PplWare Mobile

Facebook é a causa de um em cada três divórcios


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Almada says:

    é isso mesmo, essa é uma das causas por não usar essa besteira

    • Gonçalo Ferreira says:

      O problema não é do facebook, o facebook pode ser bem engraçado e útil quando bem utilizado. O problema está nas pessoas que são umas bestas! quem faz asneira por facebook também faz por outros meios..

  2. Ecchin says:

    As pessoas andam todas apressadas e já não confiam nos seus parceiros. Se uma mensagem pelo facebook é suficiente para um divórcio, então já vem muuuuita água por trás.

  3. wiiware says:

    o facebook é coisas de crianças ou de gente grande com pouco juízo, o facebook devia ser proibido a maiores de 18 anos , pois já é altura de terem algum juízo e bom senso
    o facebook é a maior vergonha do século lol

  4. Anónimo says:

    Se o Facebook permitir a liberdade e a felicidade dos utilizadores só tem é de ser utilizada penso que a haver algo de errado não é de todo o Facebook, seria de igual modo interessante saber quantos casais criou a plataforma…

    • aver says:

      O que dizes também resulta de um simples raciocínio de bom senso.
      A menos que os casais se vão insultar para o Facebook, se o Facebook é responsável por 1/3 dos divórcios no Reino Unido, é porque 1/6 encontrou alguém mais à “medida do pé”, o que terá dado em casamento com o 1/6, do sexo oposto, o que quer dizer que o mesmo número de pessoas se divorcia e se volta a casar por causa do Facebook.
      Ou, seja, em termos líquidos, entre divórcios e casamentos deve andar ela por ela.

      Mas como a Divorce-Online, do Reino Unido só trata de divórcios, o post só conta uma parte da história. 😀

      • Marisa Pinto says:

        Não é bem assim.
        1/3 das pessoas refere o Facebook como causa de divórcio, mas os restantes referes OUTRAS causas para o divórcio, e não “o facebook aproximou”. Aqui o factor em estudo é o divórcio e a variante é o Facebook, entre outros motivos e não o contrário, eheh

  5. Tiago Ferreira says:

    Essa do facebook ter culpa dos divórcios é engraçada! lololol!! O que o facebook faz é “mostrar” que algo está mal na relação, tornando visíveis os problemas pessoais das pessoas. Se alguém escreveu algo que não devia no facebook, é porque já havia algo de errado!

  6. Tiago Vala says:

    Eu cá só tenho para ir buscar as fotos para os contactos do meu android. nunca o uso.

  7. nfvp says:

    O facebook é a causa? Ao que chegamos…lol
    A culpa não é do fb, é da sociedade e da maneira como esta leva de uma maneira leviana uma coisa tão séria como o casamento. E o pior é que depois vêm os “psicólogos” apoiar quando dizem que o casamento não é para a vida…
    O mal é das pessoas que andam com todos e mais alguns e o amor que tem por uma pessoa é comparável ao que têm por um periquito ou por um clube.
    Dizer que a culpa é de um meio de comunicação que apenas transparece o tipo de pessoas que temos neste planeta é do mais ridículo que existe.

    • Marisa Pinto says:

      Nunca ouvi os psicólogos dizer que o casamento não é para a vida. Mas não posso falar por todos, e também depende muito de caso para caso.
      Mas quem realmente refere o afcebook como causa, são os próprios casais. Não significa que a causa-mãe (digamos assim) já não exista à priori, mas, conforme questionamos, podem as redes sociais ser facilitadores para demosntrarem isso? Uma vez que sabemos que nas redes, como o Facebook, é mais fácil comunicarmos, sentimo-nos mais livres, mais desinibidos, e nos esquecemos por vezes que estamos a partilhar as mensagens, praticamente, com todo o mundo, não será mais facilmente assim que se revelam as atitudes/comportamentos que levem ao divórcio?

