Quantcast
PplWare Mobile

Jovens condenados por ameaça de atentados no Facebook

PUB

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Alex Webster says:

    Acho muito bem. Só é pena Portugal não seguir este exemplo, e em vez disso, prefer ver à solta ladrões, gatunos e chupistas…

    • Joao ptt says:

      Andam a fazer explodir multibancos aos anos e continuam a não fazer nada! É a PJ antiterrorista ou lá o que lhe chamam, e não apanharam nem um grupo que se saiba, e se apanharam não fez qualquer diferença que é todas as semanas e às vezes vários ao dia.
      Como são os senhores banqueiros não se pode incomodar suas excelências para mudarem todos os multibancos e torná-los invioláveis e se o pior acontecer na mesma para garantir que pelo menos as notas ficam inutilizadas permanentemente.
      Caramba para meter o sistema de controlo de idade das máquinas de tabaco foi um instante, mas obrigar os bancos a prevenir actos de terrorismo (sim, porque muita gente já removeu os multibancos com receio de actos de terrorismo… tipo: destruição do edifício onde está o multibanco) isso já seria pedir demais a suas excelências que já poupam milhões por não terem de ter tantos funcionários, mas isso não é suficiente para os convencer.

      Vamos lá ver se aquilo que escreveram algures é verdade e vão mesmo ser finalmente obrigados pelo menos a colocar o sistemas de tintagem das notas em caso de violação das caixas… a ver se isso se torna realidade, porque o pessoal que andam a furtá-los não vai acreditar nos autocolantes, e a menos que todos quantos têm autocolantes e sejam explodidos inutilizem as notas, a coisa vai continuar.

  2. Vituku says:

    Um exemplo a seguir. Infelizmente muitos dos jovens pensam que a vida é como um jogo de computador, não medem consequências dos seus actos e palavras.

  3. sky2008 says:

    “No entanto, como em tudo, há que use este tipo de ferramentas para o bem mas também para um mal.”…

    Erros de construção de frases tiram-me simplesmente a vontade seguir a leitura…basta uma ou duas letras…estragam tudo! O que acho absurdo, é, antes de “postar” não haver a preocupação de ver o que estamos prestes a enviar para o “ar”…

    • Vítor M. says:

      Obrigado pelos reparos. Por vezes até ao rever pequenas gralhas acabam por passar, falar é fácil 😉 principalmente para quem está de fora… que absurdo verdade? Mas também para isso os visitantes podem retribuir.

      • Luna Pacheco says:

        Vítor, tens um Mac, certo? Vai a Settings -> Accessibility -> Speech, coloca uma system voice que gostes (há duas para o nosso português) e define um atalho do teclado lá. Depois é só selecionares o texto do artigo (CMD+A para ser mais rápido), ativares o teu atalho e ouvir o computador a ler. É muito fácil encontrar erros porque o computador vai ler os erros todos, literalmente.

  4. Anonimo45 says:

    Como assim há jovens que têm bastante consciência até

  5. Anonimo45 says:

    Mas não é disto que se trata é sinal que a violência está a subir e há que saber defender a paz de uma maneira inteligente como têm feito todas as pessoas de uma maneira correcta há que saber dirigir

  6. Elypse says:

    É prender essa corja de assassinos e depois de cumprida a pena mandá-los para a Síria que eles tanto adoram, amarrados a um cinto de explosivos e fazê-los detonar no seio das células que faltam erradicar do ISIS.

  7. ervilhoid says:

    Não sou a favor disto…

    Mas da mesma forma exercitos ocidentais também deviam banidos de redes sociais.. basta ver 2003/04 foi um ano negro livre de culpados, mas o ocidente é sempre o bom da fita….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.