, estamos conversados. Mas estarás tu à altura e com coragem de enfrentar as tua próprias vicissitudes? Essa é que é essa 🙂

          • Luís Santos says:

            Vítor li agora o teu update.
            O link é interessante mas não traz nada de novo. É uma listagem dos produtos da Apple organizados por “sucessos” e “flops”.

            E lá também refere que o primeiro “tablet” (que não era bem isso) é de 1993, que coincide com os factos que eu apontei.

            Aliás, se nos meus textos anteriores não meti links, deixo-os agora aqui:

            História:
            http://en.wikipedia.org/wiki/Tablet_computer

            GRiD:
            http://en.wikipedia.org/wiki/GRiD_Systems

            Cronologia:
            http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_tablet_computers

          • Luís Santos says:

            Olha, parece que a minha resposta anterior que “aguardava moderação” não passou no teste.

            Vítor vê lá se metes aí a minha resposta que aquilo deu trabalho a escrever e não quero estar aqui a matraquear aquilo tudo novamente 😉

          • Vítor M. says:

            Luís Santos podes não inventar, mas distorces a realidade com factos errados, como os que meteste no último comentário.

            Depois não tenho qualquer problema em aceitar uma boa discussão, mas ao contrario de ti, não julgo as pessoas da forma como fazes, apenas porque não tens argumentos.

            Eu estou a gostar de argumentar e de ler o que tens a dizer e não é por discordar que te chamo fascista ou outra coisa qualquer… não tenho de emitir juízos de valor se não te conheço… ao contrario de ti… não te fica lá muito bem… mas já sei, és Sportinguista e já sabemos… a culpa é do árbitro…

            Já te deixei informação que mostra o quanto tem a Apple de inovadora e como entrou em vários segmentos com produtos novos, de raiz, já te referi tecnologias e outras inovações que nasceram pela mão de Steve Jobs… mas mesmo assim, continuas a dar dados errados. Mas lá está, não deixa de ser interessante… até ao ponto de ficares nervoso e nem esperas que o sistema modere os comments… atacas logo a dizer que não passou… é típico.

            Mas ok… já vi que não se pode ter uma argumentação contigo discordante que partes logo para o ataque pessoal.

            Assertivo sempre… ditatorial só porque te respondo, mostro argumentos e porque estou a gostar desta troca de informações?

            Enfim…

          • Luís Santos says:

            Olha, as minhas respostas já voltaram 😛

            Mas tarde demais, já escrevi outra obra prima lol

            Bom, mas obrigado na mesma 🙂

          • Vítor M. says:

            Luís Santos acalma-te, estás muito nervoso e apenas estamos a discutir assuntos tecnológicos, estás a exagerar e entrar por campos pouco simpáticos, mas estou a ver o perfil.

            Se dou a sugestão para se ler e estudar, ao contrario de ti, estou a sugerir o poder de discussão, não a atacar com argumentos do tipo que usaste nas tuas obras primas.

            É a grande diferença entre ser assertivo sempre e não com as coisas queridas, não, e prefiro que contraponham os assuntos, que discordem para me trazerem mais informação do que estar a abanar com a cabeça sem aprender nada de novo como se soubesse tudo, como é o teu caso, partindo da conversa das tuas obras primas.

            …e mais, tudo o que escrevo… são importantes peças, queridas para mim e como podes ver, felizmente tenho artigos de muitos assuntos, até de android que gosto bastante, passando pelas consolas, por muito de Windows e Mac… entre tantas coisas “queridas”…. e sempre assumo que não sei tudo e que conto com os visitantes para aprender… mas como tu sabes tudo… admira-me… Mas continuo a respeitar a tua opinião, levo-a sempre em conta… e não….não tenho convicções em produzir obras primas…

            Quando não se tem nada a dizer, roda-se em volta da mesa e ataca-se a pessoa, como tu estás a fazer. Gostei das tuas obras primas, definiram-te.

            Fica bem.

