PplWare Mobile

“Informáticos” podem ter aumentos salariais entre 7 a 9%


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. pois..... says:

    Eu no inicio do ano tive um aumento de +/-200€ que é a volta de 10% do que ganhava antes, por isso confere :p

    • fd says:

      A fazer o quê já agora?

    • Alexis Relas says:

      Eu tive de 23 euros!

    • Hefesto,o Grande says:

      Como,”Joao” ?? Nem em sonhos !! 2500 euros limpos por mês ?? Se for na Inglaterra ou noutro grande país concordo,agora aqui em Portugal ?? Ainda por cima quem só começou a trabalhar há 2 anos e já ganha 500 contos(na moeda antiga)por mês ?? Era bom,era !! Ah,ah,ah !! 😀 😀 😀

      • Joao says:

        Caro amigo trabalho no banco de Portugal e estamos a recrutar para o departamento de IT, envie o CV e tente que vai ver que consegue

        • António Fagundes says:

          Lol.. recrutar para o departamento de IT.. conheço a estrutura orgânica do BdP e não existe “departamento de IT” 😉

        • Paulo Martins says:

          Se for a recebidos verdes, a trabalhar mais que 8 horas, não ter hora para comer, nem para dormir, passar dias fora da sua cidade, mas em Portugal… 2.500€? kkkkkkkkkk

          Esse tipo de letra é igual no Grupo dos Motoristas Lusitanos, que alguns também vão para lá dizer que recebem mais de 2.500€ numa empresa portuguesa.
          E esse trabalho bem mais pior do que estar sentado numa cadeira dentro do seu país. Nos transportes eu já provei vários anos, como por exemplo dormir em França dentro de uma carrinha (sem sofage de parque) com -14Cº em Mulhouse ou então a sofage avariar a meio do percurso e a viajar a -2Cº em Espanha neste ano e não recebo 2.500€… Mas garanto que não recebo o que receberia a estar a trabalhar cá dentro em Portugal.
          E mais! tenho formação na área de Tec. Informática & Gestão de Redes e conhecimentos grandes a nível de servidores dedicados (e derivados), Linux, Windows, linguagem PHP, HTML, entre mais. E estou nos transportes internacionais… olha só! 😉

          • Fabio says:

            Eu ganho isso com 4 anos de Experiencia. Mas claro, trabalho remotamente para uma empresa Sueca, a partir do conforto de casa.

      • Rui Costa says:

        Dor de cotovelo é imensa e as farmácias tem o medicamento certo e por meia dúzia de tostões. Na realidade não interessa se terminou o mestrado há 2 ou 20 anos. O que realmente interessa é conseguir provar o seu nível de conhecimento.
        Com algumas horas de pesquisa conseguirá encontrar na área da programação web, ofertas de emprego a trabalhar remotamente com valores mensais líquidos bem acima dos 2500 euros.
        Se quiser posso ensinar a trabalhar no google, de borla.

    • fernando fonseca says:

      É só “artistas” a ganharem 2500 limpos ( around 4500€ ).
      Desculpa minha indignação, mas não acredito. MUITO MENOS “alfaces fresquinhas” saídas da câmara frigorífica (UNIVERSIDADE). Nem com um PhD…
      Pode dar-se o facto de teres sorte e ter “um padrinho” porreiro por uma vodafone, cisco, ibm, microsoft…. and so on…

      Gostava de saber o cargo desempenhado!?

      • Joao says:

        Menos inveja e mais trabalho, a maioria dos nerds aqui sabem umas coisas mas depois sao pouco espertos e comodistas logo ficam com menos

        • fernando fonseca says:

          Certamente mais “um” que é bem empregue o dinheiro investido a avaliar pela expressão e pela escrita.
          Recomendo também voltar para um novo mestrado. (tente um de português desta vez).

          less is more very often ….. Less is always more than nothing.
          I see that you have an huge exceed of more.

          I also believe that you have a lot of nothing.

        • Joao says:

          Deixa de ser palerma e arranja uma namorada que te fazia bem. Mestrado fiz em ingles, na Catolica.

        • Hugo says:

          Não parece, mas vou falar muito a sério.
          Acho que todos estamos de acordo no que respeita à tua pessoa e infelizmente não abona nada a teu favor.
          Procura ajuda. Um psicólogo nunca fez mal a ninguém.
          Já nem ponho em questão se o que dizes é verdade ou mentira, até porque isso é irrelevante, mas a avaliar pelos teus comentários neste e outros posts claramente tens algum problema.
          Escusado será dizeres que “Joões” há muitos por aqui, pois numa primeira instância é relativamente fácil detectar a pessoa apenas pela escrita.

    • Marco says:

      Ele tambem não disse unidades … 😛

    • Pedro says:

      Também quero . TeachMeMaster

    • Ze Sousa says:

      Limpos mas com um base de metade provavelmente lol

    • Louro says:

      @Joao,

      Nao sei se ganhas isso nem sequer estou muito preocupado com o assunto mas…

      Nao tenho mestrado, frequentei a universidade por menos de 1 nao.
      Ok, já lá vao 16 anos desde entao, mas…ganho o equivalente a 3900Euros/Limpos e só trabalho 30horas/semana.

