Quantcast
PplWare Mobile

Ex-SCUT com descontos em janeiro! Saiba o valor dos descontos…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. cK says:

    Pois a A17 que continua a ser das mais caras do país não tem um único desconto nem descriminação positiva… enfim

  2. ZéBoss says:

    a maior roubalheira foi colocar portagens… ninguem quer descontos.. querem como eram e deviam ser, GRATIS.

    • Miguel says:

      E quem não as usa que as pague

      • DB says:

        Não usas estradas gratuitas que também as paguei com os meus impostos e que também não as utilizo?

        Eu até mal utilizo autoestradas até porque ando pouco de carro, mas reconheço que são muito úteis. Não for paga, para mim tanto melhor pois tenho a consciência que seria até uma medida importante para muitos portugueses.
        Deixem de olhar apenas para o vosso umbigo!

      • Pedro Fernandes says:

        Comentário sem nexo, Miguel. Tu não usas os hospitais todos do país, mas pagas. Não usas todas as escolas do país, mas pagas. São bem comuns e públicos. Deveria ser o mesmo com as SCUT, que têm um papel importante na economia do interior do país, e não só.

      • coiso says:

        Não foram comparticipadas por fundos da UE?

      • Abilio says:

        Já as pagam todos os contribuintes com rendas garantidas para os privados

      • Pedro says:

        No caso da A29 existe muita gente a sair da a44 e fugir pelo desvio para não pagar a portagem da A29… Neste caso, se ninguem passa-se no pórtico, como se aplicaria a questão de utilizador pagador??A estrada tem desgaste à mesma…

  3. Pinto says:

    Estas portagens só foram inventadas para chulos ganhar dinheiro
    Dão prejuízo e sempre irão dar …

  4. Johnny says:

    E continuamos como os pedintes à porta da igreja…. volta e meia lá caem umas moeditas e ficamos todos contentes para ir beber o tintol….

  5. Infinity says:

    Em vez de investissem os 4500 milhões de euros que querem estoirar numa linha entre Lisboa e Porto só para irem a 250 km/h quando o alfa pendular chega ao 220 km/h, melhorar as infraestruturas existentes é que era de valor.
    Além que pagar portagens com limites de 80 e 100 km/h, mais vale usar as estradas nacionais sendo que algumas delas tem melhor piso que as ditas autoestradas.

  6. Cyberwest says:

    Em vez de baixarem o preço que tal fazer como os nossos vizinhos Espanhóis e Alemanha? acabar com as portagens..no imposto que pagam anualmente pelos veiculos já tem uma taxa de utilização das estradas pelo país todo. mas como Portugal é à base de “..autorizas-me esta obra, e recebes xxxxx..” assim nada vai para a frente… hoje em dia não é um luxo andar na estrada mas sim um bem essencial para todos nós, seja o motivo passear ou ir trabalhar, o que está aqui em questão é a forma da deslocalização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.