          • Luís Santos says:

            Vítor eu também estou a gostar, apesar de ver alguma dificuldade da tua parte em centrares-te no tema em debate e eu suportar as tuas opiniões com “algo mais”.

            Eu não distorci factos nenhuns: o que disse foi praticamente plagiado, de tão igual que está à fonte que cito.

            Eu vi que deixaste muitos exemplos da Apple para tudo. Tudo, menos tablets, que é o que estamos a discutir aqui.
            E, nesse sentido, para suportar o que eu digo, deixei-te factos. Não os distorci, dexei os links para leres lá. E dizes que dou dados errados? Novamente, e por favor, explica-me lá onde estão errados 🙂

            Já agora, não te chamei fascista. Cataloguei foi a tua atitude para com aqueles que não partiham da tua opinião como ditatorial. É que andares constantemente a dizer às pessoas para se calarem, para não falarem do que não sabem (quando, pelos vistos, até sabem) e mandá-las lêr e estudar é, no mínimo, autoritário.
            Qualquer pessoa que te diga, explique ou prove uma coisa que defende e que vá contra a tua opinião (para já continua a ser opinião) é sumariamente alvo de descrédito da tua parte.

            Resumindo, parece que tens, sim, alguns problemas em aceitar uma boa discussão. Aliás, tu aceita-la e continuas nela, mas a “azia” é notória, se me permites a piada 😛

            Como vês, mais ou menos piada, o que faço não é julgar ninguém, é apontar atitudes. E se, por um lado, nós somos aquilo que fazemos, como se costuma dizer, isso não é sinónimo de te ter julgado a ti. Nunca disse que “tu” és um ditador ou fascista ou que “tu” és mais ou menos culto. Nem me compete. Eu atentei nas atitudes, no que foi dito. E, depois de te aclamares como assertivo e logo de seguida te contradizeres em actos, limitei-me a referi-lo. Nenhum juízo foi feito 🙂 Nem gosto.
            Mas olha, acabaste por fazer-me tu isso com a piada do Sportinguista, vês? Mas essa foi de bandeja, só montei a rasteira e tu, pronto, lá caíste 😛

            Estamos novamente a afastar-nos do tema.
            Estou a gostar e geralmente gosto das coisas que escreves e da forma como divulgas coisas no blog e te informas sobre elas. A única situação que merece reparo é mesmo quando “se toca na ferida”, e aí a razão sai obviamente abalada (somos todos humanos, é natural).

            O que me entristece é que as pessoas estão aqui a opinar, vão buscar informação e suporte para o que dizem, e tu descarta-las como se fossem todos burros e ninguém soubesse do que está a falar. E depois o contraste com o apoio efusivo que dás aos que partilham da tua opinião. Nota-se que é, claramente, “clubismo”, e é só isso que tenho estado a tentar chamar-te à atenção.

            Quando aos textos “desaparecidos”, eu vejo-os sempre enquanto aguardam moderação, mesmo que faça refresh várias vezes. O que é certo é que aqueles dois desapareceram mesmo e depois voltaram.

            Novamente: não venho para aqui inventar nada nem causar mal estar deliberado a ninguém, não sou nenhum “hooligan” e não sou do tipo de provocar gratuitamente. Estou só a tentar que os temas debatidos tenham o máximo de informação a apoiá-los.
            Acho que quem segue este blog vê nos comentários um prolongamento da notícia, e acho que é importante não distorcer os factos, mostrar os dois lados da moeda e dar o máximo de informação para que cada um decida por si.

          • Vítor M. says:

            Luís Santos bem pelo contrario, quem está com azia és tu, até partiste para o insulto, já eu não entro nessa onda, prefiro sugerir uma boa discussão.

            Nota-se que tentas por tudo distrir o sentido do tema, por manifesta falta de argumentos, mostrei-te que a Apple lançou e sustentou durante quase uma dácada o precursor do iPad antes dos que apontaste, não les ou não queres ler, mostrei.te em vários comentários inovações e pontos fulcrais…

            para fujiesres à conversa ou são atitudes ditatoriais, ou azia, ou rasteiras… enfim, estás desorientado e completamente fora da conversa. Meteste links ripostei com as datas correctas e mesmo assim apenas lançaste as tais obras primas com ataques e faltas de respeito.

