PplWare Mobile

HP – Bateria dura 24h com apenas uma carga


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Rui says:

    Interessante seria saber detalhes técnicos da bateria. O tipo de ecrã e os discos SSD não são novidade nenhuma e não é apeanas com estas alterações que se consegue 24h de bateria.

    Se calhar as baterias são do tamanho da do meu carro…

  2. Filipe Lourenço says:

    Brutal! Até que enfim um marco no segmento da computação móvel! O preço deve ser tão interessante como a autonomia! 🙂

  3. Nuno A. says:

    Muito bom. Excelente diga-se!

  4. aver says:

    “A a HP anunciou que seu notebook EliteBook 6930p, quando configurado com o Windows XP, os últimos drivers, atualizações de BIOS, bateria com Ultra Capacidade, SSD de 80GB (claro, não servem HDDs) e display “Illumi-Lite”, consegue essa proeza” .

    São vários os factores, para conseguir as 24 h, especialmente a bateria e o ecrã . Ainda tem mais características impressionantes. Preço é que não se sabe, mas não é baixo de certeza.

    http://gizmodo.com/395586/hp-elitebook-6930p-one-badass-business-laptop

    P.S. “Sei” que há empresas capazes de oferecer um computador destes aos seus técnicos que se disponham a trabalhar durante as férias, de manhã à noite, na praia ou à beira da piscina.

  5. muito bom mesmo!! 😉
    _________________________
    http://onlinestuff.blogs.sapo.pt

  6. mmick says:

    Que grande marketing! 🙂 É que é preciso ver que isto tudo (24h) é com as escolhas mais conservadoras de todas!!!

    – CPU mais baixo
    – Gráfica Intel
    – Disco SSD
    – Bateria de Ultra-Capacidade
    – Ecra LCD LED

    E isto nao é para os 1300€ + IVA concerteza 🙂 O normal será disco 5400rpm + Bateria normal de 4 ou 6 células + LCD standard! Esperem uns 2200€ para um PC destes e com tudo desligado + luminosidade/CPU no mínimo, já para nao falar 24h optimistas.

    O meu MSI 12.1″ custa agora (com melhores specs) 800-900€ e a bateria dura umas 6h no XP (com tudo no mínimo). Nem que gastem 100€ numa bateria extra (que é o valor dela em 2 lojas diferentes) fica-vos por 1000€ e umas 12h de utilizaçao que chegam para 99% das viagens de aviao (isto se passassem as 10-12h de viagem sempre a olhar para o PC!!!)

    Parece-me bastante mais razoável do que gastar >2200€ só para nao terem que ligar á corrente do hotel ou levarem um carregador que pesa 300g… Enfim, marketing!

    Venham é as baterias recarregaveis por líquido (metanol ou lá o que é) que basta levar a bateria e um frasquinho de “combustivel” e têm energia para uma semana!

  7. Nastase says:

    É um belo avanço sem dúvida. Apesar de ser feito à custa de compromissos, tal como foi referenciado no comentário anterior. Mas o avanço chegou, e é u, prenúncio do que poderá vir aí.

    Só falta mesmo serem lançadas as baterias bêbadas, que levam com álcool para funcionarem e aí sim teremos autonomias de se lhe tirar o chapéu. Vezes sem conta 😀

    [ http://www.revolucaodigital.net ]

  8. aver says:

    A bateria de ultra-capacidade, de 12 células, é opcional e custa € 203 com IVA.

  9. mmick says:

    [b]Aver[/b], imagina um PC com SSD + ecra LED + magnésio + bateria de 12 células (2x o preço normal de uma de 8 celulas) se o preço base do PC (sem isso tudo) for 1200€ + IVA 🙂

    Um SSD desses da Intel custam umas 3x HDD 320Gb. O ecra LED uns 50% mais que um normal. A bateria 2x mais. Ora bem, a brincadeira em contas grossas a mais que o “setup” original: +150€ por ter SSD +100€ LED +100€ bateria = 350€ e em vez dum disco de 320Gb fica-se com um de 64Gb com alto desgaste…

