PplWare Mobile

Panda Security destaca vírus do ano 2010!


Just another gamer ...

Destaques PPLWARE

  1. Dogzilla says:

    É por estas e por outras que o Windows só serve para jogar.

    • luminoso says:

      O problema está entre a cadeira e o teclado. Não no Windows.

      • bruno says:

        ahahahah, mesmo.

      • Dogzilla says:

        Ironicamente, usei e uso Windows há muitos anos e nunca me vi infectado. 😉

      • Mário Cardoso says:

        Concordo plenamente! o meu PC foi infectado umas duas vezes em mais de 10 anos e foi por parvoíce minha!
        O cuidado e a prevenção é meio caminho andado para estar protegido!

      • NeMewSys says:

        Ora nem mais, eu uso Windows (também uso linux, não me mandem com fruta), e não uso firewall nem antivirus, e em 5 anos (no minimo) nunca apanhei nada. Basta não ser burro ao ponto de abrir fotos.exe e afins vão ver que resulta 😉

      • arkan says:

        concordo, 100% dos clientes empresariais e fisicos o problema da contaminaçao se deve ao antivirus alertar e a pessoa permitir!

        amanah 27/12 quer oso ver o tanto de pcs contaminados que eu terei de arrumar, por causa de pen contaminadas e dvds que sabe se la de aonde vem.

        Aqui no brasil esta dando nos shoppings populares versoes de seven adulteradas ja ativadas, ai na reinicializaçao o virus ja esta la e é um adware legitimo do sistema, q os antivirus nao detectam.
        so qndo nao se usa o pc q vc ve o envio de informaçoes .com.br para varios ips rss

        muito bom, as pessoas q baixam seven, de outros lugares sem saber do risco.

        mais din din

      • Hannah says:

        Queria saber como faço para tirar um víros do meu computador, sempro faço uma varredura nele, e pra melhor falar sempre olho se têm arquivos maliciosos no winar, aí quando eu olhei na pasta meus documentos, no programa winar para olhar arquivos, tinha um chamado thurbs tentei deletar mais não consegui, tente até pelo comando no meu teclado(shift255 delete) mais ele não apaga a mensagem diz mais ou menos assim que t~em outra pessoa usando este arquivo e não apaga de jeito nenhum, eu drmpre apago os víros de meu computador mais este eu não consegui, neu computador está muito protegigo. O que é que eu faço? Este mesmo nome já apareceu várias vezes em outras pastas, mais eu sempre consegui elimina-lo até mesmo na pasta meus documentos e eu sempre conseguia tirar ele de meu computador. E o que é que eu faço agora?
        OBS:Vocês poderiam me dizer o que eu faço mandando uma mensagem de e-mail.

        • Hugo Cura says:

          O ficheiro thumbs não é vírus, é um ficheiro do sistema que inclui as miniaturas das fotos da pasta onde se encontra. Quando não é possível apagá-lo é porque está a ser usado pelo sistema. Só mudando a vista de ficheiros (de modo a que não apareçam miniaturas) é que é possível apagá-lo, embora não haja qualquer vantagem em fazê-lo.

    • Wagnon Sousa says:

      É por essas e outras coisas que eu só uso Kaspersky Internet Security 2011, o resto….. é resto.

    • Vítor M. says:

      Os vírus… mais concretamente o spyware, estão cada vez mais refinados, face ao modus operandi, não me surpreenderia se em breve a Apple fosse o “novo” alvo para a sua propagação.

      E porque não Linux?

      Para quê criar um malware para linux? É uma quota residual a de utilizadores, a propagação é tão ínfima que não faz sentido e não “dá para o gasto”. Agora se um dia o Linux tiver uma quota considerável… verão que também irá sofrer desse mal.

      É o chamado “preço da fama” 😉

      • jpng81 says:

        Poderá sofrer, mas também os problemas que surgirem vão ser corrigidos muito mais rápidamente que um windows, não te esqueças que qualquer pessoa pode fazer as alterações que quiser ao sistema operativo. Portanto o que é preferes? milhões de programadores (linux) a resolver um problema ou apenas alguns programadores da microsoft a resolver um problema??
        É que em windows os problemas resolvem-se com antivirus/anti-spywares a tapar “buracos” de programação. Em linux se o problema existe muito certamente que será corrigido e não se irá tapar o buraco.