      Yah, nao estou em Portugal.

    • R!cardo says:

      Eu tive raspas e vou continuar a ter

  2. Ghost says:

    Digam me onde é que andam à procura que eu vou lá… Isto deve ser só para os lados de Lisboa que cá para o Algarve anda fraco…

  3. Not Ghost says:

    Basta procurar porque o que não falta aí são ofertas de emprego na área

  4. Vasco Ferraz de Oliveira says:

    Noutras noticias, estima-se que as galinhas comecem a crescer dentes, em resposta aos porcos espontaneamente terem ganho asas.

    A tabela da fonte não citada (LINK REMOVIDO) – Pedro, mete as sources pah – imagino que nem seja esta a original, mas qualquer coisa!) cita salários na ordem dos 40-50k anuais. Isso não existe, ou pelo menos não é comum, em Portugal. Temos de andar à bulha para passar a barreira dos 20k BRUTOS, e isso para os que já passaram a barreira dos 14k anuais…

    Epa não-noticia. Pelo menos cá no nosso rectângulo ensolarado. Farto estou eu de ver amigos que se formaram há 10 anos e nunca param de trabalhar todos contentes porque vão trabalhar para um sitio onde lhes dão 1200€ brutos mais subsidio de alimentação de 4€ por dia.

    • Pedro Pinto says:

      Fonte? De acordo com a consultora Robert Walters Portugal

    • Jorge says:

      Está mal informado, eu como profissional de IT a trabalhar à 3 anos e meio (em Lisboa) ganho mais que 1200€ brutos mensais e mais que 4€ de subsídio de alimentação por dia.
      Reforço dizendo que não sou uma exceção à regra, há até quem ganhe mais eu, neste caso, estou dentro da média.
      Cumprimentos

      • Diogo says:

        +1
        Ganho bem mais do dobro dos falados 1200€ brutos em LX e acho que é pouco para o que faço. É tudo uma questão de perspectiva e espetativa…

        • Paulo says:

          Bolas! Qual é a vossa função mesmo na empresa? Eu como técnico de infraestruturas dou suporte a uma série de empresas a nível de Windows server, infraestrutura local, servidor e dispositivos de rede, Office 365 é disaster recovery é ganho 650 limpos… Já com subsídio de almoço :/

          • Rui Costa says:

            Acomoda-te que fazes bem. Já agora, no novo call center que a Altice vai abrir na Guarda, consegues tirar 750€ limpos (a contar com subsídio de turno e subsídio de almoço) logo estás a ser literalmente roubado.
            A área da programação cada vez mais, é bem paga!

      • António Fagundes says:

        Estou com 4k brutos em lisboa + carro + seguro saúde + prémios.
        1200 em Lisboa é muito pouco mesmo, tipicamente só costumo ver esses valores em servicedesk ou programadores trainee.

      • int3 says:

        também recebo mais que isso e estou no Porto onde por regra é se recebe bem menos que em Lisboa. 🙂

      • just saying says:

        Escrever “à 3 anos..” é como programar e não usar o “;”.
        Devia dar direito a ser-lhe retirado o diploma de licenciatura.

        O normal em Lisboa, com mestrado, é começar a ganhar 1250e brutos + seguro de saúde + subsidio de alimentação. Por isso, 3 anos de experiência a ganhar 1200e brutos… Não te faças à vida não.

    • Alexandre says:

      Acabo por concordar. Em Portugal ganhar mais do que 20k brutos é um previlégio que cabe a poucos do IT.

      • Alexandre says:

        Parabens fazes parte de uma pequena minoria. Depende do que fazes, nao é todo o IT que ganha isso em Portugal.

      • Joao says:

        Dão-te carro, gasolina e ainda pagam ao KM? Isso é como haver almoço gratis no escritório e pagarem subsidio de alimentação ou pagarem um hotel para as deslocações e alugarem um apartamento ao mesmo tempo.

        • António Fagundes says:

          É normal em consultoria em Lisboa, tipicamente tens um cartão frota com X só para andares por Lisboa e se vais para fora da cidade pagam ao km, além de portagens, hotel, refeições (e não descontam do subsidio, não compensa o trabalho de RH) e ainda tens um per diem por estares longe de casa.
          Não sei em que empresas trabalham vocês..

        • Joao says:

          Alem da gasolina e carro pagam me as horas que demoro a deslocar me em trabalho pois faco todos os dias 150km. Sao coisas diferentes mas o tuga e comodista e em vez de procurar so refila

        • Bob says:

          Mesmo sendo verdade, pertences a uma minoria…..
          Há uns 15 anos, era muito normal ter desses salários em IT, mas não hoje em dia, e em Portugal.
          Não é impossível, mas de modo algum, é a realidade do país em termos salariais.

      • Hugo says:

        Mal empregado investimento da empresa digo-te já.
        Para além de assassinares o Português fazes uma coisa que diz logo muito sobre ti, que é começar um comentário com “MENTIRA”.

