PplWare Mobile

Apple pode estar a preparar-se para tirar o Google do iOS


Autor: Pedro Simões


  1. kekes says:

    O Yahoo Search usa o Bing, ou seja, a Apple usaria o Bing.
    O Bing é bastante bom só que ainda tem problemas fora dos EUA, não creio que seja realmente uma alternativa, vamos ver no que dá.

    • NewEsc says:

      Tens toda razão. É boa em America mas em Europa não presta…

      Creio que seria interessante a adopção apenas em America.

      Cumps

    • rmcrys says:

      O “retirar” o Google do iOS parece-me bem, assim como do Android seria bom e os clientes instalariam/configurariam como desejassem.

      Em todo o caso quem gosta das apps Google pode sempre instalar. Quanto ao Bing/Yahoo/Google, curiosamente o Google apresenta sempre resultados mãos interessantes e próximos do que procuro, já para não dizer que o Bing às vezes”dá cada tiro ao lado” que até assusta lol

      Já experimentei muita coisa e Mail / Mapas / motor de busca da Google são (para mim) a melhor opção

      • Dumitru says:

        Mail e Mapas da google ‘e a melhor opcao?! lol ta bem ta! os mapas do google estao desactualizados a muito tempo, e se fores a dizer em usar mapas no pc ate que tudo bem, agora no telemovel… se nao tiveres internet tas lixado! Mas bem cada um com sua opiniao e seu gosto claro!

        • AlexX says:

          Existe a opção de guardar os mapas da Google para uso offline.
          Quanto ao mais actual não sei qual é, penso que por “obrigação patriota” deveria ser o Sapo Mapas, mas será?

        • rmcrys says:

          1) os mapas são os mesmos PC/tlm 2) traças um trajecto e podes fazer cache offline. Funciona e se não tens Internet compras um programa 100% offline quote andam a uns 30-40€.

          Ou seja, a Google disponibiliza gratuitamente street view, mapas e vista satélite, actualiza con frequência e ainda reclamam. Lol

          • Francisco Pinto says:

            @rmcrys ‘Ou seja, a Google disponibiliza gratuitamente street view, mapas e vista satélite, actualiza con frequência e ainda reclamam. Lol’
            Não faças rir o pessoal para isso já chega o benfica…ilol 🙂

            Actualiza frequentemente??? As imagens do street view e de satélite tem quase 10 anos! Para ser preciso tem mais de 7 anos, são todas pré 2007/2008.
            já nem se pode “confiar” nelas..corre-se sérios riscos de chegar ao local é já estar tudo diferente… 🙂 🙂

            E obviamente falo das zonas que conheço!! 🙂 🙂
            Mas tenho serias duvidas que seja muito diferente no resto do Planeta!!!

          • Poet says:

            Francisco Pinto, daqui a pouco vais dizer que o Apple Maps é melhor? As fotos de satelites podem estar desatualizadas, mas dizer 7 anos é ridículo, tenho novas estradas no meu concelho que não tem 4 anos e já aparecem na vista de satelite. E quanto as ruas estão atualizadissimas.
            Já agora qual achas a melhor alternativa e mais atualizada que o Google Maps.

          • Francisco Pinto says:

            @Poet

            COMO DISSE SÓ POSSO FALAR DA MINHA ZONA DE “INFLUÊNCIA”!

            E sim é ridículo mas é real!!!!!

            E sim nas imagens de satélite as do Apple maps estão mais actuais!
            É natural que estejam a actualizar 7 anos é mt! e não o fazem no planeta inteiro de uma vez só. 🙂 🙂

            A única verdadeira coisa que o google maps tem melhor que o da apple é a quantidade de informação que tem em tudo o resto equiparam-se.. 🙂 🙂

            Ps.:É fácil ver a data das fotos! amplia ao máximo! a Data aparece em marca de agua(pouco perceptível) vais ver que em grande parte do Pais as fotos são de 2008 🙂

    • chicosoft says:

      Uso apenas o Bing nos US e é para ter acesso ao Bing Rewards, dá pontos por pesquisa, que depois podemos trocar em chamadas no skype, dolars na loja amazon ou microsoft

  2. Kabindas says:

    Mais um prego pro caixão …

      • kekes says:

        A bolsa é uma ferramenta para uns ganharem dinheiro e outros perderem, e medições de orgãos sexuais masculinos.
        No caso da Apple ainda é menos de fiar pelo que fazem para aumentar o preço em bolsa das suas acções, normal claro, mas um espelho da necessidade expeculativa que esta empresas necessita para viver.

        • Nunes says:

          e se te disser que neste momento a cotação da Microsoft e da Google não são menos “especulativas” do que a da Apple!?

