PplWare Mobile

Bateram-lhe no carro ou foi atropelado e fugiram? Saiba o que pode fazer


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. eu says:

    Serve-me de muito se estiver morto, de facto.
    “Estou”
    “Quem”
    “É do além e quero uma indeminização”

  2. Pedro Coelho says:

    Estas coisas são todas muito bonitas na teoria até que precisemos delas…. Começa logo pela disponibilidade da autoridade. É preciso muita sorte para que compareçam no Local. Conheço várias pessoas que levaram negas. Eu já levei uma. Apresente queixa na esquadra, disseram-me. E ao que parece o FGA é raríssimo pagar. Há acidentes diários com fuga…. Nós achamos que estamos salvaguardados até termos o azar de cair numa situação. Ai vemos que a teoria é uma e a prática outra.

    • Nunes says:

      Já tive numa situação de acidente e fuga, e eles pagaram-me todos os custos!
      Tinha a matrícula do outro veículo, polícia foi ao local.
      A ASF analisou e pagou tudo.

  3. Rui says:

    Vou dar outro exemplo que o Fundo de Garantia nada paga (aconteceu comigo). Atropelamento de um cão! Os animais não dão direito a qualquer indemnização por parte do FGA.

    • ze says:

      É lógico, a responsabilidade é sempre dos donos dos animais.
      Em caso de estradas concessionadas é da responsabilidade das mesmas.

      • Rui says:

        Um cão sem identificação e ficas com o estrago todo a teu cargo. Digo cão, mas podia dizer gato, javali ou outro.

        • ze says:

          Se for numa autoestrada garanto-te que não ficas, tens é de ir a tribunal porque eles tentam descartar-se até à última.
          Mesmo em vias municipais eu punha a camara em tribunal, cabe a eles recolher animais vadios.

    • Vítor M. says:

      Por isso estas normas todas para identificar o seu proprietário. 😉

      • Rui says:

        No meu caso fiquei sem 450€, o valor da franquia, porque tenho seguro de danos próprios, vá lá (porque o estrago passava os 2000€.
        A dona foi identifica pela GNR (exigi a vinda da GNR), mas a senhora recusou sempre pagar e agora? Vou para tribunal por causa de 450€?
        A FGA pôs-se de fora.

        O meu seguro pagou tudo, menos a franquia e isso é que estava em causa, mas há quem fique com o estrago todo do seu lado!!!!!

        • ze says:

          450€ + agravamento do seguro, se fosse agora até poderias exigir que fosse julgada criminalmente por abandono de animais.
          Os donos que deixam os animais andar à solta nas ruas deviam ver os seus filhos serem atropelados e não os animais.
          Eu não hesitaria em levar quem quer que fosse a tribunal mais não fosse pelo exemplo.

          • Martim says:

            No meu caso, por ter sido um javali ( animal selvagem), paguei a franquia, agravamento do seguro e culpa imputada a mim mesmo, ou seja, 5 anos sem poder basicamente mudar de seguro.

        • Nunes says:

          Eles só pagam quando o outro carro não têm seguro!
          O seu seguro nem é chamado a intervir já que a culpa não é sua!
          (Sim já tive um acidente pago pelo fundo automóvel)

        • R says:

          Percebo que não se queira incomodar, mas a responsabilidade é da dona. Há os julgados de paz – não sei se será adequado para esse caso, mas informe-se; custo quase nulo.

          • Tiago says:

            Esses são outros que não fazem nada….. Um reboque deixou cair o meu carro, os julgados de paz deram-me razão e mesmo assim fiquei com o prejuízo …..

  4. Pedro Rodrigues says:

    Filtro Cónico, hmmmm

  5. Realista says:

    Se o FGA pagasse alguma coisa já tinha saldo negativo!

  6. ic says:

    Eu li o titulo, li o artigo e fiquei na mesma… sem saber o que posso fazer.

    • ze says:

      Leste ?

      “Como participar um sinistro ao Fundo de Garantia Automóvel?
      Antes de participar o acidente ao fundo de garantia automóvel não se esqueça que deve chamar as autoridades ao local. Só posteriormente, deve analisar se deve avançar para o fundo de garantia automóvel

      Deslocar-se ao Serviço de Atendimento sito em Lisboa, na Avenida da República, n.º 76 ou no Porto, na Rua Júlio Dinis, n.º 127.

      Em alternativa, pode utilizar um dos seguintes meios de comunicação, preferencialmente após preenchimento dos formulários disponíveis em http://www.asf.com.pt / Fundo de Garantia Automóvel / Participação de Sinistro. Veja aqui todos os contactos.

      O fundo de garantia automóvel tem 32 dias úteis para informar o lesado e o responsável (quando este é conhecido) se paga o arranjo do veículo.”

      A escola anda mesmo má, sabem ler mas não reter informação.

      • ic says:

        Se achas que a escola está má, imagina a internet… é só génios atrás do teclado.
        Já agora, este artigo contem informação dramática. Não estava nada à espera.

  7. migs says:

    O FGA, para além de ignorar os meus contactos, obrigou-me a pagar uma fortuna quando me bateram no carro sem causar danos, por um arranjo fraudulento, e o meu seguro não quiz saber…
    Viva Portugal!

  8. Tiago says:

    O FGA é uma das maiores tretas que existem neste pais…

    Bateram-me na traseira do meu carro e fugiram fazendo com que eu fosse embater num 3ª carro, tive tempo de tirar a matricula ao carro que de seguida se pôs em fuga e mesmo assim nada fizeram… Alegaram que como o carro tinha sido dado como roubado mesmo com a matricula não conseguiram identificar o condutor e depois de uma segunda resposta alegaram que o carro não tinha danos de ter estado envolvido no acidente mas nessa altura já se tinha passado quase 1 mês desde o acidente (dava tempo e mais que tempo para o carro ser arranjado)….

    Até agora continua tudo na mesma e o carro que se pôs em fuga continua a circular sem seguro na estrada e sem que ninguém faça nada!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.