      • RicardoResende says:

        A Apple também continua pequena.
        Mais depressa fazem vírus para Linux para afectar servidores etc etc.

      • Não há de ser por esse motivo que os crackers não fazem vírus para GNU/Linux. Afinal não deve ser assim tão difícil fazer um vírus mesmo que seja para atacar uma minoria.

        Acho que o que leva um cracker a desistir do GNU/Linux é a dificuldade de propagação do vírus neste sistema pela segurança que ele tem.

        Um vírus infeta preferencialmente algum programa que seja executado durante o máximo de tempo no computador para poder ficar durante o máximo de tempo ativo na memória e, assim, poder fazer o seu trabalho. Então, este vírus vai infetar um ficheiro essencial desse programa. Ficheiro esse que só o super-utilizador root tem privilégios de escrita. Assim, o vírus terá de possuir esse privilégio para alterar o ficheiro, ou seja, terá de desvendar a palavra-passe de root. E como ele consegue isso? Não consegue e não infeta o programa. Esta é a primeira barreira com que os cracker se deparam com este sistema operativo.

        Depois existem os repositórios de software de onde os utilizadores das mais variadas distribuições fazem download. Software livre e de fonte segura, onde a existência de qualquer vírus é nula.

        E ainda há uma comunidade que se preocupa em se ajudar e quando algum vírus ou alguma falha é detetada num computador, pouco tempo depois ela é corrigida e os outros computadores já estarão vacinados. É um trabalho colaborativo de um por todos e todos por um.

        Acredito que mesmo que o GNU/Linux tivesse o nº de utilizadores que outros SO têm, ele não estaria mais vulnerável por isso.

      • a Friend® says:

        Temos um breve exemplo de que isso não aconteceu.

        iPhone.. já cá anda desde 2007 .. Zero VIRUS.
        Android … Zero Virus

        Ou seja.. sistemas Unix Based.. lá está..

        Symbian – centenas de Virus.
        Windows Mobile – milhares de Virus.

        MarketShare… Influenciou? 😀

        Mac OS 7..8..9.. tinha Virus.. e apenas 3% de Marketshare Mundial…. Hoje em dia o MacOSX já tem cerca de 9% e continua sem dar dores de cabeça aos utilizadores, tirando um ou outro malware/trojan que aparece e fica logo extinto em curto prazo com os updates do sistema que resolvem essa falha no software em questão, que poderia ser explorado.

        A conclusão que chego é que quando os sistemas são vulneráveis, basta isso para serem alvos de ataques… quando são fortes e nível de marketshare mas não são fáceis a produção de virus, utiliza-se mais as tecnicas de Phishing e Malware/Trojan… e só esses é que sim, são culpa dos utilizadores.

        Fala-se de marketshare.. mas milhares e milhares de Virus para Windows…. e zero em Linux e Mac… não achas isso totalmente desproporcional? .. é que.. pelo menos 1… e nem isso há… (Virus – verdadeira definição). Se os outros sistemas fossem tão vulneráveis… haveria pelo menos uma meia dúzia de Virus que se conseguiriam auto-propagar e já era noticia em destaque em todos os sites…e é claro, os seus autores nas luzes da ribalta por conseguirem quebrar o famoso “mito”… 😀

        • George says:

          Os hackes criam vírus para Windows pois sabem que é o OS mais usado no mundo, boa parte da população mundial usa Windows e não Mac ou Linux, por isso o sistema é mais alvo de vírus e não porque é mais vunerável, sabem que ganharão mais atingindo onde a maior parte da população atua.

        • RicardoResende says:

          Tanto Android como iOS já foram vitimas de vírus.

          • a Friend® says:

            Sim, de cogumelos mágicos também… até o android que é mais liberal nas instalações sofreu de “trojans” (erro humano por aceitar o que não deve mesmo TENDO O ALERTA QUE AQUELA APLICAÇÃO iria correr coisas que não deve…como “recolha de dados sobre GPS.. email, sms.. etc..”) .. não foi de virus, que abriu sozinho e se auto-executou… aprende a definição, comenta depois… é melhor.

