Quantcast
PplWare Mobile

Nokia desiste de smartphone com SO MeeGo

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. rodasp says:

    o maior erro da nokia…

  2. Jose Pereira says:

    Mas onde raio está essa notícia nos tablóides internacionais?

  3. texasflood says:

    A Nokia tem de encontrar uma solução o mais rápido possível, porque os últimos anos foram dominados, primeiro pela Apple e depois, progressivamente pelo Android. “The first iPhone shipped in 2007, and we still don’t have a product that is close to their experience. Android came on the scene just over 2 years ago, and this week they took our leadership position in smartphone volumes. Unbelievable.”

    http://tech.fortune.cnn.com/2011/02/08/nokias-elop-drops-bomb-the-platform-is-on-fire/

  4. Marcos Santos says:

    Até seria engraçado, um Smartphone Nokia com o WP7 😉

    • Vítor M. says:

      Olha que está mais para isso que para outra coisa…

    • Marcos Santos says:

      E olha que voltava a usar Nokia, se assim for, ando com um Xperia X10i, adoro Android, mas a SE está uma porcaria no que toca a actualizações, assim como muitas por detrás do Android.

      Vemos iPhone 3G, 3GS, 4, iOS sempre actualizado.

      Vemos Smartphone com WP7, actualizações para todos seja HTC, Samsung ou outra.

      Chegamos ao Andoird e o que vemos?? Vemos Smartphone, uns com o 2.1 outros com o 2.2. outros já a receber o 2.3+….

      Nokia, vão tentando actualizar o telemóvel/smartphone durante a sua “vida útil”…Recebendo o WP7 pelo menos é actualizado juntamente com todos.

      Android é muito bom, mas deveria ser actualizado em todos os Smartphones na mesma altura…

      • Luis says:

        Concordo plenamente ctg.

      • K says:

        Quanto ao android, simplesmente não pode ser. Esta é a velha questão controversa. O android é open source e livre de ser usado por quem quiser. Dito isto, fica ao critério das várias marcas criar updates para os equipamentos que lançam.

        Teria que haver uma mudança muito grande por parte do google e da postura que eles tem em relação à forma como o android é utilizado para isto poder acontecer. Não me está a parecer e nem eles estão para aí virados. O assunto da “fragmentação” é mais hype que outra coisa.

        As pessoas às vezes acham que tem direito a determinadas coisas quando nunca lhes foi nada prometido. E depois se determinado telefone não tem actualizações? Quando compras, sabes com o que vem e o que estás a comprar e se não te prometem actualizações à partida, então também não tens que as esperar só porque saiu um outro telefone que já tem algo mais recente. Se isto é um problema, só se tem que comprar um telefone onde as actualizações sejam prometidas ou pelo menos viáveis, tipo um samsung galaxy s ou um iphone.

        Quando toda a gente tinha nokias 3310 ninguém esperava por actualizações. Se elas aparecerem, fixe, mas se nunca tas prometeram, então também não é argumento.

        • kevin says:

          Acho que estás a ver a questão das actualizações de um ponto errado, porque embora não esteja em causa a obrigatoriedade das actualizações quando se compra um equipamento, de uma marca tipo a samsung, nokia, lg, sony, esperamos que exista suporte por parte da marca a esses equipamentos, falamos de marcas pelas quais pagamos valor acrescentado e pelo qual se espera mais que por exemplo AEG, ZTC, ZTE, por isso, pelo suporte e porque esperamos alguma espécie de retorno em satisfação, e acredito que custa dispender de 400€ por um tlm com android 2.0 e passado 1 mês já se encontrar “ultrapassado” por tlm de gamas inferiores mas já com o 2.2 e com novas funcionalidades…
          Não é só uma questão que envolve o factor “actualização”, mas sim o factor “suporte e pós venda” de modo a equiparar e\ou superar as expectativas dos clientes como de resto essas marcas de TOP já nos habituaram e nesses alicerces foram criadas até se tornarem as gigantes que são hoje.

      • Marcos Santos says:

        @K Caso não saibas a Google lança actualizações para os seus Smartphones, Nexus One (HTC) e agora Nexus S (Samsung) e é a Google que desenvolve o opensouce que falas ANDROID.

        Os seus Smartphones tem em termos de hardware características muito semelhantes/iguais à maior parte dos High-End que andam aí, a sua adaptação, não é uma coisa de outro mundo.

