PplWare Mobile

Nexus – Google descontinua o verdadeiro iPhone Killer


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Msilva says:

    A google nunca será uma empresa de Hardware. Que continuem o fantástico trabalho com o Android.

    • Fábio Rocha says:

      Talvez, mas conseguiu ter uma verdadeira atitude de mercado. Em vez de vender até à exaustão.

      ps: iPhone killer com 80 mil vendas contra 3 milhões? Não será bem um iphone killer, e duvido que venha a haver algum. Esta historia dos killers já vem dos ipods e nunca apareceu nada, isto porque cada um tem o seu lugar no mercado.

    • Tiago Dias says:

      A grande vantagem do Android é também a sua maior desvantagem: estar em tantos terminais diferentes. Não sei se será esta a melhor forma de fazer frente ao iPhone.

      Um nexus one com metade do preço do iPhone sim, acredito que faria bastante mais do que cócegas.

      Telemóveis android mais baratos, não são a mesma coisa.. Telemóveis mais potentes com android…os preços são iguais aos do iPhone…e com o mesmo preço, neste momento o iOS ganha, logo o iPhone é o escolhido…

      • bigkax says:

        “A grande vantagem do Android é também a sua maior desvantagem: estar em tantos terminais diferentes.”

        Quando é que o Android começou a ser parecido com o Windows? Será que vão adicionar um BSOD?

        • Tiago Dias says:

          Não percebo qual é a dúvida no que disse..

          Para simplificar conta o seguinte:

          – nº de aparelhos com iOS;
          – nº de aparelhos com android;

          Acho que é bem visível…n percebo o que é que isto tem a ver com windows ou bsod’s…

          • bigkax says:

            “A grande vantagem do Android é também a sua maior desvantagem: estar em tantos terminais diferentes.”
            A grande vantagem do Windows é também a sua maior desvantagem: estar em tantos terminais diferentes.

            Tanto Windows como Android existem em múltiplas plataformas e isso traz vantagem e desvantagens. A parte do BSOD foi uma brincadeira.

          • Tiago Dias says:

            Então..exactamente! Foi essa a minha ideia desde o início 😉

    • Alque says:

      A Google nunca foi uma empresa de Hardware.
      Quem está por trás do Google Nexus é a HTC.
      A Google é que o mandou fazer.

  2. Tiago Dias says:

    Algo que, infelizmente, já era esperado. Tem sido assim com todos os iPhone killers, provavelmente continuará a ser..

    Eu gostava mesmo que alguém se iluminasse e adoptasse uma filosofia diferente da que tem sido usada para fazer frente ao iPhone.. Quem pensar um pouco, e excluindo completamente a questão dos preços, não vai querer comprar um smartphone que já se adivinha que não tem futuro. Era mesmo bom que alguém conseguisse de facto fazer mais do que ligeiras cócegas ao iPhone, os consumidores só iriam ficar a ganhar.

    Apenas o preço está do lado dos telemóveis android. Não digo que não seja bom, claro que o é! E cada vez melhor, felizmente. Mas já se percebeu que um telemóvel android de 200-300€ não está ao nível do iphone.. não é a mesma coisa! O nexus tinha a potência do seu lado, mas não tinha o preço…e não tem ainda o SO com a maturidade necessária.. Era uma derrota que já se adivinhava…

    • Carlos says:

      “Mas já se percebeu que um telemóvel android de 200-300€ não está ao nível do iphone.. não é a mesma coisa.”

      Podes explicar porquê?
      E o iPhone não custa 200 ou 300€.. compara um HTC com android com o mesmo preço que o iPhone 4 custará em portugal, e vê as especificações.
      Android ainda tem a capacidade de widgets, multitasking, aplicações gratuitas… Não percebo porque dizes que não é a mesma coisa…

      • Tiago Dias says:

        Para mim uma das coisas que mais aprecio no iOS é a sua fluidez, a rapidez a fazer qualquer coisa, não ser preciso passar o dedo mais que uma vez para realizar determinada tarefa. Num telemóvel android de aproximadamente 200 € não consegues essa fluidez. Já vi passarem o dedo 2 e 3 vezes apenas para desbloquear o ecran.

        Também não consegues correr num android de baixa gama todas as aplicações que consegues no nexus one, por exemplo.

        É claro que pode ser o suficiente para muita gente, mas é óbvio que não é a mesma coisa que o iPhone, ou mesmo o nexus one. O facto de estar disponível em terminais mais acessíveis é uma grande vantagem do android, mas isto tira-lhe também algum potencial.

        Quanto ao android em si, não tens também a appstore, embora já comecem a aparecer aplicaçõe muito boas para android.

        Quanto a comparar um htc do mesmo preço do iPhone, mas não era isso o nexus one? E acaba de morrer…

        Como já disse, a maior vantagem do android é vir em terminais mais baratos. Quando o preço se aproxima do iPhone, a escolha recai para este pelo menos 90% das vezes.

        • Ricardo Martins says:

          Eu tenho um android de 200€ e isso que dizes nunca me aconteceu.

          Como o android é um os que permite multitasking, tem que se ter sempre cuidado com a quantidade de apps que tens a correr ao mesmo tempo. Provavelmente na situação a que te referes os telefones tinham uma quantidade absurda de apps a correr por trás.

          Mas no meu de 200€, nunca tive esses problemas. Tenho algumas apps a correr ao msm tempo e continuo a poder navegar com fluidez.

          • Tiago Dias says:

            Pois, não sei em que condições isso aconteceu, mas a verdade é que vi isso… 😉

          • Ricardo Martins says:

            @Tiago

            Não duvido que tenha acontecido, mas o meu comentário era só para não se generalizar o que pode ser uma situação particular 😉

          • Tiago Dias says:

            @ Ricardo Martins

            Sim, não duvido que possa ser um caso isolado.

            O Android tem-me chamado bastante à atenção, principalmente pelo facto de estarem a aparecer boas aplicações. Quando estiver mesmo a pensar comprar um novo telefone, sem dúvida que um smartphone com android está bem colocado na minha lista de preferências. Vou esperar mais uns tempos e ver como se desenvolvem as coisas. Espero ainda com alguma esperança uma descida de preços, tanto de iphones como de androids de gama alta..:P

  3. la_marca says:

    Para quem tem um HTC Desire, o nexus One não faz nexus

  4. Androidiano says:

    O Android é o matador do iPhone, não o nexus.

