PplWare Mobile

Aprenda a instalar o PC-BSD 10 Joule no seu PC


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. tomesoares says:

    Não conhecia!!!
    Vou experimentar baseado neste excelente post.
    Cumps

  2. jaugusto says:

    …então e a instalação de pacotes / repos como funciona?

    • jaugusto says:

      ok já descobri:

      “A big question arising is how simple would it be to get new software in PC-BSD. The answer is: very easy. The desktop (plasma) icon Download PBIs is what you need. It’s a link to an online repository of self-installable packages a-la RPM or DEB, allowing you to download and install new software in just one double-click.”

    • portaro says:

      Funciona com o sistema port, compila e instala -> https://www.freebsd.org/ports/ , tal como o Gentoo que é um GNU/Linux que implmenta este sistema de gestão de aplicações.

      São sistemas muito estáveis e muito bons para trabalhos específicos pois o rendimento é melhor estão mais despoluídos, mas dependem de alguma interacção de administração do usuário , configurações manuais de arquivos etc.

      Uma boa sugestão do peopleware para usuários já com conhecimento de algum sistema e para desenvolver mais competências com sistemas tipo Unix.

      • Miguel C. says:

        Usar as ports que é uma bela opção para quem quer ou precisa de ter as versões mais recentes.

        Mas existem também os “packages” com o novo sistema “pkgng”.

        Por exemplo para instalar o firefox bastaria:
        # pkg install firefox

        Os pkg são compilados a partir das ports e salvo erro são actualizados semanalmente no repo oficial, embora seja possível até ter o nosso repo ou usar outro remoto (o PC-BSD por exemplo tem o seu repo próprio em vez de usar o do freebsd.org)

        Claro que os PBI são feitos a pensar no PC-BSD e na mínima intervenção do utilizador… dando mais uma vez o exemplo do Firefox, já teriam suporte para alguns plugins (flash por exemplo) enquanto que via pkg já envolve mais intervenção manual.

        • portaro says:

          Efectivamente amigo, já havia lido isso em algum lado recordas-me agora que houve distros baseadas em BSD que implementaram o uso /técnica de pacotes já pré-compilados em repositoŕios creio que extra acho uma boa ideia no sentido de que mais pessoas possam usufruir de mais facilidade em instalar certos pacotes mais gerais. Obrigado por comentares e relembrar-me isso.

  3. Xplouder says:

    Temple OS rulez! Kappa

  4. Miguel C. says:

    O que eu não percebo é qual a vantagens de publicar artigos que apenas mostram o que qualquer utilizador saberia fazer “clicar next”

    “Carregando em Customize o utilizador pode decidir o que pretende instalar no sistema. Por exemplo, em Desktop podemos escolher os mais diversos ambientes gráficos de trabalho. Para este tutorial escolhemos o Gnome para ser o nosso ambiente gráfico de trabalho.”

    Ora não poderiam aqui explicar/mostrar mais um pouco sobre as opções, não só de DE mas do resto inclusive? E falando em DE podiam ter aproveitado para mencionar o “Lumina” que é um DE 100% BSD que pode ser usado no PC-BSD (ou freeBSD e mesmo alguns linux)

    Pior ainda…
    “Passo 3 – Depois de escolhidos os pacotes a instalar podemos indicar em que partição o sistema vai ser instalado. No nosso caso escolhemos a opção de instalar o sistema em todo o disco, sendo o particionamento realizado automaticamente.”

    A escolha que foi feita foi em relação ao FILESYSTEM, o PC-BSD (e freeBSD 10+) usa por default o ZFS e nem nisso falaram… o que seria muito importante visto que para alguns portateis pode ser muito má opção, visto que o ZFS gosta *muito* de RAM, pelo que pode ser uma melhor escolha o UFS e ai sim poderia falar nas partições…

    Nesse paço o que voces esoclheram foi o FILESYSTEM e não é usado o disco todo por default, 2GB ficam para swap, o resto para o ZFS)….

    Enfim melhor ficar por aqui…. mas honestamente pplware o profissionalismo deste blog está cada vez pior.

    • Pedro Pinto says:

      Miguel, há tutoriais básicos e tutoriais avançados. Neste caso, sendo a primeira vez que analisamos o PC-BSD começamos por um tutorial básico, não concordas?
      (Conheço muita gente que tem a mania que domina estas coisas, fala de tudo mas depois nem instalar sabem…tas a ver a ideia?)

      • Lucs says:

        Fico então a aguardar um tutorial mais avançado, pois lamento em dizer mas concordo com o Miguel C.: é como se eu perguntasse os passos para escrever um livro e que me explicassem o alfabeto primeiro …
        Quem experimenta (ou se atreve) a instalar um sistema operativo, é porque já passou a fase do “next-next-next”…

    • NT says:

      Boas,

      Sem dúvida concordo com quase tudo (principalmente a parte do sistema de ficheiros, porque depois pc’s ficam super lentos e o pessoal diz que o sistema não presta).

      No entanto acho que podias contribuir aqui para o ppl, porque não meteres ‘uma posta’ no http://forum.pplware.com/ e se o pessoal do pplware achar que vale a pena pode publicar (e é claro não esquecer créditos)

      Por acaso agora fiquei curioso é para saber qual a versão do gnome que vem com isso, porque sei que há uns meses atrás estive com o freeBSD e meti o KDE, porém prefiro o gnome (para mim é melhor, mas cada um com a sua panca).
      Mandem vir mais de BSD pois acho que é um sistema que está a ganhar muita adopção nestes ultimos tempos.

  5. ACMSeBr says:

    Ótimo poste.

    Estou tentando pro um Os muito simples para edição de texto.

    Percebi que tem uma opção de Backup tipo NAS.

    Obrigado pelo poste Pedro Pino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.