        Pagam-se fortunas pelo um Smartphone para ficar parado no tempo? Não me parece, hoje era o dia que se comprasse Android era da Google e não SE/Samsung/HTC ou outra marca qualquer. Ou optava por um WP7, apesar de adorar Android.

        Bem fez a Microsoft, que antes de lançar o WP7 meteu os requisitos mínimos para o seu SO.

  5. E fontes ? Se não fornecem uma fonte fidedigna este artigo não passa de especulação

    • Vítor M. says:

      Não podemos revelar, foi alguém que não quer ser identificado. Mas está neste momento a ser propagado pelas agências mundiais. Acabo de ver em duas neste momento. Se escrevemos é fidedigno.

      • fontes não são dispensáveis. a pplware não é mais “credível” que a wikipedia, e mesma esta, apresenta sempre links para as fontes / citações. senão podem apresentar as fontes, não publiquem

        • Marisa Pinto says:

          Sempre somos mais credíveis que a tua escrita.
          As fontes estão no texto, a informação veio de pessoas da indústria ligadas à própria Nokia.. o resto é criatividade do autor (neste caso eu), em consonância com artigos já aqui escritos, no pplware. Era o que faltava estar a dar louros a um desconhecido, do nosso trabalho.

  6. Tiago says:

    Seria engraçado é escolher qual o s.o. que queremos no telemóvel tal como fazemos com um pc. Hardware separado de software, pois bem sabemos qual é a qualidade do hardware nokia.

  7. Também veria com bons olhos um Smartphone Nokia Com o Windows Phone 7 (WP7). Vamos esperar para ver!!!

    1 abraço.

    Jorge Salvador.

  8. bruno martins says:

    mas que raio de noticia é esta?
    a nokia cancelou um telemovel.. NÃO A PLATAFORMA MEEGO..

    não inventem, as noticias que correm por ai é do cancelamento de um telemovel não da plataforma..

    só para fizer o quão ridícula é esta noticia respondam-me a pergunta..
    porque raio a nokia continua a contratar pessoal para a plataforma meego, se como vocês dizem a nokia vai abandonar?

    abandonar anos de trabalho na plataforma meego mais vale a nokia fechar as portas.. quê mais um ano para desenvolver um telemovel com o WP7? porque que eu saiba demora muito tempo a desenvolver um telemovel..

    • Marisa Pinto says:

      Rídiculo estás a ser tu que só mostras que nem sabes ler. Mas para casos assim, soluções rápidas. Eu copio-te o título: NOKIA DESISTE DE SMARTPHONE COM MEEGO. Got it?

      • bruno martins says:

        e isso acontece quantas vezes em todas as empresas de produzem telemóveis? desistirem de protótipos..

        btw, isso já foi comentado a meses por eldar murtazin..

        é normal..

        o que não é normal é esta noticia e o titulo dela.. sexta vamos ver se tenho razão ou não..

        a minha previsão é:
        1 telemovel meego ( mesmo não estando finalizado)
        1 com wp7 ( este eles tem mesmo que desencantar de algum lado, mas não é impossível)

        e o restos dos symbians que estão para sair..

        • Marisa Pinto says:

          Mas uma vez que há rumores, pode ou não ser coincidência.. E parece-me que não, uma vez que a Nokia, tendo bom hardware, procura pela outra face da moeda.. o software que é o que está a ficar aquém, na “luta” por um bom posicionamento no mercado de smartphones.
          Cumprimentos

          • bruno martins says:

            certo, mas não deitando milhôes de euros ao lixo em desenvolvimento de uma plataforma que vai melhorar algo.. quanto muito piora..

            agora acrescentar uma ao porto-folio (wp7) a ideia faz mais sentido (pelo menos a curto prazo)..

            percebes onde queria chegar com o meu comentário sobre esta noticia..

          • Marisa Pinto says:

            E assim, escrito dessa forma, percebe-se melhor, certo? 🙂

          • bruno martins says:

            ah.. agora sim.. já mais que pensar ao pessoal 😀

          • Vítor M. says:

            O bruno martins começou por ler apenas parte da noticia ou começou de baixo para cima… só pode 😀

            Por momentos até fiquei deslocado, ao ler o comentário deles, pensei que estava noutro post que não neste 😉

          • bruno martins says:

            vitor m. tenho a ligeira impressão, mas acho que foram acrescentadas coisas ao texto desde que escrevi o meu primeiro post (posso estar enganado)..
            mas o que eu reclamei foi do titulo não do texto.. o titulo não bate certo com o conteúdo..

