Quantcast
PplWare Mobile

Prepare as viagens de férias com o Google Maps em modo offline

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. joglo says:

    No Smartphone utilizo o Meo Drive e estou muito satisfeito. Não necessito de dados nem descarregar mapas. Qual a vantagem de utilizar o Google Maps?

    • Pedro says:

      Concordo plenamente com este comentário. Também uso apenas o Meo Drive e até hoje em centenas de viagens que fiz e continuo a fazer, nunca me deixou ficar mal e sem consumir tráfego.

    • Block says:

      ” Não necessito de dados nem descarregar mapas”
      Humm… Então como usas a aplicação se não tens mapas nem dados?
      Eu percebi o que queres dizer, sacas o mapa e fica “offline” tipo Here Maps.
      Mas o Google maps ajuda-te na questao do trafego, entre outras coisas. Mas cada um tem a a sua opiniao 🙂

      • joglo says:

        Pois, expliquei-me mal. Já tenho o mapa de Portugal, por exemplo, no telemóvel e não necessito dos dados ligados, só o gps. Quanto ao tráfego é verdade mas aí já necessito de ter dados ligados. Não estou a dizer que é melhor, estava a tentar perceber as diferenças.

    • JP says:

      Saber como está o trânsito, acidentes, Policia, bla, bla, bla….

      • joglo says:

        Estamos a falar do modo offline, certo? Nesse caso não tens informações de trânsito, acidentes, policia, bla, bla ,bla.

      • Helio says:

        Waze.

        No maps da google só tens essa informação de transito, acidentes, policia e bla, bla, bla, porque os users do Waze informaram.

        E por incrivel que pareça, o waze só ocupa app+dados da app 170 Mb, ao contrario dos extras das outras app que chegam a Gigas.

        Utilizo todos os dias, e por mês ronda os 100Mb de dados

    • JeFe says:

      Qual a vtg ? Compara a interactividade de ambas.

    • Go hatters says:

      Ora vantagens?
      Modo de ditar é muito preciso e permite rapidamente ter a morada sem ter que a escrever.
      Indicações permanentes de tráfego e busca automática do trajecto alternativo mais rápido.
      Indicações dos transportes publico do local de partida para o destino.
      Indicações Uber
      procura de estabelecimentos comerciais etc.

      Como em todas as app isto so serao vantagens se o utilizador as usar. De outra forma qualquer um serve.

      Eu uso e estou google maps e estou bastante satisfeito mas por vezes tenho que recorrer ao TomTom ou MeoDrive para encontrar uma ou outra morada (normalmente em aldeias) que o maps nao tem.

  2. Azulnauta says:

    Ena muito interessante, vai dar jeito quando for para fora de Portugal nas férias. Assim de repente não percebi se dá para, por exemplo, estar a ver um local e fazer o download desse local sem ter criado antes um trajeto, mas vou experimentar.

  3. Diogo says:

    Imaginemos que ha um acidente na estrada e temos que sair da estrada onde circulamos, sera que a Google consegue recalcular outro itinerário?

    • Pretender says:

      Não, para isso tens de ter obrigatoriamente os dados móveis ativos. O modo offline é meramente utilizado para o cálculo do trajeto, não tendo acesso a trânsito ou condições de circulação na via.

    • BC says:

      Sem dados, penso que não.

    • Aguamenti says:

      Consegue, mas estando online, claro. Isso aconteceu-me uma vez que tive de ir a Lisboa. Mesmo conhecendo o caminho, ligo sempre o Maps para ter informação em tempo real do trânsito. Dessa vez ele mudou-me o itinerário 2 vezes, pedindo a minha autorização prévia para alterar. Essencialmente havia acidente no Saldanha. A volta que ele me disse para dar parecia pouco lógica, mas aceitei. A verdade é que cheguei a horas ao Marquês sem apanhar trânsito nenhum.

      • Helio says:

        E chegaste a horas, porque foram os utilizadores do Waze que partilharam essa informação.
        O waze é interativo, o maps coleta a informação do waze

  4. Fernando Oliveira says:

    Essa funcionalidade para mim tem mais relevância, quando utilizada no Google Trips, que permite que se faça o download da cidade onde vamos estar.