      • M.Manuelito says:

        Concordo plenamente com o que disseste Marisa!
        Uma história real. Uma vez uma amiga minha pediu-me para lhe criar uma conta no hi5 e eu disse-lhe no mesmo instante: tens consciência que esta conta no hi5 é o princípio do teu divórcio? Ela riu-se! 6 meses depois estava separada! Eu adivinhei o que se ia passar? Não! Acontece que conhecia bem a pessoa e percebia aquilo que seria o resultado mais lógico da decisão dela de criar uma conta numa rede social! O problema não estava pois na rede social, mas na atitude que essa pessoa teve perante “desconhecidos” ou mal conhecidos que conheceu no hi5!
        Ou seja, no caso, o casamento já tinha problemas, a imprudente utilização da rede social apenas serviu de rastilho rápido para despoletar o fim da união.

      • Anónimo says:

        Tudo o que implique aproximar pessoas poderá ser encarado como veículo para o divórcio mas como disse antes temos de olhar para as coisas de uma forma mais abrangente, este tipo de estudo só terá algo a dizer se desmitificar a ideia de que as pessoas estão casados com alguém porque aquela união é de facto “sagrada” e não por não ter tido possibilidade de conhecer um outro alguém…

      • evandro says:

        Uma vez que sabemos que nas redes, como o Facebook, é mais fácil comunicarmos, sentimo-nos mais livres, mais desinibidos, e nos esquecemos por vezes que estamos a partilhar as mensagens, praticamente, com todo o mundo, não será mais facilmente assim que se revelam as atitudes/comportamentos que levem ao divórcio? falow tudo Marisa!

    • someone says:

      Epá!!! Já n me sinto sozinho com a minha opinião! No entanto, eu acho q o facebook ajuda e MUITO a deteriorar uma relação! Mas de forma alguma é a única causa. A causa é como disseste: é da sociedade e da GRANDE falta de valores. Isto é uma cambada de putos Grandes (lamento se magoou alguém!).

      O facebook ajuda muito, mas não é só o facebook é também a ideia estupida das pessoas! é o facto de ninguem respeitar ninguém e toda a gente estar contente com isso. É homens a meterem cornos as gajas e gajas nos gajos.

      E sim, os psicologos tb tem muita culpa nessas cenas!!! Para eles o que conta é o individuo e não o casal! E assim não se vai a lado nenhum! Para se ir a algum lado tem de se pensar no casal primeiro, antes de se pensar no EU. O problema é q vai já haver meia duzia de pessoas q me chamam maluco. LOL E os psicologos matavam-me já LOLOLOL

      Mas fazer o q?! O q tá msm a dar é os prazeres carnais e as trocas frequentes. LOL. (e dai tantas doenças relacionadas).

      Ai tanto p***t* sr. alfredo. LOLOLOLOLOLOL

      • Marisa Pinto says:

        @Someone,
        Não vou dizer que estás errado, estás em parte correcto, mas o “pensar no individuo e não no casal” depende da perspectiva porque cada psicólogo se orienta. Os dinâmicos tentam trabalhar mais focando-se na pessoa e nos seus problemas, e os comportamentalistas na pessoa, nas suas relações, so seu ambiente, etc. Essa tua perspectiva é muito redutora, e acho que estás mal informado do que é a psicologia. (Existe também, e é bastante recorrida, a psicologia para casais)

        Agora, concordo que o FB ajuda a acabar com uma relação, quando a mesma já é propensa a isso.

        Cumprimentos.

        • Didi says:

          Dentro de nós, ou melhor no nosso coração existe uma coisa chamada concupiscência , que é um desejo de fazer o que é errado e quando temos uma ferramenta para tal ato, nem pestanejamos e corremos para realiza-lo e o facebook é essa ferramenta maravilhosa de o fazer, mas como diz a palavra ” nada há de oculto que não venha a luz! ” Vigiai sobre a vossa conduta!

  8. Se o Facebook é o responsável por 1 em cada 3 divórcios, quer dizer que os divórcios aumentaram cerca de 33% depois do aparecimento desta rede social. Será que foi assim?

    Por esta ordem de ideias, qualquer meio de comunicação é causa de divórcios. Ou os “amantes” não comunicam por telemóvel, e não se deslocam de carro para se encontrarem?