    • Jose says:

      Dizes isso, mas 90% dos virus que vês aqui não fazem nada demais no Windows, enquanto que os poucos que existem para Mac já fazem bastante -.-

      • Não existe nenhum vírus para Mac (OS X).

        • João says:

          Tas a comentar o artigo certo???? ah… afinal não leste. VÊ la bem.

        • a Friend® says:

          Desculpa discordar mas há virus para mac…

          chamado: haters… 😀

          Tem uma auto-propagação forte, por norma falam sem conhecimento e quando conhecem, inventam e deturpam a noticia… lol

          Portanto o pouco marketshare da Apple afinal de contas não é assim tão pouco… é a marca mais amada/odiada. Market tão fraco que enche os posts do pplware e quando se oferece um iPad perde-se acesso ao site.

          Culpar entre a cadeira e o teclado também já perdeu a lógia. Se me emprestarem uma Pendrive com virus, é fácil ficar infectado no Windows, por mais cuidado que se tenha e não me venha com conversas da tanga… porque se não fosse assim tão fácil o Windows nunca fazia ALERTAS constantes a aconselhar o uso de anti-virus e quando este está desactualizado, o Windows até chateia com os contantes avisos a indicar isso mesmo… 99% da culpa pode estar associada ao mau uso, é verdade.. mas no Windows sempre foi mais fácil apanhar virus devido à foram como todos nós sabemos que ele lida com esses bichos. Como digo sempre, tem excessos de calcanhares de aquiles no sistema que conseguem executar códigos sem o consentimento do utilizador. E isso, não acontece em sistemas “Unix Based” ou “Unix Like” … tema mais que batido… irra.. lol.. os haters deveriam arranjar um novo changelog para 2011…!!!… 🙂

    • Mike says:

      Tem piada dizeres isso, visto que logo o primeiro era exclusivo do Mac… -.-‘

    • João says:

      Eu uso Windows 7, e Avast Free. E nunca me vi afectado por nenhum dos vírus descritos acima. E visito de todo o tipo de sites …. Como foi referido acima, a culpa não é do SO mas sim da pessoa que o controla.

      • Paulecas says:

        @João

        A diferença é que podes fazer isso tudo SEM NENHUMA ESPÉCIE DE ANTIVÍRUS (logo sem mais um programa a gastar consideráveis recursos) em linux. Podes visitar todo o tipo de sites à mesma, etc. Experimenta lá fazer isso com Windows out of the box sem instalar nenhum programa de defesa e vais ver que em poucos minutos apanhas “doenças” (desde que andes em sites duvidosos).

  2. Arturban says:

    Esses Virus de msn já exageram lol

  3. abda says:

    Se se utilizar um antivírus, de alguma qualidade, não se tem estes problemas. Mas também quem utilizar linux não terá que se chatear com os vírus, por isso é que actualmente só utilizo windows para jogar, e o ubuntu, para o resto.

    É um post bastante interessante. Parabéns.

    • jpng81 says:

      Nem mais nem menos, escusado dizer que linux resolveria muitos problemas, basta começar a pensar que windows apenas serve para jogar e linux para trabalhar. 😉
      É tão fixe estar em frente a um pc sem ter aquele pensamento que o antivirus esta a acabar a licença dentro de alguns dias e que tenho de lhe actualizar as base dados. E não ter de correr anti-spywares da tanga que mais servem para indicar que tenho o computador está cheio de porcarias e que o melhor mesmo é formatar o pc, enfim. Instalar programas sem ter um acordo de licença de 30 dias para experimentar e depois acabou-se. Só não muda quem não vê “algumas” destas vantagens. 😉

      • RicardoResende says:

        “Nem mais nem menos, escusado dizer que linux resolveria muitos problemas, basta começar a pensar que windows apenas serve para jogar e linux para trabalhar”
        Windows e Linux tanto serve para trabalhar como para jogar.

        “É tão fixe estar em frente a um pc sem ter aquele pensamento que o antivirus esta a acabar a licença dentro de alguns dias e que tenho de lhe actualizar as base dados.”

        Existe hoje em dia antivírus Free.
        E Se comprares uma licença de 1 ano, só te preocupas com isso num dia durante um ano.

        E actualmente actualizações já são automáticas.

