Quantcast
PplWare Mobile

Hungria vai ter imposto sobre a Internet

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Bruno M. says:

    Isto cheira-me a introdução do islamismo naquele país.. só pode….

    Agora a sério, esta gente está bem da cabeçorra??

    • YaBa says:

      Anda tudo maluco.
      Oh Pedro, apaga lá o artigo, antes que a ACAPOR(ca) venha cá tirar ideias 🙂 🙂 🙂 🙂

    • André Meireles says:

      Atenção que a lei ainda não foi aprovada, e se for, é provável que tenha um teto máximo (tipo 3 euros por mês para individuais, 5 para empresas) ou então que nem sequer chegue ao consumidor final, já que a guerra entre as operadoras é tanta que quem aumentar preços arrisca-se a perder a quota que tem de mercado!

      E, para além disso, a ideia apareceu agora que a oposição estava a apertar o cerco a alguns políticos do governo em vigor que estão a tentar esconder o porquê de terem sido banidos de entrar nos EUA para sempre, agora ninguém fala nisso.. 😛

    • Gustavo Leandro says:

      O que é que o islamismo tem a ver com a medida de taxar a internet? Para além de ignorante, és muito preconceituoso.

  2. João Silva says:

    LOL entao para que se quer tarifários xD se isso me acontecesse mais valia fugir com tráfegos de 1TB as vezes 500€ ta quieto

  3. Matias says:

    Querem cobrar pela pirataria.

  4. droid says:

    Não deem ideias ao Coelho, que daqui a um dia ou dois calha-nos também…

    • NT says:

      Se o Coelho sabe disto esfrega as mãos… ou patas…

      Então .50€ por cada Giga, temos depois que meter o IVA e já agora mais uns tostões para a SPA e grande tacho que temos…

  5. MSantos says:

    É caso para dizer, “se a estupidez pagasse imposto…”

  6. luis rocha says:

    Mais dinheiro nos bolsos dos políticos corruptos!!!!

  7. Quintas says:

    OFF TOPIC: Pelo desculpa a todos por estar a eacrever isto mas preciso de ajuda… Eu ultimamente tenho tido problemas com a conexação à internet, eu tenho internet no telemóvel sem problema mas no computador aparece acesso limitado, ja fiz reset ao router ao repetidor etc etc… De vez em qua do ela la volta sem eu fazer nada mas dealigando o pc volto a ficar opah muita complicação hehe agora aparece acesso à internet mas esta não dá -.- estou a dar em maluco ha mexi na placa ipv4 e meti automaticamente e nao me resolveu nada… Alguém tem alguma sugestão?

    • hmac says:

      Amigo quintas.. Teste com outro router e veja se o problema persiste. Faça um ping e veja se há quebras de net

      • Quintas says:

        Amigos agora de repente passou a dar, tenho as drivers atualizadas… Se o problema acontecer outra vez digo alguma coisa, problema nao pode ser do router pois outros pcs e telemoveis dao todos, meu pc que esta na rede qireless de um repetidor é que dá este problema de vez em quando, será algum conflito entre pcs? Acontece mais quando outros pcs tao ligados… Abraço e obrigado

        • Bahh says:

          Uiii repetidores… é fugir deles! Dão imensos problemas! Prefira os powerline… geralmente dão menos problemas se conseguir meter o transmissor e o recetor no mesmo circuito elétrico… a segurança é que deixa muito a desejar, mas pronto.
          Melhor é diretamente por cabo 5e/6… do modem ao dispositivo.

    • Tactos says:

      Já tentas te atualizar diversas da placa de rede?

    • djx says:

      O problema é do pc e não do repetidor.
      De que cidade és?

    • Vitor Afonso says:

      Formata o PC!!!! Já tive à uns anos atrás esse problema no windows 7 64 bits… Para não andar às cegas a tentar resolver a origem da coisa fiz uma formatação e uma instalação limpa do windows e ficou logo a funcionar…

    • FM says:

      E lavar o pc a um tecnico? Parece-me uma boa ideia. Digo eu..

  8. Filipe Viola says:

    acho que se o governo está interessado em dinheiro rápido através de novos impostos, deve optar por introduzir um imposto sobre a incompetência…. o pior é que o prémio saia á casa 😛

  9. Rui says:

    Espero que o Passos Coelho + Albuquerque não venham ao PPLWARE!!