            Volto-te a dizer que é feio culpar o árbitro pela falta de eficácia 😉 mas lá está, tu já o disseste porque o fazias.

            Como continuas a argumentar com coisas que não têm nada a ver com a conversa deduzo que estagnaste?

            Ok, ficamos então com as tuas obras primas que te garantem.

          • Luís Santos says:

            Bem, por falar em enervado…

            Enquanto escrevias esse último comentário devia estar eu a escrever ao mesmo tempo e, se o leres, pode ser que percebas mais qualquer coisa sobre mim e percebas que se calhar te precipitaste a avaliar-me. Como deves ter percebido, não estou nada nervoso nem particularmente “picado” com nada, da mesma forma que não estou a atacar ninguém pessoalmente, muito menos a ti.

            E eu percebo que uma pessoa se entusiasme com certos assuntos e que, no meio do entusiasmo, acabe por ser mais exótica nas coisas que diz. E era para isso que te estava a chamar a atenção: para a forma como te tens dirigido a algumas pessoas, parecendo que fe facto as estavas a atacar como que a impor a tua “ordem”. Por isso digo que sei que és assertivo, mas que neste tópico, e pontualmente, tens passado a mensagem errada. Não foi um ataque, foi um alerta e tentei ser construtivo e até juntar alguma boa disposição para desanuviar as coisas.

            É óbvio que as peças que escreves te são queridas, tal como todo este blog. De contrário não dispendirias o tempo para o fazer e manter. E relembra-te que nunca ataquei o teu trabalho, e até o elogiei.

            Essa da obra prima é que não percebi. Estava a falar do texto enorme que escrevi. Não foi nenhuma piada de mau gosto, nem tão-pouco estava a falar a sério (não sou artista, pelo menos não desses :P), mas tu agarraste-te àquilo duma forma… parece que entendeste mal o meu sarcasmo para com o meu próprio texto 🙂

            Abraço

          • Luís Santos says:

            Ehpá, ainda não foi desta! LOL

            Calma… vamos resumir isto:

            Disseram que a Apple não foi percursora/pioneira/”a primeira” nisto dos tablets. Tu negaste isso. Foram (e fui) buscar factos. De entre os factos destacam-se os primórdios dos tablet datados dos anos 50, quando ainda nem existia Apple.
            Depois disseste que estávamos a falar de produtos acabados e não de conceitos e protótipos, e os factos apontam o primeiro tablet a surgir em 1989 pelas mãos da GRiD, sendo que o primeiro da Apple (que nem era tablet, era um PDA) surgiu em 1993.

            Acordamos os dois que estes são os factos? E que isto “tem” de facto a ver com a conversa? Porque tem sido isto que tenho andado a repetir. Logo, tenho estado por dentro da conversa. E bem 🙂

            Sem azia e sem insultos (como já te expliquei). Assertivo, sempre.
            Aqui, como na vida.

          • Vítor M. says:

            OK… Luís.

            Provavelmente também não entendeste a mensagem como a passei, mas isso é um assunto já longe do que se estava a tratar e prefiro manter sempre o foco no assunto do post e não passar à avaliação de emoções e opções dos autores dos comentários e do próprio post.

            Gosto de discutir ideias e não as preferências das pessoas.

            Foi sempre isso que te sugeri desde há uns comments atrás.

            Agradeço os elogios ao trabalho, vale pela participação dos visitantes, onde a troca de informações enriquece o conteúdo do site.

            É esse o foco.

            Abraço.

          • Luís Santos says:

            Vítor apoiado!

            A falar é que a gente se entende 🙂

          • Vítor M. says:

            Luís Santos.. não!

            O Newton apareceu em 1987:

            Development of the Newton platform started in 1987 and officially ended on February 27, 1998.

