Quantcast
PplWare Mobile

Cadeira de rodas eléctrica controlada com o olhar

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Gilberto Pereira says:

    Muitos parabéns, gostei de ver a facilidade com que se controla a cadeira… um precisão fenomenal.

    Parabéns Pplware por estes recortes do melhor que fazem em Portugal, pelo aqui vejo ânimo.

  2. Guerreiro says:

    De facto está um projecto bastante bom, do melhor, esperemos que ajude e muito a quem precisa deste tipo de coisas para melhorar o seu dia a dia. Os meus parabens .

    PS: Boa noticia por parte do pplware

  3. Marisa Pinto says:

    É bom ver que no nosso país, Portugal, ainda há pessoas que se preocupam não só com a inovação, mas mais importante ainda, com a evolução da tecnologia para as pessoas que, de alguma forma, possuem dificuldades em se deslocar e, portanto necessitam de uma cadeira de rodas.
    É fundamental que estas pessoas se sintam úteis, autónomas, capazes, e cada vez mais independentes dos outros e do meio que as rodeia, para que, assim, se aproximem cada vez mais que conceito que hoje temos de “pessoas normais”.
    Os meus sinceros Parabéns ao criador desta ideia, bem a como toda a equipa que fez possivel este trabalho. E espero que muitos mais possam surgir. Nós, pelo campo da Psicologia, vamos dando outro tipo da ajuda 🙂

    Marisa Pinto, estudante de Psicologia Clínica.

  4. Simões says:

    Dou os meus parabéns ao autor deste projecto.
    Sendo eu estudante de engenharia, da àrea de controlo, compreendo um pouco o que está envolvido neste projecto.
    Às vezes o dificil não é fazer, apenas é preciso ter a ideia e vontade de a pôr em prática.
    Existem muitas coisas deste tipo que são possíveis fazer,às vezes o problema é o orçamento necessário para poder pôr em pratica estes projectos.

    Parabéns também ao PPLWARE por divulgar o que de melhor se faz em Portugal.
    Sim, também tempos inovação em Portugal, não é só lá fora que se fazem projectos com tecnologia de ponta.
    Uma boa tarde para todos.

  5. Toni Almeida says:

    Não convém é olhar pra parede LOOL

    Excelente projecto 😀 e ainda mais excelente é o mesmo estar a ser desenvolvido por portugueses.

  6. aaa says:

    Hehehe muito bom projecto, espero que seja produzido e comercializado o mais cedo possível, no entanto penso que vai ter um preço bastante elevado para a população portuguesa (se uma simples cadeira já é cara).

    Perigos: se uma enfermeira toda boa com mini saia passar e o doente não conseguir tirar os olhos dela 😉

  7. Micaman says:

    Simplesmente fantástico! Isto sim é Portugal no seu melhor!

  8. k@rlos says:

    Boas tardes,
    Como pelos vistos os comentários apenas são feitos pelo lado das ditas pessoas “normais”, sem ofensa, aqui deixo o comentário de um utilizador diário, pois á 14 anos que sinto na pele, (ou melhor não sinto, porque não tenho sensibilidade), pois estou paraplégico, por causa de um tumor na coluna ( e nunca pensem que só acontece aos outros, pois algum dia pode-lhes bater á porta a vocês tb),sobre o que estas tecnologias nos ajudam a ser úteis, autónomas, capazes, e cada vez mais independentes dos outros e do meio que nos rodeia, que bastantes obstáculos enfrentamos no nosso dia a dia, mas mesmo paraplégicos e doentes vencemos (quando podemos ou nos deixam).
    É pena é que o Governo crie leis que depois não são cumpridas como a das acessibilidades aos edificios (privados e principalmente publicos) e depois ninguém as cumpra e não seja penalizado por isso.
    Eu já tinha conhecimento do projecto MagicKey, pois gosto de me manter informado, mas deste prototipo ainda não tinha conhecimento e de certeza que vai dar liberdade de movimentos a muita gente que depende dos outros em termos de mobilidade.
    Um bem haja aos mentores do projecto e que continuem com o bom trabalho que vêm desenvolvendo e que tenham mais ideias e as possam concretizar, pois as pessoas com deficiência agradecem.
    Ao Pplware a continuação do bom trabalho que já é habitual e o agradecimento pela divulgação do tipo de projectos desta área.

    K@rlos

  9. Ricardo Almeida says:

    Por acaso já tive a oportunidade de conhecer de perto este projecto e devo dizer que fiquei surpreendido com as capacidades desenvolvidas por esta equipa.

    Pena que não se aposte no apoio e divulgação de projectos que valem verdadeiramente a pena e, ainda por cima, são portugueses.