  10. Ricardo Silva says:

    isto é de doidos, todos os meus jogos de pc são versão digital, logo tenho de sacar os conteudos, so battlefield 4 + titanfall passa largo dos 100Gb, logo mais 25€ na factura caso formate o pc ou aconteça algo que me impossibilite de fazer um backup antes de formatar, para nao falar que o conteudo da conta toda passa facilmente os 300Gb e sem falar na da steam que deve estar perto de 1Tb. Como a minha net é bastante rapida eu uso bastante o sistema de quando me apetece jogar algo saco durante a noite para o dia seguinte, e mal me passe a vontade apago do pc, nem quero saber o k ia pagar ao fim de um mes -.-‘.
    para nao falar em streams de video e musica. ca em casa o comsumo mensal deve rondar os 150 200Gb por mes, era mais 75€ em cima de uma factura de 25??? WTF.

  11. João Pereira says:

    “Quem disse que a Internet era livre e que nunca seria paga?”

    Alguma vez foi gratuita?

  12. jaugsuto says:

    …pois para um país que tem bastantes BPO centers que vivem das comunicações phone + net é para rir. Aproveitem agora e saquem esses BPO`s para portugal, concorrência entre países é assim.

  13. Az8teiro says:

    Esse já não vai passar da cepa torta, com essas ideias peregrinas ninguém o vai eleger para nada. E ainda tem sorte se não levar uns corretivos no lombo.

    Em portugal acho que o coelho era caçado em menos de 1 dia. Mas isso não vai acontecer por uma simples razão, ao início quando ainda eram os modems de 56Kb a ligação era paga por tempo.. No máximo optam por uma taxa mensal, tipo a que aplicaram aos discos rígidos e afins… Mesmo assim creio que não chegaria a 10Milhões de euros, e portanto seria uma medida muito má para eles, e que lhes iria render quase nada. Ou seja so ficavam a perder.

  14. SC says:

    Estou aparvalhado com esta notícia… nem sei o que dizer. Máfia política e corrupção instituída em todo o mundo.

  15. Marco N. says:

    Isto está a ficar lindo está.
    Ora bem se isto existisse cá, com o tráfego que tenho consumido até agora neste mês já pagava cerca de 36€ de imposto.

    Apaga o artigo Pedro! 🙂

  16. Redin says:

    Nem comento…
    Ops. já esta!

  17. JMCS says:

    É como os nossos impostos verdes: Taxar o ar que se respira sem que se faça nada para que melhore! Portugal devagar, devagarinho está a escorregar pelo mesmo…

  18. TORRES says:

    Pois pois… ponham-se com ideias infelizes, assim é que correm os boatos e depois pegam na moda e nós tugas é que levamos com esses números.

  19. antxnix says:

    parabens a Hungria pelo seu primeiro passo pra trás! 😉

  20. JackSparrow says:

    Se isto cá chegasse eu pagaria à volta de 280 euros de impostos…. A juntar à conta de cerca de 40s mensal iria pagar mais de 300 euros mensais de internet… É… Duvido que cá chegue. Imagino que prefiram ter clientes do que nada porque um pais de pobres nós já somos e internet desta forma seria a primeira coisa a ir abaixo. Com tudo o que isso acarreta. Ideias peregrinas….

    • Rui says:

      Nós somos pobres…e os húngaros, são ricos?

      • André Meireles says:

        Cá o salário média é de €300-400 / mês, pelo que isto é completamente incomportável!

        Seja como for, volto a repetir, o imposto é sobre os distribuidores de internet, não sobre o consumidor final!

        • Bahh says:

          E as empresas SEMPRE fazem refletir no preço final os aumentos! Lembro-me do pingo doce se andar a gabar que não ia aumentar o pão e tal e passado 2 ou 3 meses aumentaram o preço! É só deixar a poeira acentar e aumentam como quem não quer a coisa… é preciso é não assustar os clientes… eles pagam o que se lhes pusser na conta e acabou, ou são penhorados e essas tretas todas.

  21. teste says:

    Quando é que acaba a palhaçada dos moderadores apagarem mensagens nesta página?

  22. Manuel Campos says:

    50 cêntimos por cada gigabyte de dados consumidos ?? Uiii,se isto um dia se aplica em Portugal o governo enche bem o papo !! “Com a aplicação de tal medida,o governo húngaro prevê encaixar um total de 20 mil milhões de florins(mais de 63 milhões de euros).”—»e é de admirar ?? Num ano arrecadar 63 milhões de euros à pala dos utilizadores da Internet ?? Uma Internet que devia ser livre e sem custos para toda a gente,um bem tão essencial que hoje em dia ninguém passa sem ela ?? Ó pá,anda tudo doido !! Só espero que este imposto NUNCA chegue a Portugal,pois se chegar deito logo abaixo a minha Internet e vou para os cafés,ou passo só a utilizar o smartphone.Garanto-vos que faço isto !! Já chega de chulices !!