    Como disse o nfvp:
    “Dizer que a culpa é de um meio de comunicação que apenas transparece o tipo de pessoas que temos neste planeta é do mais ridículo que existe.”

  9. Sergio says:

    o Facebook pode ser o catalisador (concordo com isso), mas NUNCA, a causa. Dei ênfase ao nunca, mas, obviamente, haverá casos e casos

  10. says:

    Arranjar justificaçãopara os nossos erros e defeitos

    • maurycio says:

      Concordo! Afinal quem toma as atitudes, são as pessoas. Ao exporem comportamentos de risco numa rede social, é natural que cause ropturas nas relações. Penso que cada um é que deve ser consciente das suas atitudes.

  11. macosta says:

    Ai o malandro do Facebooki…

  12. POC says:

    Facebook já mais parece um Hi5. Aliás, as pessoas estão completamente viciadas. Só falam com outras se for no Facebook. Só se interessam por artigos, comentários e fotos que vão para o Facebook.

    Acho isto tudo um exagero. E acho que ficou transformado num local de engate. Fechei a minha conta há meses.

  13. Texugoelectrico says:

    Pelo menos enquanto meio para descobrir algumas traições já conheço meia dúzia de casos, bem mais do que eu estava à espera, ainda ontem soube de mais um caso…

  14. JR says:

    Aceitar as desculpas é perpetuar irresponsabilidades e fracassos.

    • aver says:

      A “técnica” é não ser preciso desculpas.

      Por exemplo, um amigo meu esquece-se sempre das datas de aniversário da mulher e da de casamento. Resultado, tem que pedir desculpa e a mulher sarrazina-lhe os ouvidos.

      A minha passa uma semana a falar nisso, por isso não me esqueço nem tenho que pedir desculpas (e, bem convesadinho, a prenda fica para melhor altura).

      Parece que há quem esteja sempre à caça da infracção para moer o juízo à outra parte, quer peça desculpa, quer não. Depois admiram-se que o casamento não dura :O

  15. Paulo Correia says:

    O problema do facebook é que deixa rasto online por tudo o que é lado, já que os amigos podem ler e os amigos dos amigos também. Pior que isso, ainda podem partilhar e se a partilha ainda permitir ir consolar alguém….

    De resto é tudo igual ou quanto casos conhecemos de alguém a quem a cara metade foi cuscar as msg, o email, o msn e por ai fora? Só que estes sistemas são privados enquanto o facebokkie sempre teve problemas de privacidade.

  16. Edy says:

    Matas uma pessoa e a culpa é da arma! WTF

  17. zune says:

    “Personalidade” é a causa de três em cada três divórcios

    Agora a sério, descartem este tipo de noticias, é o que me faz cada vez menos vir a este site.

    -.-

    • Marisa Pinto says:

      Não percebo porquê.
      O que têm “este tipo de notícias” que te incomodem? Não gostas de estar actualizado?

      • zune says:

        Porque são tudo menos informativas e completamente desinteressantes/irrelevantes e como por ex. o edy disse e bem, “Matas uma pessoa e a culpa é da arma! WTF”
        Se não era facebook, eram sms, se não eram sms era os vizinhos and so on.

        Não é para ser ovelha negra aqui do sitio, eu gosto bastante do site e vejo vários newsfeeds de dezenas de sites tecnológicos/etc internacionais, mas axo que já nos chega (aos tugas) os jornais nacionais a anunciarem cada vez mais conteúdo decadente.

        Apenas os meus 2 centimos de opinião.

    • SexOnaSal says:

      @zune

      “go away spider, go go go” LOL

  18. André Teixeira says:

    Marisa Pinto, um texto bastante interessante e controverso, que dá que pensar sobre as utilização em “excesso” do facebook.

    Gostaria apenas de fazer um pequeno reparo, no seu texto quando diz:

    “As redes sociais têm-se tornado na principal ferramenta de comunicação, ultrapassando o texto e o email, na minha opinião(…)”

    Ao que se refere quando diz texto? Se foi traduzido do inglês, eles usam a expressão “text” para as sms, será isso? Fiquei na dúvida.