  5. afrsa says:

    Mais incrível é o facto de que cada notícia menos simpática acerca do Windows ou da Android, é logo noticiada aqui! E com letras garrafais FAIL!

    Agora notícias menos simpáticas acerca do MAC, Iphones e companhias… demoram sempre mais! Parece-me um pouco estranho!

    Onde está a notícia acerca do reconhecimento da MAC da fraca qualidade das antenas no Iphone 4? Vai demorar ou vão, à semelhança do outra notícia, falar acerca do assunto franzindo o olho em desconfiança sobre uma coisa que toda a gente já sabia?

    Coisas boas acerca do MAC aparecem logo aqui… façam o mesmo com as coisas menos boas, e dessa forma poderão dar um contributo real e válido ao consumidor! Julgo que é disso que este site, entre outras coisas, se trata!

    Cumps.

    • Tiago Dias says:

      Antes de mais, a empresa/marca é a Apple.. Mac são apenas os computadores.

      As notícias negativas em relação à Apple, mais concretamente o iPhone, têm sido noticiadas aqui. A única que tarda em aparecer é a dos free bumpers, mas penso que estará para sair, mas complementada com mais informação, e não apenas notícia seca. Estará talvez a tardar um pouco a notícia, pois foram anunciadas as novidades da conferência que já foi à alguns dias..

      Cumps

    • Vítor M. says:

      Sim já a fizemos e temos um post em preparação. Como tem havido uma complexidade de respostas e contra respostas, faz sentido esperar mais um ou dois dias, depois do evento da Apple para dar ou não razão às queixas.

      Neste caso era uma morte anunciada.

      E a Google já disse que falhou, como noticiámos no post anterior,sobre este tema.

      Eles pelo menos têm uma atitude mais aberta para o mercado.

      O Steve faz mais figura de diabo (sai~lhe do bolso) ter atitudes menos arrogantes, como se viu no passado.

      Mas não ficarás decepcionado, o post sobre o antennagate está quase quase cá fora, falta somente uma declaração que deve sair hoje e é importante para o post. 😀

      Não há teoria da conspiração, há muito mais Google no nosso espaço (inclusive mais Android) que Apple, está na cabeça das pessoas essa conspiração 😉

      • afrsa says:

        Caro Victor,

        Então nesse caso, pede-se a mesma preparação para as notícias dos concorrentes , como acontece para a Apple, por exemplo.

        Senão repare-se nesta notícia que fala de uma comparação sobre unidades vendidas e não fala que, se calhar, mais de 80% de Iphones 4 vendidos foram comprados por antigos utilizadores do Iphone 3Gs… e também não se refere que a Google não compete com a Apple com o hardware mas sim com o Android! Quantos terminais android existem neste momento no activo?

        É fácil dizer que a Google vendeu 80 mil unidades e a Apple 3 milhões… a matemática dá para tudo!

        • Vítor M. says:

          É uma interpretação, neste caso fizemos uma interpretação da notícia original. A argumentação “matemática” serve, e bem, para explicar que no topo dos segmentos do mercado mobile, tem de haver um significativo numero de vendas para sustentar o preço dos equipamentos. A interpretação contraria fica ao cargo de cada um. 🙂

          O resto é outra história de puro stress pós iPhone 4 😉

    • Nobre says:

      Existe alguma empresa chamada MAC???? Agora a sério, acho que o Pplware sempre foi e continua a ser imparcial, pode acontecer uma ligeira imparcialidade mas só a vê quem a quiser. Mesmo assim a Apple continuou sem admitir o problema, infelzmente continuou um pouco com a postura do “está tudo bem”, e disse que também ocorre esse problema noutros smartfones de outras marcas. E não existe nenhum problema com a qualidade das antenas, elas estão é mal posicionadas.

      • afrsa says:

        Já se viu que foi um erro meu!

        Tentar desvirtuar a minha posição, até bem fundamentada, por causa de um pequeno erro, já é parvoíce!

      • bigkax says:

        “Pplware sempre foi e continua a ser imparcial”

        Foi por este motivo que adicionei o pplware aos favoritos, mas como como outros ja comentaram nestes últimos tempos parece que uma ligeira imparcialidade apareceu por aqui. Eu diria que foi depois do Ipad e do Apple vs Flash. Mas uma coisa é certa esta alegada imparcialidade só existe nos posts da Apple, nos outros não vejo influencia nenhuma, muito pelo contrario, o android tem andado mais aqui que no Nexus one. Também notei que a quantidade de post sobre software OSX que era quase nula tem aumentado significativamente.

        • Tiago Dias says:

          O facto de os posts Apple terem aumentado, não significa imparcialidade.

          Pode-se talvez ver imparcialidade para ambos os lados nos comentários, mas isso é uma coisa totalmente distinta…aí entram as opiniões pessoais…

          • bigkax says:

            “O facto de os posts Apple terem aumentado, não significa imparcialidade.”
            Não, não significa, e eu só realcei este especto porque os posts sobre software para OSX aumentaram nos últimos tempos, isso pode significar um aumento de interesse na plataforma, isto num período de duvida na imparcialidade não ajuda. Mas não foi por isso que comentei essa parte, só comentei porque reclamavam que era só posts Windows e ultimamente tem havido muito Open Source e OSX. Se reparares bem também falei no numero de post sobre android.

          • JF says:

            imparcialidade ou parcialidade ?

          • Tiago Dias says:

            Sim claro.. o problema é que há quem interprete este aumento do número de posts, que antes era bastante baixo, como parcialidade. É verdade que os posts da Apple, principalmente iphones e ipads, gera muitos comentários, aí sim existe alguma parcialidade.. mas isso não pode ser confundido com os artigos em si, nem com a imparcialidade dos autores…

          • Tiago Dias says:

            @JF

            sim, parcialidade… erro meu 😉

          • Gilberto Pereira says:

            Não entendo a razão dalguns disparates que aziados vêem dizer para tópicos que falem de iPhone ou Apple em geral, a serio, quem não gosta não vem atacar. Eu não tenho grande interesse por android, mesmo tendo um desire em casa (smartphone da esposa) e nao vejo razão para ir dizer mal, é que nem são criticas, são mesmo aziados, nos tópicos android.