      • fernando fonseca says:

        Parece o caso da raríssimas.
        Pagam-te a distância ao km para “escapar” a impostos.
        Muito bem.
        Mais um bocadinho dizias a empresa e era esperarem por uma notificação.
        O que me leva a querer que, quem “paga” 40k +carro +seja lá o que for não faria isso.
        Tinhas um cartão frota para abastecer. (Como acontece em outras multinacionais.(sim, deduzo k não estejas numa mera empresa de esquina que estás ))
        Deixa-me só avivar a tua memória.
        Com sorte, deves “limpar” uns 1300 limpos.
        Onde uma boa parte deve vir com ajudas de custo e mais umas coisinhas aqui e ali. isto a avaliar pela tua resposta.
        Brutos na tua base apontaria para uns sortudos 1200€.
        Não me precisas responder.
        Vive só com o teu recibo.
        Podes dizer que ganhas o que queres, mas na tua conta, só entra realmente o que ganhas no mundo real.
        (Não me digas que estás a trabalhar à 2 anos também….. loool…. )

      • fernando fonseca says:

        Parece o caso da raríssimas.
        Pagam-te a distância ao km para “escapar” a impostos.
        Muito bem.
        Mais um bocadinho dizias a empresa e era esperarem por uma notificação.
        O que me leva a querer que, quem “paga” 40k +carro +seja lá o que for não faria isso.
        Tinhas um cartão frota para abastecer. (Como acontece em outras multinacionais.(sim, deduzo k não estejas numa mera empresa de esquina que estás ))
        P.S.: Não me digas que estás a trabalhar há 2 anos também….. loool….

      • João Luís says:

        Acredito no que dizes mas qual a tecnologia com a qual trabalhas e que paga tão bem ?
        Java ?
        Penso também que deves ser bom no que fazes para receber bem …

    • Aníbal says:

      Receber 1200 brutos e subsídio de alimentação de 4 euros por dia em IT? Em que zona do país?

    • int3 says:

      “Temos de andar à bulha para passar a barreira dos 20k BRUTOS”. Já passei isso em menos de 2 anos. eventualmente vou ter um aumento para meados de julho na ordem dos 20%.
      como normalmente digo. é preciso é saber e ter força de vontade e gostar do que se faz.
      Como é óbvio não é a arranjar computadores que se ganha 2k mensais.

    • Diogo says:

      1200€ brutos com 4€ por dia de sub de alimentação? é porque querem ou porque não chegam para mais

  5. Mário Centeno says:

    Eu diria mais, este ano vamos potenciar esta juventude!

  6. Diogo says:

    Boa escolha de imagem, parece o empregador Portugues a ler esta notícia…

  7. poiou says:

    onde é que eu assino?

  8. jjferreirapt says:

    Boa tarde, exemplos? Links? Quem está a recrutar?

  9. Alexandre says:

    Na realidade nao vejo nada de novo nesta noticia, é conhecido que o sector do IT é o o sector mais promissor. Mas depois tudo é relativo relativamente aos salarios, pois depende varios factores, o que fazes e de onde trabalhas.

  10. Ze says:

    Ano passado – 0% de aumento!
    2018 – 0% de aumento!

    O que vejo é Portugal irá ser o Hub Europeu mas da China ou India…

    Cortar o máximo para aumentar os lucros desses malandros..1

  11. Sérgio E. says:

    Procura há muita sim: através de consultoras, empregos directos para o cliente final é cada vez mais uma espécie em vias de extinção, com exigências de conhecimento irrealistas face aos anos de experiência que pedem, e com boa parte do salário a ser pago em “ajudas de custo”. Não obrigado. Querem fugir aos impostos, façam-no mas não às minhas custas. Qualquer dia farto-me e vou lá para for a, como os meus amigos que lá estão se fartam de me sugerir. E já esteve mais longe. Depois ficam cá os “verdadeiros profissionais de IT” como diziam aí mais acima, que normalmente são os miúdos acabadinhos de sair da faculdade que acham que os outros são todos burros e que eles é que vão salvar o mundo…

    • Alexandre says:

      Faço das tuas palavras minhas! E acrescrento que hà dois anos deixei essa vida precaria de Portugal e parti à aventura para o estrangeiro, 2 anos mais tarde trabalho para uma das maiores empresas mundias do IT.
      Em 10 anos de carreira em Portugal nunca me senti valorizado em comparaçao com os ultimos dois anos.
      Felizmente a minah vida profissional mudou para melhor, e quando olho para tras so me arrependo de nao ter feito mais cedo.
      Boa sorte Sérgio e se queres um conselho, segue os teus amigos!

      • Nao sei says:

        Essa precariedade em Portugal existe por causa da rigidez contratual. Se não se consegue despedir, não se contrata. Opta-se pela compra de serviços pelo prazo pretendido sem o risco da contratação. Dou o exemplo da Administração pública: não se consegue abrir concursos, mas ajustes directos são mais ou menos fáceis de justificar. E por um ano, renovável por dois ou três, põe-se a coisa a andar…

      • Bob says:

        Fazem sempre bem em ver o mercado de trabalho a nivel internacional.
        Portugal está a melhorar, mas não é por acaso que muita grande empresa de IT, procura agora alojamento por cá. Pagam menos salários, e têm mão de obra qualificada 🙂
        Mas… nem sempre mais €€€€€ é sinal de melhor.
        Procurem na Irlanda…. Alemanha, Polónia, etc. Não falta ofertas, especialmente na área de programação.