    Cumprimentos, continuação de um bom trabalho.

    • Marisa Pinto says:

      @André Teixeira,

      Do original “Social networking has become the primary tool for communication and is taking over from text and e-mail in my opinion.”, e na minha perspectiva tanto pode englobar SMS, como cartas, etc. Pelo menos é a visão que faço.

      Obrigada e Bom Ano 🙂

  19. Susana says:

    È o que se costuma dizer:”A morte tem sempre uma desculpa”.
    Chamo a isto ignorância!Quem acaba um casamento não é por causa do Facebook e sim da sua relação que certamente já não está bem!O Facebook acaba por ser o “bode” expiatório para os desvaneios e ciúmes de alguns casais, eu tenho Face, o meu marido também, falamos com muitas pessoas do sexo oposto e nem por isso a nossa relação está mal, se houver respeito e confiança de ambas as partes não é de todo o Face que vai terminar casamentos!

  20. Walt Sousa says:

    100% de acordo com a Susana. O Facebook não tem culpa de nada. Quem tem culpa são as pessoas, são as suas relações que já viveram melhores dias é quem têm a culpa. Se não fosse pelo Facebook, poderia ser por outro meio qualquer, há imensas formas de um casamento acabar em divórcio. Por o Facebook como a causa para o divórcio além de tratar as pessoas por ignorantes, é puro sensacionalismo.

    A causa está nas pessoas, nas suas acções, naquilo que fazem ou deixam de fazer, não está no Facebook, nem no Twitter, ou noutra qualquer “ferramenta” da rede social.

    É quase como dizer que a culpa do tiro é da pistola e não da pessoa que a dispara. Mas a pistola não dispara sozinha ou dispara?

  21. serva says:

    Boa noite ,

    Nunca fui adepto de redes sociais , que acabam verdadeiramente ser vocacionadas para os teen .

    Mas o Facebook de facto com todo o sistema de importar amigos dos nossos amigos acaba por ser uma factor tentador comunicar e flertar , embora essa possa ser apontada mais como uma característica da personalidade da própria pessoa , mas o Facebok facilita em muito este tipo de comportamentos , só para usar um ditado Popular ,”A ocasião faz o ladrão) .

    Existem outros aspectos do Facebook que me desagradam profundamente e por isso não uso de forma alguma qualquer rede social só o Skype para fazer vídeo chamadas para o estrangeiro , mas o que desagrada mais é que mesmo encerrando a conta todos os dados ficam , não os podes apagar , ora isto é uma violação enorme sobre a privacidade das pessoas e pode sem dúvida causar desconforto muitos anos depois de teres escrito e postado imagens , em que provavelmente o próprio já não se revê e acaba até por ser um motivo de vergonha .

    Imaginem esta situação , casaste aos 30 anos e até aí levavas uma vida sem compromissos e esses factos estavam no teu Facebook , todas as tuas namoradas/namorados aonde foste o que fizeste com x e y , e algumas mensagens codificadas , mas perceptiveis entretanto cresceste e até suponhamos , já não és a mesma pessoa , só que a tua cara metade pode não gostar do teu passado e isso vai a deixar alerta e como é ela vai saber isso através da conta do Facebook mesmo que esteja encerrada , com os sms podias apagar com o messenger idem , com o FB não .

    O que não compreendo é esta necessidade de colocar toda a tua vida numa rede social que ainda por cima tem muitas falhas com a privacidade e segurança, hackear uma conta Facebook é facílimo .

    O CEO da Google , ao fazer uma pré apresentação do Google + , disse claramente que muitos jovens irão ter de mudar de identidade , e aqui é evidente existe culpa da parte do utilizador , mas o Facebook se recordam foi desenvolvido dentro da Universidade para aumentar o número de flerts e outras coisas , e é isso que ela é hoje , não muito mais que isso .