          • FG says:

            Mesmo na moche…

            Comentário mais ignorante…

            A Apple está a 5 biliões de chegar aos 700 bilioes, e o P/E, ou seja, a razão entre esse valor e o que ela fatura num ano, é de 18.40, a Microsoft está a 391 bilioes e o P/E de 18.60, a Google está a 369 biliões e um P/E de 28.35

            Comparado a Google às outras, a Google é só especulação e mais especulação! Só marketing e publicidade com engenhocas que não dão em nada, não se traduzem em produtos reais, como o Google glass, o carro, o android… Muito bom para medir órgãos e dizer “isto vai ser revolucionário”, e “somos os líderes do mercado”… Já fazer dinheiro… Tá visto que não conseguem…

        • Nuno says:

          Quanto ao 1.º paragrafo, o tipo de medições a que te referes nunca fiz, já tu, pela conversa deves ser especialista no assunto.
          Quanto ao 2.º, provavelmente tens razão, mas não será com todas as empresas cotadas em bolsa??

          • kekes says:

            1. Posso dizer que é hipocrita dizeres isso pois todos os homens já o fizeram na vida, nem que seja a “olhimetro”. De qualquer modo é isso que fazes a postar links deste tipo.
            2. Todas a empresas fazem o mesmo mas a Apple vive exessivamente disso, pois para eles significa que o hype a volta dos seus productos está a desvanecer.

          • Não Não says:

            O que tu escreveste não faz sentido nenhum…

            Então a Apple vai aumentar a sua cotação? Claro, porque não fazem elas todas? Pois… Custa DINHEIRO.

            Mesmo ridículo porque as empresas que estão cotadas em valores maiores do que o que valem, pelo dinheiro que facturam, são a Microsoft e em especial a Google que para faturar aquilo que está cotada, seriam precisos quase 30 anos a facturar como facturou no ano passado (seu recorde)…

            E a Google não tem sequer 30 anos…

            Nem tem uma posição para isso, já que pode ser substituída, já a Apple e, em especial a Microsoft, não têm concorrência… Não há substituo para o Windows e o Office, apesar de haverem muitos Linux e Offices, e para a Apple, não há substituto para o iPhone e iPad e Mac e iTunes e AppStore, apesar de existirem muitos android e PC’s e lojas de música e de apps, todos juntas, sim, são capazes de fazer concorrência à Apple…

  3. Gaius Baltar says:

    A notícia só é ruim para a Google, pois a Apple não deixará de vender aparelhos por não ter o Google no Safari e os utilizadores que façam questão de ter o Google Search sempre podem instalar a app própria do Google ou utilizar o Chrome. Mas para aqueles utilizadores mais básicos que recorrem ao buscador nativo do Safari não importa se este é Bing, Yahoo ou Google. É aì que o Google perde, mas isso era esperado. A Apple pode dar-se o luxo de esnobar o Google, mas o Google continua a precisar dos milhões de utilizadores da Apple para o seu negócio principal, coletar dados e oferecer publicidade. Tanto é assim que não há nenhum serviço Google relevante que não esteja presente também no iOS. Já o inverso…

    • João Felix says:

      Verdade e acrescento que o facto do Bing ou outros crescerem é boa para os consumidores. A google neste momento controla tudo e todos e já está na altura de acabar com esse monopólio.

      Alias para quem não sabe o serviço de pesquisa melhor com o numero de pessoas que utilizar por isso quanto mais utilizarem bing e afins melhores e mais fiéis eles são.

      Eu para já apenas uso o bing translate que no geral é bem mais fiél mas vou começar a pensar seriamente em usar para pesquisa também. é uma questão de habito.

    • Paulo says:

      Peço desculpa ao autor, mas este é provavelmente dos comentários mais descabidos que já li (descontando, obviamente, aqueles comentários que são feitos apenas no gozo ou para provocar alguém).

      Hoje em dia, para quem usa PC, smartphone e/ou tablet diariamente, por motivos pessoais ou profissionais, é praticamente obrigado a usar os serviços da google. Serviços como o motor de busca, o gmail, o maps, o drive,o hangouts, o youtube, etc são fundamentais para praticamente toda a gente. Existem alternativas? claro que sim, mas também existem muitas alternativas ao facebook, será que alguém as vai usar se um dia a Apple resolver abolir o facebook dos iphones?? Não me parece…

      Por outro lado, alternativas aos dispositivos Apple é o que não falta por aí, e pelos vistos essas alternativas até nem se têm dado assim tão mal…

      Na minha opinião esta guerra pode ser pior para a Apple do que para a Google, porque na realidade o hardware é praticamente todo igual, mais RAM menos RAM, mais PPIs menos PPIs, no fim vai dar tudo ao mesmo. Por outro lado, quando se trata de software a realidade é bem diferente, a resistência à mudança é muito superior.

      • Gaius Baltar says:

        Nem o texto nem o meu comentário falam em excluir os serviços da Google do iOS (déficit de atenção é um dos males modernos!) e sim excluir o motor de busca do Google do Safari! Ah, é bebé!

