Quantcast
PplWare Mobile

Compras de Natal online: faça-as em segurança

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Paulo Silva


  1. Miguel Ribeiro says:

    Se alguém quer comprar DVDs/livros/jogos para PC/consolas a bons preços, deixo aqui as seguintes lojas (ja comprei de la e são 5*):
    –> http://www.gameplay.co.uk
    –> http://www.game.co.uk
    –> http://www.play.com
    –> http://www.zavvi.co.uk

    Dicas para poupar:

    Visitem o blog postabairgain.co.uk (ou sigam no twitter) para estarem sempre em cima dos bons preços para jogos de consolas.
    Visitem o cheapassgamer.co.uk que oferecem a comparação de preços de varias lojas.
    Instalem a extensão “Invisible Hand” para o firefox. Quando veêm um produto numa loja online, automaticamente começa logo à procura do mesmo produto noutras lojas e avisa se houverem mais baratos.

    +-Offtopic:
    e que tal o pplware fazer um mega post com varias lojas online que os utilizadores recomendem? 🙂

  2. Miguel Ribeiro says:

    Porque é que o meu comentario foi apagado? :S

  3. Nuno Sobral says:

    Deixo 5 letras como a maneira mais segura de comprar na NET:

    MBNET

    Criar cartões virtuais com limites para a compra que se está a efectuar e mais nada.

  4. aver says:

    Para pagamento de compras online o melhor meio de pagamento é o MB Net.
    Cria cartões de crédito temporários (duram até ao fim do mês seguinte ao da sua criação) com um limite de crédito baixo, definido pelo utilizador. Pode ser criado um para um único pagamento. Depois de se confirmar que o pagamento foi efectuado pode-se abater esse cartão.
    Uma forma de adesão ao MB NET é através de uma caixa multibanco.
    Para quem tem iPhone e já aderiu ao MB Net foi lançada uma app, iMB NET, a €1,59. Na verdade o que faz também se consegue através da página da web do MB Net, mas está muito bem concebida.

    • Rui Costa says:

      Correcção

      A transacção não dura 30 dias. Tem é 30 dias para executar a transacção. Assim que a transacção é efectuada, tipo ao fim de 10 minutos, o “cartão” virtual expira.

      • aver says:

        ??? Criando um cartão de crédito temporário em 12/2010 é válido até 01/2011 (inclusivé). Foi o que quis dizer.
        Por acaso dei um (ou melhor, dei as referências de um: nome, número e código de segurança) de 50 euritos para ser usado até final de Janeiro de 2011.
        Não há nada que impeça fazer vários pagamentos com o mesmo cartão, até extinguir o limite do crédito, durante o período de validade.
        Agora, se criares um com uma importância certa para um pagamento em concreto o cartão expira depois de ser utilizada essa importância (neste caso será antes do fim do prazo de validade).
        Terminado o prazo de validade o cartão não é aceite para pagamento.

  5. Joao says:

    Eu embora goste muito de computadores e de tecnologia no seu geral eu nunca fiz nem faço compras online ou qualquer coisa que mexa com dinhiero.

    • BlinZk says:

      Muita gente tem medo de o fazer, pois ouvem noticias e não se informam correctamente.
      Se forem tomadas as devidas precauções, as compras online podem ser bastante seguras e os produtos/serviços que adquirimos bastante fiáveis.

      Temos muito mais riscos de sermos assaltados à mão armada quando estamos numa caixa multibanco, podendo ainda sofrer danos físicos, do que comprar online.

  6. cris says:

    Bom post !
    Em nacional normalmente uso o pagamento por MB, seguro e rapido com a caixa directa :D.
    Em internacional somente por Paypal, salvo na amazon.com que aí confio e uso cartão de credito. O paypal é um excelente serviço.

  7. m4x says:

    Se querem segurança façam como eu, uso MBnet, faço um cartão virtual com a quantidade de dinheiro que preciso, e compro com esse cartão.
    E isto é em sites que confio plenamente, nos que nunca comprei ou apenas por mais segurança, faço o cartão virtual, passo o dinheiro desse cartão para o Paypal, e pago com o Paypal.

  8. DiogoC. says:

    Não percebi essa de os cartões de crédito serem melhores do que os de débito…

    Apesar de poderem ter mais protecções… Se acederem aos cartões de crédito, tiram muito mais dinheiro do que se acederem à conta bancária! Isto na minha opinião

    E podiam falar nos cartões recarregáveis, tipo MBNet (virtual) e CGD Pro (físico) 😛

    • aver says:

      Imaginemos que alguém tem um cartão de crédito dourado, que lhe dá um limite de crédito, habitualmente, à volta de €7500. De facto os dados desse cartão não convém que caiam na internet através de compras on-line, em sítios de “vão-de-escada”. Os €7500 euros podem ser gastos por outros e depois é uma chatice para comprovar que não fomos nós.

      Mas há alternativas, por exemplo o cartão de crédito Unibanco Net Net com um limite de crédito baixo e, melhor ainda, criar cartões de crédito temporários aderindo ao MB Net (aderindo ao Unibanco NET NET faz-se um adesão automática ao MB Net, mas há outras formas de aderir para quem tiver cartões de débito, através do multibanco). Estes cartões de crédito são bastante seguros em compras online, porque só podem ser utilizados até ao limite do crédito e dentro do prazo de validade.

