Quantcast
PplWare Mobile

O que podemos fazer com uma board Galileo…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Eduardo Oliveira says:

    Boas,
    A questão é quanto é que custa um Galileu? e quais as suas vantagens comparativamente ao um raspberry ou a um cubieboard?

    Quando ao Muzzley, parece um projecto bastante interessante.

    • Só um gajo says:

      A galileu custa 79$ e é mais lenta e tem menos memória que a Raspberry Pi, além de que tem uma ISA (Pentium) que é muito mais complicada.

    • O Silva says:

      O objetivo da board Galileu, não é competir com raspberry ou cubieboard… (nem se quer tem saída video), mas sim fornecer novas opções a aplicações baseadas na plataforma Arduino.
      Reparem que quase todo o tipo de código desenvolvido na plataforma Arduino é compatível (excetuando aquele que faz uso de registos/funcionalidades dos AVR).
      Mas uma das funcionalidades mais interessantes, talvez seja a possibilidade de através do “código arduino” enviar comandos ao SO linux, por exemplo:
      system(“ifconfig eth0 192.168.1.122 netmask 255.255.255.0 up”);

      Imaginem algo com as potencialidades do “Mundo” Arduino aliado às possibilidades do Linux…
      Mas podemos comparar com outros produtos… por exemplo pcduino.

    • Nelson says:

      Não são vantagens e desvantagens, um é um computador, o outro é um microcontrolador…

      • Só um gajo says:

        E não são comparáveis?
        Qual a diferença entre um micro processador, um microcontrolador e um SoC?

        • Alexandre says:

          Uma explicação básica será:

          microcontrolador – serve para controlar, exemplo: se a iluminação na sala for inferior a x então liga a luz – normalmente são dispositivos com processadores básicos/lentos;

          microprocessador – serve para processar, exemplo: reproduzir um vídeo digital, tirar fotos com uma câmara de x em x segundos e detectar movimento, etc – são o que chamamos de computador;

          Espero ter ajudado

          • Mike says:

            Exacto, o Galileo é muito mais virado para trabalhar com sensores e não é um competitor directo do Rpi, mas sim do arduíno

    • Eduardo Oliveira says:

      Pensei por ver a marca Intel que fosse um CPU mais potente,talvez até um x86, dai a pergunta.

      • Glitchmaker says:

        É um x86, o Intel Quark, não tem é algumas extensões que fazem parte das especificações de processadores de classe Pentium. Se estas extensões estivessem presentes seria possível correr XP (fosse alguém querer isso…)

  2. Glitchmaker says:

    Uma nota breve sobre o galileo. Se usarem o IDE Arduino, na versão 1.5.3( que é a que a Intel disponibiliza) tem que se mudar o locale no windows para EN-US. Bati muito com a cabeça antes de chegar à solução

  3. Jefferson says:

    Qual o modelos desta fita de leds? Onde vc comprou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.