Quantcast
PplWare Mobile

Quantas contas bancárias existem em seu nome? Pode estar a perder dinheiro

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Pedro Nogueira says:

    Cancelei todas as minhas contas que cobravam taxas de manutenção e a poupança mensal é a abismal. CGD, Santander, BPI. Abri na Money, Openbank e Activovbanco e bye bye ladrões.

    • Luis says:

      Tenho activobank e muito satisfeito. Infelizmente tenho empréstimo da casa no BPI e as comissões que vão subir em Janeiro quase 30%!!!!!!!!!!!, tenho de ver se mudo o empréstimo de banco.

      • JS says:

        Acho que hoje em dia, só vale a pena termos uma conta aberta num banco tradicional nesse caso, que é empréstimos de casa dado o acesso ao crédito mais acessível/rentável.
        Eu tinha conta aberta na CGD, e abri uma no ActivoBank que é onde recebo o vencimento e também no Banco CTT que é onde tenho o meu fundo de emergência (visto não precisar de cartões de débito, não há comissões. Com cartões de crédito é necessário pagar 15€+IVA salvo erro por cada cartão)… Mesmo para investimentos, tudo fora da banca tradicional.
        Compreendo as elevadas comissões pois é necessário pagar a todos os funcionários, infraestruturas e afins, mas havendo hipótese de ter o mesmo serviço noutro lado sem pagar para mim é um no brainer …

    • JS says:

      Pedro, qual o teu feedback relativamente ao Openbank ?

  2. David Guerreiro says:

    Eu tenho contas que já encerrei há anos, e ainda aparecem no mapa do Banco de Portugal. E já confirmei com as instituições bancárias, que me confirmaram que as contas foram encerradas.

  3. A. M. says:

    Quando clico em “Li e aceito a política de dados pessoais e a….” não activa a opção ” Autenticar e obter mapa”!!
    Alguma dica???

  4. cm says:

    a autenticacao pela AT nao funciona, deviam usar a chave digital

  5. TIM says:

    Porque é que às vezes, no tipo de conta (primeira coluna) aparece o numero de conta em vez do IBAN?
    Tenho algumas contas no mesmo banco, umas aparece o IBAN delas e noutras aparece apenas o número de conta. Porquê?
    Obrigado

  6. Moura says:

    Problema não referido na noticia, uma qualquer conta aberta ou um simples cartão de crédito de uma FNAC desta vida, ocupa o potencial da linha de crédito pelo limite do seu plafond, valor esse registado em real time nas BD´s do BP. Significa isto que a pessoa tendo por exemplo um cartão de crédito com um pafond de 1000€, tem esse valor a contribuir para o seu total de responsabilidades bancárias, mesmo que não esteja a usar 1€ que seja desse cartão. Consequência prática, um dia essa pessoa necessita de um crédito para algo, casa, carro, etc e arrisca a que este seja recusado por ser cliente de risco, na medida que a sua exposição bancária poderá estar no limite ou acima do valor máximo que o BP preconiza para que seja possível conceder crédito a essa mesma pessoa, genericamente não mais que 1/3 do rendimento liquido declarado.

    • Há cada gajo says:

      Se a recusa do teu crédito é por teres um cartão que não usas…o que faz o cartão na tua carteira ? E não, não é 1/3 do rendimento liquido, é 1/2.

    • Mário Cardoso says:

      Boa informação, obrigado pelo alerta!

    • Bruno says:

      ERRADO! o banco de portugal só comunica aos bancos se existir incumprimento, não comunica a quantidade de cartões nem de contas muito menos dos créditos.

      • Ze Nandooo says:

        O que dizes é que está errado!
        O BdP informa aos bancos/financeiras todo o montante que tens em créditos, por tipologia (habitação, automóvel, leasings, cartões crédito, contas a descoberto, etc) esteja ele vencido ou não, e isso inclui o potencial.

        Se eu quiser um empréstimo, a financeiras saberá que tenho 10.000€ de plafond em cartões de crédito, e quanto desse plafond está a ser usado, quanto está em incumprimento e quanto está em dia.
        Só não sabem é quantos cartões tenho.

        Quanto ao comentário do @Moura, isso pode acontecer (considerar o valor não usado do cartão de crédito como “responsabilidade” do cliente) mas não é obrigatório, nem a % é igual em todos os bancos

  7. Eduardo Vieira says:

    O Banco de Portugal são aldrabões como os bancos. Em 2015 fui a Caixa Geral de Depositos para cancelar a minha conta e negaram-se a fazelo. Este ano fui mais uma vez a tentar cancelar novamente e o mesmo aconteceu, todos uns corruptos de primeira classe e a comecar com o Banco de Portugal.

    • JS says:

      Se tem saldo em dívida para com o banco (ex: empréstimos, cartões de crédito com saldo em dívida, etc.) é normal que lhe seja barrado o cancelamento. Fora disso não vejo motivo, e nem mesmo eles podem impedir.
      Eu fechei conta na CGD no início do ano e abri noutro banco, assinei o papel, foi-me entregue o dinheiro que ainda lá tinha e nunca mais lá pus os pés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.