        ” E não ter de correr anti-spywares da tanga que mais servem para indicar que tenho o computador está cheio de porcarias e que o melhor mesmo é formatar o pc, enfim.”

        A usar Windows 7 desde de que saiu.
        Formatei 1x.
        Tenho o pc bem protegido e sei o que faço e sites que visito.

        “Instalar programas sem ter um acordo de licença de 30 dias para experimentar e depois acabou-se. ”

        Programas pagos.
        Testas, gostas, compras.

        Não vejo nenhuma desvantagem nisto.

        “Só não muda quem não vê “algumas” destas vantagens”

        Vantagens =/= desconhecimento

      • Tiago Azevedo says:

        Nem mais! ;o)

        Desde que apanhei um susto no windows e experimentei Ubuntu (Linux) não quero outra coisa!!!

    • Jose says:

      Não é um Anti-Virus que te vai proteger dos virus, és tu mesmo, de resto mesmo que uses o melhor Anti-Virus do mundo, não deixas de apanhar virus.

      Eu não uso Anti-Virus no Windows a uns 5 anos, e até hoje nunca apanhei virus.

      • RicardoResende says:

        Exactamente.
        Lá está, bom senso e correcta utilização.

        É pena nem todos serem assim.

      • jpng81 says:

        Essa tua ideologia é muito porreira, só por curiosidade já experimentas-te correr um antivirus ou anti-spyware só mesmo naquela de curiosidade se apanhas-te alguma coisa??? Não fiques admirado se apanhares alguma coisa, pois o problema esta mesmo entre o ecrã e cadeira por não teres metido o antivirus/antispyware no windows. 😉
        Tapar os olhos também eu tapo, mas o problema está lá sempre. 😉

        Para ti que nunca usas-te antivirus ou anti-spyware no windows, experimenta apenas a correr o “Spybot” e não te assustes 😉

      • Então como é que sabes se a tua máquina está infetada ou não? Os vírus de hoje em dia são matreiros. Antes eles faziam um enorme alarido que se notava por dificuldades em usar o computador, mas hoje eles são feitos para darem o mínimo nas vistas, atuando silenciosamente no computador. Não era espanto nenhum se você passe um antivírus e encontrasse qualquer coisa.
        Mas é verdade o que você diz, o principal antivírus é o próprio utilizador do computador.

      • ApacheDraco says:

        Tenho dúvidas… Basta 5 minutos na net para apanhar bicharada.
        Mas pronto! Se tu o dizes quem sou eu para por em causa. Não deve ser fácil 5 anos é muita fruta.
        Cumprimentos,

      • André says:

        Não sabes se tens vírus ou não… Concordo planemente que uma utilização correcta evita quase 90% de infecções… Mas há vírus muito bons e podem infectar o teu pc sem que te apercebas…

        Minha opinição o Windows 7 é muito bom!! Mas continua com os mesmos problemas do Windows!!

        Pessoalmente não posso mudar completamente para Ubuntu devido a Photoshop, Illustrator, Flash, Dreamweaver!! Mas o Ubuntu tem muita vantagem e é bonito!!

  4. RicardoResende says:

    Impressionante como culpam sempre o Windows.
    É fascinante esta diarreia mental.
    Sou utilizador de Windows e Linux e até agora só tive alguns vírus em Windows.
    E porque? Culpa minha, pois foi sempre propositado.Instalação de certos programas, craques e afins.

    Essa do “Windows é pouco fiável e apanha vírus bla bla”
    Como disseram é o problema tá entre o pc e o utilizador.

    É normal existir mais pc com Windows Infectados com vírus do que pcs com Linux ou Mac OS.
    E porque?
    Porque Windows tem mais de70% do mercado (Já nem sei ao certo quanto é).

    É normal que exista também mais vírus para Windows.
    Só hackers (etc) “atrasados” vão estar a gastar tempo a criar vírus para MAC ou Linux quais nem 0,1% da comunidade irá afectar.

    • Paulecas says:

      @RicardoResende

      O teu argumento já foi aqui rebatido pelo @aFriend (e eu até nem costumo concordar com as opiniões dele).