          • Marisa Pinto says:

            lol.. em Psicologia sabes como é que isso se chama? Alucinação Visual.
            Sem ofensa, mas é a verdade.
            E é engraçado como, estas notícias vieram destacar um grupo “oculto”. Os nokias fans boys. 😀 Sem ofensa, mais uma vez.

    • Marisa Pinto says:

      Mas também não deve ir muito longe, pois o CEO ds Nokia, Stephen Eloph, disse ainda ontem que ‘“Achamos que o MeeGo seria uma plataforma para smartphones vencedores. No entanto, se continuar assim, ao final de 2011 teremos apenas um produto MeeGo no mercado”, referindo-se mais uma vez a lentidão da Nokia em lançar seus terminais inteligentes.’

      • bruno martins says:

        sim eu li isso.. e continuo a achar esse memo interno falso e ridículo..
        por muitas razões.. mas se for real esse senhor não merece estar a frente de que empresa seja..

        admitir que são perdedores sem a plataforma sequer estar no mercado, mais vale ele fechar as portas.. nenhum CEO decente diz uma barbaridade dessas..

        • a Friend® says:

          Mas vdd seja dita, o CEO que não tiver os pés bem assentes na terra sem ser realista…e viver na “wonderland” é que será mais péssimo ainda…

          Eu acredito nesse “memo” .. pois são factos. Na Nokia, não é apenas ele que decide.. daí possa ser um “wake up” que ele estava a fazer aos restantes responsáveis pela empresa…

          • bruno martins says:

            o que é certo é que com esta “brincadeira” as acções da nokia tem subido a um bom ritmo..

          • Vítor M. says:

            Sim é verdade e penso que à Nokia tem faltado isso mesmo, realismo.

            A “bater no ceguinho” não se conquista o mercado.

            Agora foi o MeeGo e em breve será a desistência do Symbian^4… ou é uma grande evolução ou então…

        • texasflood says:

          Foi preciso vir um novo CEO que até é Canadiano, dizer as verdades. Não se esqueçam que esse senhor veio da Microsoft para a Nokia.

  9. a Friend® says:

    Atenção que a morte ao Meego não foi anunciada mas sim ao seu primeiro aparelho que iria trazer este SO… O N9-00 …

    Provavelmente por má aceitação… mas segundo se especula irá aparecer outros smartphones ainda este ano, com o Meego.

    http://www.engadget.com/2011/02/09/nokia-kills-n9-00-its-first-meego-handset/

    É preciso cuidado com certas interpretações. Obviamente eles anda a mudar de estratégia, mas a morte enunciada ao Meego é demasiado prematura, se bem que possa ser plausível, uma vez que já não há programador que aguente tanto SO combinado…

    • bruno martins says:

      pois.. eu já tentei explicar isso.. mas parece que ninguém está interessado..

      • Sérgio says:

        Desculpem lá mas o Bruno tem razão. A notícia está mal escrita (o título não condiz com o corpo do texto!); Não há confirmação nenhuma da Nokia desistir do Meego. Se é para lançarem boatos, deviam criar uma secção tipo RUMOR.

        Cumps.

  10. Tiago Dias says:

    Talvez seja o início do fim da Nokia como a conhecemos..

    • a Friend® says:

      A Nokia está a colher os ventos que semeou, infelizmente.

      Tiveram o mercado na palma das mãos… depois abandalharam a qualidade do hardware, de seguida deixaram o SO dormir à sombra da bananeira…

      Este mercado dos smartphones nunca teve tão competitivo como agora, desde o iPhone que isto tem sido uma correria tremenda.. e o mal deles foram substimar esse mesmo mercado por terem a quota de mercado altissima.. mas isso só demonstra que o que é hoje.. amanha poderá deixar de ser… mundo tecnológico é altamente imprevisivel.. não há espaço para dormir.

      • kekes says:

        É por isso que adoro tanto o mundo tecnológico 🙂 reviravoltas espectaculares 🙂

        Pode ser que daqui a uns anos recordemos estes tempos como tempos negros de uma prospera nokia, ou não, mas vamos ver onde isto vai parar.

