Quantcast
PplWare Mobile

JAWS – Software de ajuda a invisuais

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Márcio Santos says:

    Software tão útil com um nome tão perigoso

    😀

  2. Vítor M. says:

    Excelente post sobre um excelente software.

    Parabéns Marisa.

  3. Eduardo says:

    Boa tarde,

    Fico contente que o Pplware se interesse por softwares deste tipo. Para o Windows também existe o leitor de ecrã NVDA, que é um software gratuito e OpenSource.

    Cumprimentos.

  4. prom says:

    Excelente software. É de louvar iniciativas assim com os mais necessitados.

  5. Luis Caldas says:

    Tenho um cliente invisual com este software e é sem duvida a dádiva que deus lhe deu.
    muitos parabens pelo post.

    • isabel frazao says:

      Caro Sr. Luis Cabral,
      gostaria de saber se o Luis pode ajudar a minha irma que e invisual. Neste momento ela tem un grave problema com o programa dela “Jaws” e nao conseguimos encontrar ninguem que nos posa ajudar. Ela tem um SR.(invisual) que a ajudava mas por razao desconhecida o SR. virou “intragavel e tolo”! Como pode imaginar esta situacao e muito enervante para a minha irma pois o computador e o seu aliado para contatar com o mundo exterior.
      Sera que o Sr. Caldas conhece algun profisional que nos possa ajudar ? Ficar-lhe-ei muito agradecida.
      Aguardo uma resposta sua e ate breve.
      Isabel Frazao

  6. Pedro Pinto says:

    Excelente trabalho Marisa !!!! Tás a ficar PRO em escrever artigos 🙂
    É com prazer que divulgamos este tipo de trabalhos pois ajudam em muito os que dependem deles para não ficarem excluídos da sociedade e i-sociedade .

    É pena que muitas pessoas apenas pensem nestes casos quando chega o Natal…pois as pessoas ficam mais sensíveis e solidárias.
    Então e os outros dias???

  7. arkan says:

    existe um brasileiro para pessoas tretaplegicas.

    esqueci o nome, e um para cegos (invisuais) qndo me lembrar do nome postarei, e em portugues!

  8. Luis Leite says:

    Felizmente este tipo de programas para mim não é necessario, mas para quem tem que os usar parece ser um bom programa.

    Excelente post Marisa, continua 😀

    Cumprimentos,
    Luis Leite

  9. carlos says:

    podiam ter criado o software também para linux

  10. Tipsy says:

    Grande software e iniciativa…

    Excelente post, parabens 😉

  11. Nelson says:

    viva,

    o ZoomText é outro software para Windows com a mesma finalidade.
    http://www.aisquared.com/zoomtext

    continuação do bom trabalho.

    • “ZoomText é outro software para Windows com a mesma finalidade”… errado!
      O Jaws é um leitor de ecrã, o Zoomtext é um ampliador de ecrã. No caso do Zoom, a voz é um acessório de auxílio à navegação. Por consequência, as capacidades de leitura, identificação de objectos, etc, é muito inferior no Zoom.
      São aplicativos diferentes para utilizadores com necessidades diferentes.
      O Jaws, para o melhor ou para o pior, é o melhor leitor de ecrã do mundo. Quando digo para o melhor é porque é de facto muito bom. Mas é impossível deixar de falar no seu preço elevado, 1300 euros, para uma única licença de um pc. Além disso a empresa fabricante começa também a imitar a Microsoft com algumas atitudes monopolistas, nomeadamente a proibição da utilização do Jaws na sua versão demo, para avaliar a acessibilidade a software e sites web e a recente falta de apoio na disponibilização de controladores para terminais Braille que não sejam do mesmo fabricante.
      O NVDA, já aqui referido, é uma alternativa que, embora simples, tem já um excelente desempenho principalmente na Web. Outra vantagem interessante é que o NVDA não necessita de ser instalado, podendo correr a partir de uma pen. O Jaws necessita de instalação, altera as definições gráficas retirando algumas funcionalidades, de forma que a partilha de um computador com o Jaws instalado com mais alguém que não necessite dele, pode criar alguns desgostos…
      Ainda assim, é o melhor de todos e é graças a ele que eu sigo atentamente a publicação constante e interessante de conteúdos neste site.