      Mesmo tendo o windows uma quota de 70% ou 80%, Mac OSX uns 20% e Linux (e outros) o restante, então seria de esperar que a distribuição de vírus fosse proporcional, isto é, 80% dos vírus fossem para Windows, uns 20% para Mac OSX e uns quantos para Linux.
      Mas não, o que se verifica na realidade é que 99.99% dos vírus são para Windows e, que eu saiba, não existe (nem nunca existiu) nenhum para Linux.

      Portanto, esse argumento de não ser “rentável” criar vírus para Linux perde todo o sentido, até porque, na realidade, o primero hacker/cracker que o fizesse ganharia uma enorme visibilidade e portanto até é algo “apetecível”.

  5. ITDept says:

    Não há Antivírus que nos salvaguarde da estupidez humana.
    Num dos parques onde faço manutenção tive um caso onde o AV se queixou inúmeras vezes que o ficheiro estava infectado, pois mesmo assim a pessoa executou porque uma terceira pessoa lhe disse que não podia ser, que em casa não acusou nada… resultado? toda a sub-net infectada.
    Solução? para além do óbvio par de estalos ao user?
    Um sistema operativo que logo de RAÍZ implementa segurança ao nível mais básico.
    Excluindo os vírus, trojans e adware são o mal mais comum em ambientes empresariais e particulares.
    Onde se alojam os trojans? em qualquer parte do sistema que lhes permita auto-iniciar quando o sistema arranca.
    Solução? O próprio sistema operativo fazer um self-check se está tudo em ordem, duh…
    E se algum programa tentar instalar lá o que quer que seja, pedir ao utilizador permissões para tal, e mesmo assim, verificar se o “vendor” é de confiança.
    Mas… antes que comecem as flamewars sobre sistemas operativos.
    Acima de tudo… educar educar educar.
    Resumindo… dou toda a minha razão ao @luminoso

  6. Poeta says:

    Porque é que eu, que uso Windows, tenho que me precoupar com vírus? Não uso antívirus há uns anos e nunca me preocupei. E se o computador está cheio de porcarias é porque o utilizador do mesmo não pesca nada do que faz.

  7. Ghost Rider says:

    Esse víros do MSN é o que mais me deu gargalhada, tantos camaradas (e não-camaradas) apanharam-no… E eu a rir-me. Mais de 30 contactos meus foram infectados, o curioso é que dois deles apanharam em finlandês. Já cliquei no link de propósito, e pede para guardarem um ficheiro “video.scr” ou algo parecido, é de rir como eles chegam a aceitar o ficheiro e a abri-lo… Burrice, o problema é do utilizador.

  8. Ghost Rider says:

    Esse vírus do MSN é o que mais me deu gargalhada, tantos camaradas (e não-camaradas) apanharam-no… E eu a rir-me. Mais de 30 contactos meus foram infectados, o curioso é que dois deles apanharam em finlandês. Já cliquei no link de propósito, e pede para guardarem um ficheiro “video.scr” ou algo parecido, é de rir como eles chegam a aceitar o ficheiro e a abri-lo… Burrice, o problema é do utilizador.

  9. a Friend® says:

    Considero já a alguns anos o “malware” mais nojento os dos Messengers..

    Cada vez que o ligo recebo mensagens dos “infectados” para visitar “aquele” site… tudo em idiomas PT-BR .. Inglês ou Espanhol …. e são precisamente esses que me enchem a caixa de entrada do hotmail precisamente com esse tipo de mensagens para visitar “quien ha visto tu perfil..” lol…

    Sério… a parte mais nojenta disto tudo é ser um dano colateral de quem se deixa infectar…e depois o estupido Hotmail não deixa bloquear ou filtrar o contacto porque para o fazer, tenho que o remover da minha lista de amigos…!!… e isso é que sim.. é chato e mau trabalho da Microsoft, em que deveria trabalhar em filtros de jeito sem ter o Hotmail e Messenger tão “colados” no que fazem….

    • Hugo Cura says:

      Também acho que isso é mau trabalho da Microsoft e, assim de repente, parece-me que a solução para esse problema não é muito complicada.

      Ao que sei, a maioria desses casos tratam-se daqueles sites que dizem “Descobre quem te bloqueou no msn. Insere o login e palavra-passe”. Pronto, o ingénuo do utilizador vai lá e insere os dados pessoais. Resultado: puff, lá se foi a privacidade.

