Quantcast
PplWare Mobile

“Cheque” de 125 euros do Estado: Não se esqueça de atualizar o IBAN

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Daniel Saraiva says:

    O site da SEG social ja esta em baixo…

    • Mónica Paula Costa Matos says:

      E quem não tem conta bancária? Ê o que eu digo , os mais pobres chucham no dedo

      • António Gaspar says:

        Oh minha amiga os mais “pobres” já têm cota bancária desde sempre pra receberem os subsídios da Segurança Social para estarem em casa sem fazer nada!!

        • Ana says:

          Não é bem assim. Há pessoas recebem as pensões nos correios. Não têm dinheiro para pagar anuidades e afins.

          • Francisco Lopes-Santos says:

            Nunca ouviu falar de conta de serviços mínimos? é simples é uma conta em que não paga absolutamente nada feita apenas para receber ordenados pensões ou apoios sociais e em que tem apenas acesso ao cartão multibanco, como tal o que está a dizer são apenas desculpas. Em Portugal, até quem vive em baixo da ponte tem direito a ter conta bancária sem pagar nada.

  2. Zé Fonseca A. says:

    É via reembolso no IRS

      • Jebus says:

        Se no IRS do ano passado colocaste o IBAN, o valor irá ser pago para esse IBAN que é o que está registado nas finanças no teu nome. Caso não tenhas colocado IBAN na declaração do IRS, convém veres se o tens atualizado e podes fazê-lo via internet, conforme o artigo explica ou indo a um dos balcões ou das Finanças ou Segurança social.

        • Zé Fonseca A. says:

          Não percebeste, quem tiver direito aos 125€ + 50€ por filho vai receber como reembolso no IRS, aqueles que vão receber via transferência são apenas quem não está qualificado ou está isento de apresentar IRS.

          • Jebus says:

            Acho que tu é que não percebeste ou então não te estou a entender…
            Os 125€ e os 50€ ( para quem tem direito ) vão ser pagos em Outubro, via transferência, para o IBAN registado nas finanças ou Seg. Social.
            O reembolso de IRS acontece uma vez por ano, normalmente 15-30 dias depois de submeteres a declaração de IRS, logo não sei que tás a dizer.
            Mais info aqui : https ://www.noticiasaominuto.com/economia/2067380/cheque-de-125-quem-recebera-quando-e-preciso-fazer-alguma-coisa

          • Zé Fonseca A. says:

            Nop, confirma noutras fontes

          • José da Apatia says:

            Estás errado. Este “apoio extraordinário” ocorre em Outubro e é isento de IRS.

            «”Segundo Medina, em causa está a “devolução de rendimentos a quem tem rendimentos brutos inferiores a 37.800€ por ano”. O ministro das Finanças lembrou ainda que todos devem atualizar os seus dados na Autoridade Tributária e na Segurança Social, para o IBAN estar atualizado e a devolução possa acontecer “o mais rápido possível” no mês de outubro.»
            in https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/fernando-medina-explica-as-medidas-do-plano-de-resposta-ao-aumento-de-precos-acompanhe-aqui

            Aliás, todas as declarações de membros do governo apontam para isto mesmo e não para uma devolução mais tarde, em sede de IRS, como pareces pretender dizer.

          • Zé Fonseca A. says:

            Vi agora e li depressa demais “como o reembolso de irs”, my bad.
            Recebam os 125€ e façam uma fogueira com isso e postem nas vossas redes sociais, era o melhor que faziam quem vai receber essa pobreza.

          • LR says:

            “Recebam os 125€ e façam uma fogueira com isso e postem nas vossas redes sociais, era o melhor que faziam quem vai receber essa pobreza.”
            Rapaz, se não queres os teus, tenho a certeza que encontrarás muito facilmente que queira e, principalmente, precise. Tenho a certeza de que não te fará nenhuma falta, pelo que faz uma boa ação, e dá a quem precise.

          • FAR says:

            @LR

            Ele não vai receber porque não é elegível. Daí a perspetiva arrogante, distanciada e mesquinha sobre esta ajuda.

          • Zé Fonseca A. says:

            Correto, não sou elegível, tive rendimentos superiores a 200k em 2021, paguei 55% em impostos e ainda paguei 14k de IRS. Contribuo mais em 10 anos de trabalho que a maioria das pessoas numa vida inteira de trabalho, a atitude mesquinha é do governo e de quero elegeu sabendo das suas medidas, por isso deviam mostrar o vosso descontentamento mesmo precisando de 125€.

