Quantcast
PplWare Mobile

1234 – A password mais usada no iPhone

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. limat says:

    Realmente é preocupante a falta de segurança destes códigos e o facilitismo proporcionado pelos donos do iphone.

    Mas tambem o que me faz mais confusao é que ele teve na posse dele 204.508 pins? Acho isso ainda mais grave porque embora de forma anonima ele utilizou dados confidenciais de pessoas

    • eu says:

      Afinal a app nao captura as passwords. O ecrã de desbloqueio é que é parecido e o programador assume que os utlizadores usem as mesmas passwords.

  2. o PIN mais usado talvez ^_^’

    • coiso says:

      o pin é a password do cartão, esta password é a utilizada para proteger o smartphone (penso eu de que, lol)

    • OZZY says:

      Esta password é o que se usa quando o telemovél está bloqueado e pretende-se desbloquear, não é o pin do SIM CARD. Esta password é equivalente, por exemplo nos Nokia, à combinação de teclas Menu + #, por isso se pensarmos, os iphone neste campo até são mais seguros do que a maioria dos tlelmóveis.

      • André Meireles says:

        Porque é que são mais seguros?? O meu HTC tb pede código para desbloquear, e não é 1234, dá até para ser alfanumérico!:P E alguns Nokias, após o Menu+# tb pedem código para desbloquear… -.-‘

      • coiso says:

        tretas…todos os telemoveis / smartphones têm essa função, o equivalente ao “+ #” é aquele slide que desbloqueia…

  3. josé antónio says:

    humm… um aplicação que envia para casa o pin do iphone… bonito….

  4. dajosova says:

    Tratando-se de utilizadores iPhone, não me surpreende a notícia 😀

    Por favor, que sirva a carapuça a quem a enfia 😉

    P.S.: é só um pouco de humor matinal

  5. Luis says:

    E ao publicarem esta listagem, não contribuem para a maior percentagem de sucesso dos amigos do alheio? Que pena não ter meios para poder processar a apple.

    • Luis Franco says:

      Pode-me dizer o porquê de processar a Apple?!

      Ou estaria talvez a falar neste sujeito que criou uma aplicação que envia o Pin para o mesmo, mas que em nada tem a ver com a Apple??

      • Ryan says:

        E porque nao? Qual seria o problema. E nao falo apenas e so da Apple mas dos outros fabricantes de software que nos vasculham os dados… operadores incluidos..

  6. racpxt says:

    Que esses pins são inseguros, disso não há dúvida. Mas não é o que mais assusta nesta notícia…

  7. Tiago says:

    Nao sei o porque de tanto alarmismo! Isso sao os numeros para desbloquear o iPhone, nao o cartao SIM. Para quem nao sabe esse numero nao serve para nada, ja que basta ligar o iPhone ao Pc e descobrir esse numero, muito facil de o fazer!!

    • coiso says:

      isso parece ridiculo, pois nao tou bem a ver alguem poder ligar um iphone com código ao PC (lol? devia ter dito mac, mas whatever…) sem ter de o por (por o código)

    • MS says:

      Exactamente. Esse tipo de códigos só atrapalha a utilização. Já fico chateado quando o telemóvel se bloqueia por não lhe dar atenção durante 30 segundos, quanto mais ainda ter que marcar um código quando isso acontece. Por isso compreendo que quem os utilize seja apenas para apanhar a tempo tentativas de utilização por amigos.

  8. Paranoiasnfm says:

    O pessoal tem a mania de facilitar, com datas de nascimento, datas importantes, capicuas e por aí fora… depois dá nisso.

    pelo menos destas referidas, nenhuma é a minha, nem nunca as pus em hipótese. 😀
    ahaahah

  9. Rui Fernandes says:

    A minha pass até é dificil de saber. é o ano em que o sporting ganhou o ultimo campeonato 🙂

  10. Sapo says:

    Vou passar a usar 4321

  11. Fábio Rocha says:

    Isto aplica-se a todas as plataformas e equipamentos, não só iPhone. Um dos primeiros testes nos dicionários de “Brute Force” são mesmo este tipo de combinações numéricas, já muito antes do iPhone se sabia que eram das mais utilizadas, quer pela facilidade em recordar, quer pela rapidez em digitar. Uma muito comum é “qwerty” por exemplo.

    E eu faço aqui uma aposta com todos estes entendidos na matéria, principalmente para quem está já com intenções de atacar os users de iPhones. Aposto que mais de 70% têm a mesma password para todos os serviços ou combinações da mesma. É matemático, basta descobrir uma, aceder ao email e procurar tudo onde estão registados 🙂

  12. texasflood says:

    Uma nota apenas para quem desconhece. O iPhone não aceita apenas números, também é possível usar alfanumericos.
    Se a opção “simple passcode” estiver “on” fica apenas disponíveis 4 digitos, mas se estiver “off” podemos utilizar alfanumericos também. Mas esta informação pode-se extender aos demais dispositivos onde seja necessário colocar 4 digitos como código de acesso, desde códigos de alarmes, abertura de portas, cartões bancários, etc.

  13. Nuno Gonçalves says:

    Tem 4 digitos, logo a cifra é mto pequena para ser segura

  14. Nuno Gonçalves says:

    São 10000 combinações possiveis, é mto pouco na minha opinião

  15. Bruno M. says:

    Este resultado não é nada de extraordinário, e pode-se aplicar de certa forma a diversos níveis.
    Com tantas “passowrdezinhas” que temo que decorar as pessoas nem se chateiam com a segurança, o que na maior parte delas nem sequer pensa nisso, “se funciona está bom para mim” é o que a maioria das pessoas faz/pensa.

  16. Rferreira__ says:

    Quero ver descobrir o meu password e fim de papo! =)

  17. Numa says:

    eu percebo todos, sequencias simples, movimentos seguidos no teclado, datas de nascimento mas porque 8653?

  18. Numa says:

    enganei-me é 5683

  19. Ghost Rider says:

    Isto só mostra que os americanos são todos uma cambada de burros.

    (PS: Estou a brincar!! Vá, talvez um pouco… )

  20. aver says:

    Uso um código que nem é muito complicado … e a opção apagar todos os dados após 10 tentativas falhadas de introdução do código.
    (Cuidado com esta opção porque não dá para a bricadeira, de gajas, “empresta aí o telemóvel a ver se adivinho o código”)

    • Rui Marques says:

      Falei nessa opção mais em cima 🙂
      Bem, é uma ótima opção mas não me veo a seleciona-la =/
      Tenho dois filhotes muito queridos mas e se de repente, do nada, se lembram de mexer no iPhone tendo eu essa opção ativada? Estou bem tramado –‘ Não é que tenha muita coisa importante ou algo do género mas é mesmo como o Caro Aver diz,

      “Cuidado com esta opção porque não dá para a bricadeira, de gajas, “empresta aí o telemóvel a ver se adivinho o código”

      Cumprimentos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.