      Os bots depois encarregam-se de, com recurso aos dados, propagarem spam, logarem-se automaticamente no msn e spammar todos os contactos, etc etc.

      Para o utilizador corrigir isso basta trocar palavra-passe e pergunta de segurança. Para a Microsoft corrigir isso bastava detectar IPs (ou gamas) que fizessem tal tipo de acesso e bloquear-lhes o acesso ou denunciá-los a entidades competentes.

      Nunca vi isso acontecer com contactos da google ou outros.

      • a Friend® says:

        Sabes o que é mais chato nisto tudo? É ter aquele botão a dizer “reportar tentativa de phishing” … clicar.. e passado 5 minutos voltar a receber uma mensagem do mesmo remetente… é incrível… é o belo filtro a funcionar.

        MobileMe e Gmail batem o sistema aos pontos mesmo… e não só.. têm uma consistencia bem diferente e pormenores que o Hotmail não tem… uma coisa aparte que me enerva constantemente é estar a Eliminar emails durante a visualização… se reparares o botão eliminar nunca está no mesmo local sempre… estou a visualizar um email, apago.. apago outro.. apago outro.. depois vem outro e o botão apagar muda de lugar, caso esse email tenha sido enviado por uma mailing list, por ex… ou seja.. aquele acto de apagar rápido é quase impossivel porque sem querer podes carregar noutro botão e em vez de apagar faz “responder” ou “re-encaminhar” … até nesse pormenor eles deveriam re-desenhar o Hotmail de forma a ter consistencia até nesse pequeno pormenor dos botões/acções…

  10. João Pinho says:

    Não me vou alongar muito, separação de águas quanto à discussão dos virus para MAC OSX
    – O conceito abordado na lista é de um trojan horse, que após a instalação infecta o sistema com um virus. Period. wikipedia para desambiguação do termo.

    Logo, há virus (e sim, sou utilizador macintosh)

    E para quem prefere acreditar que o exemplo da lista é mito, tomem outro http://news.techworld.com/security/5392/worlds-first-os-x-virus-hits-apple/

    … A verdade é uma, como se sabe grande parte de hackers/crackers/coders de esse tipo de malware, sao utiizadores UNIX/LINUX nao vejo porque se daria ao trabalho de infectar a sua propria casa quando à tantas casas bonitinhas e de portas abertas pelo mundo fora.

    Quem diz que não há malware para mac, puff, lamento dizer mas o pai natal nao existe. É conversa de vendedor.

    • a Friend® says:

      O mal do povo é misturar “Malware” com “Virus” …

      Todos os sistemas têm MALWARES….mas o malware existente para Mac ou Linux precisam de intervenção humana para actuarem e não têm poder de auto-propagação sem que o utilizador o aceite ou execute, ao passo que para Windows nem todos os malwares precisam de intervenção humana para correrem e têm poder de auto-propagação…

      Isso de não usarem antivirus no Windows é conversa da treta.. se o proprio sistema o recomenda por algum motivo é.. a não ser que o tenham em incubadoras, desligados da web e portas USB inexistentes… o resto é conversa….

      E acrescento, basta uma falha num browser para que o Windows fique infectado… vamos culpar o utilizador?

      Citando:
      “… A verdade é uma, como se sabe grande parte de hackers/crackers/coders de esse tipo de malware, sao utiizadores UNIX/LINUX nao vejo porque se daria ao trabalho de infectar a sua propria casa quando à tantas casas bonitinhas e de portas abertas pelo mundo fora.”

      Quem disse que todos os Virus são feitos para fins lucrativos? A vasta maioria são feitos por putos por pura “gabarolice” e só o facto se fizessem algo altamente distrutivo para Linux ou Mac os punha na ribalta em poucos segundos… qual é o hacker gabarolas que não sonha com isso?!…. Só mesmo pelo poder de poder mostrar que o conseguiam fazer…

      E acrescento… essa teoria de “estragar a casa” não faz sentido por outro motivo… a vasta maioria de servidores pelo mundo fora é “unix based” ou seja… se fosse para “parar o Mundo” até tinha mais eficácia fazer-se virus para Unix… em vez de atacar utilizadores, atacava-se servidores e a propagação de Virus era vastamente superior caso tal fosse possível… e, de novo.. qual é o hacker que não sonha com isso? ou até mesmo “terroristas” que não sonham com a paragem da web, que por consequencia era Bolsas de valores, aeroportos.. etc.. tudo parado!