    Marisa , eu é que tenho razão os teus artigos são sempre bombasticos , bom artigo e com uma tema mais que actual .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  22. Quim says:

    Pois, quem brinca com o fogo acaba por se queimar. Sei que o facebook é um sinal dos tempos, como outros sinais que virão, mas acima de tudo é a formação do utilizador como pessoa que acabará por ditar as consequências. Pessoalmente e apesar de me orgulhar de dizer que acompanho a informática desde a década de oitenta (o meu 1º pc pessoal foi um um 8088, monitor hércules e sem disco) nunca tive necessidade de exibir a minha vida pessoal perante o mundo. Sentir-se-ao as pessoas estrelas de cinema quando o fazem? Não sei. Mas como se costuma dizer: trabalho é trabalho, conhaque é conhaque. Se as pessoas souberem discernir isto não terão grandes problemas. Agora que é preciso ser-se um idiota para “flertar” online, é. Nada como mostrar interesse na cara da pessoa (não levar à letra) e receber um convite ou uma nega de volta. Isso faz crescer. Mas provavelmente o tempo que as pessoas passam à volta do facebook é uma evolução de quem dá/deu uma grande importância à televisão ou ao cinema das histórias de ficção da treta que servem somente para confundir as pessoas com a sua realidade. Mais não digo.

  23. WTF Nem tempo Nem vontade says:

    As ditas redes sociais não me atraem em especial e talvez graça ao Facebook pelas razões mais que conhecidas…até aqui no pplware se postou qualquer coisa como dez razões para não ter ou para fechar o dito face mas as razões foram sempre subindo …e como num desenho postado também aqui na rubrica E-porque-hoje-é-6ª onde aparece uma garota num bar que pergunta a um jovem como é que ele se relaciona sem FB ao que ele responde assim e dar-lhe um beijo na boca, daqueles…(já faz mais o meu género…) Pessoalmente gosto é de estar com as pessoas.Mas já vi gente se chatear por causa do dito mas são as pessoas que têm culpa sem duvida.Por mim vão á falência seja a rede social que for. Não tenho Nem tempo Nem vontade.Saúde!

  24. NT says:

    Boas,

    Esta ‘briga’ faz-me lembrar aquela outra dos jogos de computador ‘violentos’ que fazem com que as ‘criancinhas’ peguem em armas e desatem aos tiros.

    A nossa sociedade é que está cheia de gente e poucas pessoas… Acho que não devemos culpar o facebook, jogos etc. pelos nossos atos. Por exemplo em vez de estarmos a ver ‘A casa do IKEA’ e ouvir as noticias da crise e quando dizem que nos vão tirar os subsídios, prémios e sei lá mais o quê com a desculpa da troika, se calhar devíamos era estar preocupados a tentar entender para onde vão os ‘recursos’ deste país/mundo e porque é que raio necessitamos da ‘esmola’ da troika. Fazer com que os vários políticos irresponsáveis fossem punidos pelos erros que cometem (como todos nós o somos/deveria-mos ser no nosso dia a dia), porém essas coisas de politiquice,entre outras, ‘dá muito trabalho’ ou outra desculpa qualquer para não ligarmos a isso… «À o Benfica está a jogar, muda lá isso» ou vamos ver se aquela da casa do segredos já ‘dormiu’ com o outro…

    Vamos é crescer todos, porque hoje temos acesso à informação porém poucos parecem saber o que realmente fazer com ela…
    E mais uma vez o facebook só vem refletir o que se passa atrás dos teclados…

    Bem haja!

    • TelmoB says:

      Tens o meu apoio no teu comentário.
      Além disso, acho mesmo importante aproveitar a informação que circula na web da melhor forma possivel, porque não se sabe até quando é que vamos ter acesso à mesma!
      O SOPA (Stop Online Piracy Act) é só o início..

      A web é uma ferramenta importante que ajuda à evolução intelectual, no entanto é necessário saber aproveitá-la da melhor forma.

  25. serva says:

    Caro @NT ,

    Boa noite concordo contigo em tudo que escreves hoje existe uma sede de voyerismo incrível , fazendo as pessoas viveram quase como num conto de fadas , e claro isto cria umas distorções enormes de personalidade , depois a informação que cada vez existe em maior quantidade por canais mito distintos passa completamente ao lado de certas pessoas tornando-as no novos analfabetos do Século XXI .