            Em relação a esta máquina… Morreu 🙂 venha o Evo, quando o lançam?

    • R o B says:

      Concordo, já tinha lido esta noticia que até está incompleta, segundo a fonte apenas nos estates a venda será mesmo descontinuada. Alem disso, Nexus One foi um terminal livre de operador, coisa que na terra de tio Sam não estão muito habituados a pagar à cabeça tanto por um terminal.
      Por outro lado já li umas quantas sobre a vergonha da Apple e nenhuma delas apareceu aqui! Apple até já implica outros fabricantes para desculpar o sua grande falha de design. Apple oferece capas como forma de concertar o sue problema. Enfim…

  6. DoContra says:

    Infelizmente a esmagadora maioria das pessoas compra marcas (porque são famosas, o vizinho também têm ou são “chiques”), nem que tal signifique pagar mais por algo que nem sequer se tirará real proveito. Perguntem a quem tem um iPhone porque o comprou ou se sabe utiliza-lo plenamente! Em 75% dos casos receberá respostas do estilo “porque é bonito”, “está na moda”, “o meu vizinho rico tem um” e banalidades do género. E arrisque a pergunta “qual é o sistema operativo” ou “sabe que não tem flash” e poderá receber resposta como “sistema operativo? acho que é MacIntosh” e “não tem flash? não faz mal, não sei tirar fotografias com ele”…

    É a história de quem compra um PC para o filho estudar (pois, pois…) mas tem de ser com Windows “porque só sabe usar aqueles bonecos giros do écran”. Linux também tem “bonecos” mas “é pecado contra a santa madre Microsoft!”.

    As pessoas compram o que está na moda, o que toneladas de propaganda lhes impinge e mais nada! Até o mais pobretanas desconfia de um telemóvel que custe menos que o “da moda”, pois certamente é rasca e “dos chineses”.

    Hoje em dia compra-se qualquer tralha desde que devidamente etiquetada com marcas famosas.

    NOTA: NÃO estou a denegrir a Apple ou qualquer outra marca comercial famosa, fique isso bem claro. Apenas acho que hoje em dia compra-se apenas o que está na moda.

    • Vítor M. says:

      Sim concordo contigo, muita gente compra porque fica bem em cima da mesa do café ou porque só lá chegam alguns.

      Conheço alguns empresários que têm iPhones porque estes estão no pacote empresarial de comunicações.

      Há também um interesse que se compre estes equipamentos porque vende bem e vende o que está por trás, os serviços.

      Independentemente disso, o iPhone é grande máquina, este não fica atrás, bem pelo contrário o hardware é substancialmente superior.

      Pena que para certos segmentos, é necessário algo mais que hardware.

      E dizer a verdade não é denegrir. O marketing também é um exercício de mercado e dos mais eficazes.

      Depois, quem usa uma equipamento, por mais básico que seja, na sua totalidade?

      São as modas, é o consumismo e o materialismo… pronto é a sociedade no seu normal desenvolvimento, neste mundo mercantilista.

      • Manuel says:

        É o STATUS meu caro Vitor, é o STATUS que isso dá a muita gente.

        Se todos fossem mais racionais os equipamentos não custavam o que custam, de certeza absoluta!

        Sejam racionais. consumam o que necessitem.

        Se só precisam de telefonar para que gastar centenas de euros se podem ter um equipamento por 20??? Para pisa-papéis?? Existem uns mais baratos por aí!!

        • bigkax says:

          “Se só precisam de telefonar”
          Telefonar?????
          Já ninguém faz isso, eu admiro-me é como os telemóveis/smartphone ainda tem essa mítica funcionalidade.

          • Manuel says:

            Ninguém faz isso???

            Hummmm, devo de ter aterrado noutro planeta….

            Sorry!

          • DoContra says:

            Então devo ser um fóssil! Ainda uso o télélé primariamente para chamadas telefónicas. Se calhar é por isso que não ando de orelha colada a um netbook…

      • DoContra says:

        O ex-Presidente Bush já aprendeu a usar minimamente o seu BlackBerry? 😉

      • DoContra says:

        Eu uso o meu Nokia 1100 na totalidade! Bem… confesso que não uso os jogos e a calculadora é um bocado difícil de dominar…

    • Tiago Dias says:

      Concordo contigo que 75% dos compradores de iPhone, no mínimo, estão nessa situação. Infelizmente isso é verdade..mas nada há a fazer contra isso…

      Quanto ao exemplo dos computadores com windows, isso já não é bem assim.. Foi a massificação do windows que causou isso. Certamente que um pai não vai comprar para o filho uma coisa que nenhum dos dois sabe usar. Vai comprar o que toda a gente usa, o que se usa na escola, não por moda, mas por facilidade, e a maior parte das vezes por pensar que apenas existe windows.

      • bigkax says:

        “e a maior parte das vezes por pensar que apenas existe windows.”
        E a maior parte das vezes por não saber o que o SO é e que existem varias opções.

        • Tiago Dias says:

          Exactamente!

          E mesmo quando se conhecem as opções, que é uma minoria, apenas uma minoria dessa minoria é que realmente opta por comprar computadores com linux. E é se, conseguir, porque não é coisa fácil..

          As massas vão sempre usar windows.. seja comprado de origem, seja uma instalação pirata depois de comprar, seja por estar limitado ao que é usado nas empresas, escolas, etc…

          • DoContra says:

            Era exactamente isso que queria transmitir! É-nos impingido, “pagamos o SO sem sabermos e não sabemos que há outras opções”.

            Depois admiram-se que 99% só conhece determinado SO…

      • DoContra says:

        Massificação porque não havia outras opções. Ah pois… nos EUA a Apple batia o pé, mas mesmo lá não era produto de massas.