  12. Pedro Fernandes says:

    A malta que ganha mundos e fundos podia era partilhar a empresa onde trabalha..para ajudar os outros, em vez de se exibir.

    • Toni says:

      Não podem revelar, porque a empresa não aguenta duas pessoas lá a ganhar tanto dinheiro.

    • António Fagundes says:

      Pedro, linkedin e itjobs, o que não faltam são ofertas na área, há 5 anos que não ando à procura nem envio cvs e todas as semanas me ligam de algum lado com uma proposta, o ano passado era todos os meses, este ano a coisa intensificou.
      Logicamente ninguém vai divulgar aqui onde trabalha.

    • António Fagundes says:

      Se precisares de algum input de alguma empresa avisa, já passei por muito lado, posso dizer se é boa ou má aposta.

  13. Tony says:

    Lá fora não sei mas em Portugal trabalha-se muito e ganha-se mal na area.

    Também é verdade que não há muitos engenheiros informáticos competentes acabando por ficar a gerir projectos “arruinando” as empresas com más decisões, produtividade = 0, inovação = 0.

  14. Joao says:

    As coisas só estão como estão por qualquer pessoa aceita ir trabalhar quase de borla.

  15. Fábio says:

    Muitos dizem-se informáticos porque tem um curso ou mesmo uma licenciatura, sabem formatar computadores, montar e desmontar e até fazem umas linhas de código qualquer que aprendeu na formação.
    Vão para entrevistas, inglês ou outra língua não falam, não sabem programar de raiz, nao querem fazer horas extra ou não se candidatam porque é longe.
    Para não falar das outras características especificas que pedem em relação a outras linguagens ou programas específicos. A verdade é que há falta de pessoas formadas e bem formadas.

  16. Marco says:

    Estas “consultoras” … 😛

    Mandam estudos cá pra fora … para serem notados. É um bocado como a nova especulação imobiliária … e as consultoras de RH … se não forem notadas … desaparecem … de modos que … coiso.

  17. Tiago Relvas says:

    Apesar de todos os que trabalham em Lisboa sobretudo em consultorias, já sabemos o que acontece ou se troca para receber +200 ou 300€ porque por norma nunca vão dar aumentos do nada.
    Se incomodar muita gente peço desculpa, mas quem consegue aumentos da empresa ou porque precisam no momento ou nada.

    • António Fagundes says:

      Mas em que tipo de empresas trabalham vocês?
      Já ouviram falar em avaliação de desempenho? Em progressão de carreira? Em crescimento horizontal? Em fringe benefits? Em conciliar vida profissional com vida pessoal?
      Acho que o problema não é quem está bem, é quem está mal que se acomoda a essa realidade.

  18. Filipe V says:

    O problema são os patrões á Portuguesa.
    Mais lucro para mim, mais trabalho para ti = 0% aumento.
    Mas depois de um bom funcionário sair logo sabem dar o valor.

  19. jafostes says:

    40k em. Lisboa Mais carros?!!? Porra digam me para onde envio o. CV….

    Normal em Lisboa para malta da minha área de redes… 1500€ limpos!!!

    Não conheço ninguém como técnico de redes a ganhar mais que isso a não ser chefes de departamentos e isso….

    Programadores…. Depende…. Conheço uns a 2k,como outros a. Ganhar 900€/1k

  20. Álvaro Campos says:

    Desde 2010 que tenho aumentos líquidos dessas grandezas!!!
    O problema é que os aumentos são em trabalho não em dinheiro ☹

  21. Zinco says:

    Fdx! Ganhais muito bem, eu não passo dos 600€ e ainda me acordam às 3 da matina para desbloquear um utilizador ou ver o que se passa com o software de produção. Fdx! Ganhais mesmo muito bem.

  22. alberto barroso says:

    BLA BLA BLA BLA …. aumentos?? em Portugal ???

  23. Jorge says:

    Salários acima de 2000€ brutos, com carros e outras benesses existem. São a excepção á regra.
    Eu estou fora do país, ultimamente tenho recebido algumas propostas ridículas para voltar para Portugal. O facto é que enquanto existirem medíocres em números elevados as coisas não vão mudar em nada.
    As grandes empresas vêm para Portugal porque é barato.

  24. joao andrade says:

    É só treteiros a dizerem que ganham 2500 limpos, 4k limpos + carros, etc, etc. quem trabalha na área em Lisboa sabe bem que isto é mentira. Conheço pessoas a trabalhar na área desde Bragança até Lisboa e nenhuma ganha isso. Se disserem que estou a mentir estou disposto a encontrar-me pessoalmente e a mostrar a minha folha salarial, desde que vocês também o façam… MAIS! quem quer saber os valores praticados pode pesquisar no glassdoor para ter uma ideia https://www.glassdoor.com/Salaries/index.htm
    É só trollar o povo sem saberem que estão a iludir as pessoas.
    Tirando os comentários, acho que a noticia é razoável, o pessoal consegue esse aumento, se não for na empresa onde está, troca.