            Portanto o Newton esteve 11 anos no mercado.

            Antes dois anos, portanto, que o GRiD. Ou não é assim?

            Mas se resumes a estas datas, confirma lá isso sff.

          • Luís Santos says:

            Boas Vítor,

            de acordo com algumas fontes que li (as que consegui encontrar), o desenvolvimento começou em 87 mas só foi concluído (posto no mercado) em 93, e foi tido como definitivamente concluído pela Apple em 98.

            Era um PDA mas, curiosamente, a expressão “PDA – Personal Digital Assistant” foi efectivamente patenteada pela Apple para o Newton, já no final do projecto. Portanto, foi mesmo o 1º PDA, apesar de em 84 já existir o Psion Organizer.

            O Newton podia ter tido muito mais sucesso, mas aparentemente foi a própria Apple que lhe “cortou as pernas” com medo que este entrasse em competição com (e afectasse as vendas do) Macintosh.

            Mais curioso ainda: parece que nos dias que correm o Newton continua a gozar de uma vasta legião de fãs e apoiantes, e ainda é feito desenvolvimento sobre ele 🙂

          • Luís Santos says:

            A propósito:

            http://www.wired.com/gadgets/mac/commentary/cultofmac/2002/08/54580

            Poucos produtos se podem gabar do mesmo.

          • Vítor M. says:

            Luís Santos, pois não sei, oficialmente está registado como nascido em 1987, data que vigora.

            Assim foi por isso que te disse que esse foi o dispositivo que passou de protótipo a produto final e esteve vários anos no mercado, será esse o primeiro produto e foi desse, provavelmente claro, que saiu o q e hoje conhecemos como iPad.

            Foi nesse propósito que desde o meu primeiro comentário sustentei que a inovação no segmento tablet estava fortemente ligada à Apple.

            Por acaso já conhecia esse artigo da Wired e foi já citado por muita gente, no mundo da tecnologia, como sendo o “tetravó” do iPad. 😀

          • Pedro Coelho says:

            Mas a Apple está a submeter injuncções por desenhos, vê neste artigo:

            http://www.osnews.com/story/25056/The_Community_Design_and_you_Thought_the_USPTO_Was_Bad

            Cumprimentos,
            Pedro Coelho

          • Luís Santos says:

            Vítor por acaso não tinha ideia do pequeno fenómeno que é o Newton, tanto que ainda hoje, graças aos fãs e apoiantes, beneficia de desenvolvimentos que o tornam bem actual.

        • Poeta says:

          LOOOL, O Leonardo Da Vinci desenhou os precursores do Avião, do Helicóptero e do paraquedas, mas isso não o tornou senhor e detentor da invenção deles. Não confundas as coisas.
          Maior parte daquilo que se mostra são meras ideias que nunca chegaram a concretizar-se, porque na altura se mostraram inviáveis…

          • Vítor M. says:

            Quem está a confundir és tu, eu falei em dados adquiridos, em material real, não em concepts, desenhos como tu o fizeste.

            😀 não me lembrei do Star Trek… que me perdoe o comandante Jean-Luc Picard 😉

            Peace!

        • Poeta says:

          LOOL, só a Apple é que é cultura tecnológica? Não vi conceitos novos!!
          Só vi conceitos apresentados pela Apple.
          Pega lá a história dos Tablets em imagens, imagina, a Apple aparece, mas antes do IPad e do MessagePad já havia outros 😛

          • Vítor M. says:

            Não, já foges dos argumentos? Nunca disse isso, isso é argumentação de lana caprina…

            O que se está a discutir é o que foi desenvolvido, colocado no mercado e as datas de lançamento.

            Para marcar um ponto de partida neste novo conceito de mercado… não incluas ruido se não ficamos sem saber de onde partiu a discussão.

          • Luís Santos says:

            Vítor lá está: produtos e datas de lançamento e tal…

            A Apple em 1993 apresentou um PDA, que apenas é remotamente relevante para o caso dos tablets.

