PplWare Mobile

Programadora de jogos mais nova do mundo tem apenas 7 anos


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. José says:

    Eu com 6 anos já fazia backoffices em PHP para o meu pai e nunca foi notícia porquê?

    • Bruno F says:

      backoffices ou backups?

    • Andre says:

      Eu acho que és a reencarnação do steve jobs e nos não sabemos

      • Gty says:

        Infelizmente você está um pouco desinformado meu jovem, pois steve Jobs não sabia quase nada sobre computadores, ele simplesmente teve o espírito empreendedor da empresa, e quem na verdade desde o início manjava dos paranauê todos era steve Wozniak.

    • Bruno Catarino says:

      E o José tem que idade actualmente? :p

    • Pedro says:

      Cá em Portugal as pessoas não são tão viradas para a tecnologia e o resto do mundo costuma também por de partes o s Portugueses e as suas criações.

      • SCC says:

        se calhar convinha saires do país de tempos em tempos para perceberes que nós, tugas, temos pessima imagem de nós proprios, mas a realidade é que cada vez mais, no resto da europa, nos vêem como técnicos altamente qualificados. Basta ver que ha cada vez mais empresas de IT a abrir escritório em Portugal e a deslocalizar o desenvolvimento para Portugal, pois a qualidade é de topo, e a mao de obra mais barata (por enqto).
        E quando dizes que nao gostamos de tecnologias… que raio fazes neste site? tu e outros mais?
        Qtos leitores do PPLWare têm smartphone?tablet?PC?net em casa?
        E mais, sabias q temos uma rede de fibra a anos luz à frente de paises como a França ou Alemanha? A titulo de exemplo, a França só começou a instalar fibra nas grandes cidades o ano passado(ja temos fibra em todo o país ha 3 anos). O cabo nao está disponivel em todo o país, a rede multibanco é, no minimo, vergonhosa,a rede 3G é uma bosta (em Paris sao quebras constantes), a GSM nem merece o nome que tem (a qualidade da voz é pessima, o baldeamento para outras operadoras é constante), o 4G é uma miragem ainda em 95% do continente francês,etc..etc… e isto é tudo coisas que em Portugal temos do melhor a nivel mundial!
        É como te digo, sai do país, compara e verás que em mta coisa, estamos muito mais à frente de países que achamos serem mto superiores ao nosso (e acredita, nao o sao!)

  2. Mitnick says:

    Deve ser mesmo bom o programa!

  3. NM says:

    Eu nem sei o que seja fazer backoffices em PHP …

  4. José says:

    NM backoffices para os websites que ele fazia DUH!
    Eu adoro o PHP também sei fazer jogos…

  5. Pedro Miguel says:

    Não sei se sou o único, mas gostava muito de a ver a programar…

    • DEVAXTATOR says:

      ora bem eu tb gostaria de a ver a programar, Eu gosto de programar sei programar em 3 linguagens web e tb arranho notem arranho para programações mobile apesar de dar uns toques em android mas nada de jogos completos com 6 anos aprendi a programar em basic em zx spectrum.. ainda me lembro ai o load “” depois encrava-va o sony leitor de cassetes e andava com um lápis demorava aos 30 minutos… xi ja sou velho.. agora as crianças não têm paciência nenhuma…

    • lmx says:

      Eu também gostava…

      Mas fica a ideia, um pequeno geniosinho…

      No entanto acho que as crianças devem viver a sua infância, pois é a parte mais importante da vida…

      cmps

  6. NoBodyCares says:

    Gostava de ver iniciativas com essas em Portugal, o meu filho que anda no 7º ano nem sequer informática tem porque anda no ensino articulado com uma academia de música e os que têm informática só aprendem as partes do computador, o que é o sistema operativo, o que é um anti-virus e a fazer documentos no Word, Excel e Power-Point, coisas que o meu filho já sabe desde que têm 9 anos.

  7. Vagner says:

    linguagem Bootstrap ???

  8. huumm says:

    Bem, posso estar a ser muito burro, mas como é possível que uma criança com apenas 7 anos que ainda mal sabe escrever em inglês e já sabe programar a este nível? Não estou a dizer que seja fake, mas gostava de ver com os meus olhos.

  9. Joao says:

    Lamento, mas a natureza de alguns comentários acima é reveladora de «mentes pequenas», ao contrário da mente da pequena que fez o jogo. Podemos também colocar em causa o facto de Mozart compor música aos cinco anos de idade, já agora…; para esclarecimentos adicionais há o site bootstrapworld dot org, mas cuidado, aquilo mete álgebra e geometria, coisas muito avançadas para o comum dos mortais.

  10. Darth says:

    Sao historias fabricadas para os telejornais das 20h. Todos adoram passar historias de pseudo genios. Quando essas associaçoes precisam de ir para as noticias, criam estes produtos marketing.