    • António Fagundes says:

      Se fosse assim como é que alguém vivia em Lisboa? Uma renda de um T3, 1300 euros, se vais comprar, 400k na melhor das hipóteses, deve ser com os salários medíocres que falas que aqui em Lisboa compramos casas..

      • Joao Andrade says:

        Para começar se não quiseres acreditar no glassdoor tens aqui outra ferramenta que mostra que esses valores são muito ‘fora’ do normal https://meusalario.pt/inicio/salario/compare-seu-salario?job-id=2514010000000#/

        4k brutos + carro + prémios é um salário de um manager numa empresa grande (Accenture, Novabase, etc) os técnicos não ganham tanto (os que ganham são os que já trabalham nesta área à muitos anos, eu de facto conheço pessoas que são técnicos e com salários líquidos acima dos 2k + carro + prémios, mas isso não é para quem saiu da universidade à 2 anos, é para quem trabalha muito, bem e à muito tempo.

        As casas em Lisboa até podem custar mais que isso e por alguma razão já quase ninguém aluga um apartamento sozinho em Lisboa, só ficam as pessoas que já lá estão à alguns anos. Os apartamentos que vão ficando livres/disponíveis vão todos para airBNB. Os preços dos apartamentos estão a subir na Amadora, Almada, etc porque os apartamentos em Lisboa já não são para quem lá trabalha.

        ps: A minha proposta mantém-se se quiseres podemos encontrar-nos pessoalmente para me mostrares o quão a enganado eu ando. E até digo mais, se for verdade não terei problemas em voltar aqui e assumir.

        • António Fagundes says:

          Mas onde me viste dizer que tinha saído da faculdade há 2 anos?
          Trabalho na área há algum tempo, logicamente isso não são regalias de junior..
          Glassdoor e afins têm pouco valor ou nenhum, não sabes os perfis nem o tempo de casa nem a experiência.
          Accenture e Novabase (porquê colocar esta aqui meio, que má empresa para se trabalhar), managers ganham um bocado acima disso.
          Eu vivo em Lisboa, e tenho muitos vizinhos, não são estrangeiros..

          • joao andrade says:

            Tenho de dar a mão à palmatória, realmente nunca disses-te que trabalhavas à pouco tempo, pelo discurso assumi isso e falhei. E sendo assim, gostaria apenas de saber à quantos anos trabalhas na área, e em que ano compras-te/alugas-te a casa em que estás a viver agora, eu estou em Lisboa à pouco mais de 4 anos e os preços das casas já subiram bués só neste tempo. Tens tido vizinhos novos que compraram casa nestes últimos anos ai? É que eu sei quanto ganho e quanto ganham muitos outros com uma experiencia do genero da minha, e nenhum de nós ganha valores parecidos com esses, pelo que, nenhum de nós está a pensar sequer comprar uma casa no valor de 400k, já de 200 só os que têm uma ajuda dos pais para dar de entrada quanto mais…

          • António Fagundes says:

            Joao, trabalho na área há 12 anos, tenho duas casas em Lisboa, a última onde vivo agora é na zona da expo e comprei há cerca de 4 anos quando nasceu o meu segundo filho.
            Em Lisboa a coisa é muito dinâmica e o segredo é ires mudando para receberes mais, passado algum tempo vais ver que voltas ao ponto de partida a receber o justo.

  25. Johnny says:

    Uma pergunta de um Brasileiro que gosta muito de Portugal (pelo menos das cidades conhecidas), pode se viver com o salário que a maioria aqui fala que é o valor normal (1,2k)?

    Existe muito preconceito com brasileiros que o faça ser difícil arrumar um trabalho neste valor?

    Meu salario no Brasil é satisfatório mas a segurança aqui está uma piada de mal gosto, tenho colegas que já tiveram seus carros interceptados enquanto andavam nas ruas e foram roubados. Não aguento mais isto é minha esposa é fisioterapeuta onde é muito mais fácil uma brasileira trabalhar em Portugal nesta área do que nos Estados Unidos ou Canadá. Grato por qualquer opinião que possam dar

    • Vítor M. says:

      Em Portugal, fora dos grandes centros urbanos (Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Braga, Faro) podes viver bem, com qualidade de vida, por menos de mil euros mês. Numa cidade pequena ou numa vila que se encontre nas periferias destas grandes cidades (onde tens já praticamente todas as infra-estruturas necessárias, como cinemas, bibliotecas, áreas de lazer, áreas de desporto, escolas, transportes, etc…) poderás encontrar uma boa casa com renda de 250 a 350 euros mês, pagar 130 euros de despesas de serviços essenciais (água, luz, internet, transportes, etc..), gastar em alimentação entre 350 e 400 euros mês e ainda te sobre algum de um salário abaixo dos mil euros. Se for numa grade cidade, também não é impossível, tem é de haver uma gestão grande das despesas fixas.