  12. Filipe Caetano says:

    Mais um bom Artigo na área da acessibilidade informática.

    Continuem com a divulgação deste tipo de aplicações, há que as dar a conhecer a quem delas precisa e sem duvida que vocês contribuem para isso.

    Venham mais!!!

  13. Diogo says:

    Olá,
    O NVDA possui uma ferramenta excelente para quem vê. Na revisão actual denomina-se visualizador de discurso e podem ler o que o sintetizador fala através do leitor de ecrã. Se pretenderem, aqui está um grande exemplo em que o NVDA pode ajudar a corrigir o código html de um site: http://www.megatts.com/2009/04/26/como-usar-o-nvda-e-o-firefox-para-testar-a-acessibilidade-das-suas-paginas-web/
    Se utilizarem uma revisão trunk do NVDA, para acederem ao visualizador de discurso têm de clicar com o botão direito do rato no ícone “NVDA” que se encontra ao pé do relógio, entrem no menu Ferramentas/Tools e cliquem em Speech viewer/Visualizador de discurso.
    Cumprimentos,

    Diogo

  14. Luis Teixeira says:

    O artigo é muito bom. Especialmente que desconhecia este tipo de software, até o meu colega no serviço o ter mencionado. Ele felizmente não é totalmente invisual mas está bastante avançado. Foi quando lhe consegui dar o pc, e ele instalou na naquele momento.
    Fiquei bastante satisfeito ver aqui a reportagem, pois não é custume ver matéria deste género em sites assim como na imprensa tradicional e especializada em TI.

    Parabéns

  15. Diogo says:

    Comentando agora sobre o JAWS em si, é na minha opinião uma grande ferramenta. Apesar de não o usar, sei que é o melhor leitor de ecrã do mundo.
    Para terem uma ideia, esta grande maravilha permite o desenho de forms com os respectivos elementos em VB. Informa as coordenadas e descreve os elementos em redor quando movimentamos alguma text box, etc…
    Um dos aspectos bastante positivos do JAWS, é que ele informa ao utilizador o que pode fazer. Por exemplo, se carregarmos no botão do menu iniciar, ele diz que podemos usar as setas abaixo e acima para andarmos pelos itens.
    Na minha opinião, o aspecto mais negativo foi emplementado pela empresa proprietária que diz que as pessoas com visão não podem usar o JAWS para nenhum fim. Eu discordo porque é perfeitamente normal que as pessoas queiram testar algo que é diferente e quem sabe se não aprendem mais qualquer coisa a trabalharem parcialmente com aquele leitor de ecrã.

  16. Samu952 says:

    Boa tarde, tem conhecimento de alguma empresa que proceda a este tipo de sw em telemoveis?

  17. Muito BOM!!
    De facto tal como dizes o JAWS é o software “indispensável na vida de invisuais”, esta ferramenta é quem torna possível a iteração PC homem.
    Pena é que ainda existam muitas paginas WEB que não são pensadas a pensar na leitura que este software faz do ecrã tornando-se em alguns casos muito complicado ao utilizador saber o que é mostrado no ecrã.

    É bom que vocês PPLWARE falem destas ferramentas…

    Bom trabalho.

  18. António Silva says:

    Olá de novo. É bom referir que o Jaws não é o único leitor de ecrã e muito menos o melhor. É de facto o melhor em Windows, mas é bom lembrar e saudar o cuidado da Apple, ao dotar todos os seus dispositivos, iDevices e MAC com um leitor de ecrã a custo zero. O mais notável é que este leitor é muito, muito bom. Se eu comprar um MAC tenho um leitor de topo integrado. Se eu comprar um PC com Windows, terei de desembolsar a obscena quantia de dois mil euros. Seria muito importante que as pessoas com deficiência da visão passassem a considerar isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.