          • Sergio says:

            @Zé Fonsenca A.

            Pra já isso de 55% sobre os 200k de rendimento não é bem assim
            Casos de mais-valias, rendimentos de capitais ou rendimentos prediais têm cálculos próprios.
            Para não falar que tens meios na lei que te permite não pagar tanto.
            Acredito que tenhas um rendimento elevado e que pagas mais que a media portuguesa, mas também nao mandes areia para os olhos da malta.

            Para não falar que já afirmaste várias vezes que viveste fora do país, de certeza que outrora não andaste sempre a descontar cá 😉

            Se calhar o carro chegou lá a casa para uso pessoal e está em nome da empresa..
            ha tantos se’s na tua conversa do costume.

            Desfruta do teu bom ordenado, mas nao te esqueças que todos são importantes para o desenvolvimento do país e se calhar a classe alta é a mais dispensável

          • Zé Fonseca A. says:

            Ganho 11k mensais, os meus descontos são daí, o resto dos rendimentos e motivo de pagar tanto irs é por ser senhorio

          • Zé Fonseca A. says:

            Claro, carro da empresa, não vejo o mal.
            E vivi 10 anos fora e a continuarem a gozar com a minha cara talvez volte mais 3 anos e depois me reforme, com impostos destes quem trabalha nunca sai da cepa torta

    • Mr. Y says:

      Não cries mais confusão. Se estão a pedir para se actualizar o IBAN é porque o pagamento será feito em Outubro

      • Zé Fonseca A. says:

        Nop, confirma nas fontes oficiais

        • Mr. Y says:

          Desafio-te a mostrar essas fontes.

          O que vi nas fontes oficiais é bem explícito que é pago em Outubro. A não ser que nos slides que o Costa mostra esteja diferente dos documentos oficiais.

          Já não bastava a desinformação noutros temas até numa coisa besta como esta te dás ao trabalho de pesquisar.

        • Luis Henrique Silva says:

          Não amigo, também costumo colocar iban no IRS nos outros anos no entanto fui ao portal na secção do iban e não estava lá, convém confirmarem.
          E o pagamento é sim em Outubro numa unica vez e não tem nada a ver com o IRS.

          • Jebus says:

            Fui lá ver agora e ainda tinha o meu antigo, apesar de este ano já ter recebido no novo.
            Sim, convém mesmo confirmar ! Obg pela dica

          • RM says:

            Isso mesmo, as finanças estão a cargo do pagamento de 125 euros e a segurança social vão fazer os pagamentos de 50euros. a quem estiver legível.

  3. Sergio says:

    Pacote de medidas que se pedia.. mas a forma como o anunciaram até pareciam que estavam a trabalhar para os votos das próximas legislativas lol

    • freakonaleash says:

      O governo do Costa está sempre em modo propaganda…e o Ti Celito também!

      • Mr. Y says:

        Ainda bem que é em modo propaganda. É melhor que façam isso agora do que quando é para ‘ganhar’ votos.

        Nota: não pretendo defender o Governo porque até acho que as medidas não deverão ter o impacto que se pretende. Veremos…

        • Sergio says:

          Nenhum governo fosse ele psd ou ps, podia dar as pessoas aquilo que elas infelizmente precisam. Quando a manta é curta não ha milagres.

          Agora fazia muito mais sentido descer a carga fiscal no equivalente aquilo que supostamente estão a dar. Do que dar dinheiro diretamente às pessoas.

          Pelo menos sabiam que o dinheiro nao ía para concertos dos coldplay lol

          • GM says:

            O Governo não dá, lembra-te. Transfere de um lado para o outro. Até porque o que está a “dar”, simplesmente recebeu no acréscimo de impostos, os tais lucros extraordinários. Não pondo de lado que há muitas famílias com necessidades, estas dádivas não deveriam ser para todos de forma indescriminada. Dessa forma, os mais necessitados poderiam receber algo mais, e eventualmente o que sobrasse sempre poderia ser abatido à dívida soberana.

    • Grunho says:

      A alternativa laranja ao pacote de medidas é corte de vencimentos e pensões, sobretaxa de IRS e “fiscalidade verde” em cima da gasolina, que logo por azar é o combustível que polui menos. Não vai ser preciso trabalhar para os votos das próximas legislativas.