    • Pedro Teixeira says:

      Não concordo com a censura da acção chamada “modinhas” das outras pessoas por falta de informação.

      Já fizeram um estudo sobre marca vs “linha-branca” noutros sectores, por exemplo saúde: Meter a mão em gelo e ver quanto tempo aguentavam usando analgésicos de marca e quanto tempo aguentavam também usando desta vez genéricos. Todos aguentaram o dobro do tempo com os de marca, até lhes serem desvendado no final que o genérico afinal não era genérico mas sim da mesmíssima marca.

      Confiar e sentir-se “em comunidade” com produtos de marca é muito mais poderoso do que “apenas o que está na moda”. É uma necessidade humana, pertencer a grupos.

      Também existem pessoas muito bem informadas que vêm o assunto out of the box e escolhem telemóveis, sistemas operativos, carros, o que for… consoante as suas verdadeiras necessidades e carteira..

      Querem outra analogia simples?
      Têm uma barraca de bifanas com uma fila de 30 pessoas e outra ao lado vazia. Para quem não é entendido na matéria é claro que desconfia e muito provavelmente vai para o fundo da fila, seja a outra barraca equivalente ou não..

      Há os carneirinos da apple, os carneirinhos do android, há carneirinhos de muita coisa. O mais engraçado é que todos se chamam carneiros uns aos outros.

      Respirar também está na moda.
      Bazinga.

  7. -_-' says:

    Só haverá iPhone killers quando a Apple meter o pé na poça. E ela não faz isso. E quando faz isso, consegue safar-se bem (por exemplo, veja-se este “problema” da antena).

    • @leo@ says:

      O sistema iphone é bom porque quem o tem consegui tirar muito mais partido dele do que um windmobile e android, não tenhas duvida disso.

      Devias era perguntar aos donos do iphone,tem sentido falta do fhash?

      Quem continua a falar em fhash do iphone é porque não tem mais nenhuma argumentação.

      Em relação a antena do iphone 4, é miserável a solução da Apple!! Vamos ver o que vai dar este problema.

      Em relação ao Nexus, é pena que seja descontinuado, mas como foi referido em cima, a google que continue a desenvolver o android e deixa as maquinas para a htc!

      • DoContra says:

        Note que “flash” era um trocadilho. Obviamente referia-me ao programa da Adobe, coisa que o Zé das Iscas (que compra o iPhone só para fazer inveja à cunhada que tem um HTC) nem sabe o que é. Daí a hipotética resposta sobre as fotos.

        • a Friend® says:

          A questão que fica no ar é que, será que o Zé dos Androids anda satisfeito com o Flash no seu Smartphone? …

          Não vejo grande entusiasmo em torno dele… alias.. por parte dos “Androidianos” vejo muito silêncio nessa area… assim como silênciosamente a Google, através do Youtube, fez a sua versão “mobile” em HTML5 para aceder directamente ao h.264…

          Isto são pormenores subtis que ninguém tem falado muito e tal.. mas eles existem… 😀

          Estão a ver se passam despercebidos… e tal…a ver se a poeira do Flash assenta.. 😀

          • DoContra says:

            A poeira do Flash assentar?! Fazes ideia de quantas vezes já tive de fazer downloads da (suposta) última versão do Flash Player? Quer em Win 7 quer em Linux (Ubuntu ou Mint), de vez em quando o Firefox detecta a necessidade de transferir a última versão! Já parecem as “actualizações de segurança” do Windows XP. Cada vez que se instala uma, parece que apenas serviu para ter de ir buscar as suas próprias correcções.

          • RCS says:

            É uma questão de ter a possibilidade. Basta uma vez ter de ir a um site que só funcione bem com flash, que já valeu a pena. Versatilidade, flexibilidade e mais liberdade, é disto que se trata.

        • @leo@ says:

          A malta não é burra! Sei bem de que flash falavas.

          E explica não aos teu amigos que tem iphone o que é flash da adobe e se ele têm notado falta.

    • bigkax says:

      A minha opinião é que a Apple cria estes problemas de prepositivo, porque se repararem quanto maior é o problemas mais as vendas crescem. E se não são deviam considerar…

      Falem bem ou falem mal, mas falem…
      A segunda é sempre mais fácil de se conseguir.

  8. op says:

    bem dito (afrsa) eu ate estava a espera do se passou a pouco, com a resolução do Iphone, mas fiquei surpreso com esta que ate tinha Iphone Killer Fail, ate parece que querem agradar alguém.

  9. fran says:

    Quando se limitam a imitar, nunca se pode esperar nada de mais…

    o android é uma imitação barata do iOS, apesar de a google dizer que começaram com esse projecto antes da apple com o iOS.

    E enquanto tentarem imitar só vai sair uma coisa: FRACASSO.

    Eu estou com bastantes espectativas com o Windows Phone 7. Este sim, com um conceito inovador, apelativo, user friendly, muito bonito e prático. Acho que este é que vai ser o grande concorrente do iOS.

    Até estou com vontade de cmprar um telemovel com WP7 mesmo antes de eles sairem… E esta vontade so me deu ate hoje com o iPhone. Por isso deve ser bom sinal 😀

    • afrsa says:

      Chamar o Android de fracasso, é de quem não vive neste mundo!

      Em que gráfico ou tendência de mercado é que te baseaste para ter essa opinião?

    • Satoshi says:

      O projecto que eventualmente levou à concretização do sistema operativo que é o Android teve início em 2005. Ora, o iPhone original foi lançado em 2007. Hmm… Fran, o que a Google diz é verdade. 😀

      • a Friend® says:

        O Android foi lançado em 2008. Projecto iniciado em 2005 (segundo eles dizem).

        O iPhone se foi lançado em 2007, significa que o projecto deverá ser ainda mais antigo. Vejam os factos. O primeiro iPhone OS saiu com uma maturidade de longe superior que o Android 1.0.

        Se a Google reclamar que “estão na linha da frente” então desiludem-me.