            O primeiro tablet é de 1989 e não é da Apple 🙂 É da GRiD.
            Ainda antes do PDA da Apple saíram tablets da IBM e da Fujitsu.

            Isto não é ruído.

          • Vítor M. says:

            Luís Santos além de ruído é errado.

            http://en.wikipedia.org/wiki/Psion_Organiser

            Mas não fugindo, está em causa o passado e o historial do PDA, que a Apple lançou em 1987.

            Mas continua, há sempre interesse em trazer dados novos e não ataques o correio, atenta a verdade e mais nada. 😉

        • João Ribeiro says:

          Tenho pena da Xerox. Podia ser hoje a melhor empresa do mundo em tecnologias…

  32. Jogada genial da Samsung que deixou estes senhores enfornarem-se na própria corda.
    Acham mesmo que não sabiam do erro? É impossível a Apple ganhar esta guerra travada contra o mundo. Já perdeu uma vez quando achou que iria a algum lado a combater a Microsoft que nem fazia computadores, agora a Google faz telefones e irá fazer mais com a Motorola, já a Samsung tem dinheiro de uma coisa que o mundo não para de gastar, telefones baratos e televisões. É a lei do mais forte, a Samsung deve vender o dobro da Apple e no espaço tempo próximo terá a maior cota de mercado e liderar. Os líderes quando sentem apertos mudam de direcção e obrigam os outros a correr atrás. É o mercado… já disse Gregory Mankin (Harvard)

  33. jorge says:

    interessante, lol

    Mais de 25 mil sul-coreanos processam a Apple por alegada violação de privacidade através do iPhone

    http://sicnoticias.sapo.pt/vida/2011/08/17/mais-de-25-mil-sul-coreanos-processam-a-apple-por-alegada-violacao-de-privacidade-atraves-do-iphone

    para entreter os advogados da apple.. lol

  34. Maraduxo says:

    É o desespero da Maça!!! Apanhou a minhoca e está apodrecer lol

    Em menos de 2 anos a Apple abre falência lol

    Samsung Nº1 in the World!

  35. aver says:

    Bem. Começa a haver comentários do dia 17 (hoje).

    Depois da poeira assentar e do “bruá” de ontem que se pegou na blogosfera, já há alguma confirmação, da Samsung (principal interessado)ou assim de que a suspensão foi mesmo suspensa ?

    Há alguma confirmação de que o juiz utilizou como meio de prova unicamente a fotografia ?

    Há alguma confirmação de que a Apple manipulou/adulterou a fotografia, mentindo em tribunal ?

    Se me disserem assim: “A Apple com isto ganha um mês, aproxima o lançamento do Galaxy Tab do do iPad 3 e quando sair, finalmente, o Galaxy Tab é logo abafado”. Até aí tudo bem. A partir daí desconfio e espero para ver.

    • Poeta says:

      Vai às provas que a Apple apresentou para o processo e vê lá as imagens adulteradas…
      Pega lá o endereço, está na página 28: http://pt.scribd.com/doc/61993811/10-08-04-Apple-Motion-for-EU-Wide-Prel-Inj-Galaxy-Tab-10-1

      • aver says:

        Ora nem mais. Com isso já se avança mais qualquer coisa.

        Então o texto a seguir ás imagens da polémica (são as do post) diz o seguinte:

        “A aparência geral dos dois produtos mostrados acima é quase idêntico, porque o Galaxy Tab 10.1 copiou todos os elementos distintivos do iPad 2:
        (i) um produto rectangular com os cantos ligeiramente arredondados; (ii) uma superfície plana e clara, na frente do do produto, (iii) a visão de uma armação metálica visível à volta dessa superfície (iv) um display (ecrã) no centro dessa superfície , (v), uma área à volta do diplay; (vi) se o produto estiver ligado, ícones coloridos aparecem no ecrã.”

        Em po*ra de sítio nenhum se fala que as duas superfícies são iguais ou do formato 4:3 ou 16:9. As imagens servem para ilustrar os seis pontos seguintes.