      • Gaius Baltar says:

        Só para complementar: Utilizo diariamente Android, iOS e em menor escala Windows Phone. E digo que é perfeitamente possível utilizar todos os serviços Google no iOS. Já o contrário é impossível. Outra: o Google não vive de vender Android, disponibilizar vídeos no You Tube ou de fornecer um (excelente) serviço de email. Vive de coletar dados e vender publicidade, portanto nunca irá abrir mão de centenas de milhões de utilizadores Apple, que constituem uma parcela muito apetecível do mercado publicitário, por mais que os utilizadores do Android fiquem frustrados em não terem exclusividade dos serviços Google. O Android é apenas um meio de coleta de dados e distribuição de publicidade, assim como é o You Tube ou o Gmail. Será que quebrei os coraçõezinhos de alguns fãs?

    • Ralk2 says:

      Bom, sendo sincero, nem todo mundo usa apple e nem todo mundo usa microsoft, mas quase todos usam Google. Talvez, vc não use o buscador, mas é provável q vc use outro produto deles (youtube, gmail, chrome…).
      Certamente, o Google vai perder usuários depois dessa. Mas a longo prazo acredito q o Google vá se tornar mais forte do q Microsoft e do q a Apple.

      Tenho um pouco de receio do quanto forte essas três empresas podem ficar, e o quanto de liberdade elas vão tirar, não acho q seja bom q essas empresas tenham tanto acesso a nossas informações, talvez a Amazon se torne a quarta empresa dessa lista.

      • Gaius Baltar says:

        O Google é uma empresa de publicidade fantástica, com serviços que vão do excelente (Gmail e You Tube) ao irrelevante (Google+). A diferença do Google para a Microsoft e Apple é que ao contrário destas últimas, a empresa de Brin e Page é muito forte nos serviços e pouco no software e hardware. A MS e a Apple têm controle sobre o hardware, software e serviços que oferecem. O Google só controla os serviços e a sua loja no Android, pois há muitos “Androids” (Amazon, Cyanogen, etc.) que não são Google, os aparelhos são em sua maioria Samsung, LG, Motorola, Sony, etc. Sim há os Nexus, mas são uma marca de fantasia, pois no fundo são Motorolas, LGs ou Samsungs. Se por uma conjunção maligna a Apple e a Microsoft banissem os serviços Google de suas plataformas móveis e desktop restaria ao Google o Linux e o Android. Se nos dispositivos móveis aguentariam bem, no que toca aos desktops o abalo seria profundo. Apple e Microsoft obviamente sofreriam retaliações mas a vida seguiria com o Outlook, Skype, iCloud, One Drive, etc. Mas oque seria da Google sem os milhares de milhões de utilizadores Windows, Windows Phone, iOs e OSX?

    • rmcrys says:

      A Google nos mapas, motor de busca e email não tem concorrência gratuita, e é igual vir no iOS ou não, porque podem ser instalados. Acho bem não virem de série apps que podemos não usar por serem muito específicas (Gmail, Maps, Chrome) mas daí à Apple achar que consegue concorrer … lol

      Bom, já não tenho nenhum iOS daí que não me aquece nem arrefece.

      • FG says:

        Para que é que eu preciso do Gmail?

        Essa de não existir alternativas… Só se for para rir…

        • rmcrys says:

          Alternativas ha, boas é que não. Eu tenho contas em vários serviços (todos gratuitos) e o Gmail é de longe o melhor: muito bom UI com várias possibilidades, excelente compatibilidade de browser desktop ou telemóvel, aplicações e o melhor de tudo…a selecção spam. O Gmail detecta com 99% de certeza o que é spam ou não sem interacção minha. Os outros serviços nem a 30%.

          Mas se tens melhores alternativas com provas dadas (e não apenas bitaites) força com os exemplos porque estou sempre aberto a novos serviços

      • Gaius Baltar says:

        Como você mesmo disse: “Bom, já não tenho nenhum iOS…” Quem tem iOS sabe que é possível utilizar serviços Google perfeitamente no sistema da Apple. E mais uma vez deve ficar claro: A Apple não vai retirar os serviços Google do iOS e sim (talvez) o Google Search como motor de busca do Safari. É difícil entender isso?

        • rmcrys says:

          Eu já não tenho desde há um par de semanas, depois de tanta barraca junta: iBend, iOS8-bend, iMultitaskingfail,etc etc acho que não merecia o meu dinheiro. A questão aqui é mudarem de um serviço de busca óptimo para um outro inferior (o Google de momento é o número 1 quer se goste ou não), independentemente se depois se altera isso (o que marcadamente as pessoas não tão novas, e as meninas que por norma não são tão dedicadas às geekisses, não o irão fazer)

          • Gaius Baltar says:

            Entendo. Estamos a lidar com um “legítimo utilizador de iOS/Android/Windows Phone” daqueles que são adeptos de plataformas tecnológicas como se fossem clubes de futebol :-). Daqueles que acham que ler uma análise ou ver um vídeo no You Tube já o faz um “hard user” de qualquer aparelho. Prefiro dialogar com quem realmente utiliza os produtos/serviços. Dispenso haters e trolls.