        PS. 2005 foi o ano que a Google adquiriu a “empresa android” .. na realidade o projecto já era existente antes da google lhe meter as mãos. E o facto é que ele, nas mãos da Google.. só apareceu depois do iPhone. E convém não esquecer porque é que o CEO da Google foi “afastado” da Apple. Ele jurava a pés juntos não estar a trabalhar num rival do iPhone.. quando na verdade estava.

        Só para fazermos um “Flashback” do assunto 😀

        http://latam.apple.com/pr/articulo/?id=1587&r=br

  10. Tagus says:

    iPhone é unico, acreditem no que vos digo. Claro que “não são perfeitos”, mas até agora são os melhores. Qto ao Nexus one ter disso descontinuado, não acho que seja algo de extraordinário, o que realmente interessa é que a google continue a desenvolver o Android, que a meu ver tem bastante potencial para ser o melhor OS mobile no futuro, isto pq a google é gigante e tem serviços “ilimitados” que bem incorporados no android dão muito jeito ao utilizador.
    No entanto acho q deviam ser mais originais, pq como já se disse aqui, o android é uma imitação barata do iOS, contudo eu até gosto, mas acho que devia deixar a sua marca com algo de inovador e não copiar o iOS tentando melhorar.

    • afrsa says:

      Vamos ver como fica o Gingerbread! Até aqui a Google esteve-se a marimbar para o aspecto do UI… e isso nota-se perfeitamente!

      No Gingerbread é que a Google vai mexer em força do aspecto… e lá vamos ver como fica! Até pode ser que fique uma porcaria! 🙂

  11. op says:

    nokia the best

  12. natacha says:

    e este novo brinquedo deve ir para que preço. boas ferias marrise

  13. Félix says:

    O smartphone que poderá ser o killer em relação ao Iphone 4 é sem duvida o HTC EVO 4G.

    Que acham vcs?

    • Tiago Dias says:

      Não me parece…acho que vai ser mais do mesmo.. o HTC HD2 foi o que foi..

      Lançar telemóveis novos com tão pouco tempo de intervalo não é bom… E não é com hardware que vão conseguir fazer frente ao iPhone…

      • Angelo Brito says:

        Tens razão mas são terminais vocacionados para o futuro! Eu tenho um HD2 faz 1 ano em Novembro e só agora e que está a demonstrar as suas verdadeiras qualidades e mesmo assim mal exploradas…. O Wimo (Windows Mobile) tem um mal já ha muito tempo, baseia-se nos terminais mais antigos e nao foi capaz de evoluir, ja o android evolui e é adaptado as maquinas que por ai vem. Digo-vos, andoid + HD2 é uma esperança cada vez mais viva e para quem tem um HD2 nao que saber nem do EVO nem do iOS4…

        • Tiago Dias says:

          Mas se não se apressassem tanto a lançar novos telemóveis de poucos em poucos meses, talvez a coisa corresse melhor.. Não tenho qualquer tipo de experiência com o HD2, mas se, como dizes, apenas agora está a começar a mostrar o que vale, talvez daqui a uns meses esteja mesmo uma bomba, não só a nível de hardware, mas o conjunto. Se calhar agora, ou num futuro próximo, é que seria a altura de lançar o HD2. Provavelmente o mesmo vai acontecer com o EVO…quando começar a mostrar serviço, já vão haver mais 2 ou 3 telemóveis mais recentes…da mesma marca!

    • bigkax says:

      Acho que talvez, mas para isso tem de ter produto para vender.

    • patCRUZ says:

      Epa que raio, mas porquê que tem que haver um iPhone killer e um iPad killer e flash killer e mais não sei o quê… que modinha da treta!

      As coisas são o que são… há necessidade disso?
      Quem quer seguir as massas segue… Quem não está satisfeito muda, quem não sabe aprende, quem aprende descobre… e isto aplica-se a qualquer um dos casos!

  14. R o B says:

    2008 Nasce o Android com apenas o G1 da HTC
    2009 Mais algumas marcas arriscam lançar um produto baseado nesta plataforma, a google desenha e a HTC constrói o NexusOne com o objectivo de impulsionar o mercado. Nunca foi referido que seria um iphone killer, isso só foi pensado pelos fans.
    2010 Mais de 40 dispositivos rodam Android.

    Falhou? Parece que não.

    • Tiago Dias says:

      Claro que o android não falhou! Está a tornar-se cada vez mais forte.. Falhou foi o nexus one, que diga-se o que se disser, foi lançado com o intuito de rivalizar com o iPhone…

      • Manuel says:

        Eu mesmo assim vou pelo lado do Android.

        Estou a espera de um equipamento em conta que até Wi-Fi tem!

        E sem capinhas à volta!!

        🙂

        • Tiago Dias says:

          Sim, um telemóvel com android, munido de wifi, a menos de 100 €, era muito muito bem vindo! Isto se não afectar muito a fluidez do sistema! Irrita-me mesmo ter que deslizar o dedo no ecran 2 ou 3 vezes seguidas apenas para conseguir desbloquear o ecran, como já vi…

          Eu só peço wifi e rapidez! Não preciso de multitask para nada, se isso afectar a fluidez do sistema!

          Quanto a capinhas, mando sempre vir do ebay de qualquer forma, para, em algumas situações, colocar e proteger das quedas 😛

  15. a Friend® says:

    Para falar a verdade. Estão todos enganados.

    Não foi o iPhone que matou o Nexus One. Foi o próprio Android. O mercado Android está tão saturado e as marcas (em especial HTC) está sempre a lançar modelos atrás de modelos que se prejudica a si mesma.

    Por melhor hardware que lhes metam, eles proprios matam o sistema, porque o lema deles é vender hardware, e descontinuar o sistema quando lançam um novo, embora neste, para a Google será o seu “menino” irão continuar a dar suporte… (fica sempre bem…para não perder confiança do consumidor).

    Mas é assim, sei que o iPhone está na moda, esta na berra.. é o ultimo grito, etc..etc.. Mas este Nexus One para além de vendas fracas também teve problemas graves de concepção.