      Em Portugal há povo de todo o mundo e não existe esta sombra da descriminação. Em Portugal facilmente encontras um médico brasileiro num hospital ou centro de saúde, um dentista, um empregado de mesa, um locutor de rádio, um jornalista, engenheiro, informático, um taxista… o que imaginares de profissão cá encontras pessoas de todas as nacionalidades, depois há salários para todas as grandezas. Para ganhares cá 1200 euros também depende do que vás fazer, por exemplo, um informático no nosso parque industrial e comercial pode ganhar de 600 a 1500 euros (ou mais, dependendo da sua função), um empregado de mesa pode ganhar 560 euros, pode ganhar mil euros… pode ganhar muito mais dependendo do estabelecimento e do seu tipo de trabalho.

      Em Portugal cada vez está mais em voga os centros de fisioterapia, aumentou substancialmente o número de pessoas a fazer desporto, aumentou o número de tratamentos a determinados problemas que no passado “eram da idade” e hoje são acompanhados com terapias fisiátricas. Não deve ter muitos problemas em conseguir sítio para trabalhar (lá está, dependendo claro das áreas).

      Em termos de segurança… já esteve pior o país. Hoje há mais segurança e tolerância, mas como em todo o lado, temos de ter sempre “olho aberto”. Mas, em termos gerais do nosso território, o povo é amistoso, é acolhedor e não é de todo racista.

      • Johnny says:

        Perfeito. Mais esclarecedor impossível. Apenas não demos continuidade no nosso plano de imigração por medo de deixarmos dois empregos estáveis aqui no Brasil. Trabalho com TI já há 12 anos, nos últimos 6 com programação e ao olhar os salários expostos em sites como Glassdoor encontro dificuldades pra encontrar um trabalho que pague mais de 1200 euros. Isso assusta pois no Brasil meu salario é maior que este (claro, a vida no Brasil hoje é mais cara). Penso em alugar o imovel que moro cá e ajudar nas despesas em Portugal, com seu relato talvez isso seja possível entao.

        Muito obrigado

        • António Fagundes says:

          Trabalho com muitos brasileiros que se mudaram de São Paulo para Lisboa pelos mesmos motivos que tu, não tiveram qualquer problema de arranjar trabalho a receber mais e a conseguir poupar algum.
          Em programação é mais complicado bons ordenados porque estamos cheios de programadores, o que vejo apostarem muito na “programação” é em outsystems, e aí facilmente atinges os 1500€ limpos, procura pelo linkedin e pelo itjobs.pt.
          Aconselho-te a marcas umas entrevistas, vires cá de férias e vires às entrevistas e tirares as tuas conclusões, na minha empresa já contratamos alguns brasileiros assim, porque isto por aqui está escasso de recursos seniores.
          Para fisioterapia, em Lisboa e Porto é fácil, no resto do país é mais fechado, tipicamente recibos verdes e é sempre uma questão de oportunidade.

          • johnny says:

            Entendi. Não havia ouvido falar sobre outsystems até agora.

            No momento trabalho com C# (MVC,webforms, WebAPI),ORACLE, Ionic e Angular, mas penso em me especializar em IOS, Android ou quem sabe os 2. Penso que talvez tenham mais oportunidades nisto.

            Pensei em marcar entrevistas sim, pra ver como iria me sair.
            Trabalho no Brasil como Full stack, lido de tudo um pouco. Acredito que as pessoas sejam mais especialistas por estas bandas.

            Mas me agradaria muito morar no Porto. Lisboa também, mas sei que a vida tenderia a ser mais cara. Braga me parece um bom lugar mas não conheço.

    • Joao Andrade says:

      Olá Johnny, sim 1200€ limpos por mês dá perfeitamente para se trabalhar em Lisboa. Ter atenção que se vieres para portugal é provável que não te ofereçam isso como primeiro salário, pois a empresa que te trouxer vai tratar de toda a papelada por ti e vai esperar em compensação que tu ganhes menos por isso, no entanto todos os casos que conheço os patrões cumpriram sempre com o prometido, trataram da papelada, pagaram tudo certo a tempo e horas e no prazo de 1 ano(eu sei que dito assim, um ano parece muito tempo, mas passa depressa) o trabalhador já estava totalmente regularizado e com força para negociar um melhor salário, naquela empresa ou noutra qualquer.

      Portugal não é o país certo para juntar riqueza, no entanto um salário de 1200€ limpos no final do mês é mais do que suficiente para teres uma vida relaxada sem qualquer tipo de problemas em pagar as contas e ainda ficar com algum no final do mês.

      • António Fagundes says:

        Com esses ordenados em Lisboa, só se viveres na periferia e andares e transportes.
        Para mim não dava.