          • Gaius Baltar says:

            Como o jovem ainda não entendeu deixe-me explicar parafraseando (que significa atribuir um novo tipo de interpretação e explicação a um texto dando uma nova abordagem ao seu sentido) Frank J. Underwood: “Tudo é sobre dinheiro, excepto dinheiro. Dinheiro é sobre poder.”

  4. Francisco Pinto says:

    Que titulo mais sensacionalista!O que a Apple poderá vir a fazer é deixar de ter o google como pré-definido como já o é no mac os x. Mas pode ser sempre alterado pelo utilizador!

    • JJ says:

      A questão é que a maioria dos utilizadores não fazem alteração a esse tipo de definições, utilizam assim como vem de origem. Logo a não utilização do motor de busca da Google, vai fazer com que milhares deixem de utilizar esse sistema de busca.

      Ao mesmo tempo, ao utilizar outro motor de busca no telemóvel, pode fazer com que muitos utilizadores comecem a utilizar esse “novo” motor de busca também no PC, podendo fazer com muitos deixem de usar a Google.

      • Francisco Pinto says:

        concordo! Mas não deixa de ser sensacionalista! O que a apple vai presumivelmente fazer é relegar o google para 2º plano, mas devera ser sempre possível alterar isso nas definições!

    • Quintas says:

      Ora nem mais, ja para não falar que o Bing tem estado cada vez mais presente em vários sistemas e a sua reputação cada vez melhor

    • ricardo says:

      é o típico título à pplware ou correio da manhã como preferires 😀 totalmente enganador e falso de acordo com a restante notícia. click bait, há que ganhar uns trocos com a publicidade

  5. JJ says:

    Isto deve-se a varias factores:

    1. Os outros motores de busca, visto querem crescer no mercado e terem menos utilizadores, poderão pedir menos dinheiro que a Google para as empresas utilizarem o seu motor de busca predefinido.

    2. A Google a 1/2 anos para cá, tem utilizado a sua posição quase dominante no mundo online, para tentar impor a suas regras no mundo online e quase boicotar os seus serviços a concorrência. Esta postura faz com que empresas que até a data estabeleciam parcerias com a Google, comecem a pensar duas vezes se compensa renovar essas parcerias e a olhar para outras propostas no mercado que economicamente possam ser mais vantajosas.

    3. As outras empresas no mercado que fornecem serviços iguais ou semelhantes a Google, estão com um nível de qualidade praticamente iguais ou superiores aos serviços da Google. Apesar dos serviços Google serem de qualidade, os da concorrência também começam a ser e alguns até são melhores. Por exemplo:
    – O Bing Maps consegue andar mais actualizado que o Google Maps
    – Apesar de o Google Maps estar a um nível muito superior ao da concorrência; o Bing Maps, Here Maps ou “iMaps” conseguem ser iguais para a utilização comum e principal destes serviços (localizar moradas ou verificar trajectos)
    – Google Drive tem dezenas de concorrentes ao mesmo nível
    – Google Docs foi praticamente ultrapassado a nivel de qualidade/capacidades, em poucos meses (se não quase quando foi laçando), pelo Microsoft Office Online

    4. Apesar dos serviços Google ainda serem muito utilizados, cada vez mais utilizadores começam a usar serviços da concorrência em detrimento de serviços Google.

    • Carlos says:

      3 – A google tem muitos serviços que nos próximos anos ninguém vai lá chegar perto em termos de qualidade, (incluindo as pesquisas os mapas que falaste).

      • JJ says:

        O serviço de Mapas esta muito avançado sem duvida, principalmente pelas diversas funcionalidades que permite.

        Pesquisar empresas ou serviços no Google, sim é bem melhor que nos outros serviços. Mas pesquisa de moradas, a diferença não é assim tão grande. Alem disso os mapas do Bing e HERE estão mais actualizados que os do Google, pelo o menos em Portugal e em vários locais que conheço, na zona de Lisboa.

        No meu smartphone não sinto falta dos mapas da Google.

    • Nunes says:

      1) acho que tens isso ao contrário! A Google paga para que o seu motor de busca seja usado noutros browsers, Apple inclusive. Se a Apple mudar ou é porque alguém paga mais ou porque a estratégia compensa

      • JJ says:

        Tem lógica o que dizes, mas neste momento já não sei se é a Google a pagar ou se é a Apple/outra empresa a pagar. Isto porque a Google neste momento, já tem a postura de “líder do mercado”.