      P.S. 1 – Os cartões de débito são sempre preferíveis aos de crédito – porque só podemos gastar o dinheiro que já temos, o que é um princípio muito saudável.
      P.S. 2 – O cartão de crédito dourado é dado pelos bancos aos que têm maiores depósitos/aplicações e aos maiores devedores, pelo que não garantem que se tenha dinheiro … embora possa dar essa impressão.

  9. Pedro A. says:

    Outra opção para o pagamento poderá ser o contra-reembolso ou a transferência bancária… Assim não há dados sensíveis a passear pela net.

  10. BlinZk says:

    Uma das formas de comprar seguro online, é comprar em lojas fiáveis, ou em lojas das quais já temos algumas referências, ou relatos de pessoas conhecidas.

    Comprei há poucos dias material fotográfico e mandei vir do Luxemburgo pela loja https://www.digitalwonderworld.de/

    Inclusive usei o método “pré-pagamento”, em que fiz uma transferência bancária internacional e só depois me mandaram a encomenda. Mas é o método em que se conseguem melhores preços.

    Claro que já conhecia várias pessoas no mundo da fotografia que tinham comprado material lá e por isso senti-me mais confiante.
    O processo foi claro e correcto e a encomenda chegou no prazo indicado e o material impecável.

    A nivel de material fotográfico, aconselho, pois os preços são mesmo muito bons. Quanto maior é o preço da encomenda, mais se nota o dinheiro que se poupa.

    Uma boa alternativa é compra na Amazon (UK), mas para isso, só compensa quando a Libra está em baixa em relação ao Euro.

    Aqui fica a partilha 🙂

    • aver says:

      Acho que a Amazon.UK compensa quando os produtos têm desconto. Uma máquina fotográfica passado um ano do lançamento pode ficar a metade do preço, enquanto noutros sítios se houver desconto é menor. Mas é sempre preciso procurar e comparar.

      De um modo geral, na electrónica de consumo e em muito material informático, acho que não compensa comprar o último modelo e mais avançado seja do que for, porque é bastante mais caro. É nos artigos que já têm algum tempo e estão com desconto que se encontra a melhor relação qualidade/preço.

  11. Manuel José says:

    Na minha opinião, o método mais seguro (embora poucas lojas o suportem) é o paysafecard. Uso no steam e recomendo. Basicamente, é um talão comprado a dinheiro nos CTT ou em papelarias, quiosques ou outros sítios que tenham payshop. O talão tem um código que devemos colocar no site ao efectuar a compra. Existem paysafecards de 10, 25, 50 e 100€ e podem ser utilizados até 10 paysafecards por compra, permitindo compras até 1000€. O dinheiro que sobra fica no talão. Por exemplo: comprei um paysafecard de 50€, mas o jogo no steam só custava 40€, nesse caso, o paysafecard continua com 10€. O único senão é que temos um ano para gastar o dinheiro a partir do momento em que compramos o talão. Após 1 ano começa a descontar 2€ por mês até chegar a 0. Façam como eu: têm 10€ num paysafeacard e 50€ noutro, mas o jogo só custa 50€. Imaginemos que paysafecard de 50€ foi comprado muito depois. Então, ao comprar o jogo, metem 1º o paysafecard que ainda tem 10€ e depois seleccionam a opção introduzir mais pin, e aí metem o código do paysafecard do de 50€. O valor que sobrar fica sempre no paysafeacard introduzido em último lugar, que se for o último a ter sido comprado, também tem mais tempo para o dinheiro ser todo gasto.

  12. jedi says:

    um bom post é sobre o Mbnet, um tutorial, isso sim é que era e muita gente agradecia e tirava muitas duvidas a muita boa gente, Fica aqui a sugestao ( se ja existe esqueça ;))

  13. Arrakis says:

    DHgate.com
    MiniInTheBox.com
    Lightinthebox.com
    Sourcinggate.com
    Sourcingmap.com
    Top10brand.net

    Estes são os principais sitios onde costumo fazer compras.
    Cada um com a sua especialidade, e claro consoante as minhas necessidades. Sempre paguei com cartão de credito ou paypal e nunca tive problemas.
    Recebi sempre aquilo que comprei e até me considero um felizardo porque li algumas queixas de clientes nos sites e até conselhos de nunca comprar nada porque ou não recebiam aquilo que pagaram ou vinha avariado. No meu caso tudo chegou em ordem.
    Um pequeno senão. Por vezes o transporte saía mas caro que o produto, no caso de vir por DHL ou UPS. Mas isso a culpa é do nosso sistema, não do fornecedor. Cheguei a receber encomendas Hong-Kong / Portugal em 3 dias… A vantagem destas transportadoras em relação a EMS é que na Alfandega não vasculham a encomenda. Não sei como eles fazem, mas assim que a encomenda chega pedem o comprovativo de pagamento é logo desalfandegada e no dia seguinte estou a recebê-la em casa. Com a EMS já cheguei a estar 2 meses há espera. Já tive 2 telemóveis retidos na Alfandega 21 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.