  11. Filipe says:

    O melhor caminho a seguir, quanto a mim, é a possibilidade de poder instalar o SO que quiser nos smarthphones.

    Cada empresa fabricava os seus smartphones e escolhiam o SO a vir por defeito, mas cada utilizador caso assim pretendesse devia poder comprar o SO de outra empresa para este ser instalado, assim como acontece com os computadores (PC).

    Outra palhaçada é comprar um smartphone com Android e ficar-mos dependente do fabricante para disponibilizar novas versões do Androind quando este é actualizado.
    O mais lógico era quando a google lança uma versão nova do Android, cada utilizador devia poder ir diretamente ao site da google fazer o download do Android para o poder instalar no seu smartphone, não ficando assim dependente do fabricante do smartphone.

    Por estas e por outras é que ainda não comprei smartphone nem conto comprar tão cedo. O unico que cumpre minimamente as minhas exigências é caro, que é o Nexus One ou o Nexus S.
    Andar a comprar smartphones baratos que ainda não tem acabado a garantia e já não tem actualizações disponiveis, não obrigado, não é para mim.

      • bruno martins says:

        sabes o que eu me chorava a rir? era a nokia apresentar um telemovel com dual boot (meego+wp7)

        era o reboliço completo no mundo mobile..

        • Eduardo says:

          a nokia tem um telemovel com dual-boot (n900). No meu arranco com Maemo e com Android :D. São as vantagens do open-source

          • a Friend® says:

            Vantangens do Open Source == Dual Boot? lol

            Sistemas proprietarios não podem fazer dual boot, portanto…

          • Henrique says:

            podes, mas diz me lá um SO que permita fazer dual-boot (sem perderes a garantia do tlm). Android dá-te acesso legal à root por acaso? É open source,ya, mas nem por isso deixa de ser restritivo. Para mim o maemo foi uma verdadeira lufada de ar fresco, pena que a aposta neste SO foi tão fraca. O Meego provavelmente ia pelo mesmo caminho por isso não me admira nada abandonarem o projecto… agora abandonarem-no em abono do WP7 parece-me um verdadeiro tiro no pé!

    • a Friend® says:

      Nunca irá acontecer.

      Nenhuma empresa jamais iria dar garantias de um smartphone sem qualquer SO embutido, porque a cada falha iriam culpar sempre o utilizador.

      Por essa razão é que existem modelos alternativos já pré-instalados, com Android, Symbian ou WP7.

      Quanto ao caso “Android” .. como tenho dito, esse sim, deveria ser independente, como sempre pensei que seria quando o anunciaram. Desde que o vi crescer e ser apenas “open” para as marcas e operadoras… fiquei com raiva ao “sistema” (não ao Android mas ao “sistema” que se aproveita dele…)

      De qualquer forma, as marcas não têm qualquer interesse (e eles é que mandam).. porque vejamos.. eles fariam um hardware todo XPTO.. e o lucro decrescia imenso, pois as pessoas iam sempre recorrer à Google para os updates e render a máquina o máximo possível, que faria com que as empresas não obtivessem os lucros pretendidos em hardware…

      Android tem sido usado como “esquema” .. daí os updates não chegarem a todos… é uma forte justificação para se comprar um novo modelo. Problema é que, as pessoas a bem ou mal, alimentam mesmo para que as coisas sejam assim…

      • Filipe says:

        As empresas estão é a criar problemas onde eles não deviam existir, só porque lhes dá jeito.

        Actualmente podes comprar um computador escolhendo peça por peça, sem ter em conta o SO que lá vais colocar, e todos os componentes tem a garantia do fabricante.

        Eu não digo para os smartphones virem sem SO, digo é que embora venham por exemplo com Android, deviamos poder comprar por exemplo o Windows Phone e poder instalar.

        A Dell por exemplo, não sei se ainda tem, mas existiam computadores desta marca em que podias escolher o SO, exatamente o mesmo hardware e podia-se escolher se vinha com Windows ou com Linux, a escolha era do cliente.

        Numa coisa concordo contigo, o Android tem sido um bom “esquema” para as marcas venderem cada vez mais smartphones, e para isso basta deixaram de disponibilizar as actualizações “obrigando” o cliente a caso queira ter a versão mais recente do Android ter de comrpar um smartphone novo.