  5. Astro says:

    Prefiro o Here Maps.

  6. Álvaro Campos says:

    Para quem usa Android e iOS tem o Here com mapas offline sem necessidade de fazer coisas estranhas.
    Quem tem Windows Mobile tem o Mapas com os mesmo mapas do Here.
    Tudo sem a utilização de dados
    Não sei porque a google ainda não apostou nisso. Eles lá saberão.

    Eu dei estes dois exemplos mas há mais, seja gratuitos seja pagos!

  7. TugAzeiteiro says:

    APP para Android e iOS “HERE WeGo” e está o assunto resolvido… basta fazer o download de qualquer mapa de qualquer parte do mundo (FREE). O Google é bom, mas estando em viagem nada como o HERE!

  8. Redin says:

    Não consigo perceber tamanha preocupação. Eu tenho o me telélé com os dados ligados 24/7 e quase nunca chego aos 3.5 gigas consumidos. Além de ser raro ficar sem net, é muito mais seguro do que ligar a wi-fi manhosos e desconhecidos.

    • JP says:

      Isso é porque tem 3,5GB de dados para gastar. Há quem não tenha, e olhe que não são asism tão poucos, a começar pelos que têm telefone de empresa.

      • Redin says:

        Felizmente até tenho 5gigas e não é por uma questão de posses financeiras, mas sim por uma oportunidade que a própria Vodafone ofereceu durante algum tempo numa campanha Yorn. Com isto quero dizer que aos poucos e poucos o conceito de redes wi-fi vai acabar por perder importância a não ser nas nossas casas. Desde há 6 meses em que aceitei, a NOS estava a oferecer por 2 meses 2gigas e agora já há quem atire 30gigas para atrair clientes. Assim, o conceito de perda no consumo de dados vai deixar de ser uma preocupação muito em breve.

  9. Luís says:

    Isto dá para android? A opção para transferir para offline não me aparece depois de colocar a ponto de partida e de destino

  10. paulo g. says:

    Se tiveres tempo opta pela N120, para não parecer que o meio é um deserto… Lagos é um bom destino.

  11. Pedro N says:

    A desvantagem do Google Maps em Portugal é que existem poucos operadores de transportes públicos a disponibilizar as suas carreiras no programa.

    Em alguns países ninguém dispensa o google maps para viajar.

  12. Elkido says:

    Google maps não presta porque se tem de usar em online…. Ou senão fazer o nosso percurso em online e depois o deixar em segundo plano e depois só aí é que dá offline essa parte… Dá muito trabalho e é confuso…. Moços se querem Gps offline de borla com voz assistida descarreguem o Here WeGo maps…. É do best sem gastar dados nem um chavo…. Até os mapas do mundo todo são grátis

  13. Filipe Agrati says:

    Mas saiu alguma actualização recente? Porque o modo offline só dá para percursos de automóvel, o Maps nao faz percursos de transportes nem a pé sem dados.

  14. Pedro N says:

    Como é que se pode verificar o custo das portagens associafas a cada trajecto no google maps?

  15. PDivulg says:

    Usei o Here durante muitos anos, no entanto agora que tenho um pouco mais de NET tenho usado o Maps, conclusão: A qualidade do percurso do google é superior. Nas últimas versões do Here em estradas nacionais, manda-nos passar por estradas muito pequenas, por vezes perigosas. O Google segue uma lógica mais ao meu gosto. Antes no Here podia se seleccionar o percurso mais curto ou mais rápido por exemplo, hoje apenas sugere, durante o percurso altera e nem nos apercebemos… Já passei por ruas que sinceramente só de bike… O maps segue uma lógica mais ao meu gosto. Mas claro são opiniões. O que gosto do Here é o contador com aviso de velocidade que falta no Maps.

  16. Valter says:

    Nada se compara com WAZE!!!!!! Testem!!! e opinem

  17. pardaluxo says:

    Já agora perspectivando uma viagem à China, e sabendo que tudo o que é google (Sim já tenho VPN) está bloqueado, qual será o melhor mapa , essencialmente Shangai e Pequim. Sendo que já tenho o OsmAnd e Offline maps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.