  23. Benchmark do iPhone 6 says:

    Eu vou explicar tudo direitinho 🙂

    O Governo húngaro tem um défice elevado e precisa de ir buscar dinheiro onde houver. Já tinha uma taxa sobre as telecomunicações, mas parece que os húngaros andam a telefonar pouco e não está a render nada.

    A situação é parecida com a taxa de cá cá sobre CDs e afins, que também não estava a dar nada, e que passou abranger os discos de computador, tablets, etc.

    Com a taxa sobre o tráfego da internet (a pagar pelos operadores – parece cá, também seriam os vendedores dos equipamentos a suportar a taxa) o Governo quer ir buscar 65 milhões de euros.

    A taxa é de €0,49/GB de tráfego, mas com um limite mensal, que não foi anunciado. Se for igual ao actual, para telecomunicações, será de €2,3/mês. Como na Hungria o custo mensal das assinaturas de internet andam entre os €13 e os €33, irão custar entre €15,3 e €35,3. Simples 🙂

    “Eh, pá, mas a internet faz parte dos direitos humanos, é um produto indispensável, não podem aumentar o preço com impostos!”. Ainda não fizeram as contas ao imposto pago nas compras de um carrinho de supermercado, só com produtos indispensáveis.

    • André Meireles says:

      Aqui na Hungria devem ser mesmo as operadoras a pagar, porque há demasiada concorrência e a primeira a aumentar os preços vai logo de vela por ficar sem clientes!

      E por acaso aqui o que é verdadeiramente indispensável (falo de comida e bebida, nos supermercados) é muito mais barato que o resto, pelo menos no sul do País! 😉

      • UmPonteiroANull says:

        Ou seja, vocês os dois aprovam esta medida. Não concordo. Acho que não é pelo facto de, na prática, traduzir-se um aumento pequeno que deixa de ser errado e imoral. A Internet deve ser LIVRE.

      • Bahh says:

        Continue a sonhar… se lhes aumentarem os custos a eles, eles reflete nos clientes… é o que todas as empresas fazem… nem que se combinem! Mas garantidamente vão aumentar.

  24. Marcos says:

    Este governo Húngaro é um governo de quase ditadura dentro da UE que usa esta arma do imposto para privar as pessoas de exprimirem a sua liberdade. Não é sobre o dinheiro, mas sim pela liberdade de expressão.

  25. JackSparrow says:

    Se isto cá chegasse eu pagaria à volta de 280 euros de impostos…. A juntar à conta de cerca de 40s mensal iria pagar mais de 300 euros mensais de internet… É… Duvido que cá chegue. Imagino que prefiram ter clientes do que nada porque um pais de pobres nós já somos e internet desta forma seria a primeira coisa a ir abaixo. Com tudo o que isso acarreta. Ideias peregrinas….
    *tentativa 2

    • Bahh says:

      Aparentemente aqui pelos comentários, haverá um limite mensal… para que não acontecesse isso de pagarem mais em impostos que no serviço prestado em si.

      Mas não fique chocado, todos quantos metem combustível nas bombas de combustível… mais de metade do valor vai para impostos! Por tanto quem faz menos no meio daquilo tudo (estado) é quem recebe mais! Por isso a ideia não seria inédita se não houvesse limites!

  26. gonpin says:

    e para que serve o iva?

    • Bahh says:

      Para alimentar os inúteis dos políticos e respetivos amigos que viveriam na miséria sem o dinheiro arrecadado do povo.

      É preciso notar, que os anormais dos políticos vêm muita gente de carrão e tal, e então acham-se no direito de sacar tanto em impostos quanto possam! É tipo? Aqueles andam ali muito bem da vida, e aqui o menino? Tambem têm de receber a sua cota parte! Mesmo que não faça nada de jeito!

  27. David says:

    Acho que vao terminar os cafes com wifi gratis

  28. Apanha no furo says:

    Se o governo ve esta noticia, atao no ano 2015 vamos ter mais um imposto pa pagar …

    • Bahh says:

      E alguém vai ver de certeza e vai implementar… para o ano mais 4 ou 5 euros por mês em mais uma taxa qualquer do género “Taxa dos direito privados”.

      • Bahh says:

        Ah! E o IVA ainda por cima da Taxa! Tipo como o IVA por cima da Taxa audiovisual na fatura da luz! Aqueles trastes do governo ão de pagá-las bem pagas!

  29. José Maria Oliveira Simões says:

    Tanto a Vodafone como a Portugal Telecom estão a exigir já à varios anos a TMDP que é a Taxa Municipal de Direitos de Passagem que inside sobre o valor dos serviços de comunicações eletronicas acessiveis ao publico, em local fixo, sendo fixada anualmente por cada municipio até ao limite de 0,25%.

    • Rui says:

      Exactamente! Mas como não sabem interpretar o português e andam distraídos…os outros é que são maus.