        O povo é que deve ditar as leis do mercado, não são as empresas que devem decidir este tipo de coisas. Para isso tudo o que o cliente tinha de fazer era… se não gosta não compra.
        Eu estou a fazer a minha parte.

    • K says:

      Era.
      Mas exigia muitas medidas que não são lá muito viáveis de momento. Cada vez que uma marca decidisse lançar um telemóvel novo iria depender do google para acrescentar os drivers para o equipamento para que este pudesse ser utilizado. E provavelmente todos os outros telemóveis ficariam com uma porrada de drivers desnecessários das outras marcas, potencialmente fazendo com que o S.O. aumentasse de tamanho. Fora outras complicações que eu não esteja a antever assim de repente.

      Porque há várias marcas para o mesmo S.O., como é que o WP7 está a contornar este problema. Já houve nenhuma actualização para o WP7? Agora fiquei curioso.

      Em todo o caso, a comunidade android é enorme e é quase sempre possível ter as últimas versões em ROMs excelentes para o teu aparelho, ainda que de uma forma não oficial.

      • Filipe says:

        Nada disso… Sempre que por exemplo a Nvidia lança uma placa gráfica nova quem é que tem que disponibilizar os drivers? No windows vem pré instalados os “genéricos”, mas se queres ter todas as funções, tens de instalar os drivers do fabricante, e este é que os disponibiliza.

        Tem o exemplo dos computadores portateis em que depois de instalar por exemplo o windows, a marca do computador tem de disponibilizar os drivers para todas aquelas teclas de atalho, webcam, wireless, modem e por aí fora. É certo que quase tudo fica a funcionar com os drivers genéricos do windows, mas se queremos ter todas as funcionalidades, o fabricante do computador é que disponibiliza os drivers, não vai ser a microsoft.

        Não sei porque razão tem de ser diferente nos smartphones… Ou melhor, sei porque é diferente, mas não devia.

  12. The STK says:

    Parece-me bem, não tinha pernas para andar.
    A nokia se quer continuar na corrida vai fazer equipamentos com WP7 e Android, o Symbian ainda não morre já, vai continuar nos equipamentos de gama mais baixa.

  13. pfbc says:

    Na minha opinião, acho que foi uma decisão sensata. Suportar um sistema como o meego que tem que enfrentar concorrência pesada, é desde logo, morte certa. Tal como disse o texasflood, A Nokia tem de encontrar uma solução o mais rápido possível. E mesmo assim não chega. Se as duas empresas se unirem, terão de apresentar vantagens consideráveis face à concorrência, visto que já marcaram o seu espaço no mercado.

  14. Marcos Santos says:

    Como alguns citam, a Nokia adoptar Android não seria mau pensado, podia ser que tivéssemos Smartphones com Android que possuíssem sempre as últimas versões, visto que as que se encontram no mercado com Android, tirando a própria Google anda tudo uma lentidão….

    Nokia em termos de actualizações é bem melhor que 80% das companhias que se encontram no mercado.

    Isto no meu ponto de vista.

  15. TheSmartOne says:

    Esta é a altura em que aquelas pessoas que se riam de quando eu dizia há uns tempos atrás que o MeeGo ia ter um desfecho como o Chrome OS (acabar abandonado) tomarem consciencia do mercado onde vivem e perceberem que para existirem as coisas é preciso vontade do consumidor em participar, e nunca, mas nunca, se viu vontade fosse de quem fosse em disponiblizar a 100% a plataforma meego…

    Enfim, o erro não é abandonar, o erro é não o ter feito antes, e ter assumido outra atitude (ter adoptado o Android, ou algo assim)… Espero pela fusão com a Microsoft, tal como a Sony fez com a Ericsson há já muitos anos…

  16. MOr says:

    Deixo aqui um comentário que li no engadget:

    Nokia and Microsoft will develop Symbian together as their business user smartphone OS. Microsoft will develop Microsoft Business Solutions for Symbian together with Nokia.

    Here is the part of a job offer from Microsoft, posted on January 27th, 2011 which describes the Friday announcement:

    “Microsoft and Nokia have formed a global alliance to design, develop and market mobile productivity, communications and collaboration solutions. This role will be the WW lead for Business Development effort to market these solutions to businesses, carriers and individuals working with locally deployed Business Development resources to support local geographies.