    • Grunho says:

      A alternativa laranja ao pacote de medidas é corte de vencimentos e pensões, sobretaxa de IRS e “fiscalidade verde” em cima da gasolina, que logo por azar é o combustível que polui menos. Não vai ser preciso trabalhar para os votos das próximas legislativas.

  4. Abreu says:

    Para o ano iremos pagar isso a triplicar via IRS, este governo não dá ponto sem nó

    • Vitor Tavares says:

      O governo não dar “ponto sem nó” é uma coisa…a realidade é outra!
      https ://jornaleconomico.pt/noticias/apoios-as-familias-nao-vao-pagar-irs-suplemento-das-pensoes-sera-sujeito-a-tributacao-normal-932985

  5. Pjs says:

    Num país que tem uma dívida pública insuportável só fica contente os tolinhos desta vida. Com os juros a subir nos próximos anos e o governo a desbaratar esta almofada financeira, prevejo a vinda do Diabo Alemão, Finlandês, Países Baixos, Dinamarquês e afins. Poucos percebem que precisamos de criar riqueza por nos próprios, e não andar de mão estendida desde 1974.

    • Vitor Tavares says:

      Aqui há uns anos houve alguém que profetizou a chegada do “diabo” a Portugal numa altura em que,naquela altura sim,estávamos a receber fundos desses “diabos” todos. Ao que parece o “problema” agora é outro…TODA A OPOSIÇÃO DA EXTREMA ESQUERDA À EXTREMA DIREITA DIZEM QUE O GOVERNO (PORTANTO PORTUGAL) tem uma “almofada” financeira para poder dar muito mais! Ora parece que estes “gajos” que nos governam (gostemos ou não) nesse aspeto nem têm estado muito mal…

      • GM says:

        Claro que não, têm estado péssimamente. Desde 2015 até 2019, poderia ter sido reduzida a dívida soberana. Mas não, a opção foi “repôr” rendimentos, porque isso é que era importante. Agora vão/vamos comer pela medida grande.

    • Fernando Raimundo says:

      O Sr.está muito enganado .Leia a história económica de Portugal, e terá uma surpresa desde 1560.SIM desde 1560 que somos pelintras.E pedinxões.

  6. Tiago says:

    Estou fora do Portugal, estarei excluído?

  7. José Pinto says:

    Para este desgoverno quem ganha 2701 euros é rico, mas deste valor retiram 1300 euros de IRS+SS. Sobram 1400 para pagar 700 euros de renda de casa + 100 de energia + 30 de água + 45 de gás + 40 de transportes + 45 de comunicações + 100 medicamentos + 55 seguros. Em conclusão sobra 325 para comida, educação e vestuário.
    Habituaram-se à gatunagem a coberto da Lei e não baixam os impostos! Não preciso de esmolas.

  8. Ricardo says:

    125€ para quem ganha menos de 2700€?????!!!!! devia ter 2 escalões…um até quem ganha o ordenado minimo e outro do ordenado minimo até aos 2700… os que precisam mais sao aqueles que ganham menos…enfim

  9. What says:

    Mas porque é que devo atualizar o IBAN se o meu IBAN nas finanças é o mesmo há anos?

  10. Jebus says:

    Actualizar = Tornar ou ficar actual

    Ora se o teu já está actualizado, ou seja se está correcto, não necessitas de actualizar, pois está já actualizado 😉

  11. Big pen says:

    Medidas ridículas , o homem deve pensar que somos todos burros…o filho de um banqueiro que ganhe 1 milhão por ano , vai receber o mesmo aumento de abono que o filho de um desgraçado que ganhe o salário mínimo…..125 euros até 2700 euros ….voltamos ao mesmo , um desempregado recebe 125 euros , um trabalhador que ganhe 2700 euros recebe 125 euros …..os reformados vão ser roubados ….as reformas tinham que ser aumentadas de acordo com a inflação , em vez disso o homem corta-lhes os aumentos para metade e para ver se lhes tapa os olhos dá-lhes agora um adiantamento . Bem sei que o país está completamente falido , mas era preferível apoiar fortemente quem precisa mesmo , e deixar os mais ricos sem apoios

    • Joao Ptt says:

      Quem paga mais deveria receber mais benefícios e apoios, afinal de contas esta a pagar bem mais que os outros, sem normalmente lhe ser prestados mais ou sequer melhores serviços.