        • Nunes says:

          Não é uma questão de lógica é algo documentado! E a Google paga porque ganha bastante dinheiro com ter o seu motor de busca predefinido, indo as pessoas parar às suas páginas para ver os resultados com publicidade. Não está a fazer nenhum favor à Apple ou a outros já que as pessoas podem escolher entre vários motores de busca nas opções.

    • rmcrys says:

      jj: se calhar nas pesquisas que fazes talvez, mas já tenho usado em IMENSAS Areas (audiovisuais, saude, engenharia, informatica, etc) e o BING/Yahoo säo notoriamente inferiores ao Google. Há sites (importantes) que nem sequer säo apresentados como resultados, vá-se la saber porque, e nos resultados aparecem no topo frequentemente coisas nada haver com o tema

      • JJ says:

        Eu não disse que os outros motores de pesquisa eram melhores. Antes é que tem estado a crescer e que estão a melhorar bastante.

        • LP says:

          É bom que a Google perca alguma da liderança para os outros podem crescer e termos alternativas viáveis, mas que o faça à custa dos outros, eles que tenham (até lá) resultados de pesquisas irrelevantes e até absurdos, que eu para já mantenho-me no Google.

  6. jorgyan ribeiro says:

    Os mapas da Apple foram um fracasso e agora eles vão tirar o Google Search, vai ser outro fracasso. No momento nenhum outro site de pesquisa se compara ao Google.

  7. eleck says:

    go go go apple tiras a google do ios e dizem adeus ao eco sistema da google gmail, youtube, etc vai á vida, e depois é ver as maças todas a chorar.

    se a apple realmente fizer isso a pouca cota de mercado que tem vai diminuir ainda mais.

  8. Pedro says:

    Google é hora de mandar todos os serviços google todos fora da maçã.. YouTube gmail gmaps..tudo

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Só lirismo 😉

      Já pensaste que a Google pode estar a ganhar mais dinheiro com os seus serviços para iOS do que para Android?

      “According to a report from Morgan Stanley, Google could pay more than $1 billion in 2014 to remain the default search engine on iOS.” Porque razão pagava (e muito) à Apple, pelo Google Search ser o pré-definido no IOS, se o benefício não fosse maior?

      Não só a Google não retira os seus serviços do iOS como em regra são melhores que no Android (não é propositado, é por serem equipas diferentes os que desenvolvem os serviços para os dois sistema operativos) 🙂

      http://techcrunch.com/2013/02/12/google-to-pay-apple-1-billion-next-year-to-be-default-search-engine-on-ios/

      • Galo says:

        @Benchmark do iPhone 6

        “só a Google não retira os seus serviços do iOS como em regra são melhores que no Android”

        São melhores em quê? desculpa duvidar da tua palavra, até podes ter razão…mas custa-me a acreditar que os serviços da google funcionem melhor no ios 8 do que no android 5…

      • Benchmark do iPhone 6 says:

        … estava-me a referir às apps associadas aos serviços.

        • Benchmark do iPhone 6 says:

          Quando corrigi para “apps associadas ao serviço” ainda não estava publicado o comentário do @Galo 🙂

          Em todo o caso, completando e visto que o Google Maps é referido noutros comentários, fica a referência quando saiu para iOS (depois de ter sido retirada a porcaria da versão que estava integrada no iOS):

          “Google admits that it’s even better than Google Maps for Android phones”. Tem acontecido outras vezes, por, como digo acima, serem equipas diferentes a desenvolver as apps. Que a Google tem investido muito nas suas apps para iOS é inquestionável (porque lhe dá dinheiro, provavelmente mais que no Android, apesar de o número de equipamentos ser muito maior).

          http://www.nytimes.com/2012/12/13/technology/personaltech/google-maps-app-for-iphone-goes-in-the-right-direction-review.html?pagewanted=all&_r=1&

          • Pedro says:

            ALem de não serem melhores no IOS como referes, se fossem retirados de IOS a google não perdia dinheiro .. pois obviamente as vendas caiam 🙂 Ou alguem hoje em dia vive sem youtube? quem diz gmail ou google maps

          • Carlos says:

            Diz la só uma razão para que aches que a google ganha mais dinheiro no iOS do que no Android apesar de haver mais users Android. (Ai esse fanatismo…)

            Ter apps ou não no iOS não é de todo uma questão de dinheiro, mas sim levar os serviços ao maior numero de pessoas(levando ao dinheiro), e como já não podem ferir o iOS então optam por suporta-lo, já no WP fizeram o contrario, preferiram asfixia-lo.

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            A pergunta para os $10 milhões é:

            – “A Google suporta o Android para?” Resposta: “Vender anúncios” (Uma dica extra – para isso interessa-lhe Androids baratos, aos fabricantes é que não).

            A pergunta para 10 cêntimos:
            – “Para a Google, em que se diferenciam os que vêem anúncios com iOS ou com Android?” Resposta, em nada, exceto num pormenor – os do iOS compram mais (por isso há que tratá-los melhor 🙂

            Se vires a coisa assim, em vez de “Santa Google que nos trouxe a dádiva do Android e está ao nosso lado na guerra santa contra a Apple” chegas lá.