        “Ah, mas o juiz podia olhar para as fotos e ser enganado. Foi de propósito. A Apple é capaz disso e muito mais para lixar o nosso clube. Se não fosse essa foto o juiz não tinha pensado que o iPad 2 e o Galaxy Tab eram parecidos”.

        Ora po*ra.

  36. Maraduxo says:

    ASUS vai surpreender com este novo Eee Pad Slider
    https://www.youtube.com/watch?v=OajkNAX2P6o

    Depois lá vem a Apple dizer que é deles também e vão processar a ASUS…

    • aver says:

      Tantas boas ideias desaproveitadas.

      Se procurares também vais encontrar “antecessores” do MacBook Air. E porque é que esses projectos não se tornaram funcionais e foram abandonados ? Falta de persistência. Pequenas coisas como encontrar uma bateria suficientemente duradoura com um volume exíguo.

      Agora andam os fabricantes todos a correr atrás do Mac Book Air para produzir um semelhante, e mais barato. Queres crer que não conseguem ??!!

      • Poeta says:

        Existem netbooks tão finos como o MacBook Air, um deles penso ser da ASUS: http://venturebeat.com/2011/05/30/asus-ux21-laptoptakes-on-macbook-air/

        • aver says:

          Isso foi a apresentação em Maio. Que eu saiba ainda não foi posto à venda. Logo se verá se é um MacBook Air “killer” ou mais um que fica pelo caminho – este pelo menos verá a luz do dia.

          Mas a questão é – os MacBook Air foram lançados em 2008. Alguém acredita que as “almas” (os outros construtores), se tivessem persistido até encontrar as soluções, não estavam agora em condições de lançar ultraportáteis para concorrer com o MacBook Air ?

          Quanto há história, não vale a pena dizer que uma fotografia de um ultraportátil de há uns anos atrás mostra que é anterior ao MacBook Air. Se não tinha bateria ou por qualquer outra razão não era funcional não se pode dizer que é anterior.

          O mesmo para o tablet da Microsoft (ou outro) versus iPad ou Galaxy Tab. “Ah, mas não tinha teclado !” Sim, isso dava-lhe uma vaga aparência com os tablets actuais. Se mostrarem as fotografias ao juiz alemão ele não tem dúvidas que são produtos com poucas semelhanças.

          • aver says:

            …há um à trocado.

          • Poeta says:

            Tal como eu não vejo semelhanças, na realidade, entre o Galaxy Tab 10.1 e o IPad 2, até a localização das câmaras são em sítios diferentes, mas com aquele photoshop parece-me quase iguais…
            Ter cantos arredondados? LOL Não me digam que a Apple inventou os cantos arredondados??? Ter uma superfície plana e clara??? OMG e depois? Um display no centro (queria que fosse de lado LOL).

            Processos de treta que mais parece jogada para atrasar algo que temem…

            O UX21 da ASUS será lançado em Setembro e imagina, vai custar menos de $1000. Tens que ver que o mercado da Apple é direccionado para um mercado específico, quem se importa com as especificações o peso e a espessura pouco importa relativamente ao preço que pedem. Eu não daria tanto dinheiro por um Macbook Air tendo alternativas mais pesadas, mais potentes e mais baratas, mas há quem não se importe e por mim tudo bem…
            Não nego que a Apple não seja boa no que faz, mas não acredito q

          • Poeta says:

            (continuação)…

            … que seja a única a fazer as coisas bem, para mim a variedade é óptima. Pessoalmente não gosto que a Apple seja tão restritiva sobre o que posso fazer com aquilo que pago, mas tudo bem se as outras pessoas aceitam é com elas, desde que não me imponham que só existe Apple e o resto são cópias, isso é para mim e atraso mental ou então uma pensamento tipo Comunismo Estalinista, um só partido, uma só vontade… um só fabricante, etc…

          • aver says:

            Há uma série de anúncios da Heineken que, ironicamente, terminam em “It’s all about beer”. E não é. É sobre a vida das pessoas, o seu quotidiano, do que gostam ou detestam. A cerveja é só um pretexto.