    Multitouch, problemas no botão principal, e uma caso parecido ao antennagate, da qual em nenhum destes problemas a Google/HTC se prenunciou em publico a dar justificações.

    http://www.engadget.com/2010/02/11/nexus-one-3g-problems-persist-after-update-is-it-a-design-pro/

    Falando do sistema, o Android está a por os pés pelas mãos, em teoria era uma coisa “linda” na practica não tem sido. Para além da falta de suporte adequado (em geral) as marcas todas e operadoras andam-lhes a espetar com “Junkware” impossivel de remover… perem lá… isto é o “open-source”??… pensava que os utilizadores eram livres de fazer o que queriam no Android, ao contrário do iOS… não era esse o argumento usado?… Pois… acredito que muita gente ande triste com esses factos como se vê em muitos tópicos.

    Flash no Nexus One…? Como tem corrido?…

    Enfim.. foi um enumero de factores que andam a “matar” os “Androiders”… não é directamente o iPhone. A guerra entre eles e especialmente fragmentação é que tem sido fatal. Isto para não falar dos programadores que se passam ter que fazer aplicações compativeis com vários terminais. E dos que não se preocupam, têm aplicações com upscale maradas que não lembra a ninguém.

    Google para ter um Android de Luxo, tem que mudar a metodologia de trabalho toda. Só assim fazem mossa ao iPhone, porque como digo a guerra não é directa… o Android é que perde a força no que toca a gama alta. Gama média e baixa, (tirando o aparte da operadoras andarem a lixar o android com lixo) ele têm se comportado bem.

    http://latimesblogs.latimes.com/technology/2010/07/android-junkware.html

    Não é a Google que ira fazer frente ao iPhone, nos produtos de gama alta… será uma marca que pegue num sistema, o optimize e garanta qualidade não só aos clientes, como também garanta um metodo de trabalho seguro aos programadores, para fornecerem aplicações de luxo que é o que deliciam os clientes. O sistema é algo aparte, que desde que seja optimizado ao máximo, as Apps tratam do resto. E é claro, um bom suporte.

    Não o deixem transformar num “windows” ou “symbian”… onde as marcas aproveitam-se para modificar o sistema e lixar o sistema, tal como acontece nos computadores que se compra com windows, carregados de lixo das marcas, que só sobrecarregam o sistema, e no caso do Android, ser impossível de remover vai contar qualquer politica de “open-source” como tanto se grita ao falar no Android. A Google tem uma perola nas mãos (Android) e está a cometer erros antigos iguais aos da Microsoft…

    • bigkax says:

      Os posts deste tipo passam a ser introduções quando “chegas”.

      • R o B says:

        Exactamente, só uma pessoa com este tipo de inteligência pode afirmar que a sua teoria é a correcta e todo o mundo está enganada.

        • murder_rabbit says:

          o rapaz é fan boy da apple possas é normal tenta defender os seus ideais eu pessoalmente tenho um macbook rpo e prefiro o meu hp g61 ,mac só para photoshop e para dizer k tenho um mac para me exibir

        • a Friend® says:

          Eu gosto de ver isso.

          3 comentários a girar à volta da mesa e nenhum desmentiu o que eu disse… 😉

          Eu sei, é lixado.. contra factos não há argumentos. Se vocês largarem a paranoia de “fanboismos” e olharem para o comentário como deve de ser irão ver que não disse nenhuma mentira. É precisamente a razão de eu não querer um android ainda. Até porque ando sempre com dois telefones (trabalho/pessoal) daí se tivesse interesse o meu segundo telefone seria o Android, sem duvida, como já me passaram muitos pelas mãos… mas actualmente ainda não me interessam. Vá, ajam como gente crescida e não se zanguem. Quem fala verdade não merece castigo. 😉

          • Agatho says:

            Grande testamento mais acima. Para comentário até aborrece ler antes sequer de começar…

          • murder_rabbit says:

            ja agr k telefones tens? so por curiosidade? na minha oppnião IOS4 é bom ta bem feito mas android 2.2 bem se o smartphone for uma coisa razoavel nao tou a falar de optimos boston´s e afims ai podes ter a certeza prefiro mil vezes o android tal como disse mac para mim sim senhora são boms mas nao justificam o preço que se tem de pagar para ter um. eu pessoalmente tenho tb 2 telemoveis um HTC hd2 e um iphone 3gs e acredita a nivel profissional utilizo o htc pois rende muito mais a nivel de produtividade que o iphone mas pronto cada um tem a sua opnião.
            p.s. acho muito bem o android estar presente em varios modelos e varias marcas de telemoveis ou smarthphones como lhe quiram chamar e tabem acho bem que possas ser alterado pois assim satisfaz varios sectores de mercado, só tou a espera de conseguir junar libras para comprar um blackberry que os meus colegas aqui no UKtodos utilizam e estao muito satisfeitos com eles lol

          • a Friend® says:

            iPhone 3GS e Samsung Innov8. Quero “arrumar” o Samsung mas ainda não há nenhum que me justifique a mudança. Para trocar tem que ser por algo que me agrade. (Sim eu sei, o Symbian já deu o que tinha a dar) mas como disse. Para o trocar tem que ser por algo que valha a pena.

            Acima de tudo, que seja practico. HTC HD2 para mim não dava. É um tijolo. Tive recentemente para adquirir o Samsung Galaxy S em troca deste.. mas lá está, o Android ainda não me cativa. Quero ver que contornos irá ter no futuro o sistema, algo que eu olhe e veja metodologia certa. Dizem que será o próximo, até lá vou esperar. Senão arrisco-me agora a ter o Samsung Galaxy S que é excelente e depois não aceitar esse novo “Android” e fico outra vez a pensar na vida por qual irei trocar. Blackberry é outra opção MUITO VIAVEL… só o futuro dirá, e não posso cair nas politicas de consumismo do troca e destroca. Embora “ultrapassado” o meu Samsung é excelente.

    • Hugo Cura says:

      Eu acho que se estão a fazer comparações que não podem ser feitas assim tão linearmente.
      Android vs iOS é tal e qual Windows vs MacOSX, sem tirar nem por. A partir daí a discussão será como sempre foi, é, e será (uma idiotice).

      O iOS no iPhone é fantástico.
      O Android em 50 smartphones diferentes é bom! Consegue agradar a um leque de pessoas muito mais alargado e implica menos investimento. Além disso está ainda a crescer.