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Não é fanatismo. É saber do que se está a falar 😉

            “Google earns 80% of its mobile revenue from iOS, just 20% from Android!” É de 2012. As coisas não se devem ter alterado muito.

            Os muitos utilizadores não é o que interessa. O que interessa para a receita da Google dos anúncios são os que navegam na internet (e compram).

            http://appleinsider.com/articles/12/03/29/google_earns_80_of_its_mobile_revenue_from_ios_just_20_from_android

          • Galo says:

            @Benchmark do iPhone 6

            uiiii…isso que disseste tem muito que se lhe diga…

            Em primeiro lugar no lado do Android também há muitos clientes a gastar muito (e cada vez mais) – samsung galaxys, notes, HTC, etc, etc

            Em segundo lugar, fazes mais dinheiro a retirar 1 centimo a 10 milhoes de pessoas ou a retirar 10€ a mil de pessoas? (é apenas um exemplo)

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Até há pouco tempo havia mais gente a navegar na net – onde estão os anúncio da Google – com iOS do que com Android (houve entretanto uma notícias a dizer que a situação se tinha alterado, mas não acompanhei, não sei se se confirma).

            Por isso a questão não é das 1000 pessoas com iOS ou dos 10 milhões com Android. É de quantos vêm os anúncios na internet (e compram).

            Que a Google ganha mais com o iOS do que com o Android (mesmo indo buscar os 30% de comissão do Google Play) nunca vi contestado.

            Por isso tem que tratar bem o pessoal do iOS. “Ah, mas o Android é que é o seu SO, por isso devia piorar os seus serviços para iOS, para o pessoal ver o que era bom!”. Na verdade, tirando o Google Search (e nem isso é certo), não há nenhum serviço do Google indispensável.

        • Galo says:

          @Benchmark do iPhone 6

          Os números que conheço indicam que em média um utilizador ios gera 4x mais revenue que um user android…agora não sei qual é a proporção de user android/ios…
          vi um estudo que indica 70% android vs 21% ios (smartphones).

          Logo feitas as contas não deverá ser muita a diferença…
          Logo não penso que a google dê algum tratamento especial ao ios…no inicio com certeza, aliás acredito que mesmo que a google desse a mesma atençao a android e ios, no inicio o serviço funcionaria melhor no iOS que era um sistema muito mais fluido e estável…MAS as coisas mudaram entretanto e isso não penso que continue a ser verdade..

          Também acho que a melhor jogada para a google será dar a mesma atenção aos 2 SO e não boicotar iOS…Se ganha muito € com iOS so tem que continuar lá, mas sem desprezar android, que cada vez está mais presente!

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Não interessa o número de “users”, que até poderia ser de 1 para 4 (está é a proporção nas vendas, quando o que interessava era o stock activo – se comparecem 4 Androids para substituir outros tantos, o stock fica o mesmo; se eu comprar outro iPhone e der/vender o meu duplicou o número em utilização. Tenho a impressão que hâ quem tenha uma gaveta cheia de Androids).

            O que interessa é quantos navegam na Internet e vêem os anúncios. Seja 1 para 1 para evitar discussão. E interessa mais quem/quanto compra – seja 4 (iOS) para 1 (Android) e tens os 80% / 20% de receitas da Google de cada sistema operativo referido acima.

            P.S. E sim, os sites sabem que SO se está a utilizar.

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Há uns erros de escrita automática – comprarem em vez de comparecem.

          • rmcrys says:

            Benchmark 6: não interessa quantos são? Então porque não? Porque já ficas sem justificação? Lolol

            O que interessa é quanto dinheiro se ganha, e se no final A$ = iOS$ para a Google, acabou o tema.

            Enquanto para vocês é como uma guerra de famílias e levam a peito,para mim desde que me dêem um produto pelo preço que quero, quero lá saber se leva um autocolante com uma maçã sem um pedaço ou um logótipo com droid verde.

            Se achas que as decisões que a Apple são “a tua cara” bom para ti, já nem precisas pensar, escreves um email ao apoio Apple a ver se fazem as escolhas da tua vida por ti.

          • Galo says:

            @Benchmark do iPhone 6

            desculpa, mas é óbvio que o número de users importa!

            Podes discutir a proporção real iOS/android (isso é outra conversa), mas os únicos dados “certos” é em média 1 utilizador iOS dá 4x mais € à google que 1 utilizador android!
            Mas repara que são números médios (valor total a dividir por número de users).
            Para saberes o € total dado pelo iOS e pelo android terás que saber quantos users tens de um lado e do outro…e é sabido que são muitos mais android (não sei qtos ao certo).

