Quantcast
PplWare Mobile

IRS: Entrega da declaração começa já dia 1 de abril! Há novidades…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. zé povinho says:

    lá vem o Costa espoliar-me novamente 🙁

  2. Fak says:

    A ver se eu percebi: os velhotes suaram no estrangeiro, têm a reforma de lá e o governo quer ir buscar parte desse suor tipo de graça basicamente?
    Qual é o sentido de obrigar pessoas a pagar IRS sobre contratos de trabalho no estrangeiro? Não descontaram para Portugal, descontaram para lá e por isso têm direito à reforma de lá. Esta lei é como se Portugal estivesse a punir quem não trabalhou cá, do tipo, não quiseste descontar para cá mas a gente vai-te lixar o dinheiro na mesma.

    • Luís says:

      Boas,

      Negativo, a ideia não é essa.
      Passa essencialmente por: se resides cá, se utilizas os recursos cá, se utilizas bens, serviços, equipamentos, estrada, jardins… em PT deves de contribuir, se bem com uma taxa inferior para atrair estrangeiros
      ! Eu entendo e acho bem…
      Se não os Portugueses (neste caso) sairiam prejudicados!

      • José Carlos da Silva says:

        Não se trata de atrair estrangeiros. Trata-se de tributar quem trabalhou fora e voltou para Portugal.

        E utilizando os recursos, não basta o IVA, IUC, IMI e mais outros tantos?

        • Luís says:

          Parece que não.
          Esta modalidade é adoptada por muitos países.
          Os impostos a que se refere, são impostos indirectos…
          Imagine p.e. que não tem automóvel (não paga IUC), mas que utiliza as
          estradas..
          A favor da tributação justa e equilibrada, o que não acontece! Depois pagam uns para os outros usufruírem!!

        • GFan says:

          +1 Concordo com o José Carlos da Silva

          Todos os recursos que se utiliza em Portugal já têm uma tributação , esse argumento de se utilizar os recursos, é inválido, para não dizer outra coisa!

          • ernez says:

            Então, quem trabalhou uma vida inteira em portugal e iniciou a sua vida de pensionista, também não devia ser tributado, certo, mas isso não acontece, em tempos, os impostos sobre pensionista era mais baixo que o pessoal ativo, mas hoje, já não será bem assim.

        • Coisinho says:

          “…os reformados (residentes não habituais) passam a pagar uma taxa de 10%….” vocês lêem ao menos antes de debitar ? Isso afeta os emigrantes de paises como UK, Suecia, Holanda, etc. que vem para cá mas não eram tributados aqui.

        • Jorge says:

          José Carlos, está a ver isto ao contrário. O que se vai tributar é sobre o rendimento de pessoas estrangeiras que vivam em Portugal, ajudando assim a pagar as facilidades de que usufruirão – estradas, serviços de saúde e muito mais. O que está “errado” é as pessoas estrangeiras pagarem menos de taxa de IRS que os portugueses com os mesmos rendimentos.

      • AqueleAmigo says:

        +1
        Luís.

        Concodo com esta medida.

    • Jonny says:

      SNS sabes o que é? Há com cada cromo

    • Ze Nandooo says:

      A situação em causa (e podes ver isso nas notícias que tem vindo a público sobre a Suécia) é que esses pensionistas também não pagam impostos sobre esse rendimento no país de origem.

      https://www.publico.pt/2021/03/22/economia/noticia/suecia-quer-rasgar-acordo-portugal-aplicar-irs-pensionistas-eldorado-fiscal-1955433

    • Nick says:

      Parece que o Faq está aleste deste problema dos reformados estrangeiros. São os países de origem que estão a chantagear Portugal para tributar esses reformados – para não emigrarem.

  3. Luís says:

    Por isso tem uma taxa inferior e não igual aos residentes.
    Verifique a legislação.
    Paralelamente questiono se “acham” bem a questão da taxa turística.
    Abraço, e continuação de uma saudável discussão!

  4. José Fonseca Amadeu says:

    Já submeti o meu ontem à noite 😉

  5. CArlos says:

    Quando preencherem, e porque a pandemia criou muitas dificuldades, atribuam às entidades que entendam a ” Consignação de IRS em 2021″,. Folha ‘rosto’ campo 11 (tem lá a lista de entidades autorizadas)

  6. Magda says:

    Fiz simulação do IRS e tive os dois primeiros meses de 2020 a recibos verdes, não está a aceitar fazer IRS automático. paguei IRS nos dois meses , qual o total a colocar no quadro dos rendimento do anexo B 403, o valor total base ou o que recebi descontando o IRS? alguem pode ajudar?

  7. joao ratao says:

    Pagamos impostos como se morássemos no dubai, mas o estado dá condições de quase-terceiro mundo; Era taaao mais simples aplicar a regra de 10% para tudo. E AINDA FICAVAM RICOS. Portanto já imaginam a porrada de dinheiro que isto gera (para os mesmos do costume)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.