    Boa sorte Prof. Luís e equipa.

  10. Miguel says:

    espero que o utilizador nunca se encontre num local com muitas mulheres de decotes generosos 😀

  11. Pedro Pinto says:

    k@rlos

    Como tu dizes”..”e nunca pensem que só acontece aos outros”, só nestas alturas é que começamos a dar valor a muita coisa. As vezes nem sei onde as pessoas vão buscar tanta força !!!
    Muitas das vezes pensamos que temos problemas, mas quando pensamos nos milhares de pessoas que vivem a vida desta maneira, sentimo-nos uns sortudos. Vale a pena pensar nisto…

    PPinto

  12. Miguel Jeri says:

    Muitos parabéns. E espermos que, como relembrou o amigo k@rlos, o Estado cumpra com as suas obrigações para com os deficientes.

  13. K@rlos

    como tu disses-te e muito bem este é apenas um protótipo de apenas algumas semanas no qual ainda estamos a trabalhar para o melhorarmos. Obrigado desde já pelo teu apoio e pelo apoio dos restantes posts.

    Equipa MagicKey

  14. Vítor M. says:

    Confesso que quando o meu amigo Pedro Pinto sugeriu que se fizesse este post, fiquei em pulgas para o ter pronto. Estes projectos, na minha óptica, são pouco apoiados pela comunicação social, mas são muitíssimo importantes para o desenvolvimento do país.

    A amplitude deste projecto é enorme, imaginem a liberdade de movimentos que este protótipo, futuramente, conferirá às pessoas com deficiências motoras!

    É para mim um grande orgulho ser fonte de informação de projectos deste calibre.

  15. Unknown.. says:

    Parabens ao projecto! Infelizmente nem sempre são as pessoas que realmente desenvolvem que ficam com os louros mas sim os “Profs” que dão a cara é que são os Génios..

  16. Ricardo Almeida says:

    k@rlos não estás sozinho. Já lá vão 12 anos.

    É uma pena que se gaste tanto dinheiro em tanta porcaria que não serve para nada e estes projectos, que proporcionam liberdade a pessoas tão limitadas, passam ao lado dos grandes investimentos e sobretudo, do conhecimento das pessoas.

  17. Lokier says:

    Parabéns à equipa por detrás da tecnologia. Espero que futuramente nos possam brindar a todos com o sucesso e aplicação de mais uma ferramenta para quem mais precisa.
    Como já foi dito, é pena que tanto os media como a população em geral andem um pouco de prioridades trocadas e desenvolvimentos como estes não sejam acompanhados com tanto entusiasmo como outro tipo de coisas que nem vale a pena referenciar.

  18. GhosTTerroR says:

    que giro!

  19. k@rlos says:

    Ainda sobre a matérias das pessoas com deficiência:

    A pensão social de invalidez é suspensa caso os rendimentos iliquidos da pessoa com deficiência ultrapassem 30% do Indexante do Apoio Social (IAS), ou 50% do (IAS) tratando-se do casal. O IAS para 2008 é 407,41 €
    Entretanto …
    ” O PS entregou ontem no Parlamento um Diploma que permite acumular reformas do Estado com a subvenção mensal para ex-Presidentes da República”.
    in, Correio da Manhã 18/04/08

    Meus amigos não tarda muito estamos pior do que na África ou América Latina, isto já lá não vai só com cravos !!!
    Desculpem o desabafo mas está sendo de mais todos os dias.
    K@rlos

  20. Pedro Pinto says:

    K@rlos

    Estás a vontade !!!! Infelizmente nós so paramos para reflectir quando alguém tem desabafos deste tipo…

    PPinto

  21. Telmo M. says:

    A nossa guarda(IPJ) está lhe a dar nestas áreas. Se não me engano também foi cá que desenvolveram um sistema que controlava o pc (a seta do rato) com os olhos, utilizando uma câmera.

    Estou feliz e orgulhoso do professor Luís Figueiredo, que irá ajudar pessoas que por vezes são esquecidas, se assim for! 🙂

  22. Telmo M. says:

    Ah, já agora desculpem, parabéns PPLWARE por recebermos essa notícia mesmo antes dos jornais televisivos a divulgarem(penso eu 😀 )

    Bom trabalho!!!

  23. Pedro Pinto says:

    @Telmo M.

    Só uma pequena correcção: é IPG (IPGuarda) e não IPJ (Juventude) 🙂

    Sim, o magicKey, o sistema que permite controlar o PC só com o olhar também é do mesmo autor, dá uma vista de olhos no site :

    http://www.magickey.ipg.pt/index.asp

    PPinto

  24. Telmo M. says:

    @Pedro Pinto

    Obrigado pela correcção, foi uma pura falta de antenção da minha parte.