    Under the terms of the agreement, the two companies will begin collaborating immediately on the design, development and sales/marketing of productivity solutions for the mobile professional, bringing Microsoft Office Mobile and Microsoft business communications, collaboration and device management software to Nokia’s Symbian devices. (…)

    Both Microsoft and Nokia possess a rare combination of enterprise experience and consumer understanding and, in addition to the collaboration on existing software and services, will also use these assets to jointly design a range of new user experiences for future Nokia devices. These experiences will be identified together, and will be created by dedicated teams inside both companies to better meet the growing needs of the mobile professional.”

  17. TelmoB says:

    Quanto a aposta no WP7, só a estou a ver a concretizar-se se o Symbian ficar apenas para gama baixa/média e os modelos de topo usarem o WP7, que mesmo assim não é de todo provável..
    O Meego não se vai perder, até porque as áreas de aposta deste software não são apenas os smartphones, sendo que mesmo que a Nokia não o use em telemóveis poderá sempre fazê-lo em tablets (onde eu acho que teria mais vantagens), ou outro tipo de gadgets..

  18. kekes says:

    http://www.engadget.com/2011/02/08/nokia-ceo-stephen-elop-rallies-troops-in-brutally-honest-burnin/

    Vai ser uma reviravolta muito grande devo dizer desde já, espero que corra bem para a Nokia, pois apesar de não usar Nokia a alguns anos adoro essa marca, e se ela apresenta-se alternativas viáveis voltaria a ela sem duvida.

  19. pph says:

    Mal empregues nokia´s.

  20. Wilson Silva says:

    MeeGo away. Na minha opinião os 3 sistemas operativos do futuro breve são iOS, Android e WP7. Acho que a Nokia fez bem mas faria melhor se usasse Android…

  21. JS says:

    Acho que deve existir variedade, mas neste momento para quais SO’s existe o maior numero de aplicações livres? Esse será na minha opinião o mais forte. Software livre devia ser o futuro.

  22. aver says:

    Seja qual for a estratégia que a Nokia vai seguir, em princípio no dia 11, 6.ªF.ª, vai ser anunciada.

    • TelmoB says:

      Vamos aguardar..
      Mas que está a agitar os mercados, está!
      Gosto da Nokia porque cada vez que mudei para outra marca nunca fiquei satisfeito, a nível de robustez e hardware, fantástico.
      Quem ganha com isto, nós bem sabemos quem é.. Nós!

  23. Pensamento Positivo says:

    Vamos ver a coisa de um outro ponto de vista?… Ora: Com a chegada do iPhone e mais tarde o iPad as pessoas começaram a perceber que não só Windows corre em máquinas informáticas. E claro, se contarmos os mercados smartphones e tablets como mercados informáticos, os bons velhos tempos de 95% ou mais de máquinas a correr Windows parece cada vez mais uma miragem… Então a MS tinha mesmo de se fazer “à vida”!… É certo que a Nokia ainda é um fabricante com muito peso no mercado, mas convenhamos, a Nokia também não fará milagres assim como que por magia…

    Embora seja certo que a aliança MS/Nokia deixa a Google sob pressão para encontrar um parceiro privilegiado para fornecimento de hardware, também não é menos certo que a MS parece estar lentamente a transformar-se na IBM dos anos 2010!… É dinheiro espalhado por todo o lado sem grande esperança de retornos garantidos e o mercado de TI a fugir-lhe lentamente pelo canudo… As várias versões do Mac OS são um sucesso comprovado… As consolas de tipo Playstation ou Nintendo idem… O Android também… O Linux anda mais devagar… Devagarinho… Mas anda… Os próximos tempos vão ser interessantes de seguir…

    Já agora para completar o que um utilizador disse sobre SO’s instalados em máquinas não sei se a Dell ainda dispõe desses produtos em que é o utilizador que escolhe o SO… A MS “obriga” os fabricantes a só disponibilizarem software deles… Mas há fabricantes mais pequenos que o vão conseguindo fazer, não sei como, mas a verdade é que a nossa INSYS/Inforlândia faz como se pode ver nos sites deles!…

    Boa noite!…

    • ismael says:

      Sem duvida que a MS precisa de expandir o seu mercado e a nokia é uma boa aposta para eles. Mas… Apesar da nokia ter ainda um grande peso no mercado cada vez tem menos e esta parceria certamente ainda a vai fazer descer mais por várias razões óbvias.