    Marisa qualquer dia temos de fazer no Pplware quem é que publica os posts mais participados , aceitam este desafio , quase que apostava que eram os da Marisa .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  26. serva says:

    Desculpem a esta hora já não vejo o monitor , isto anda mau com as horas de trabalho diárias a excederem todos os dias as 10 H efectivas de trabalho , o que queria era pedir desculpa pelos erros e pela falta de ligação no que escrevi .

    Serva

  27. Richard Stallman says:

    Interesse: zero.

  28. valente99 says:

    O Facebook tornou-se nojento, as pessoas vomitam tudo para la.

  29. mornaistar says:

    Engraçado como as opiniões sobre o Facebook conseguem ser tão divergentes.

    Para quem critica a falta de privacidade no Facebook só tenho uma resposta a dar: Se te preocupas assim tanto com a privacidade nem deverias estar na Internet.

    Para quem diz que no Facebook é só porcaria deixo aqui uma dica simples e eficaz, procurem por boas fontes de informação no Facebook. Elas existem!

    Sobre o tópico em questão o problema não é do Facebook é obviamente das pessoas que com as suas mentes limitadas pensam que pela Internet ninguém descobre nada.

    Para terminar e em resposta a afirmação do @wiiware , caro amigo o uso do Facebook como qualquer outra rede social só não é produtiva para as pessoas que não sabem como tirar partido disso!

  30. Polémico says:

    Meus amigos, eu vou falar apenas do que sei. Este comentário não tem como objectivo ser politicamente correcto e muito menos fugir à verdade. Ora vejamos:
    -Qual o interesse em ter uma conta no Facebook?
    Resp.: Imenso interesse para as empresas porque anda por lá muita gente, fazendo do facebook um excelente meio de publicidade. Terá interesse para os particulares? Sempre ouvi o argumento de que assim podiam encontrar amigos que já não viam há imenso tempo, mas isso não passa de um argumento falacioso. Eu não vejo muitos amigos meus há imensos anos e não é por isso que crio uma conta no Facebook. Além disso, quando alguém quer encontrar realmente outra pessoa pode-o fazer de imensas formas e não necessáriamente através do Facebook. Já agora, porque é que as pessoas se expõem tanto através do Facebook colocando fotos suas e muitas vezes dos seus filhos? Acham isso normal? Não me parece! Não me venham com a desculpa de que os casamentos acabam porque algo está mal na relação. Por vezes a relação até anda bem, mas as redes sociais propiciam de facto a aproximação a outras pessoas. Conheço imensos casos, alguns colegas, que usam o Facebook com o argumento de que as mulheres que lá andam são fáceis e podem assim facilmente “pular a cerca”! Meus caros, lá diz o velho ditado “O lume ao pé da estopa venha o diabo e assopra”! Redes sociais aproximam as pessoas. Associando isso à perda de valores, perda de principios e ao desrespeito pelo próximo (muitas vezes o companheiro/a) só pode originar em divórcios! Não é por acaso que os moteis são hoteis de ocupação 200%! As redes sociais, na minha humilde opinião, são de facto um incentivo ao “engate” porque quem lá anda não se dá ao respeito. Para terminar apenas quero dizer que NÃO TENHO, NUNCA TIVE, NEM NUNCA TEREI QUALQUER CONTA NUMA REDE SOCIAL! Não possuem qualquer utilidade, a não ser para as empresas pelas razões que indiquei anteriormente. Além disso, era incapaz de namorar ou casar com uma mulher que tivesse conta numa rede social, talvez por isso é que esteja solteiro. Antes solteiro do que viver com dores de cabeça!

    • Pedro says:

      Ora aqui está um sem papas na língua! Concordo a 100%!