      • Hugo Cura says:

        Na verdade os vírus e xptowares em Windows necessitam sempre de autorização para se instalarem e propagarem.
        O problema reside na forma como a segurança do Windows funciona: a maioria (altíssima) está sempre “loggado” com a conta de administrador e isso é o bastante para que um simples “OK” em algo que parece inofensivo provoque situações catastróficas. E nem o “OK” é preciso para alguns uma vez que é o utilizador que o está a executar (sem sequer o saber e ter autorizado).
        Agora, no 7, já começam a aparecer botões de OK com o símbolo de um escudo amarelo e azul que indica que as permissões necessárias são de nível alto… De certeza que a segurança vai continuar a ser melhorada.

        Quando uso linux, em cadeiras de programação, aborrece-me ter de introduzir a pass de super-user para fazer a mais simples das tarefas… mas é aí que está um “forte truque” da segurança nesses sistemas.

        • a Friend® says:

          Uma vasta maioria de aplicações que instalas no Mac, por ex, não te pede password alguma do sistema.

          Isto porque a vasta maioria, não precisa de direitos administartivos para correr… e esses não conseguem executar comandos prejudiciais ao sistema… é assim que o mac funciona e mantem o sistema sempre fiável. Aqueles que pedem password administrativa.. esses é que sim.. poderiam ser prejudiciais caso nos apanhasse desprevenidos.. mas isso é raro acontecer porque o sistema foi feito assim mesmo, de forma a bloquear certos comandos que a vasta maioria do software não precisa… são as tais “camadas” que o unix tem que são mesmo muito boas para manter o sistema protegido.

          ex. Um twitter client.. basta sacar da web.. executar o programa e ele nunca pede a password administrativa… se pedir.. é logo motivo de suspeita…porque para as acções que ele foi projectado, não há razões para correr comandos administrativos. Tem tudo haver com estruturas de sistema.. e é precisamente aí que o Windows escorrega na banana.. lol.. não tem consistência.. já tem mais “camadas” de programas que executam normalmente ou com direitos admnistrativos.. mas ainda não chega.. é preciso mais… por isso é que a MS andou e anda anos e anos a estudar o tal sistema Singularity.. que não passa que uma copia do conceito UNIX.

        • Eu quando usava Windows, sempre que vinha com uma pen duma casa de impressão fotográfica, trazia SEMPRE vírus.
          E só não se auto-instalava e fazia estragos, porque o anti-vírus avisava e bloqueava.

          • a Friend® says:

            E as pens ainda permitem escrita o que facilita um bom antivirus neutralizar.. agora quando isso acontecia ( e ainda acontece) gravarem CD’s em que acompanha alguns bicharocos… o caso complica-se mesmo… varia de antivirus para antivirus mas é muito comum o antivirus “crashar” porque não consegue escrever/apagar (como é obvio) no CD..(para ou neutralizar ou por de quarentena). O que vale é que alguns sistemas “autorun” pra os drivers opticos no windows já vêem desligados, mas nada 100% fiável…

  11. José Pires says:

    Bom dia povo do PPlware. Este assunto diz respeito a todos que utilizaram um computador ligado ou não à Internet, um assunto que tem muito que se diga, pois há muita gente que está infectado e não se apercebe, muitos por ignorância ou pouca experiência outros pelo desinteresse. Na minha opinião não usar uma Firewall e um antivírus é uma estupidez, pois corremos o risco de sermos atacados sem nos apercebermos, trabalho este que os antivírus podem evitar. Uma coisa é certa pensar que estamos 100% seguros é mentira e pior que isso é pensar que se usarmos um software de segurança podemos ficar tranquilos no que toca a ataques. Em relação a ataques às minhas máquinas não tenho tido pelo menos que me tenha apercebido, as vezes que fui infectado (que me lembro menos de cinco durante o ano de 2010) foi por gostar de me aventurar. Um antivírus gratuito, e cuidado é suficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.