  24. nani says:

    A associação Microsoft Nokia já devia ter sido á muito tempo.
    Não faz sentido a nokia perder tempo a fazer software, vale a pena juntar um bom aparelho a um bom software (pelo menos promete).
    A micro tem milhares de pessoas a fazer soft, e a actualizar, a google idem, o apple igual, e memso assim não são falham.

    O resutadao só pode ser bom.

    A samsung tb vai acabar com o bada, é inevitável.

    No fim fica a apple, a google e a microsoft no soft e depois vão existir fabricantes de hard a incorporar o software.

    beijos

    • ismael says:

      Sem duvida que sim. Há uns anos atrás cada vez mais os fabricantes de telemóveis / smartphones optao por software externo. Isto para nós utilizadores é bom sem duvida pois certamente haverá mais concorrência deirecta entre os softwares o que nos será cada vez mais disponibilizado mais actualizações, funcionalidades, aplicações idem idem… Por outro lado fico um bocado preocupado com as compatibilidades, que muito provavelmente cada vez vai haver mais falhas e será complicado saber qual será a melhor opção de investimento para nós utilizadores escolher em termos de fiabilidade se é q me entendem.

  25. says:

    Vai ser a maior estupidez da Nokia sem dúvida nenhuma. No entanto, a verdade é que ao ser suportado pela comunidade, vamos continuar a ter uma alternativa verdadeiramente Linux para smartphones e tablets.

  26. Marco Silva says:

    O MeeGo é uma parceria Intel/Nokia.

    A Intel ainda não disse nada…

    • TelmoB says:

      Também é verdade. E não estou a ver a Nokia a desistir do MeeGo, os tablets Nokia vem ai. Pode ter adiado porque secalhar não estava nas melhores condições ainda para ser apresentado, ou pensou em outra estratégia para atacar o mercado que pode passar pelo..WP7 e MeeGo no mesmo smartphone, um mais para trabalho e outro mais para lazer ?!

      Vamos ver as novidades amanhã..

  27. Diogo Correia says:

    Isso é o maior erro da Nokia.

    Claro que se forem espertos sempre se pode juntar tudo o que o MeeGo tem de bom e colocá-lo no WP7.

  28. ismael says:

    Nokia a ir cada vez mais ao fundo!

    Quando vi o aparecimento dos SO linux para os aparelhos Nokia sempre pensei q os ia fazer destacar novamente no mercado pois o Symbian cada vez fica mais atrás da concorrência. E ainda hoje me arrependo de ter comprado o meu n97 o ano passado quando tinha saído no fantástico n900 q apesar das grandes falhas como só ter landscade (ou la como se escreve) o maemo comparado ao Symbian tem muita mais qualidade a todos os níveis.

    Como falam aqui no pplware o Android sem duvida que se começa a destacar comparado aos outros todos SO mesmo comparado com o IOS da apple. Agora a nokia juntar-se com a microsoft? Ide os dois por agua abaixo juntos… Duvido que tenha grande futuro esse negocio.

    • kevin says:

      CEO da Nokia

      “In 2008, Apple’s market share in the $300+ price range was 25 percent; by 2010 it escalated to 61 percent. They are enjoying a tremendous growth trajectory with a 78 percent earnings growth year over year in Q4 2010. Apple demonstrated that if designed well, consumers would buy a high-priced phone with a great experience and developers would build applications. They changed the game, and today, Apple owns the high-end range.

      And then, there is Android. In about two years, Android created a platform that attracts application developers, service providers and hardware manufacturers. Android came in at the high-end, they are now winning the mid-range, and quickly they are going downstream to phones under ˆ100. Google has become a gravitational force, drawing much of the industry’s innovation to its core.”

      Carta completa em: http://www.gsmarena.com/ceo_stephen_elop_admits_nokias_poor_track_record_has_a_plan-news-2305.php

      • kevin says:

        “The first iPhone shipped in 2007, and we still don’t have a product that is close to their experience. Android came on the scene just over 2 years ago, and this week they took our leadership position in smartphone volumes. Unbelievable.” Nokia CEO

  29. fonseca says:

    You “mee go” xD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.