    1500€ + IVA = 1800€ e 64Gb de disco SSD. Que fixe 😀

  10. R00KIE says:

    Cheira-me que estas baterias embora sejam de lítio têm um design diferente (maior capacidade por célula e não têm células em paralelo). Já li sobre isto há algum tempo. Só tenho pena que isto não se massifique rapidamente (disco ssd + baterias novas + iluminação por led + sem ventoinha). Sim sem ventoinha, o calor é passado pelas dobradiças para a parte de trás do ecrã e é dissipado aí. Claro que o mais certo é os portáteis que incluam isso não tragam processadores e placas gráficas de topo mas também eu ando a usar um portátil com 3 anos e vai dando para os gastos, qualquer portátil rasco dos dias de hoje é melhor que o meu portanto no meu caso ganhava mais tempo de bateria e acabava-se o barulho da ventoinha e disco (quando se trabalha num local silencioso faz muita diferença).

  11. azeiteiros says:

    R00KIE para alem do que disseste podia-se ainda aproveitar o calor gerado pelo portatil para gerar energia, por exemplo adaptando um destes dispositivos http://en.wikipedia.org/wiki/Stirling_engine , é claro que tinha de ser uma versão muito reduzida mas a energia recuperada sempre dava para mais uns minutos de autonomia 😉

  12. R00KIE says:

    Sim eventualmente, mas a questão é se será que compensa. Se considerarmos que a tendência é para reduzir o número de peças móveis nos portáteis de forma a torna-los mais robustos isso seria um passo para trás. Penso que ganhar apenas uns minutos à custa de um aumento do custo (ainda mais visto que os ssd e todas as outras tecnologias iriam tornar o equipamento mais caro inicialmente) não compensa.

    Poderíamos falar em colocar painéis solares na parte de trás do monitor (o que chamamos de tampa) mas isso seria muito caro e não iria aumentar a autonomia significativamente visto que 1) para funcionarem no seu ponto óptimo, a luz deve incidir perpendicularmente nos painéis (o que duvido que acontecesse no caso da tampa estar aberta e alguém a trabalhar no pc e 2) porque se estamos a dissipar o calor gerado pelo portátil na parte trás do monitor (na tampa) os painéis solares aquecem e a sua eficiência de conversão baixa.

    Na minha opinião a forma de andar para a frente é melhorar a gestão de energia, desenvolver componentes que necessitem de menos energia para fazerem o mesmo número de contas e retirar dispositivos obsoletos dos portáteis (o modem analógico por exemplo, ele está lá a consumir qualquer coisa visto que está ligado mas quem é que usa isso?). Uma outra ideia seria ter botões para ligar e desligar coisas como o wireless, bluetooth e infra-vermelhos (corta-se a alimentação fisicamente já não gasta nada).

  13. Bruno says:

    Interessante. Mas, perai, vou ter que ficar levando uma “bateria opcional” pra la e pra cá? ela já vem dentro no notebook, certo?

    @mmick

    discos SSD com 5400rpm???? o.0
    ..humn, sabe, SSD não gira, amigo . . .

  14. ze says:

    hummm , e para carregar demora quantos dias ?

    😛

  15. Jaime says:

    Zé que palhaçada é essa de carregar em quantos dias?

    É muito óbvio que o Portátil terá características básicas a nível de CPU e GPU. É feito a pensar em pessoas de trabalho que precisão de constantemente aceder a net ou produzir texto.

    E desde quando coisas novas não são caras? Vocês vivem neste mundo ou chegaram agora?

    Eu acho que é possível com as inovações que as baterias tem tido, não esperei é que aumentasse tanto…o meu Portátil velhinho com 3 anos aguenta 2h no maximo sem fazer nada…lol

    Fiquem bem

    [[]]

  16. ze says:

    Jaime, nao e palhacada nenhuma apenas uma questao do tempo que demorará a carregar.

    Ou pensas que aguenta um dia e carregas em 5 minutos no isqueiro ?

  17. Silvio says:

    Todas essas questões se aplacarão com o tempo, isso é só o primeiro passo de uma estrada longa da tecnologia que se multiplica a cada dia Ok?

  18. codeman says:

    que fixe! agora vai ser uma mala para o portatil e outra para a bateria!!!

    rsssssss

  19. Gonçalo Teixeira says:

    só o meu hp 530 é que dura uma hora 🙁 4células

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.