            Em muitos comentários, de novos e velhos, vejo a mesma coisa. Não escrevem sobre “tech”, escrevem sobre aquilo que detestam, ainda mais do que sobre aquilo que gostam. Isso não lhes dá muita clareza e objectividade.

          • Vítor M. says:

            aver, tens toda a razão sim senhor.

            Muitas das vezes são apenas desabafos, desejos e objectivos de vida reprimidos, outras vezes são “sacos de areia” onde se despejam as frustrações do dia a dia, não se trata de tecnologia, trata-se sim do quotidiano da pessoa e nota-se pela forma como abordam os assuntos, pela parca argumentação e pela defesa sem sentido mesmo perante a realidade taxativa.

            A que mais gosto de ouvir é: aahh e tal isto é assim (um valor ou uma posição mundialmente assumida, coesa) mas eu (pessoa entendida e convicta com nenhuma certeza) não acredito nesses valores.

            Não acredita porque é a realidade que lhe interessa acreditar, para continuar a ter um objectivo guerreiro. 😀

            Acho que se tem agravado este cenário de “convulsão” emocional e é reflectida em todos os temas, no futebol (principalmente e com larga tradição), na sociedade e nas acções governativas do dia a dia (no acto eleitoral estão já convictos) e no trabalho, nas relações humanas.

            São reflexos dos tempos meu caro 🙂

          • Vítor M. says:

            Poeta o site referido foi como exemplo do que a Apple concretizou, com sucessos, e insucessos, para te dar a conhecer o que foi feito concretamente. Isto porque, lá está, foste e recorreste a concepts que nunca viram a luz do dia.

            Mas não posso deixar de achar estranho misturares o que a Apple produz e é isso que me atrai à marca, com a atitude que dizes detestar.

            Pessoalmente também não tenho grande simpatia pela forma arrogante que sempre tiveram perante o mercado, alias tenho-o dito desde há 5 ou 6 anos… nos milhares de artigos que já publiquei… e mais, não está em causa a atitude da Apple, perante o mercado, está em causa a defesa da propriedade intelectual, a defesa dos seus produtos, como a HTC recentemente também chamou a si, colocando à Apple um processo judicial… assim como todos os outros que se andam a enfrentar pelos mesmos motivos.

            O resto não me interessa para nada, eu uso o que melhor me serve para o meu trabalho.

        • aver says:

          Só para acabar, sobre a importância das proporções do Galaxy Tab na foto.
          Convido qualquer um a “googlar” por “industrial design”. Acham que se tornarem as peças um pouco mais pequenas ou um pouco maiores altera alguma coisa nas características essenciais ?

          O mesmo no caso do Galaxy Tab. Era isso que alterava a decisão do juiz ?
          Quanto ao Photoshop de que fala o @Poeta, é destas coisas. Como é óbvio não fotografaram o iPad ao lado do Galaxy Tab e alargaram este e o encolheram para ficar com a dimensão do do iPad 2. Photoshop não houve. Tinham que ter o cuidado de manter a escala ao colocar as duas fotografias ao lado uma da outra ? Bem …Em todo o caso a diferença era mínima. O Galaxy Tab não anda longe das dimensões 4:3 do iPad 2. Fala-se que há duas versões do Galaxy Tab e que a foto é da versão anterior, mas não tenho a certeza. Agora, onde houve “malandrice” pela certa foi na escolha de um ecrã em que os ícones das app aparecem muito semelhantes. Inocentes, inocentes só os do “dia dos santos inocentes” (comemora em Espanha a morte dos meninos de menos de dois ordenada por Herodes). Não convém é exagerar e gritar por tudo e por nada “morte aos judeus” que nos matam o nosso “ai Jesus”.

          Na pior das hipóteses isto resolve-se com uma indemnização a pagar pela Samsung à Apple.