  11. Jorge Gabriel Azevedo says:

    Grande cena com esta idade e já programa. Muito talento tem esta muida

  12. André Roque says:

    Eu com essa idade já programava o meu dia com um tubo VD20 e papel de jornal (mais conhecidos por “cartuchada”)…

  13. Carlos says:

    Com 8 ANOS montava, formatava e fazia tudo em PCS, com 13 anos começei a desenvolver bastantes apps para iOS e Android, para uso próprio. Mas muito talento tem essa miuda

  14. Anónimo says:

    Eu com 12 anos tive o meu primeiro computador xp
    E comecei a programar em pascal aos 15 LOOL

  15. A minha filha com 3 anos já sabia jogar Dominó.
    Quero lhe ensinar programação, mas não sei se ela vai querer aprender.

    Cumprimentos
    César Oliveira
    http://www.profissionalweb.net

  16. Mitnick says:

    Eu com 6 anos acho que ainda defecava nas calças

  17. Pedro Domingues says:

    Isto é a prova de que programar (ser informático) até um bebé em estado embrionário faz. Agora ser um engenheiro informático já não é para todos… 🙂

    • Rui Costa says:

      Para ser engenheiro informático basta pagar o curso e ter 10 a tudo… não vale a pena menosprezar quem gosta de informática e não é Sr. Eng. …
      Engenheiros existem muitos neste momento mas quem é bom no que faz não precisa de ser engenheiro. Os melhores programadores com quem trabalhei eram de areas tão distintas como marketing e engenheiro de construção civil, mas no final de contas o que sabiam fazer e bem era programar…

      • Martinho says:

        Mas um Eng Informático não percebe só de programação,
        Vai perguntar ao eng civil como fazer uma rede ou configurar acl’s, ou mesmo para fazer um diagrama de estados…

    • JailBreak says:

      Engenheiro informático??? Auaa isso deve ser mesmo bom. Seja la o que isso for.

  18. Gabriel Águas says:

    Fogo 😮 eu tenho que queimar logo uns 3 ou 4 neurónios por cada vez que o meu professor apresenta matéria nova em programação ._.

    • lmx says:

      isso é porque ainda não achas-te a coisa interessante…dedica-te e vais ver que é como meter a chave correcta na fechadura…antes tens sempre a porta fechada, depois e subitamente…a porta abre-se para um novo mundo muito giro, e cheio de possibilidades… 😉

      Enquanto embirrares com isso…o teu percurso vai ser penoso(Lol)…como em tudo na vida, aceita o desafio e integra-te nele.

      cmps

  19. JailBreak says:

    Bem vejo que Portugal ‘e só craques mesmo. Temos aqui tantos embriões de programadores e não são reconhecidos, nem ninguém lhes da atenção. Que chatice…

    Tanta gente a perder-se por aqui.

  20. R@lf says:

    Epá, onde é que está o botão para meter “likes” nos comentários 😀

    [QUOTE]
    André Roque
    18 de Fevereiro de 2013 às 8:52 pm

    Eu com essa idade já programava o meu dia com um tubo VD20 e papel de jornal (mais conhecidos por “cartuchada”)…
    [END QUOTE]

    E nos dias de chuva, metia alfinetes na ponta dos cartuchos para ficarem cravados nos guardas-chuva dos transeuntes incautos, eheheheh!
    LIKE!

  21. NazgulTuga says:

    Acho uma graça… trabalham com software cujo o trabalho é só compilar a animação e as decisões que inserem, e já lhes chamam programadores.

    Ninguém se lembra de ter passado na SIC, uma noticia sobre software para as crianças desenvolverem os seus próprios jogos?

    Já alguém ouviu falar do filme “Indie Game: The Movie (2012)”?
    Isso sim, é criar jogos.
    Se bem que, a garota “criou” algo para a faixa etária dela, e obviamente, teve ajuda. Não acredito que se tenha sentado à frente de um computador e em 3 dias soube logo o que era Android e iOS, ou sequer como funcionava o Paint ou o Explorer.

    http://www.yoyogames.com/gamemaker/studio

  22. Kyuso says:

    Eu com 6 estava a iniciar a minha aventura para ser um Pokémon trainer

  23. João Ferreira says:

    Boa noite.
    Sei que já venho um pouco fora de horas, na discussão deste tópico. No entanto, permitam-me dizer que a programação em contexto educativo é algo que tem entrado em força nas escolas, desde idades precoces.
    Em 2008 tinha uma turma de 2.º ano, com 28 meninos de 7anos e todos programavam em Scratch. Claro que é um software de programação orientado a objetos, baseado em WYSIWYG. Existem vários…
    por curiosidade experimentem http://www.scratch.mit.edu
    Têm lá milhares de projetos.

  24. Paulo Silva says:

    Eu com 7 anos, jogava o pião, com 8 já fazia pistas para jogar às corridas de caricas e aos 9 já era MCSE 🙂

  25. Ricardo Dias says:

    Eu com 7 anos jogava à bola, à apanhada e às escondidas. E que tal deixarem os míudos serem felizes?

  26. João says:

    oh josé nao foste noticia pq se calhar quando tinhas 6 anos nao existia pplware. DAHHHHHH!!!

  27. Paulo Riceli says:

    Com 8 anos programava em BASIC.
    Não tenho qualquer saudade de instruções goto. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.