    • Gustavo Leandro says:

      As pessoas que comentam a injustiça desta medida, esquecem desta taxa TMDP e de outras taxas que pagamos e ninguém estrebucha, como por exemplo a taxa do IVA “em cima” do ISV (imposto sobre veículos) – dupla tributação o que é condenado pela comissão europeia.

  30. Rui says:

    Boa medida. Ao menos é clara e não encapotada como muitas aplicadas por cá. A fuga ao fisco é proporcional às dezenas de paraísos fiscais existentes nos mundo inteiro, Madeira incluída. Os Estados e respectivas contas públicas estão quase todos no vermelho. Cada governo tenta sacar impostos onde pode. Na Hungria, pelos vistos, as auto-estradas da informação passaram ter portagens também. Ao menos não são como as auto-estradas para viaturas de cá, tão caras como em França mas ninguém reclama. E na Hungria paga-se 20 euros para andar o mês inteiro na auto-estrada. Mas disso ninguém faz publicidade.

    • Bahh says:

      A Madeira não é paraíso fiscal aos anos, por isso é que milhares e milhares de empresas deram a debandada e mudaram-se para as ilhas caimão e parecidas! As poucas que não se mudaram foi porque não lhes era possível por alguma questão mais específica.

      Só se paga 20€ para andar o mês inteiro na auto-estrada? Em qual auto-estrada?

  31. Richard says:

    Fato é que se a Hungria fizer isto, abrirá “precedentes” para outros países fazerem também, lamentável 🙁

    • UmPonteiroANull says:

      Amigo, facto continua a escrever-se com um C. Só as consoantes mudas (as que não se pronunciam) é que se tiram.
      Abraço

    • Bahh says:

      Até admira não ter sido o governo Português a ter essa ideia, geralmente estão sempre à frente no que é mau! É bom saber que agora que vão implementar a ideia não foi deles, mas dos outros.

  32. euqrop says:

    Agora fiquei assustado acabei de ver o consumo no meu tablet (apenas) e tenho 38,5gb de consumo com esta taxa pagaria 19,5€ isso é quase o que pago APENAS pela internet.

    Mesmo com um tecto está tudo doido … isso não é um imposto sobre um imposto quando pago a net tenho IVA e mais uma “TAXA” não estou a ser taxado 2x ?

    Cada vez mais estou a espera que a população se revolte… sem dinheiro e com cada vez mais, todos os gozos que as pessoas têm a ser taxados de uma maneira quase irreal …

    • Bahh says:

      Olhe para a fatura da luz… não vê que lhe estão a cobrar várias taxas e impostos sobre taxas impostas pelo governo? Já viu alguma revolta popular? Então continue a sonhar.

  33. zeka says:

    Antigamente havia limites de tráfego que era pagos fora parte se atingi-se o que estava definido no pacote adquirido.
    faria mais sentido implementar um limite de tráfego em vez de taxar só por taxar. ou então fica como nos dados moveis tens X para gastar queres mais pagas. Isso sim é uma roubalheira.

    • Bahh says:

      O governo quer faturar!!! Não é um problema técnico relacionado com a falta de largura de banda ou parecido… é mesmo: precisamos de dinheiro, onde é que vamos buscar mais? Ah! Já sei, taxamos o tráfego de internet! Além dos impostos existentes para puderem aceder, pagam ainda pelo tráfego.
      Que serviço extra vai o governo prestar? Tipo mais policias a guardas as infra-estruturas? Claro que não! É só cobrar mais porque podem, a menos que o povo faça uma revolução e deponha o governo… o que parece algo impossível.

  34. UmPonteiroANull says:

    Isto é mais uma medida anti-liberdade do que uma medida anti-pirataria. Mas o povo gosta disso dos islamitas por isso só têm o que merecem…

    • André Meireles says:

      Mas que treta é essa de juntar islamismo e Hungria? Nota-se que estão mesmo a leste da realidade e só gostam de comentar por comentar!

      Como disse acima, isto não é anti-liberdade, não está a ser cortado o acesso a nenhum serviço, apenas se está a fazer uma cobrança de uma taxa que até é mais baixa e menos ridícula do que algumas que se cobram aí em Portugal!

  35. Johnny says:

    Rídiculo a Internet causa problemas a Hungria? Causa transito? só se for o transito da carteira! Isso ai talvez concorde, sim porque se o transito la falha nas carteira€ querem que o transito circule mais rapido.. talvez assim juntem mais um € e evitam os atrasos do €..

    Rídiculo pah.

  36. Pedro Torres says:

    Se a ACAPOR ou o Passos Coelho lê esta notícia…estamos fritos!!!

  37. Pedro says:

    Ai se a moda pega… :/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.