PplWare Mobile

Simplex + 2017: Conheça as principais medidas


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

22 Respostas

  1. André Gomes says:

    Na rádio ouvi falar num Cartão para substituir o Titulo de Propriedade Auto.. Interessante era concentrarem no chip desse mesmo cartão dados sobre Inspecção, IUC e Seguro. Será que abrange isto?

  2. alb says:

    Gosto das ideias envolventes aos projetos simplex, mas será que os dados estarão suficientemente seguros online? Acho que deveria haver um ministério focado nas tecnologias focado na segurança tecnológica nacional…

  3. Jorge Carvalho says:

    “112 com coordenadas no telemóvel Vai ser implementada em Portugal uma tecnologia que, aplicada aos smartphones, permitirá o reconhecimento de uma chamada de emergência para o número 112, ativando os serviços de geolocalização e enviando automaticamente, via SMS, as coordenadas de localização para o Centro Operacional 112. Sem que a pessoa tenha necessidade de explicar onde se encontra. E 4.000 vezes mais preciso que o actual “método Cell ID” em funcionamento em Portugal.”

    Qual será o sistema escolhido ? Essa era a parte interessante. Será o eCall ?

    Abc

  4. Hugo Gomes says:

    Vai ser é o complex no fim como de costume neste pais

  5. Sierra says:

    Provas de aferição eletrónicas… se houvesse um computador para cada aluno, ainda fazia sentido!
    Esta gente não conhece o país onde vive e inventa largo para ficar bem na fotografia…

  6. Pérolas says:

    Tudo muito giro e muito engraçado, mas, a medida em que uma empresa com dinheiro a receber do estado se, entretanto, tiver de pagar algo ao estado é feito um encontro de contas é que nunca mais sai…

    • Alvega says:

      Voto em ti, candidata-te.
      Pois algumas dessas mesmas empresas, credoras ao estado, INFELIZMENTE, tiveram de entrar em insolvência, essa é que é a verdade. Políticos , de pacotilha e interesseiros.

  7. Jason says:

    Apoio o projeto

  8. Ze says:

    O famoso simplex. Sera que é d Sta que o Sócrates volta

  9. Alvega says:

    Querem acabar com a “gasosa \ corrupção” ?
    Mas isto é Portugal, muitos nao sabem viver de outro modo.
    Ao simplificar e colocar on line tantas medidas \ assuntos \ tarefas, vai restringir o “favorzinho” que alguém vai ter de pagar, e isso nao é bom…
    Gostei particularmente das 2 primeiras medidas anunciadas no topico, receber com cartao de credito (interessa é cobrar, nao a quem e de que modo), e a LOCALIZAÇÃO das chamadas 112, esta entao é de gritos, basta ver o que se passou com o recente incendio em Pedrogão, quem fez o alerta, NUNCA foi ouvido pela Policia Judiciaria, esta tirou conclusões, (a seu tempo iremos ver, erradas), sem querer saber de quem VIU, O QUÈ e como. Isto é para encher o olho, na pratica vale zero, pois o defeito, é de coordenação de meios e de comando. Outro exemplo que me interessa localizar alguém que chame 112, se a ambulancia ou paramédicos estiver em testes da DECO, ou inoperacional, seja por avaria, ou por falta de tripulantes…,tretas. E se eu tiver o geolocalizaçao desligada ? lá avo ter de ser feita a triangulação…nao ?
    Bom mas é preciso de facto evoluir, e fazer algo, isso é um facto, lá chegaremos há perfeição, com o tempo…em portugal isso é um diaaaaaaa…..

  10. Freitas says:

    Se simplificação as coisas reclamam, se não reclamam, calma aos poucos melhorando.

  11. João says:

    e onde é que os cidadãos podem submeter propostas?

    Alguém sabe?

  12. Hypocrisy Is the Greatest Luxury says:

    isto é mesmo uma grande palhaçada … todos sabem que a net não é segura e de justa ou democrática terá pouco ou mesmo muito pouco para não dizer que não tem nada de …. Isto já foi confirmado por alguém ligado as próprias finanças do Estado ; um idoso nunca irá confirmar ou validar facturas e mesmo alguém que não tenha net também não o irá fazer em tempo útil …( conheço alguém que por erro da EDP ficou sem electricidade mas mandaram-no reclamar por e-mail … ) por outro lado Quanto lucra o Estado pelos dados que todos nós geramos ?! ( valem mais que ouro …) ZERO . a do IMI ainda passa mas será que alguém me vai pagar a net ?! o Telemóvel ?! ora logo ai se verá a quem dará jeito estas coisinhas … faz. me lembrar o mercado do CO2 … ou os outros crimes contra vida e o clima como as fraudes das emissões dos carros ou ainda a do Glifosato ou mesmo das manipulações genéticas ( o material nunca respeitou os 30 anos de testes a que eram obrigados e ao fim de 10 estavam no mercado … ) de tabaco para viciar mais entre outras … qual é poupança ?! existe menos emprego, logo menos entra na S.Social e no Estado e potenciam sim as burlas simplificadas … como aquelas que se vêm , as que são feitas por telefone … teria muito mais para expor mas isto é de tal modo repugnante que fico por aqui até porque como o outro já dizia “nunca discutas com um idiota … ” Uma boa noite a todos .

  13. iurie solomon says:

    simplex e simplex para facillitar os cidadaos fazerem os pagamentos mas n se diz nada sobre receber os pagamentos

  14. Diogo says:

    Vai haver bases de dados de CVs para refugiados mas para portugueses 0.

    Bravo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.