      • a Friend® says:

        Portanto, concordas com aquilo que as operadoras andam a fazer ao Android é isso?

        “Geekzizes” aparte, um cliente normal nunca olhará para o Android da mesma forma que olha para o iOS. E não é só pela marca, só o factor de ter experiencias diferentes, em diferentes telefones pode ser prejudicial, torna-se confuso para os clientes em geral. Aqueles que querem simplesmente funcionalidade e rapidez, sem atrofios e lixo.

        Mais depressa o publico abraça um Blackberry que o Android. Vai por mim. E em Portugal tem-se visto muito disso, coisa que antigamente era vista nos EUA.

        Para uma pessoa que não percebe nada (ou seja 90%) basta ter uma má experiência num low cost android “modificado” pela TMN ou outra rede qualquer, que ficará sempre com essa ideia na mente e um dia que lhe metam um topo de gama com android à frente (visto para eles ser tudo igual) nunca irão valorizar esse topo de gama, metendo tudo no mesmo “saco” .. este é outro grave problema do Android, visto pelo publico em geral.

        É que vocês esquecem-se… mais de 90% das pessoas não anda aqui a medir “AppStores” e “Roms” e “Froyos” e afins… querem é algo practico, rápido…simples.. e que arranjar apps seja facíl e de preferência que seja de qualidade. Até mesmo os menus do iOS cativam pela qualidade gráfica. Os olhos também comem… sejamos francos.

        • Hugo Cura says:

          “algo practico, rápido…simples.. ”

          e acima de tudo barato 😉 Ou estás a sugerir que quem não percebe nada vai direitinho a inchar 700€ por um iPhone? 😆

          Não digo que o Android, por estar presente em tantos terminais, beneficia com isso, ambos entendemos as vantagens e desvantagens… Mas se tantos o estão a adoptar, é porque é mesmo bom e descomplicado.

          Achas que se fosse possível, mais marcas não iam adoptar o iOS? É isso que destaca a Apple, exclusividade e trabalho direccionado.

          Como te disse, acho ridículo compará-los… mas se insistes, eu deixo-te a falar sozinho.

    • afrsa says:

      Aproveita e mete os links que falam sobre o Gingerbread e a vontade da Google de acabar com os UIs modificados, updates do SO directamente do Market, etc… e o teu argumento vacila um bocado!

      A verdade é que o Android anda a tirar mercado à Apple e ao Windows.

      Mas atenção ao Windows mobile 7… esse sim, vem-se meter ao barulho e com bastante força! A forma como eles estão a abordar o UI vai dar muito que falar!

      • Vítor M. says:

        Não achas que o Android e os muitos telefones com ele equipados, estão sim a tirar mercado á Microsoft que antes eram os únicos que serviam os HTCs, que anda a tirar mercado á Nokia servindo telefones a cento e poucos euros?

        Achas que um A1 ou mesmo um Nexus, Desire e outros que tal tiram mercado á Apple que recentemente bateu recordes ao nível bolsista e detem a melhor marca de vendas de smartphones com mais de 3 milhões em 3 meses?

        Cada um pode dizer o que lhe apetecer, mas os nùmeros estão aí para quem os quiser ver.

        Acho incrivel comparar um serviço como tem a Apple com a sua estrutura organizada com um mercado de um sistema operativo que ainda nem amadureceu. Mas ok… São opiniôes 😉

      • a Friend® says:

        Achas mesmo que vassila? As marcas simplesmente querem ter control do sistema, para obter lucros também.

        Quanto mais a Google fechar… menos mercado terá. Porque é que achas que a Samsung, Nokia e outras marcas não apostam 100% no android e andam a “lutar” para ter os seus sistemas?…

        Se a balança do sistema pender toda para o lado da Google, as marcas ou adoptam e vendem ainda mais hardware para lucrar ou então vão começar a “inventar” sistemas para não estarem dependentes da Google.

        A vantagem da Apple é mesmo essa… hardware e software são deles… fizeram tudo bem feito e é a chave do sucesso. Já lá vão 4 anos bem sucedidos com um telefone que vende que nem paes quentes… como se fosse sempre novidade. Se as pessoas não o enjoam e compram todos os modelos seguintes, só se resume a um factor: satisfação.

        Só o critica quem não tem, é outro facto. Têm a mania que é “status”. Mas são precisamente essas pessoas (que não têm) que o pôem num pedestal. Para mim ter iPhone é sinal de satisfação. Ponto. Não o ando a exibir… afinal de contas para muitos meios ele é algo banal. Vais ao Reino Unido, França…etc… ter um iPhone é como cá ter um Nokia. É banal.. ninguém os anda a exibir.

  16. Yuy says:

    O Sonim Technologies é que são verdadeiros telemóveis, esqueçam o Iphone, android e essas mariquices para crianças. http://www.sonimtech.com/

    • Hugo Cura says:

      Referes-te a isto?:
      “Apple has invested more than $100 million building its advanced antenna design and test labs. Our engineers have logged thousands of hours designing and testing iPhone 4 in these state-of-the-art facilities”

      😆

  17. Gil Azevedo says:

    Sou proprietário de um HTC Desire.
    Estou a aguardar o update para android 2.2. Dizem que é mais rápido que o 2.1.

    O tlm é extremamente rápido e não me deixa ficar mal.
    tem apps muito interessantes, mas estas contam-se pelos dedos das mãos.

    Já a APPSTORE da apple tem muitas mais.
    Mas isso tem a vêr com a plataforma de negócio. Não é por causa do telemóvel em si.

    Já testei um iPHONE e, parece-me que até fica bem atrás em performance face ao DESIRE. Não duvido que seja pelos +200mhz do processador.

    A barraca o iPHONE4 levou-me a comprar o DESIRE, e tenho que admitir que foi o que fiz melhor…

    Vamos lá vêr se em novembro o windows phone me leva novamente para a plataforma móvel da microsoft.

  18. aver says:

    Acho que actualmente já toda a gente diferencia telemóvel de “smartphone”.
    Com o Nexus One, com o Android 2.1, apareceu uma nova designação: “superphone” – com processador de 1GHz ou mais, ecrã mulmultitouch de 3.5″ ou mais e câmaras de muitos megapixels.

