PplWare Mobile

MB WAY – Afinal quais são os bancos que cobram pelas transferências?


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. LSousa says:

    Para mim é uma pouca vergonha esta forma de estar dos bancos que só pretendem ainda mais dinheiro! Deviam era apoiar esta inovação a nível mundial.

  2. Hugo Gouveia says:

    A vergonha neste país à muito que deixou de ser pouca.

  3. Rui Carriço says:

    Ter em conta que o Banco BPI não cobra a transferência se for feita dentro da App do próprio Banco que tem integração com o MB Way. Resumindo, fazes a transferência no MB Way sem custos na mesma.

    • A. Martins says:

      Sim, mas como diria o “outro”….não é a mesma coisa!!! Mais lento, não vai buscar os contactos frequentes, é mais confusa, enfim….não é a aplicação MBway!!! Logo não é disso que se está aqui a falar!! E já agora o desabafo….f.u…c…k…bpi!!

    • Paulo says:

      Rui Carriço: Já viu a quantidade de bancos que há hoje em dia?
      Eu se eu tiver conta em 3 ou 4, vou ter que instalar 3 ou 4 app’s?
      Porque não fazer operações com APENAS UMA app? E ter que decorar apenas UM código?
      Só é pena que a atual MBway ainda não permita fazer pagamento de serviços com entidade e referência (algo que a sua antecessora MBphone permitia há muito, embora esta só funcione via dados móveis e não em wifi).

    • dajosova says:

      NÃO é a mesma coisa!
      É possível os clientes BPI utilizarem a app MBWay sem os custos mencionados na tabela, mas só se tiveres conta-valor, pela qual te cobram uma taxa mensal de 7€!

  4. SergioM says:

    O Montepio no início do ano mandou SMS aos seus associados a informar que as transferências por Mbway continuava grátis ao longo do ano 2019.

  5. Guzland says:

    Revolut, TransferWise, N26, PayPal…soluções não faltam…

    • pic says:

      quando for para ser declarado o irs quero ver o que os tugas vão dizer

      • Filipe F says:

        Só declaras o iban da conta, e não o saldo ou o que lá fazes. Continua a ser uma boa forma dos bancos e estado nao saberem o que fazes com o dinheiro

    • Leandro says:

      Isto aplica-se também nos cartões “virtuais” utilizados ou apenas transferências? Obrigado desde já.

    • tide says:

      os cartões virtuais ou físicos da Revolut são aceites no MbWay?

      • Paulo says:

        Não. Não tem nada a ver.
        Não é suposto usares cartões virtuais ou físicos da Revolut na MBway. Porque são serviços concorrentes. Mas podes importar para a app da Revolut cartões virtuais gerados na MBway (ou os números de cartões físicos que suportam as operações na MBway) para, por exemplo, carregares o saldo da conta Revolut de forma imediata e (por enquanto) sem custos. É como se estivesses a realizar uma “compra”. Em que o valor “comprado” passa para o teu salde de conta da Revolut.

        Por outro lado, assim como a MBway, também a app da Revolut permite gerar cartões virtuais (de utilização única ou múltipla).

        Contudo há aqui DUAS GRANDES diferenças:
        Ao contrário da MBway em que os cartões virtuais podem ser gerados/usados/cancelados sem custos, a Revolut no plano gratuito cobra pela geração de CADA cartão virtual de utilização múltipla (custa 5,99 euros, o que é muito). Mesmo que nunca venhas a usar esse cartão que geraste.
        E a opção de geração de cartões virtuais de utilização única (disposable) só está disponível no plano pago.

        2) Não podes usar a app da Revolut com as caixas da rede multibanco (por exemplo, levantares dinheiro sem cartão físico). Para levantares dinheiro tens forçosamente de usares o cartão físico da Revolut (tal como usarias um qualquer outro cartão bancário).
        Ou podes transferir para a conta de qualquer outro banco e levantares com o cartão bancário correspondente.

    • Paulo says:

      Mesmo, Guzland!
      Exceptuando a Paypal, os exemplos que referiste oferecem cartão de débito sem anuidades e contas sem comissões de manutenção. Já os bancos tugas cobram tudo e mais alguma coisa e ainda por cima estão a fechar balcões.

  6. MikeB says:

    A banca tradicional nacional é com tanta “sede ao pote” que se torna vergonhoso.
    Tendo em conta que a MBWay pertence à SIBS e esta por sua vez inclui grande parte das entidades bancárias é ainda mais vergonhoso… e assim se destrói das poucas apps úteis que existia a nível bancário nacional/tradicional.

    Nota que ao contrário do que diz no artigo, o Millennium irá cobrar transferências para o mesmo banco mesmo que seja feita através da app do Millennium. O valor será menor mas ainda assim será taxado.

    • Paulo says:

      E’ realmente lamentável que os bancos tugas sejam tão “gulosos” por comissões.
      A realidade que temos pelos tristes exemplos dos últimos anos, é que uma parte deles têm sido mal geridos. Têm sido geridos de forma ruinosa. Depois vão buscar receitas aonde é mais fácil, penalizando sempre os clientes. Quer pela via do aumento de custos, quer pela via do fecho de balcões.

