Quantcast
PplWare Mobile

Avast compra a sua rival AVG por 1,3 mil milhões de dólares

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Khidreal says:

    “As empresas combinadas terão acesso a “400 milhões de terminais” ”
    imagina só quantos milhoes ou melhor dizendo, bilioes a Avast não fará com os “dados anonimos”…
    agora a serio, eu nem sei se isso é uma boa ideia ou má ideia…. O AVG tem uma grande taxa de detenção e é pesado nos recursos. O Avast é um A/V mais equilibrado e não tem uma taxa de detenção tão alta quanto o AVG. como será isto feito agora? será que a Avast irá usar o AVG para fazer uma espécie de balanço no Avast e remover o AVG do mercado ou será que vai manter os 2 no mercado e vai desenvolve-los individualmente? ou será até que os vai juntar numa só aplicação e e criar uma nova gama de antivirus, acabando com o Avast e o AVG?
    acho que vamos ter de esperar pra ver…

  2. Francisco Franco says:

    afrouxado? a sério’ mas isto é pplware.sapo.br????

    afrouxado???????

  3. André says:

    Preferia “dado tréguas” a “afrouxado”… Assim como geralmente prefiro “encriptação” a “cifragem”.
    Mas pronto… 🙂

    • Vlad says:

      Eu cá prefiro utilizar cifrar a encriptar. Isto porque o primeiro é a palavra correcta. A segunda é um anglicismo. A palavra, encriptar, originalmente tinha o significado “Meter em cripta ou túmulo”, só como esta é parecida com a palavra inglesa encrypt, apenas nos anos 2000 é que esta ganhou o mesmo significado que cifrar.

      • luis verdasca says:

        é verdade, vlad. o problema é que pouca gente sabe isso, infelizmente. limitam-se a repetir o que os outros fazem, sem sequer pensar na razão. é por isso que vemos artigos como este, cheios de pontapés na gramática. afrouxar é correcto. “chamar de”, já não é e ninguém deu por ela. tal como os nabos que escrevem coisas como “videoclipe”, etc, etc, etc

  4. Charles says:

    Não percebi a dúvida nem o “.br”

    Numa rápida pesquisa…
    Adjetivo
    1. que ficou mais frouxo
    2. que se tornou mais largo
    3. desapertado
    4. abrandado
    5. figurado enfraquecido
    Particípio passado de afrouxar

    • Cláudio Fraga says:

      A canalha agora é só emojis, sabe lá… apanham um termos correcto, mas que não aparece nas mensagens por SMS que os limitados amigos enviam, e dão logo uma de ignorantes. Até ficam mal para quem os educa 🙂 a mãe do Francisco Franco deve estar em lágrimas. 😀

      • Joao Magalhaes says:

        Looool, “um termos correcto” penso que seria ” uns termos corretos” ou “um termo correto” 🙂 Esta velharia que pensa que são mais espertos que os outros 🙂

        • Ricardo A. says:

          Pontuação, comeste-a? Depois eles os ‘cotas’ gozam contigo.

        • lmx says:

          Em todas a sLinguas baseadas no Romano é Correcto!

          A palavra correto não existe!, deves ter bebido demasiado..

        • luis verdasca says:

          olha outro que escreve com o novo acordo e nem sabe porquê. obviamente que quem escreve com o novo acordo e diz o que dizes, demonstra uma tremenda ignorância sobre a lingua e sobre as razões da existência do acordo, acordo esse que não cumpre as regras da lingua e nem é subscrito por nenhum linguísta de relevo.
          serve apenas para dar algum dinheiro a algumas editoras e permitir que alguns analfabetos funcionais consigam disfarçar a sua ignorância.
          não é por acaso que o acordo vem do tempo do santana lopes.

  5. Daniel says:

    “the cancer buys aids”

  6. Tiago Valente says:

    Tive mais problemas com o avast do que com o AVG agora não sei…

  7. D! says:

    Um problema a comprar outro! LOL

  8. ZEDAPIPA says:

    Há pessoas banidas do Pplware por usar o termo “zuca”…

  9. what says:

    Devia-mos estar a falar da avast e não de afrouxado

  10. luis verdasca says:

    É pena que o artigo tenha sido escrito com o google translate, como é hábito aqui no pplware. (basta o “chamada de” para perceber isso).
    Seja como for, trata-se de uma empresa que faz um mau produto a comprar uma empresa que fez um bom produto que, pelo que sei, já perdeu muita da sua qualidade. Quando vemos um cego a guiar outro, sabemos que vão cair os dois no buraco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.