  12. Joao says:

    Medida excelente do Xuxalismo. CHEGA desta treta

    • João says:

      Porra, vocês são uns insatisfeitos, se é 10 porque é 10, se é 1000 porque é 1000.
      E era o chega que ia fazer alguma coisa? Ainda não o vi a dar soluções.

      • Joao Ptt says:

        O chega se calhar fazia como o Putin, vamos para guerra com a Espanha que Olivença é nossa… e assim se tapava os problemas: arranjando um ainda maior.
        Mas isto sou eu a especular, posso estar enganado e fazerem algo ainda pior.

        Eu cá não dava nada a ninguém e pagava era as dívidas internas em primeiro lugar e logo de seguida aos estrangeiros… se possível tentava obter reduções dos valores a pagar por antecipação dos pagamentos caso tal fosse aplicável.
        Aliás colocava primeiro de lado uns 5 mil milhões (ou mais) para um fundo de emergência a ser mantido pela protecção civil para fazer face a despesas extraordinárias para fazer boa figura quando ocorrem catástrofes já que ninguém vai colaborar voluntariamente, e vão colocar todo o tipo de entraves mesmo que indirectos para não irem presos, se não tiverem a certeza absoluta que os meios privados requisitados serão pagos na totalidade a preço de tabela pela Protecção Civil e no prazo legal estabelecido.

        • Grunho says:

          Não era boa ideia. Se fôssemos para a guerra com os espanhóis havia muito quem fizesse de propósito para a perder, a ver se a terra deles seguia o mesmo destino que Olivença. Não se esqueçam de que os portugueses são miseravelmente pagos em relação aos espanhóis, que em igualdade de trabalho e horas levam para casa mais 50%.

      • Honorato says:

        Chamar apoio extraordinário a 125 é um gozo que não estão a dar, para uma coisa extraordinária eram ser um apoio em 10k€ isso sim era um apoio que se podia chamar extraordinário agora 125€ chama se migalhas

  13. Profeta says:

    Eu recebo menos de 37800 ao ano mas nao tenho filhos nem sou casado. Tambem tenho direito a esse apoio ?

  14. José Rodrigues says:

    E para aqueles que não têm IBAN ou seja conta no banco? Como é que vai ser? Não vão receber é isso? Ou vão ter de ir a correr aos bancos para abrir uma conta?

  15. João Cartaxo says:

    E quem não tem iban? E não percebe nada de sites nem Internet? Como vai fazer?

  16. Ru says:

    Quem está desempregado e não está inscrito no centro de emprego, recebe?

  17. Lelo says:

    Em 2021 os meus únicos rendimentos, inferiores a 35000€, vieram de mais valias em bolsa, que pagaram 28% de imposto.
    Estou curioso…

  18. Jane Doe says:

    De onde vem este dinheiro? 😀

  19. Diogo says:

    As medidas são uma treta e pior é que uma grande maioria dos tugas está contente.

    Uma altura na TV ouvi este comentário..”uma parte dos portugueses são analfabeto”, agora começo a entender este comentário, pois neste caso o desgoverno está a dar 125€ e as pessoas estão todas satisfeitas.

  20. José Mendes says:

    Não quero gozo, apenas alguém que me responda. A minha Maria está grávida e o puto vai nascer daqui a três semanas. Também vou receber por este filho?
    Preciso mesmo de mais 50€, para ir buscar um Apple Watch.
    Agradeço muito a quem me souber responder.

    • Joao Ptt says:

      Não deveria ter engravidado a sua Maria.
      Mas o mal está feito, então sugiro:
      Compre fraldas reutilizáveis, e vá buscar roupas de bebé em segunda mão aqueles centros de ajuda, e certamente já poupa os 50 euros que lhe faltam para o Apple Watch. Talvez poupe tanto só com estas duas coisas que possa vir a comprar o novo iPhone 14 para ligar o seu Apple Watch, e talvez até sobre dinheiro para comprar um novo MacBook.
      Resumindo: ter crianças é muito dispendioso.