      Os bancos estrangeiros em geral oferecem um nível de serviço completamente diferente, mesmo aqueles que só disponibilizam a chamada “banca electrónica”. E conseguem sobreviver sem cobrarem tantos custos. Claro que há bancos com serviços “premium” e “private” que cobram comissões altíssimas mas estão virados para clientes que as podem pagar. E não deixam de “apaparicar” os clientes. Infelizmente há bancos tugas que tratam os clientes como se deles não necessitassem.

  7. tiago says:

    no caso do bpi basta utilizar a app móvel deles e já não é cobrada qq taxa.

  8. Antonio Abreu says:

    Esta informação está incompleta , visto que muitos dos bancos não cobram nada se for feito através da APP , como por exemplo é o caso do BPI

  9. rikardo pereira says:

    o que significa ? “Não elegível”

  10. Je says:

    Pelo que consta… a CGD E CTT vão passar a cobrar no final do ano!

  11. HLAM says:

    LOOOL o que tu queres sei eu.

  12. Helio says:

    Transferencia do NB para CGD por MBWay, no meu tipo de conta, sem nenhum custo

  13. Ze says:

    Oh Pplware, agora permitem referral links aqui?

  14. Coisinho says:

    Eu pelo que verifiquei agora, tentei transferir de ActivoBank para BPI e apareceu-me isento. No PDF com o precário efectivamente diz que tem custo de 1.5 €
    Só se não entrou em vigor ainda….

  15. Aquele_que_sabe says:

    filhos da m……e do p……… familiares proximos diga-se 🙂

  16. Daniel says:

    Verifiquei agora e na app “MBWay” ainda está isento a transferência com a Caixa Agrícola.
    Não sei se irão cobrar, mas penso que ainda não foi alertado aos utilizadores que passaria a ser cobrado.

  17. LLuz says:

    Crédito Agrícola ainda não está a cobrar

  18. Sergio J says:

    Mas afinal o que é que têm contra as apps dos bancos? Estúpido é não usarem as apps dos bancos ou o homebanking, pq eu tudo o que queremos fazer dos bancos está lá. Sinceramente parece uma birra de meninos

    • tabem says:

      Se tiveres conta em varios bancos, conseguias ter no mbway tudo assim tens de ter as apps de cada banco.

    • Paulo says:

      Para além da chatice que é teres de instalar várias apps se tiveres conta em vários bancos, honestamente há apps que me parecem muito mal concebidas.
      Frequentemente, mesmo no tablet, prefiro usar homebanking pois consigo aceder às operações que adicionei aos favoritos. As apps uso mais para saber o saldo e confirmar o lançamento de movimentos.

      Mais uma vez lamento que a MBway não tenha herdado algumas das melhores funcionalidades da antiga MBphone: consultar o saldo, movimentos e pagamentos de serviços

  19. Miguel Gouveia says:

    Felizmente o meu banco para já n cobra nada e assim mesmo banco CTT…

  20. manu says:

    aqui o nino gosta mais a moda antiga …
    eu sem sair de portugal, andavam a me sacar dinheiro no estrangeiro !!!

    • Paulo says:

      Eu sem sair de Portugal, tentaram sacar-me dinheiro cá.
      Felizmente percebi a tempo e reclamei. Depois vieram-me com a resposta da treta do “erro informático”. Estranho é o erro ter sido contra mim, e não a meu favor!

  21. pedro says:

    Dito no site do montepio, e passo a citar:
    “As transferências instantâneas MB Way estão limitadas a um valor máximo por transferência de 750,00 € e a um valor máximo mensal (de dia 1 ao último dia do mês) de 2.500,00 €. Até 31 de dezembro de 2019, as transferências Instantâneas MB Way estão isentas de comissões.”
    Pode dar jeito a quem é do montepio.

  22. Telmo says:

    No montepio continuam grátis até ao fim do ano de 2019, depois dessa data será avaliado novamente.

  23. Pedro says:

    Boa noite,

    Informação errada que deixa os vossos leitores confusos. Quando se faz uma notícia destas há que ler tudo e não apenas as letras gordas. À frente dos vossos ,20€ por transferência no Montepio aparece uma nota que remete para o seguinte:
    “As transferências instantâneas MB Way estão limitadas a um valor máximo por transferência de 750,00 € e a um valor máximo mensal (de dia 1 ao último dia do mês) de 2.500,00 €. Até 31 de dezembro de 2019, as transferências Instantâneas MB Way estão isentas de comissões.” > Página 132/152 do PDF.
    É só clicar CMD+F e pesquisar por “Transferências” e ir lendo o conteúdo…

    • Às vezes ler o artigo completo também dá jeito, em vez de olhar só para a tabela 🙂
      “Atualmente, o Activo Bank, a CGD, o Novo Banco e o Montepio ainda não estão a cobrar os valores indicados”
      Mais, “Já o Montepio manterá a isenção até ao final deste ano.”
      Mas há mais informação importante no texto.