            “se eu comprar outro iPhone e der/vender o meu duplicou o número em utilização.”
            tu podes fazer isso, mas eu por aqui pelo pplware ouço mtas pessoas dizerem que têm na gaveta os antigos modelos.
            É verdade que um iphone desvaloriza menos que qualquer android, mas isso não te diz que todos vão ser vendidos em segunda mão…ou que sejam mais vendidos que os topo de gama android…a diferença está na desvalorização de cada um…

          • Nunes says:

            @ Galo
            Usas esses valores para fazer o cálculo mas o que calculas é uma propriedade inerente ao grupo de utilizadores, dependente do comportamento característico das pessoas e não do tamanho do grupo. Isto é, se pudesses escolher de forma totalmente aleatória um conjunto de pessoas dentro de todo grupo de utilizadores do iPhone obterias um resultado muito próximo quer escolhesses 10 mil, 100 mil ou 1 milhão de pessoas – a média é independente do número de pessoas, ocorrendo desvios significativos apenas em pequenas amostras!

          • Galo says:

            @Nunes

            pareces que estás a querer falar em “precisão -desvio entre réplicas”, mas o que é que isso interessa para o assunto?

            Podes ter por exemplo:
            iOS: 10 pessoas a darem 2€ cada uma

            Android: 100 pessoas: 2 dão 1€, 20 0,50€, 78 dão 0,10€

            iOS menor desvio, mas no final tens iOS a dar 20€ total e android a dar 20€ total

            Não sei qual foi a “amostragem” do estudo que indiquei, mas se é válida para considerar que cada user ios da 4x mais que user android, também tem que ser válida para fazer extrapolações ao numero total de users…

            Além disso, acho que esse comportamento está a mudar…porque antes todos ou praticamente todos os user iphone tinham internet…e havia mtos users android sem internet….Hoje em fia já nao se verifica: o volume de trafego android é igual (valor médio) ou superior (valor total) a ios.

            Independentemente disso tudo, não acredito que google, que tem dado tanta atenção ao android, e apostando tanto no seu desenvolvimento, dê mais atenção as suas apps no ios do que no android..e tb não acredito que hoje em dia, elas funcionem melhor no ios (deve ser igual).

          • Nunes says:

            @ Galo
            :S
            precisão, desvio entre réplicas? Não falei em desvio entre réplicas, apenas mencionei de passagem um caso extremo de desvio da média dum conjunto de pequena dimensão face à média da população, por o conjunto deixar de respeitar uma distribuição normal!
            O que cada utilizador do iOS gera em média em rendimentos para a Google é independente do número de utilizadores, apenas depende do comportamento dos utilizadores! O mesmo se diga dos utilizadores Android.
            Os comportamentos podem mudar com mudanças introduzidas no sistema, etc, mas o parâmetro continua a ser independente do número de utilizadores.
            O rendimento total gerado esse sim tem dependência do número de utilizadores, mas não depende só desse número – o número de utilizadores diz-te muito pouco por si só! E é isso que o Benchmark deveria querer frisar, que o número de utilizadores da plataforma diz muito pouco e será enganador!

          • Galo says:

            @Nunes

            afinal não deves ter lido tudo para trás….porque o que disseste agora está de acordo com o que disse…

            A única coisa que benchmark queria provar era que as apps do google funcionavam melhor no iOS do que no google. E tentou justificar isso com o facto de que a google dava mais atenção às suas apps no iOS, porque por sua vez o iOS lhe daria mais dinheiro…
            E eu tentei mostrar com 2 estudos que isso pode não ser (e não deve) ser verdade.
            Em média um user iOS gera mais €, e isso não tem a ver com o numero total, tal como o android…mas apenas poderás usar o valor total gerado pelo conjunto de todos os user para mostrar que iOS da mais ou menos € à google que o android…

          • Nunes says:

            @ Galo
            sim, é bem possível que tenha percebido outra coisa da primeira vez que li!

  9. RUISDB says:

    Alguem se lembra de como foi quando a Apple tirou o maps.google e meteu a versão dela?
    Além de umas boas gargalhadas e da solidariedade para com aquele pessoal que ficou apeado, deu para perceber como muito da Apple é mais hype do que outra coisa.

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Eu lembro, perfeitamente. Quando estava integrado no sistema operativo o Google Maps estava abandonado e era uma lástima – quando voltou, na forma de app de terceiros não integrada no sistema operativo, tinha melhorado muitíssimo 🙂

      Quanto ao Apple Maps inicial, tinha as suas falhas como qualquer serviço na fase inicial – mas que foram grandemente exageradas. Também já melhorou muito entretanto.

    • FG says:

      Quando a Apple meteu a versão dela, finalmente podemos ter navegação GPS…

      Que a Google não deixava…

      Depois lá fez uma App para iOS, que já tinha GPS…

      E ao contrário do que os media dizem, o Apple maps sempre foi bom, eles usam TomTom para as estradas, e se isso não presta, então vais dizer que só o que é Google presta?