  25. Bruno says:

    Só uma pergunta como se pára a cadeira?

    De resto, um trabalho excepcional feito por esta equipa, os meus PARABÉNS!

  26. LuiSousa says:

    Pois é, projectos deste tipo tambem existem em portugal, no interior de portugal, nao somos tao atrasadinhos como muita gente pensa. Desde que entrei para esta instituiçao (ESTGG – IPG) que sigo este projecto de perto, nao fosse o Eng Figueiredo meu professor…
    Bruno a cadeira é movimentada olhando ligeiramente para cima, basta olhar em frente para a cadeira parar. É de notar que a cadeira que veêm no video era uma cadeira normal de uma sala de aula, foi totalmente adaptada para efeito.

    Parabens PPLWARE pelo vosso trabalho e continuem atentos ao projecto magickey

  27. TopPlus says:

    Boas!

    Existe muita capacidade técnica em Portugal para desenvolver projectos como estes e até mais ambiciosos, e não falta dinheiro, mas sim vontade de quem tem o poder para tal e continua a ter outras prioridades.

    Cumprimentos à equipa do projecto em questão, parece-me realmente ter bastante potencialidade.

    Parabéns ao pplware por “apadrinhar” projectos nacionais que muitas vezes não chegam ao grande público.

    Cumps.

  28. Unknown.. says:

    Uí Eng Figueiredo.. se fosses mulher diria k andavas a fazer a cadeira dele… 😛

  29. LuiSousa says:

    Oh tu que nem coragem tiveste em deixar o teu nome, tira uma licenciatura primeiro e depois vem comigo….

  30. Miguel Jeri says:

    Completamente de acordo com o comentário 16…

  31. Unknown.. says:

    Meu amigo, sou licenciado e estou a tirar um Mestrado para tua informação, chega para ti?? por acaso a licenciatura até foi tirada no IPG.. e até tive aulas com esse senhor…
    E sinceramente isso da LICENCIATURA FICA-TE MUITO BEM.. axas que apenas pessoas licenciadas têm credibilidade para dar opinião sobre o que quer que seja?? Estás a ser um pouco hipócrita..

  32. dani says:

    Excelente notícia para os mais necessitados! Que rapidamente chegue ao mercado e a um preço acessível para os mais necessitados!

  33. Silvia says:

    Sou deficiente motora e, anda na minha pesquiza de cadeiras electricas, pois a 3 meses q me roubaram a minha ( incrivel,ne lol) e deparei.me c esta novidade, q ate me fez sorrir…desconhecia por completo este projecto.
    Nao fiquei surpresa por ter sido um portugues (pois nunca em tempos nenhum minimizo a criatividade de alguem), mas agradavelmente descansada pela tao mais valia q ira dar a quem dela ira precisar.Uma grande bem haja a toda a equipa, em especial ao inventor!
    Permitam.me um pensamento: a q preço ira um dia aprecer no mercado?eis a questao q bate a porta da maioria dos deficientes, q sendo em sua maioria pessoas de fracos recursos para mtos sera “sonho” de impossivel alcanse.
    Sim, aproveito e deixo aqui um pouco a minha revolta, estou a ver.me na impossibilidade de adquirir a minha cadeira electrica, uma x q me foi negada a ajuda tecnica (a q tenho legalmente direito), pois so me podem facultar 500euros, qd uma cadeira custa o triplo.emfim paìzinho cruel onde mto funcona a tal cunha; uma x a minha base de sustente é uma misera pensao de sobrevivencia.pois nem a pensao de invalidez tenho direito, pq nunca trabalhei (devido a marginalizacoes q tenho sido alvo ao longo da vida): Vivo numa zona em a imagem tem peso supremo, em nada conta a tua capacidade intelectual.

    Sempre votos de uma excelente continuidade do vosso trabalho e, obrigada por me conderem este espaco (desculpa as minhas linhas em tom de desabafo)

    Felicidades e saude a todos *

    • rui silva says:

      Olá, Tenho todo o prazer em ajudar no que for necessário na compra da sua cadeira. Se precisar entre em contacto pelo email.
      Com os melhores cumprimentos

      Rui

  34. Vítor M. says:

    Silvia eu é que agradeço o seu comentário, experiências faladas na primeira pessoa têm outro valor. Certamente o responsável do projecto ir´+a ler mais este comentário, é um incentivo ao seu esforço.

    Quanto às dificuldades na aquisição da cadeira de rodas… estamos em Portugal, que mais se pode dizer!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.