      • Daniel says:

        Maria Inês, para a próxima não precisas de escrever tanto, está visto que esta malta não lê nada. Vejo que metade dos comentários é gente a dizer o que está escrito no texto…

      • Je says:

        Pelo que me consta não é só a isenção do Montepio que se mantém até ao final do ano, a CGD e os CTT também… alias parece que os CTT também vão passar a cobrar manutenção de conta!

  24. MrT says:

    Há algo de estranho, pelo menos com a CGD… Já este mês e o mês passado fiz transferencias via MBWay (com a app da MBWay) e não paguei nada por isso.

    Estive a ler o documento da CGD e de facto parece não fazer sentido….

  25. Nuno José Almeida says:

    Este listagem tem bom motivo mas é complicada de fazer. Por exemplo BPI na prática não cobra nada mesmo na app da MBway (fora da app BPI) desde que se tenha uma conta com mensalidade que na prática são 99% já que fica de fora as contas serv minimos. Alguns bancos também não cobram na prática até um certo número de transferências, depois já cobram.

  26. Luis says:

    Quer país de chulos este. Se fosse a SIBS (ou se Portugal fosse um país evoluido) metia esta situação em tribunal.
    Os bancos ou aderiam ao mbway com as regras que a SIBS defenisse ou não aderiam. Simples.
    Agora assim é que não. Mas certamente alguém já terá o bolso cheio para assobiar para o lado.

    • João M. says:

      Os “donos” da SIBS são os bancos… Mas a SIBS adiantou-se e criou uma app porreira… os bancos demoraram mais. Pessoalmente apenas uso a app do banco e não uso mbway porque não preciso. A app da caixa tem tudo o que preciso .

  27. Nelson Simões says:

    Já pagamos pouco todos os meses aos bancos de “SERVIÇOS BANCARIOS” OU “TAXA DE MANUTENÇÃO BANCÁRIA” e agora inventam mais uma taxa para pagar as dividas perdoadas…

  28. Pedro Ferreira says:

    Felizmente a app do MB Way mostra logo se temos algo a pagar ou não. Quando se pagar, muda-se. Quando não houver banca tradicional gratuita, cria-se conta numa fintech. Felizmente isto já não é como antigamente, para o bem e para o mal o espaço europeu tem destas coisas.
    Já não uso contas bancarias portuguesas directamente no estrangeiro e, felizmente, temos serviços como Revolut que evitam os bancos de mamarem mais umas comissões.
    E quando cobrarem, muda-se. A banca tradicional vai ter que perceber mais cedo ou mais tarde, que vai falir. É inevitável. Ninguém vai pagar nem vai querer assumir o custo de terem balcões em cada esquina de cada freguesia. Bem-vindos ao mundo digital, o mundo que (correndo tudo bem) vai destruir a vossa forma de fazer negócio. Como dizia o outro: acabou-se a Mama.

    • Paulo says:

      +1
      A questão é que já não têm balcões em cada esquina. Têm vindo a fechá-los.
      Quando tinham balcões em cada esquina, alguns desses bancos nem cobravam comissões de manutenção. Agora estão a tornar-se cada vez mais digitais. Mas em vez de reduzirem custos para os clientes, fazem o oposto.

  29. dajosova says:

    isto são apenas fases transicionais. o futuro vai ser usar criptomoedas e tokens para tudo e mais algumas coisa.
    Com a invenção da Bitcoin há mais de 10 anos começou uma revolução disruptiva… mas independentemente disso, o banco vai ser cada vez mais uma app no telemóvel. o que mias importa, além das specs, é a confiança que acabou! Daqui pra frente não precisamos de confiar nos corruptos que fazem extorsão mas sim apenas termos a tecnologia a nosso favor com um protocolo de verificação: Bitcoin!

  30. Alexsete says:

    Não percebo tanto alarido com a cobrança das transferências, comparando com o envio de compras feitas online temos sempre duas opções, portes grátis envio feito em correio normal e demora 3 a 5 dias a chegar ou escolhemos por transportadora, recebemos encomenda em 24horas e claro é pago.
    Nas transferências é a mesma coisa, temos duas opções, no Multibanco a custo zero e dependendo da hora em que é feita pode demorar 1 a 2 dias ou por MbWay que fica disponível na hora. A disponibilidade imediata não tem valor?

  31. Ivosauro says:

    Só por causa da ganância de taxas, fechei a minha conta bancária no Millennium a semana passada. Quem está mal que se mude! Foi o que eu fiz..

  32. Ivosauro says:

    Só por causa da ganância de taxas, fechei a minha conta bancária no Millennium a semana passada. Quem está mal que se mude! Foi o que eu fiz..

  33. Miguel Gouveia says:

    Eu já mudei a uns anos da caixa por causa das taxas quem predem são eles…

  34. Tiago Vieira says:

    Se querem ver estas taxas alteradas participem na acção MB WAY da deco proteste para conseguirmos apoiantes suficientes para ir a parlamento. Passem esta sms. Vamos acabar com estas taxas absurdas.

    https://www.deco.proteste.pt/acoes-coletivas/mb-way

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.