    • renoir says:

      concordo com o polemico,
      tenho aqui em casa um caso do fecebook q virou quase motivo de divorcio, meu irmao pegou a esposa dele ao telefone com gente q conheceu no facebbok,

      a verdade é q o facebook é uma arma de espionagem tanto do governo como das empresas ha varias empresas q demitem inclusive com justa causa casos de defamação q o usuario faz da empresa, ou comentarios bobos sem maldade .

      ainda uso mas estou saindo do facebok, nunca se deve chamar de amgigo uma pessoa q apenas te enviou uma solicitação de amizade, no meu trabalho ha mais de 3000 mil funcionarios uns dias atras adicionei uma mulher q trabalha la faz anos, mas nunca falei com ela, esses dias ela passou por mim, me reconheceu, eu olhei dentro do olho dela e passamos um pelo outro sem mais nem menos.

      e quanto esses negocio de rever amigos antigos isso é desculpa

  31. Carla says:

    o facebbok é bom por um lado mau por outro

  32. Carla says:

    Minha cara gente depois de ler tantos comentarios fiquei completamente chocada c uns e feliz com outros , numa relação(casal) terem os dois facebook ja é uma argumentação para haver uma discussao so pelo facto de dizerem que o facebook juntamente com outras redes sociais, JA CAUSOU MAIS DE 28 MILHOES DE DIVORCIOS, depende do grau de mentalidade de cada casal, e se houver medo e desconfiança criem o facebook em conjunto …assim nao havera razoes para mais problemas.
    se o facebook for a nivel de trabalhos e assim… deem a plavra passse ao vosso parceiro/ assim nao havera razoes para desconfiar, , ,
    para que desconfiança. a verdade é uma se a razoes para desconfiar por causa do facebook e pq a desconfiança ja vem mt detras, e isso nao é problema do FACEBOOK

  33. ma says:

    é só abrir um perfil com foto do casal,quem nao respeitar manda a merda..conheci minha mulher pelo face,é só saber usar

  34. Nuno Castro says:

    Quem não se lembra dos chats, dos irc, do msn? Foram moda! Tal como estes o facebook é uma moda! Daqui a uns anos o facebook deixa de ter interesse.

  35. sueli carniello says:

    Concordo plenamente que esse vicio de faice esta destruindo casamentos e pessoas o meu de 36 anos andava com as pernas banbas mas andava depois que revivi umas passagens com meu marido a wual eu achava ser o alcool que o deixava insuportavel um pouwuinho mais esperta resolvibisbilhotar seu faice cujo estava com senha justamente por brigas entre nos pelo wue vi uma vez, nao me pergunte como so sei que quando click nele nao é que estava aberto e presenciei coisas que jamais eu imaginaria que um homem pai de filhas avo pudese estar fazendo.ali acabou a unica coisa que inda restava respeito.vou me separar e concordo que o faice é uma maquiagem para quem gosta de viver de aparencia.e descordo de uns que fizem que quem não tem conta nesta rede social é feio, eu modesta parte sou uma 50 bem elogiada, talvez bonita aos olhos de quem me ve, porque converso com as pessoas olhando olho no olho, existe alma o que o faice nao mostra.

  36. desconhecido says:

    as pessoas estao viciadas em celular e esquecem que a vida…nossas vidas sao tao curtas e podemos aproveita de uma maneira melhor.vivendo…so vivendo sem ter que se expor e olhar-mos um pouco mais para nossas familias.
    Ja nao tenho mais uma,pai,mae acho que ate meus filhos que nao vejo faz muito tento.eu analizei cada momento de todos eles,exeto meus pais que gracas a deus nao conheceram a net.mais sim meus filhos,minhas ex.e ate minha atual namorada,acho que estao todos bitolados e sem sequer entender o que e viver soltar,soltar pipa jogar bola,baralho e dar um abraco ou noa noite antes de dormir isso acabou…muito triste.desculpem tinha que desabafar

  37. Rúbia says:

    Sim, concordo que o Facebook é um.meio facilitador para uma traição. As pessoas na hora da carência ou de uma briga com o.parceiro buscam outras pessoas no Facebook. Outro.fator de discórdia é o parceiro ter em seu rol.de amizades ex companheiros, ainfasis se esses companheiros ainda nutrem algum.sentimrnto pelo ex. Acho que ex é ex. Nada de bate papos ou entidades. Eu brigo mesmo..não faço com ninguém o que não quero que façam comigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.