        • Joao Andrade says:

          ganda troll 😀 para ti não dava andar de transportes? hahaha certo majestade, peço desculpa pela afronta, por favor não me condene à guilhotina… Mas sim, se quiseres morar sozinho e poupar algum dinheiro ao final do mês tens de viver na periferia(alfragide, moscavide,etc), quanto aos transportes se tiveres um carro económico (como o meu) com 30€ fazes 500Km (5.1 em cidade) o que é mais barato que o passe, mas isso tu sabes bem 😉

          • António Fagundes says:

            Devo ser o único, é por isso que o trânsito está como está..
            Vivo com a esposa e dois filhos, ambos vamos de carro para o trabalho e poupamos para ir de férias e ainda para fazer fim-de-semanas fora, além de comermos muitas vezes fora.
            Quem está em idade de viver sozinho é outra coisa, e esses claro que devem ganhar mal, estão em inicio de carreira, que estariam à espera? Nem sempre ganhei bem, os primeiros dois anos que trabalhei na área também penei, faz parte.

      • joohnny says:

        entendi, vou começar a cogitar com mais força sair deste Brasil que já era. Na verdade estou atrás da cidadania Italiana de minha esposa e estamos por 1 documento de conseguir, mas está muito dificil.

        Minha familia veio da Ilha da Madeira, mas isso la por 1700 e alguns bocados. Então impossível uma cidadania Portuguesa 😀

        • António Fagundes says:

          Se gostas de frio vai para Braga ou Porto, se queres quentinho Lisboa, e mesmo assim Dezembro, Janeiro e Fevereiro é chato, Madeira é que era 😀

    • Anon says:

      Não recomendo Portugal, os salários são muito baixos e existem países mais interessantes financeiramente como Irlanda, Canadá e Austrália e eles tem um processo imigratório relativamente fácil pra quem é da área de T.I.

  26. Claudio says:

    Na minha opinião o grande problema em portugal é a brutalidade de impostos que se paga sobre o salário. Não faz sentido que um ordenado de 3000€ mensais (42k ano) fique em cerca de 1800€ limpos. Ainda por cima tenho a sensação que salários desta ordem só existem em Lisboa onde hoje arrendar um apartamento é tão caro (600-700€ por um t2). Para somar a isso o custo de vida em portugal é quase tão alto como no resto da Europa. Eu emigrei à 3 anos para o Luxemburgo e obviamente gostava de voltar a portugal, mas iria ter que me mentalizar que teria que perder qualidade de vida

  27. Vitor Costa says:

    0% de aumento salarial… 200% de aumento de carga de trabalho… Sem especialidade em nada e pau para a toda a colher! Hardware, POS, redes, software de gestão e por aí fora… Técnico do desenrasque já vão 14 anos e aumentos nem vê-los. Salário de 900€… Se alguém me arranjar trabalho no Banco de Portugal a limpar balcões acima de 1000€ eu vou… hehehehe

  28. Ze Sousa says:

    continua em media muito mal pago… comparado com o que é oferecido lá fora, eu tive aumentos de 10/13% todos os anos nos ultimos 3 anos e no entanto vou para fora pois vou ganhar quase 10x mais e no bruto tudo! aqui consegue-se algo que é suficiente para pagar uma casa/carro e viver sem a corda ao pescoço sozinho mas estas sempre agarrado a empréstimos e tens que viver fora de LX senão ja a historia é outra…
    qualquer pessoa em IT com mais de 2-3 anos de experiência a tirar menos de 1500 euros limpos em Lisboa está a ser explorado, infelizmente sei de muitos casos principalmente pessoal internos em empresas como Altice e etc…

  29. Ze Sousa says:

    uma área de mão de obra especializada e de high demand não se pode pensar em ordenados de “dá para viver”… mas sim dá para viver bem no mínimo…
    problema em portugal é que quem está em cima gosta muito de ganhar rios de dinheiro enquanto quem faz as coisas acontecer recebe migalhas…
    mas cada vez mais há empresas que começam a pagar melhor e empresas que ate colocam sedes cá porque pagam metade do que se paga la fora que para nós é brutal tipo 3mil euros limpos e tudo no bruto… e tem trabalhadores felizes e empenhados…

  30. Zé Pedro says:

    Como recém-licenciado para mim tem sido difícil arranjar o primeiro emprego. Pedem disponibilidade total e conhecimento em N tecnologias, mas depois só oferecem o salário que o IEFP paga para um estágio (~695€) na zona do Porto

    • António Fagundes says:

      Até ao momento que terminaste os estudos onde trabalhaste? Que projectos fizeste individualmente? O que fazias nos teus tempos livres relacionado com a tua profissão? Que valor podes acrescentar para a empresa onde vais?
      Bem-vindo ao mercado de trabalho.
      Os miúdos hoje em dia só querem o bem bom e esperam que o mundo académico lhes traga o resto, devia ser ao contrário, eu comecei a trabalhar para pagar a faculdade.