      • Carlos says:

        “E ao contrário do que os media dizem, o Apple maps sempre foi bom”

        Sim foi muito bom, até a apple pediu desculpas por ele ser tão bom. Tira as palas.

        • Nunes says:

          A aplicação em si foi sempre muito boa, necessitando de poucos recursos e pouca largura de banda já que usa mapas vectoriais. O problema foi na qualidade de informação nalguns pontos geográficos, o que até se pode compreender para uma primeira versão, mas quando se está a competir com outras soluções já bem estabelecidas (e que passaram pelo mesmo problema), há menos tolerância para errar!

        • VM says:

          A Apple pediu desculpas, porque contratou só o segundo melhor… e a Apple é uma empresa de ter sempre o PRIMEIRO melhor.

  10. Benchmark do iPhone 6 says:

    Um “bundle” interessante para Mac: Parallels 10 (por $80 dólares ou $50 se for upgrade, que é o preço habitual, sem descontos para estudantes) vem acompanhada de várias aplicações.

    http://www.idownloadblog.com/2014/11/25/parallels-and-1password-deal/

  11. Tiago Sousa says:

    A Google por sua vez poderia retirar todo e qualquer apoio aos SO da Apple. Seria interessante ver quem perderia mais. Se os Apple users continuaria a achar os seus dispositivos interessantes sem Gmail, YouTube, Maps, etc…

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Está-se a falar em ganhar dinheiro e não em perder.

      Que interessa à Google (ou à Apple) ver qual das duas perdia mais se fizesse isto ou aquilo. O que lhe interessa é em ver como pode ganhar mais. Felizmente não sofrem de infantilismo (embora Larry Page e os seus projetos especiais muitas vezes seja um miúdo que não se importa de torrar dinheiro dos acionistas).

      E não há birra nenhuma da Apple. O post é que não explica, mas há um acordo, que termina em 2015, para a o Google Search ser o motor de busca pré-defenido – pagando a Google 1000 milhões de dólares por ano. Se aparecer outro (Microsoft ou Yahoo) que pague mais (ou ofereça outras vantagens ) que a Google, a Apple muda o motor de busca pré-defenido. Só isso. “Just business”. Não é preciso levar as coisas a peito 🙂

      • rmcrys says:

        Isso é treta. A Apple paga mais se o serviço for melhor que o é da Google, mas tem birra com as concorrentes (Google no software, Samsung no hardware) e daí querer soltar as amarras.

        O problema é que de momento as alternativas ao YouTube, Google search, Maps (em não pagos) etc não prestam para nada, e faz com que os donos de iOS levem na cabeça pelas birras da Apple. Para mim é me igual, já não tenho nenhum e se os clientes de iOS estão contentes com a multi tarefa e widgets falsos, constantes updates por erros de programação e sistema limitante, por mim tudo bem 🙂

        • Nunes says:

          Birra?
          Não é uma birra é um acordo comercial. Se fosse para fazer birra a Apple já teria tido várias oportunidades para escolher outro motor como predefinido, em momentos bem mais marcantes! Se o fizer agora é porque faz sentido em termos de estratégia.
          O utilizador continua a poder usar o Google no Safari, programas de YouTube, mapas, etc… como é que levam na cabeça? A única mudança é no serviço que já aparece definido ao início, e para isso a Apple recebe (não paga), tal como a Mozilla recebe com o Firefox e tb já deixou a Google.
          Quanto ao resto, já pareces um disco riscado!

          • rmcrys says:

            Opa andas enervado.

            Enquanto a Apple tiver a atitude de “eu é que sei, nós é que somos bons”, não leva a minha simpatia. A Apple começou tremendamente bem e mudou o mundo dos telemóveis, deu lições a meio mundo MAS ao contrário das outras marcas que aprenderam (Google com Android, Samsung, Sony, etc com os telemóveis), a Apple acha quer não tem nada a aprender com os outros e é sempre “do contra”, quando se mudasse o UI, Multitasking, etc tornava-se ainda mais atractiva, ainda que gastasse mais uns 5 dólares a meter o A8 especial do iPad Air 2 para suportar a carga extra de código.

            Whatever,ha alternativas para todos os gostos (eu fui para um Note 4 que dá-me tudo isso), mas tenho o direito de exprimir o quanto os dispositivos iOS são limitados vs Android de topo, certo? 🙂

          • Nunes says:

            :S
            porque não te agrada como os produtos são pensados quer dizer que a Apple faz birra?
            Parece que andas sempre mal disposto…

  12. quim says:

    artigo enganador.

    eles não vão retirar o google das opções disponiveis.
    Vai, em principio, é deixar de vir o google PREDEFINIDO no iOS!!! Mas vai continuar lá como opção para quem quiser, basta mudar.

    Voces misturam tudo e depois confudem os mais desinformados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.