Quantcast
PplWare Mobile

Agora já pode usar o Apple Music no Linux sem truques

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Luís says:

    Finalmente, muito tempo depois de um developer ter conseguido algo similar e SOZINHO:
    https://music.zacharyseguin.ca/

  2. Rui says:

    Para quando o suporte ao chromecast?

  3. arc says:

    E qual o interesse de um user de uma qualquer distribuição de Linux, usar esta excelente aplicação da Apple?

    Spotify, cumpre todas as necessidades e por isso mesmo não são necessárias mais flores.

    Sporify também tem uma versãoo paga como o Apple Music, no entanto o Spotify é Open Source (https://spotify.github.io), contrariamente à aplicaçao da Apple no Spotify é possivel contornar o “problema” de publicidade existente na versao base.

    Em Arch Linux/Manjaro Linux, basta executar:

    yay -S –mflags –skipinteg –needed spotify spotify-adblock

    E Adeus à PUBLICIDADE!

  4. informado says:

    chatice é preciso registar e mais tretas…. Prefiro o guayadeque para linux

  5. eu-estou-aqui says:

    quem usa ganoo/shitux quer lá saber do apple musica para alguma coisa…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.