    • Há cada um says:

      Pergunta realmente pertinente…

  21. Pedro Carvalho says:

    O Zé e a Maria ganham cada um 2650€, no conjunto 5300€ e vão receber cada um 125€ (250€ no global).
    Já esta segunda família, decidiram um deles ficar em casa para poderem cuidar dos filhos e pais já com alguma idade. Fizeram isso para garantirem cuidado de qualidade. O elemento que trabalha recebe 3600€. Mas não recebe nada… O casal assim é como se recebesse cada um 1800€ bem abaixo do Zé e da Maria, mas não vão ter direito a nada…
    Onde está a igualdade?
    E que tal a ajuda ser global? Basta mexer no IVA… mas o povo gosta de migalhas…

    • Paulo Pedroso says:

      Mexer no IVA não era solução… já aconteceu no passado, o governo baixa o iva os comerciantes aumentam os preços justificando-se que estão em crise….

    • Traveller says:

      vão ter direito a 125 em vez de 250, mas sim não se compreende e o exemplo pode ser 2 a ganhar 2699 recebem 250€ 1 a ganhar 2701€ e outro desempregado vão receber 125€. Mas também podes dar o exemplo do CR7 com 5 filhos vai ganhar 250€ 5*50€

  22. Profeta says:

    Eu ainda me custa a acreditar neste apoio e vai ser pago mensalmente ? E durante quantos ano(s) ? Ainda nao consegui entender a logica disso, e que assim sendo algumas pessoas que nao estao assim tao mal vao receber algo , digamos que isto e a primeira vez que o governo da algo a alguem so porque sim. Nao nego que algumas pessoas possam ser ajudadas, mas com rendimentos anuais abaixo de 35000€ isso vai abranger muita gente.

    • GM says:

      Pagamento único de 125€ / contribuinte trabalhador com rendimentos individuais até 37800€ brutos/ano + 50€ por dependente. O exemplo dado pelo MF foi, um casal com 2 filhos dependentes ( penso que com idade máxima até 21/22 anos). Total a receber, 125€+125€ + 50€ + 50€. Uma única vez.

  23. Infinity says:

    Agora que os bilhetes para os Coldplay esgotaram é que mandam os 125€

  24. Miguel Felicio says:

    Quem quiser aproveitar os 125€ que os invista no euromilhoes 😀 Nem que seja 50€ por mes…. é de arriscar 😀

  25. Loco says:

    Vou gastar tudo em raspadinhas!

  26. Marco Dancas says:

    Vou gastar no Kikas – bar la siesta em Santarém…

  27. Bruno estaca says:

    tenho divida nas finanças, infelizmente estao a fazer uma penhora de ordenado, eu vou receber na mesma os 125 euros?

    • Filipe Vale says:

      Sim, são impenhoraveis. Agora o que provavelmente vai dar asneira é se os bancos têm essa “informacão”, porque no momento em que o dinheiro extra cai na conta é informaticamente penhoravel. A ver vamos..

  28. Raphael Victor Ferreira da silva says:

    No site das finanças, para atualizar o IBAN, qual a informação que coloca no campo PAIS? sao dois campos com dois caracteres cada.

  29. MÓNICA FERREIRA says:

    QUE CONVERSA ESTE ZÉ FONSECA… SENHOR, SE TEM DINHEIRO A MAIS DIVIDA PELOS POBRES, EU FALO POR MIM, ESTES 125 EUROS VÊEM MESMO A CALHAR, PENA SÓ SEREM DADOS UMA VEZ. MAS SE LHE ESTIVER A SOBRAR DINHEIRO EU MANDO-LHE O MEU NIB E TRANSFERE-ME ALGUM, PORQUE COM O ORDENADO MÍNIMO, CASA E CONTAS PARA PAGAR OLHE QUE NÃO É FÁCIL. MAS QUE TENHA MUITA SAÚDE PARA PUDER CONTINUAR A GANHÁ-LO. OBRIGADA.

    • Traveller says:

      Com o desemprego a baixo de 5% corresponde a 0% pois os 5% são para quem não quer trabalhar, só ganha o ordenado minimo quem quer o que não falta é locais a pagar mais que o ordenado minimo e não há quem queira. Por isso se está com o ordenado minimo é por inercia ou porque convêm para ter apoios. E para eles darem 125 alguém tem que os pagar ou pensa que é do bolso deles. PS não é necessário escrever a gritar é falta de educação.

  30. Francisco Lopes-Santos says:

    Hoje são 13:10h do dia 20 de Outubro de 2022, e não foi efectuado nenhum pagamento é que todos se esqueceram dum pormenor, ninguém disse em que ano seria feito o famoso reembolso,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.