          • aver says:

            …menos de dois anos

          • Poeta says:

            Quem te disse que detesto a Apple??? LOOL, Nem por isso, tenho um Mac, mas detesto estas atitudes da Apple, alias, tenho Mac, Portátil com dual boot Linux (Ubuntu) e Windows 7, 2 tablets (ASUS Transformer com Honeycomb 3.2 e o Notion Ink ADAM com Honeycomb 3.0), um telemóvel com Samsung Omnia II com Windows Mobile 6.5.
            Como vêem variedade não falta e sei reconhecer as virtudes e defeitos de cada um dos sistemas, não acredito em sistemas invulneráveis ou perfeitos (sim, não acredito que o iOS ou o Mac OS são sistemas perfeitos ou invioláveis), porque não os há. Alias já tive um Mac OS X(um bom sistema) a correr num PC (não foi uma experiência agradável porque não foi desenhado para esse sistema, tornou-se lento e arrastava-se, cada macaco no seu galho).

            AVER não ficaram por alargar, alargaram num lado e encolheram do outro, para ficarem iguais, tiraram a câmara frontal, puseram no menu das aplicações em vez da Homescreen, tiraram o logo da Samsung, alteraram a cor… Para mim o processo foi sujo, alteraram, logo aldrabaram para mostrarem o seu ponto de vista…

            O processe da Apple fundamenta-se que isso enganaria os clientes pensando que o equipamento era igual a um IPAD 2 e esse argumento para mim não serve.
            Quanto queres apostar que um pouco de photoshop ponho um iSlate a parecer com um IPad???

            Por mim vivo bem com todos, mas não posso aceitar que me imponham uma só visão por muito perfeita que acham que ela é.

            Continuo na minha o GalaxyTab 10.1 é diferente do IPad 2, consigo distinguir muito bem as diferenças entre eles.

            Agora se me falarem do APad ou do ePad até dou razão à Apple, mas contra esses não vejo a Apple a fazer nada…

            Vítor M. realmente o que disseste pode-se aplicar ti próprio… Basta ver que numa das argumentações foste buscar um site da história da Apple com montes de equipamentos que não saíram do protótipo ou então foram um fracasso, esqueceste-te que antes deles ouve outros que pensaram o mesmo e chegaram inclusive a fazê-los.

  37. Serva says:

    Penso mesmo , que um dos problemas das pessoas que defendem a Apple sem qualquer sentido de racionalidade é mesmo o radicalismo que é coincidente com a postura da sua Administração , de facto eu próprio embora não possua nenhum Mac , mas tenho produtos da maçã (Ipods) na minha família , só não compro um MAC porque de facto está mais que demonstrado que a politica que a Apple tem, é de tal forma fechada e restritiva que acaba por ser dona do teu próprio investimento .

    Claro que existe também os fanáticos de outras soluções , mas como os da Apple nunca vi coisa igual , parece de facto que só eles existem e que tudo o resto é lixo , depois geram-se discussões pouco racionais de ambos os lados que não levam a lado nenhum .

    Sobre esta questão em particular , é preciso que continuemos a aguardar noticias mais concretas sobre esta acção que terá os seus desenvolvimentos a 28 deste mês , como já disse tópico e vou-me repetir espero que esta acção tenha mais conteúdo que meras fotos que a serem as verdadeiras foram claramente manipuladas .

    De facto como já foi aqui dito os contornos de que esta acção serve como objectivo final atrasar o lançamento deste dispositivo para que o Ipad 3 saia na mesma altura ou mesmo primeiro começa a ganhar muita força nos blogs Internacionais tecnológicos , esperemos que este ” AUTISMO” , não se venha mesmo a comprovar , porque de facto era demasiado mau .

    Aceitem os meus cumprimentos

    Serva

  38. Andre says:

    Falaram o ASUS Transformer, realmente é uma máquina.
    Peguem lá um “review” de um Apple user assumido a admitir que nesta o ASUS Transformer vence o IPad 2: https://www.youtube.com/watch?v=W3N9MmKy87s&feature=related

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.