    • João Luís says:

      Oi Zé.
      Recém licenciado em informática ?
      Sei que em testes aceitam junior, se procuras programação não desistas pois há falta de mão de obra em Portugal e não aceites nada por esse preço é uma vergonha … nem tu nem ninguém as consultoras querem é encher-se ás nossas custas.
      Eu por exemplo já tenho alguma experiência e em Lisboa propunham-me 1150 limpos e depois de o cliente me aceitar e de lhes dizer que era pouco subiram até 1400 essa malta é sempre a roubar.
      Coragem nas buscas e confiança 🙂

  31. ACMSeBr says:

    Em comparação ( Hoje ) –> Euro 1€ (um euro) –> Real R$ 4,03 (quatro reais e três centavos)
    Meu salario sai por Euro 421,83€
    Cargo de Ti ou Técnico de informatica, técnico de projetos, técnico de redes e outros. HAHhahahaha.
    Brasil tá um dos piores. 🙁
    Acho que vou para PPLWARE trabalhar lá de faxineira.

    • johnny says:

      não irei expor meu salario pq tenho amigos aqui no pplware mas equivale bastante ao salario que tenho visto o pessoal falar aqui sobre Portugal (fora aqueles que dizem que ganham 4000).

      Problema que MEUS gastos em euros no brasil (4 pra 1) seria mais ou menos assim:
      casa propria, se fosse alugar a que eu moro: 450 eur /mes
      mercado: 400 eur /mes
      despesas mensais (agua, luz, condominio,gás,telefone,tv a cabo): 420 eur /mes
      gasolina (não ando muito)/mes: 90 EUR /mes
      Seguro do carro + imposto (anual/12) = 150 EUR /mes
      Plano de saude tenho na empresa.

      só aí tenho: 1510 euros por mês de gastos. Acredito que em Portugal algum destes gastos seriam bem reduzidos, não sei se tem algum gasto que eu teria lá que não tenho aqui e/ou que tenho e em Portugal seja mais caro.

      Por isso ACHO que com um salário liquido de 1200 EUR pra começar me bastariam. Afinal poderia alugar o imóvel que cá moro pra ajudar com alguma despesa extra.

      Alguém me corrija se este pensamento for errado.

  32. Bonus says:

    Eu curto bué dos gajos que dizem que ganham X e Y e trabalham à poucos anos; também acho piada aos que dizem que facilmente consegues Z e os extras W e T.
    Mas depois vejo-os aqui todos ocupados a responder a comentários para manter o seu “online status quo”, durante o horário de trabalho! Claro que podem comentar que têm horas flexíveis e tudo mais para tentar justificar o seu comportamento.
    Enfim, trolls há muitos! Não se deixem enganar! 😉

    Escrito por um tuga que trabalhou dentro e fora de Portugal por vários anos, como programador e que conhece malta dentro e fora do país a trabalhar na área! 😉

  33. RF says:

    Juventude… e colegas,
    Acho que estão ocupados a discutir o sexo dos anjos! Não interessa o que A ou B ganha actualmente. .. é verdade que virtude da necessidade das empresas em alguma especificidade algumas pessoas têm a benesse de fazer um muito bom contrato.
    Mas o tema da notícia é o crescimento nos salários. Vou falar a minha experiência :
    Sempre trabalhei em empresas de +- pequena dimensão; isto obriga-nos a ser desenrascados e a ter uma cultura bastante ampla. No entanto, no que trata a vencimento, os meus aumentos sempre aconteceram apenas em virtude de mudança de empresa.
    A verdade é que raras as empresas com plano de evolução de carreira no verdadeiro termo da palavra.
    Agora… existem as empresas de outsourcing e essas parecem ter algo do género; no entanto prefiro ter o meu emprego perto da minha família.

  34. John Doe says:

    Eu em 2017 mudei de emprego e tive um aumento na ordem dos 500€ limpos (aprox. mais 40% acima do meu salário anterior), mas juntamente veio um aumento de carga de trabalho e responsabilidade, em contrapartida fiquei com horários menos rigorosos e no final acaba por compensar bastante. Pelo que tenho visto mudar de empresa em empresa continua a ser a forma eficaz de se ser aumentado.
    Pessoalmente evito as grandes empresas de consultadoria, eles vão buscar qualquer um, dão-lhes formação in-house, e toca a bater código 8h/dia com um salário abaixo de 1000€.

  35. NN says:

    Depois de ler alguns Posts fico mesmo desiludido.
    . Acumulo cargos á 8 anos … e só muito recentemente cheguei aos 4 digitos de salário, e arrancado a ferros.
    faço suporte desde o retalho(várias marcas de renome) á restauração, sistemas cctv, pos, pockets, design, marketing, processos de exportação, faturação incluindo viagens ao exterior.
    dou uns toques de programação(não sou programador) com desenvolvimentos internos para empresa.
    Sou o unico IT para um grupo de 60 pessoas nacional/internacional.
    jasus….

  36. David Guerreiro says:

    Esse aumento deve ser para o tal técnico do tribunal que passava mais tempo a consultar processos do Benfica

  37. kiki says:

    lol
    a IBM de Tomar paga a um nformatco de helpdesck 670 € brutos
    sei disso prq tenho la amigos.
    no entanto tenho amigos q são informaticos no canada e EUA
    e ganham bem, viajam é mto.
    boa sorte malta

    ps: eu sou tec.co informatico de redes mas para trabalhar por 670€ para me deslocar 50 kms..não dá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.