Quantcast
PplWare Mobile

A Worten empresta-lhe equipamentos para que os possa testar

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Hugo Cura


  1. Lop says:

    Infelizmente o Worten Lab é uma pura palhaçada onde quem ganha é quem mais “amigos” tem no Facebook ao contrario de quem quer que tenha interesse num dado artigo pelo tipo de tecnoglogia que é, ou no minimo ter capacidade de escrita e algum conhecimento técnico para poder expor a experiencia de uma forma minimamente cativante e que de facto relate as capacidades do produto.

    Embora só me tenha candidato duas vezes por serem artigos que realmente eram do meu interesse e não tenha sido eleito, as pessoas que de facto vi a serem escolhidas geralmente eram do tipo que têm uma centena de amigos no FB, dos quais metade nem sequer sabe quem são, quanto menos conhecer pessoalmente – Destes alguns mal sabem escrever o que me faz perguntar a mim mesmo o que será que escreveram na candidatura ao Worten Lab.

    Também não acho que um relato de experiencia do tipo: “Uaaaau! O portatil é super-rápido!” seja exactamente demonstrativo de que forma seja sobre as capacidades do equipamento em causa.

    Enfim. Nozes para quem não tem dentes.

    Felizmente posso dizer que algumas pessoas foram um pouco mais para além do dever imposto pela Worten e de facto fizeram exposições do producto em que estavam realmente interessados e por ai mostravam o conhecimento que tinham sobre o que tinham em mãos, portanto a ideia não é de todo inutil quando fornece um tipo de review diferente do habitual. Infelizmente, só é mal aproveitada a oportunidade.

    • Vítor M. says:

      é uma óptima oportunidade para alterarmos essa situação, agora que cada vez mais há mais pessoas a terem este conhecimento, aposto que agora a atitude terá de ser outras. Gostamos da ideia e estamos inseridos neste tipo de iniciativa e com material para testar pensamos que podemos ter ali uma mais valia.

      Assim como todos os utilizadores o podem ter. Acho que devem aproveitar.

  2. Sérgio Martins says:

    Já tive oportunidade de testar, no ano passado, um produto através do WortenLAB, no caso o tablte Asus eepad transformer. Fiz vários posts durante o período de utilizaçao, e sempre com relevância, nada do estilo “este tablet é mesmo giro”.

    Não sei se os critérios de selecção são baseados no número de amigos ou não, isso não me diz respeito. Candidato-me sempre que vejo um produto que me interesse, e para quem conseguir, garanto que a possibilidade de aquisição do mesmo com desconto até 50% é uma tentação.

  3. Serva says:

    Boa tarde ,

    Não me cheira mesmo nada bem , depois só 5 artigos , mas isto é algum concurso para quem mais posts faz , eu não queria nem 30 dias nem ter de andar a fazer publicidade por conta das marcas , só gostava de poder experimentar 24 horas ou no máximo 48 horas seria certamente o suficiente para testar se o produto era o indicado ou não e isso sim seria um factor diferenciador , talvez até pudessem ir mais longe e estenderem a quase toda a gama de produtos se estivermos a falar de 24 horas só tentava experimentar quem de facto tivesse interesse em comprar .

    Cumprimentos

    Serva

  4. Luis says:

    É fantástico o público poder experimentar assim os produtos, mas é cada vez mais complicado para os retalhistas em geral comercializarem os seus produtos. Estas grandes cadeias de lojas têm cada vez mais tudo a seu favor… como combatê-los quando o principal hoje em dia do público em geral é preço e condições de pagamento??

    • Vítor M. says:

      Não sei se há forma de combate pela igualdade ou pela diferença. Haverá hoje em dia hipótese de fazer grandes volumes de compras?

      Cada vez mais vejo o comércio tradicional como uma outra oferta às grandes superfícies, em vez de as combater estão a oferecer outro tipo de serviços de proximidade, são técnicas que estão a resultar em muitos casos.

      Depois há, claramente, segmentos onde as grandes superfícies são imbatíveis, mas isso é como tudo e até no comércio há evoluções, actualmente é esta a “oferta” mais aliciante, embora que algumas superfícies estejam já a ser afectadas com concorrência entre si.

  5. fartodeles says:

    Cada vez mais as compras são ponderadas?? Ou a dificuldade nas vendas é cada vez maior? É verdade que crise não é para todos ainda há privilegiados

  6. Luis says:

    A Cláudia não da para experimentar…lol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.