    Os smartphones com as versões anteriores do Android (1.0-1.6) tinham processadores de 528MHz, ecrãs pequenos sem multitouch e câmaras de 3-5 Megapixels.

    O que acontece é que a HTC, a Motorola, e a Samsung já contribuíram com pelo menos um “superphone” para o mercado e já estão a preparar a próxima geração (a 2 GHz).

    É uma boa altura para a Google se retirar ao nível da venda de equipamentos. Sempre disseram que não eram fabricantes de hardware e que o chamado “Googlephone”, o Nexus One, era apenas o melhor equipamento a correr Android fabricado pela HTC até à altura.

    É o que se diz por aí http://bit.ly/9rVqIX

  19. DoContra says:

    Já agora esclareçam-me uma dúvida que angustia a minha vida: se o iPhone não suporta o Flash (o da Adobe, não o das fotos…), como é que a filha da mulher a dias, que comprou o último modelo consegue tratar das vacas no FarmVille? Mistério…

  20. Alberto says:

    Uma vez que a Google é pelo free, e os ganhos são apenas pela pub, então que venham os telemóveis free!

    Isso era inovador, e seria um sério iphone killer.

    • viperbruno says:

      O problema seria gerar receita, pois teria de ter acesso a Internet logo deixaria de ser 100% free, a não ser que fosse a Google tambem a suportar isto, mas aí seria o negocio mais ruinoso para Google da historia.

    • a Friend® says:

      O problema é que nem o Android é gratuito e era um dos factores que toda a gente aplaudia.

      “Open-Source” .. boa! Tiramos o Windows e vamos ter um sistema Free e telemóveis mais baratos.

      Quando lançaram o Nexus One… mais caro que o iPhone, essa teoria caiu por terra. Cá a Fnac vendia-o a €899.

  21. Já começa a ficar habituado a estas noticias por parte da google. Sempre ouvi dizer que quem tudo quer tudo per. Acho bem eles pensarem em dedicar-se mas é ao motor de busca que até já nisso eles estão fartos de perder terreno, as minhas previsões é que se a google não muda de postura não sobrevive mais uma década.

  22. SamC says:

    Se as operadoras cá em Portugal tornassem acessível a compra do iPhone ao “público” geral, falo de bons planos de comunicações e dados e um preço de entrada mais baixo, facilmente assistíamos a uma massificação do iPhone como se vê nos outros países. Em Inglaterra ter um Android topo de gama é mais “elitista” do que ter um iPhone que assim como já foi aqui comentado é considerado como “ter um nokia”.

    Eu próprio recomendaria a opção iPhone para muita gente, já que em vários aspectos é um verdadeiro líder de mercado. Pessoalmente não iria optar por essa plataforma porque prefiro mais a “liberdade”/crescimento/diversidade do Android, mas eu sou daqueles que não me importo de ter de formatar o OS de vez em quando, ou receber algumas mensagens de erro no ecrã de vez em quando por estar a experimentar algo menos estável.

    Para os “apple haters” aconselho a verem o episódio 6×03 do Futurama :-p

    • Tiago Dias says:

      iPhone é elitista apenas em Portugal…e enquanto cá as operadoras continuarem com esse pensamento vai ser dificil o iPhone espalhar-se..

      Não teriam mais lucros vendendo o produto mais barato com planos mais acessíveis? Muito, mas muito mais gente ia comprar…não seria melhor para eles?

  23. Ricardo Martins says:

    A google não disse que tinha cancelado o nexus one. Simplesmente disse que vai deixar de vendê-los directamente ao público, e que as pessoas podem comprá-los através dos parceiros.

    da própria notícia da google:
    “And Nexus One will continue to be sold by partners including Vodafone in Europe, KT in Korea, and possibly others based on local market conditions.”

    Isto não admira, porque ainda há muita gente que compra os seus telefones num operador. E mesmo aquelas que compram desbloqueado, ainda há muita gente que o quer ver numa loja antes de o comprar.

    Alterem a notícia para esclarecer esta situação.

  24. diogo says:

    Sim o ricardo tem razão, o nexus one apenas e descontinuado nos EUA por falta de adesão, a google diz que esta falta de adesao dos norte americanos e devido ao facto de nao conhecerem o conceito de telemovel livre de operadora. No resto do mundo o smartphone continua a ser vendido.

  25. Sarev0k says:

    Cada cavalo no seu estábulo 😛

    Tenho pena porque é uma grande maquina.. mas o preço é completamente descabido. Dá para comprar uma mota ou um portátil :s
    (ou os 2 se arranjares um bom negócio:P)

  26. Rui 'ALL' Sousa says:

    Realmente o Fail na imagem é um bocado forte ^^

  27. helder says:

    Comprei à pouco tempo o meu primeiro android, um terminal do mais barato que há no mercado e devo dizer que apesar de ser “foleiro” quando comparado com os terminais mais caros, não me estou a ver a fazer nada nele que ele não seja capaz de fazer e rapidinho. Realmente adoraria ter um Nexus, mas o preço é ridículo, tal como o preço do iphone ou de qualquer modelo HTC (tenha ele WM ou android).

    Penso que a estratégia de criar um terminal com android (a verdadeira mais valia) produzido por uma marca como a HTC foi um erro, pois só o facto de ser HTC já acresce umas centenas de euros ao preço e não trás nada assim tão novo ao android.

    Os HTC são provavelmente os melhores terminais do mercado e a sua área de excelência é o WM; por sua vez o android (não vou discutir qualidades) é provavelmente o OS para terminais mais “elástico” do mercado e consegue fazer-se grande pois transforma qualquer terminal mais modesto num terminal de fazer inveja a quem tem um terminal com WM, Symbian e com iOS – eu pessoalmente não me identifico nada com os últimos dois.

  28. pinho47@gmail.com says:

    Tenham dó, mas alguém vê Iphones ao virar da esquina, são comentários atrás de comentários é isto que o meu amigo Steve Jobs gosta publicidade barata e gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.